trabalho sobre tipos de Alvenaria

trabalho sobre tipos de Alvenaria

(Parte 1 de 2)

Alvenarias

A importância histórica da alvenaria, deve-se sobretudo ao facto de ser o principal material estrutural

responsável pela habitabilidade dos abrigos construídos pelo homem e de ser a principal estrutura dos

edifícios ao longo de 4000 anos de civilização. Desde o passado que a construção de abrigos permanentes

para os humanos, evoluindo progressivamente até aos edifícios de hoje em dia, anda na maior parte das

civilizações interligada sobretudo à alvenaria.

As exigências dos utilizadores para as construções são variáveis com enumeras características, no entanto, as

realizações construtivas humanas são a síntese de três critérios (engenharia, economia e estética), com

importância relativa variável em diferentes obras, sendo no entanto a estética o elemento distintivo dos

abrigos humanos do dos animais.

Definição de alvenaria

Apresentam-se várias definições sobre este tema:

• As alvenarias são elementos discretos construídos de pedras ou blocos, naturais ou

artificiais, ligadas entre si de modo estável pela combinação de juntas e interposição

de argamassa ou somente por um desses meios;

• Alvenaria é o termo que designa as paredes executadas com pedra, tijolo ou blocos de

cimento e que, travados em sobreposição por meio de argamassas, servem para a

execução de edifícios.

• Alvenaria é o sistema construtivo de paredes e muros, ou obras semelhantes,

executadas com pedras naturais, tijolos ou blocos unidos entre si com ou sem

argamassa de ligação, em fiadas horizontais ou em camadas parecidas, que se

repetem sobrepondo-se umas sobre as outras, formando um conjunto rígido e coeso.

• Alvenaria é o conjunto de materiais pétreos, naturais ou artificiais, unidos entre si por

meio de uma argamassa.

Materiais Pétreos

Naturais

– ex: pedregulhos rolados, lateritas e areias

Artificiais (processados)

– ex: obtidos por britagem de rocha ou de seixos rolados.

Materiais Naturais

Pedra, Bambu, Terra socada, Sacos de terra, Tocos de madeira, Fardos de palha etc.

Materiais artificiais

Origem:São Obtidos por processos de transformação.

EX: Plásticos, Ligas metálicas, Papel, Vidro, etc.

1. Finalidade das alvenarias e principais exigências

�� Divisão, vedações e protecção;

�� Estrutural: paredes que recebem esforços verticais (lajes e coberturas em

construções não estruturadas) e horizontais (empuxo de terra);

�� Resistência mecânica;

�� Isolamento térmico;

�� Isolamento acústico;

�� Proteger contra acções do meio externo;

�� Segurança ao fogo;

�� Segurança ao contacto;

�� Economia de facilidade construção;

�� Estética;

�� Estanquidade à água e ao ar;

�� Estabilidade;

�� Durabilidade e facilidade de manutenção.

2 – Tipos de alvenarias

2.1 - ALVENARIAS EXTERIORES

A espessura das paredes exteriores deve ser definida com muito rigor tendo em conta

diversos condicionantes, nomeadamente no que diz respeito, à estrutura, isolamento

térmico e ás caixas de estore, cujas dimensões variam de caso para caso (figura 1 ).

Caixa de estore

2.2 - ALVENARIAS INTERIORES

Devido á necessidade de embeber as redes nas paredes interiores, a espessura das paredes

separadoras e confinantes dos compartimentos que possuam tubagens de instalações

especiais, tais como as cozinhas e as instalações sanitárias, deverão ser estudadas com

muito rigor, uma vez que as espessuras habitualmente apresentadas são insuficientes. A

quantidade de roços é em número tão elevado que obriga à quase total reconstrução das

paredes já executadas.

Paredes com roços

Deverá ser estudada a compatibilização sistemática entre os projectos de arquitectura e das

redes de esgotos, de águas e eléctricas, tendo como objectivo garantir uma adequada

espessura das paredes para comportarem as diferentes tubagens.

3 – Materiais utilizados para execução de alvenarias

3.3.1 – TIJOLOS CERÂMICOS

3.3.2 – CARACTERÍSTICAS ESSENCIAIS DOS TIJOLOS CERÂMICOS:

(Parte 1 de 2)

Comentários