EJA

Viviane Oliveira

Izabelle Alberelo

Introdução à EJA

  • Modalidade de ensino voltada para a reinserção do jovem e do adulto na sala de aula;

  • Possui características próprias e, por isso, exige metodologias específicas;

  • Segundo parecer do CNE/CEB, o EJA representa: “[...] uma dívida social não reparada para com os que não tiveram acesso a e nem domínio da escrita e leitura como bens sociais, na escola ou fora dela, e tenham sido a força de trabalho empregada na constituição de riquezas e na elevação de obras públicas.”

Se caracteriza por:

  • Classes heterogêneas;

  • Ritmo próprio;

  • Flexibilidade;

  • Avaliação em processo (ideal).

Base legal

  • Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional;

  • Resolução CNE/CEB Nº 1, DE 5 DE JULHO DE 2000 - Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação e Jovens e Adultos;

  • Parecer CEB nº:11/2000 - Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos;

Art. 208 - O dever do Estado com a educação será efetivado mediante a garantia de:

  • Art. 208 - O dever do Estado com a educação será efetivado mediante a garantia de:

  • I - ensino fundamental obrigatório e gratuito, assegurada, inclusive, sua oferta gratuita para todos os que a ele não tiveram acesso na idade própria;

  • II - progressiva universalização do ensino médio gratuito:

  • Vl - oferta de ensino noturno regular adequado às condições do educando

  • § 1° O acesso ao ensino obrigatório e gratuito é direito público subjetivo;

  • § 2° O não-oferecimento do ensino-obrigatório pelo Poder Público, ou sua oferta irregular importa responsabilidade da autoridade competente;

Metodologias e Práticas educativas

  • Características do aluno:

      • Adulto e maduro;
      • Trabalha, no mínimo, 8 horas por dia;
      • Larga experiência profissional;
      • Faixa etária próxima a dos docentes;
      • Foi marginalizado pelo sistema de ensino, que não proporcionou crescimento como ser humano, muito menos intelectual, que associasse os conhecimentos adquiridos nos bancos escolares à prática.

Metodologias e Práticas educativas

  • Metodologias:

    • Busca da conscientização do sujeito, para agir e reagir à situações da realidade;
    • Dar valor à aprendizagem histórica e, à partir daí, relacionar essa realidade com o conteúdo abordado;
    • O conteúdo deve ter significado e aplicação no cotidiano;

Metodologias e Práticas educativas

  • Papel do educador:

    • Ajudar o aluno a perceber os conhecimentos que já fazem parte da sua vida e sua importância no processo educativo;
    • Auxiliar no processo de apropriação, construção e transformação do conhecimento;
    • Auxiliar o aluno na constituição de uma visão crítica do meio em que vive;
    • Mediar e orientar o aluno na direção da modernidade e na busca de soluções para os seus problemas;

Metodologias e Práticas educativas

  • Papel do educador:

    • Aprender com o aluno por meio de trocas de experiências a fim de reestruturar e sistematizar o conhecimento;
    • Estabelecer vínculo afetivo com o aluno, a fim de estimular um ambiente de camaradagem, apoio e compreensão.

Comentários