Utilização do Sistema Dark house

Utilização do Sistema Dark house

Sistema Dark-House para aves

Discente:

Túlio Medeiros Marçal

São Vicente da Serra

Agosto/2010

O que é o sistema Dark-house?

  • Instalação de criação em ambiente escuro;

Introdução

  • Desconhecido até a década de 90;

  • Crescimento nos últimos 10 anos;

  • O sistema é bem conhecido nos EUA;

  • No Brasil o sistema vem sendo adotado principalmente no oeste do Paraná com mais de 200 granjas com o sistema;

O sistema Dark-house

  • Condução de lotes com luminosidade controlada;

  • Maior densidade de aves/m²;

  • Mantém as aves mais calmas;

  • Menor conversão alimentar;

  • Melhor ganho de peso;

Características estruturais e manejos fundamentais para um bom funcionamento dos galpões escuros

  • Sistema de iluminação:

    • Dimmer;
    • Lâmpadas deve ser colocadas com 5m largura e 6 m de comprimento;
    • Instalação de gerador;

Características estruturais e manejos fundamentais para um bom funcionamento dos galpões escuros

    • Sistema de ventilação em túnel (pressão negativa):
    • Vedação do galpão;
    • exautores devem estar dispostos na lateral do galpão;
    • fornecer a velocidade do ar até 3m/s em momentos de pico de calor;

Manejo de carregamento das aves

  • Carregamento ou apanhar das aves para abate;

Algumas características fundamentais para o sucesso da implantação desta tecnologia

    • Rede elétrica;
    • Isolamento;
    • Entradas de ar;
  • Controladores;

    • Exaustores;

Resultados Zootécnicos

  • mortalidade

Resultados Zootécnicos

  • Peso médio

Resultados Zootécnicos

  • Conversão alimentar

Resultados Zootécnicos

  • Ganho de peso diário

Crítica atribuída ao sistema

  • Localização dos aviários em zona rural, qual o principal problema?

  • Queda de energia

    • Queima de exaustores;
    • Descontrole de temperatura;
  • Solução instalação de gerador

Benefícios atribuídos ao sistema

  • Melhor desempenho zootécnico;

  • Maior bem estar para as aves;

  • Ganho ambiental com a economia de água, ração, energia elétrica, combustível;

  • Maior produção por área;

Conclusão

  • O sistema Dark-house mostra-se viável tanto tecnicamente quanto economicamente falando;

  • Assumir a missão do bom manejo: proporcionar à ave a melhor condição ambiental possível para que ela possa expressar seu máximo potencial;

Referências

  • Bichara, Tuffi, Aviário azul e dark-house para frangos de corte-desenvolvendo novos conceitos para aviários pressão negativa, X Simpósio Brasil Sul de Avicultura e I Brasil Sul Poultry Fair 31 de março a 02 de abril de 2009 - Chapecó, SC – Brasil.

  • Boni I. J. & Paes A. O S. Programas de luz para matrizes: machos e Fêmeas, 2° Simpósio Técnico sobre Matrizes de Frangos de Corte 13 a 15 de outubro de 1999 - Chapecó, SC, Brasil.

  • Gallo B. B, Dark house: Manejo x Desempenho frente ao sistema tradicional, X Simpósio Brasil Sul de Avicultura e I Brasil Sul Poultry Fair 31 de março a 02 de abril de 2009 - Chapecó, SC – Brasil.

  • Marcolin L. V, Garaffa M. & Gai V. F. Influência de diferentes programas de iluminação sobre a mortalidade de frangos de corte em aviários dark house, Cascavel, v.1, n.1, p.43-50, 2008.

Comentários