química para o nono ano

química para o nono ano

(Parte 7 de 7)

Prof. Agamenon Roberto QUÍMICA 9º ANO

Os fenômenos podem ser classificados em químicos (produzem novas substâncias) e físicos (não produzem novas espécies).

Aos fenômenos químicos damos o nome de REAÇÕES QUÍMICAS.

Óxido de cálcio mais água produz hidróxido de cálcio.

Quando substituímos os nomes das substâncias por suas fórmulas e as palavras por símbolos, obteremos uma EQUAÇÃO QUÍMICA.

As substâncias que iniciam uma reação são os reagentes e constituem o primeiro membro da equação.

As substâncias obtidas numa reação química são os produtos e constituem o segundo membro da equação.

No exemplo acima, CaO e H2O são os reagentes e, o Ca(OH)2 é o produto.

As equações químicas possuem fórmulas e coeficientes para mostrar os aspecto qualitativo e quantitativo da reação.

coeficientes

Numa reação química, o número total de átomos dos reagentes é igual ao número total de átomos dos produtos.

Exercícios:

01) A equação refere-se à transformação de ozônio em oxigênio comum, representada pela equação:

Os números 2 e 3 que aparecem no lado esquerdo da equação representam, respectivamente:

a) Coeficiente estequiométrico e número de átomos da molécula. b) Coeficiente estequiométrico e número de moléculas. c) Número de moléculas e coeficiente estequiométrico. d) Número de átomos da molécula e coeficiente estequiométrico. e) Número de átomos da molécula e número de moléculas.

02) (UFPI) A reação de X com Y é representada abaixo. Indique qual das equações melhor representa a equação química balanceada.

= átomo de X; = átomo de Y

03) Considere as reações químicas abaixo:

Podemos afirmar que:

a) todas estão balanceadas b) 2, 3, e 4 estão balanceadas c) somente 2 e 4 estão balanceadas d) somente 1 não está balanceada e) nenhuma está corretamente balanceada, porque os estados físicos dos reagentes e produtos são diferentes.

Prof. Agamenon Roberto QUÍMICA 9º ANO

Basicamente podemos classificar as reações químicas em: a) Reação de síntese ou adição. b) Reação de análise ou decomposição. c) Reação de deslocamento, simples troca ou substituição.

d) Reação de dupla troca, duplo deslocamento ou dupla substituição.

É quando uma ou mais substâncias reagentes produzem apenas uma única.

É quando uma única substância reagente origina duas ou mais substâncias como produto.

As reações de análise podem receber nomes

Pirólise decomposição pelo calor.

particulares, de acordo com o agente causal da reação. Fotólise decomposição pela luz. Eletrólise decomposição pela corrente. Hidrólise decomposição pela água.

São as reações em que um elemento químico substitui outro elemento de um composto, libertando-o, como substância simples. Exemplos:

É quando duas substâncias compostas trocam entre si partes de suas estruturas. Exemplos:

HCl + ClNa 2+ OHOHNa

Exercícios:

Cu(OH)2 CuO + H2O

01) A reação química: é:

a) síntese total. b) deslocamento. c) dupla troca. d) análise. e) substituição.

02) Colocando-se um pedaço de zinco numa solução aquosa de sulfato de cobre I observa-se a ocorrência da reação abaixo:

Zn + CuSO4 Cu + ZnSO4

Esta reação pode ser classificada como:

a) reação de análise parcial. b) reação de síntese total. c) reação de dupla troca. d) reação de análise total e) reação de deslocamento.

IZn + 2 HCl  ZnCl2 + H2

É considerada uma reação de decomposição:

a) I. b) I. c) I. d) IV. e) V.

04) Observe as reações I e I abaixo:

HgHgO O2

ClHClI. I.

Podemos afirmar que I e I são, respectivamente, reações de:

a) síntese e análise. b) simples troca e síntese. c) dupla troca e análise. d) análise e síntese. e) dupla troca e simples troca.

Prof. Agamenon Roberto QUÍMICA 9º ANO

Mostrar algumas reações químicas que exemplificam os principais tipos de reações químicas (análise, síntese, deslocamento e dupla troca) observando as condições de ocorrência de algumas destas reações.

ANÁLISE ou DECOMPOSIÇÃO: ELETRÓLISE DA ÁGUA

• Água destilada. • Ácido sulfúrico.

• Fonte de eletricidade.

• Recipiente de vidro (béquer,...).

• 2 tubos de ensaio.

• No recipiente de vidro coloque água destilada e, aproximadamente, 3 mL de ácido sulfúrico.

• Encha os dois tubos de ensaio com esta solução.

• Introduza os eletrodos, que deverão estar conectados à fonte de eletricidade, em cada tubo, conforme a figura abaixo.

PERGUNTAS e SOLICITAÇÕES:

• Escreva a equação do processo. • Quais os produtos obtidos?

• Indique em quais eletrodos cada produto está sendo produzido.

DESLOCAMENTO ou SIMPLES TROCA PRODUÇÃO DE GÁS HIDROGÊNIO

• Água destilada. • Ácido clorídrico.

• Palhinha de aço.

• 1 tubo de ensaio.

• No fundo de um tubo de ensaio coloque um pedaço de palhinha de aço.

• Adicione ácido clorídrico concentrado no tubo, até cobrir totalmente a palhinha de aço.

PERGUNTAS e SOLICITAÇÕES:

• Escreva a equação do processo. • Por que ocorreu a reação?

• Que gás está sendo produzido?

• Como podemos comprovar que é este gás?

SÍNTESE (ADIÇÃO ou COMPOSIÇÃO) COMBUSTÃO DO GÁS HIDROGÊNIO

• Água destilada. • Ácido clorídrico.

• Palhinha de aço.

• 1 tubo de ensaio.

• Fósforo.

• No fundo de um tubo de ensaio coloque um pedaço de palhinha de aço.

• Adicione ácido clorídrico concentrado no tubo, até cobrir totalmente a palhinha de aço.

• Após, aproximadamente, 30 segundos, acenda o fósforo e coloque a chama na boca do tubo de ensaio. Observe o que ocorre.

Prof. Agamenon Roberto QUÍMICA 9º ANO

DUPLA TROCA ou DUPLO DESLOCAMENTO MATERIAL NECESSÁRIO:

• Água destilada. • Ácido clorídrico.

• Hidróxido de magnésio (leite de magnésia).

• Sulfato de cobre.

• Hidróxido de sódio.

• Carbonato de cálcio (mármore).

• Iodeto de potássio.

• Nitrato de chumbo I.

• 6 tubos de ensaio.

1º EXEMPLO:

• Em um tubo de ensaio coloque 6 mL de solução aquosa de sulfato de cobre e, em seguida adicione 3 mL de hidróxido de sódio. Observe.

PERGUNTAS e SOLICITAÇÕES:

• Escreva a equação do processo. • Por que ocorreu a reação?

• Qual a substância que constitui o precipitado?

2º EXEMPLO:

• Em um tubo de ensaio coloque 10 mL de solução aquosa de iodeto de potássio.

• Adicione à solução de iodeto de potássio 2 gotas de solução aquosa de nitrato de chumbo I. Observe.

UNIDADE DE MASSA ATÔMICA (u.m.a.)

Na química, atualmente, usa-se como átomo padrão o isótopo de carbono de número de massa 12. A esse átomo foi atribuída a massa relativa 12 e, em seguida, dividimos o carbono 12 em doze partes iguais, tomando-se uma dessas partes como unidade padrão para a medida das massas atômicas e moleculares. Esta fração recebeu o nome de unidade de massa atômica.

Átomo de carbono 12 (massa = 12)

1 unidade de massa atômica (u.m.a.)

É um número que indica quantas vezes um determinado átomo é mais pesado que 1/12 do carbono 12 (ou 1 u.m.a ).

Exemplos:

Massa atômica do “Mg” é 24 u.m.a, isto significa dizer que o átomo de magnésio é 24 vezes mais pesado que 1 u.m.a .

Massa atômica do “Fe” é 56 u.m.a, isto significa dizer que o átomo de ferro é 56 vezes mais pesado que 1 u.m.a .

É um número que indica quantas vezes uma molécula é mais pesada que 1/12 do carbono 12.

De uma maneira prática, calculamos a massa molecular somando-se todos os pesos atômicos dos átomos que formam a molécula.

(Parte 7 de 7)

Comentários