O Codigo Biblico Dinheiro

O Codigo Biblico Dinheiro

(Parte 1 de 6)

O Código Bíblico do Dinheiro - BenneDen - 1 O Código Bíblico do Dinheiro - BenneDen - 1

O Código Bíblico do Dinheiro - BenneDen - 2 O Código Bíblico do Dinheiro - BenneDen - 2

Masters Divinity Center Ceará - 2009

O Código Bíblico do Dinheiro - BenneDen - 3

Copyright©Denis Frota

Frota, Denis (BenneDen) F961c O Código Bíblico do Dinheiro - 1.ed. - Masters Divinity Center - Ce - 2009

1Doutrina 2. Estudo Bíblico I - Frota, Denis CDD - 231

As citações da Bíblia neste livro foram extraídas da Bíblia 98 - Freeware - Programa disponível nos sites: w.jesuslife.org - w.biblia.net

Contatos:

E-mail: Denisfrota@email.com w.benneden.org w.teocentrica.org Fone: 85-3346-0048

É livre a reprodução desta obra para fins não comerciais. O Código Bíblico do Dinheiro - BenneDen - 4

Apresentação

Este livro eletrônico é muito mais uma compilação do que uma obra inédita. Em primeiro lugar porque todos os princípios apresentados estão disponíveis na Bíblia Sagrada há séculos; em segundo lugar, há muito conteúdo, frases e citações de diversos autores, que foram agregadas a este e-book, com pequenas edições desse autor.

O corpo geral, os temas, a ordem dos assuntos e a mensagem do livro, foram os nossos principais desafios.

Trata-se de uma obra simples, elaborada em duas semanas de dedicação e amor. Sua simplicidade, porém, não interfere em sua importância e valor.

O Código Bíblico do Dinheiro é um estudo de fundamentação bíblica. Procuramos abordar esclarecedores princípios contidos na Bíblia sobre dinheiro, contribuição, poupança, investimentos sábios e intimidade com Deus através da vida financeira.

Há, de fato, mais de 2.350 versículos que tratam de tudo o que você precisa saber sobre a forma de lidar com o dinheiro. Na verdade, a Bíblia é um projeto para o gerenciamento das finanças.

O Código Bíblico do Dinheiro - BenneDen - 5

Com bem disse Howard Dayton, fundador do Crown Financial Ministries:

“Ao contrário do que pensamos, as Escrituras nos dão diretrizes muito claras no que diz respeito a ganhar, gastar, economizar, investir, dar, ficar livre de dívidas e planejar o futuro”.

Esperamos que o amado leitor seja ricamente abençoado com esta leitura e que a mesma seja um estímulo para um estudo bíblico mais aprofundado.

Benne Den

O Código Bíblico do Dinheiro - BenneDen - 6

O Código Bíblico do Dinheiro - BenneDen - 7 O Código Bíblico do Dinheiro - BenneDen - 7

Dinheiro Bênção ou Maldição?

Um dos maiores desafios para a sociedade atual – incluindo as igrejas cristãs – é lidar com as finanças de forma próspera, digna e íntegra. Por quê? Ora, porque o dinheiro nos atrai e nos seduz. Dedicamos nossa vida a ganhá-lo e gastá-lo, sob as mais diversas justificativas.

E por que estamos sempre querendo mais dinheiro? Porque sabemos o poder do dinheiro, daquilo que ele é capaz de fazer. Com essa mentalidade dominante, compramos, gastamos, fazemos dívidas e, quando menos esperamos, estamos enfrentando sérios problemas financeiros.

Uma parte significativa da população está nessa situação. E não são pessoas de uma classe social apenas, porque a má administração financeira não depende, necessariamente, do nível de renda das pessoas. Além de trabalhadores de baixa renda, profissionais liberais e até mesmo grandes empresários administram mal suas finanças, gastam mais do que ganham, fazem investimentos tolos e não conseguem pagar todas as contas.

Concluímos que não basta ter uma boa fonte de renda é preciso saber administrá-la com inteligência e sabedoria.

O Código Bíblico do Dinheiro - BenneDen - 8

Dinheiro, bênção ou maldição? O dinheiro em si é neutro. Tudo depende do uso que se faz dele. O texto de 1 Tm 6.10 ensina que o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males, e não o dinheiro em si. 1.Se a nossa prioridade é acumular dinheiro, estaremos diante de um grande perigo: Pv 1.19, 23.4 e 30.7-9.

2.Dependendo de nossas atitudes, o dinheiro pode ser uma bênção ou um entrave ao nosso crescimento espiritual: 1 Tm 6.6-10, 17-19; 2 Tm 2.4; Hb 13.5-6.

Lembre-se de que o dinheiro é uma das bênçãos de Deus na proporção que é corretamente administrado. Para que isso aconteça é preciso inteligência e sabedoria financeira.

O Código Bíblico do Dinheiro é a nossa proposta de uma administração financeira com excelência.

Nos dias em que vivemos as questões financeiras têm sido a causa de muitos desajustes familiares e sociais – são as questões sócio-econômicas. Muitos têm colocado o dinheiro como seu deus particular e absoluto, tornando-se assim um escravo do mesmo; outros têm afundado em dívidas, prejudicando toda a estabilidade da família. Diante disso vamos apresentar um plano das Escrituras para que suas finanças estejam na perspectiva divina.

A Bíblia tem muitas orientações sobre a administração financeira. Isso porque Deus sabia das dificuldades, pressões e tentações que iríamos enfrentar nesta área.

O Código Bíblico do Dinheiro - BenneDen - 9

Deus sempre estabelece alvos quando apresenta seus planos para a vida financeira de seus filhos. Ele deseja que saibamos usar bem o dinheiro, administrando corretamente aquilo que nos dá para benefício nosso, do próximo e de seu reino.

O Código Bíblico do Dinheiro - BenneDen - 10

O Código Bíblico do Dinheiro - BenneDen - 1 O Código Bíblico do Dinheiro - BenneDen - 1

O Código Bíblico do Dinheiro – Quais os Objetivos Deste Estudo?

Há três objetivos fundamentais no Código Bíblico do Dinheiro. Todos eles estão estreitamente relacionados e devem ser entendidos como um todo, um pacote econômico único e indivisível.

O principal objetivo de nosso estudo é:

Ordenar a nossa vida financeira de tal modo que possamos cumprir os 4 propósitos de Deus para o dinheiro:

•Atendermos nossas Necessidades Pessoais e Familiares

•Realizarmos Investimentos Sábios

•Suprirmos as Necessidades da Igreja

•Ajudarmos o Próximo

Em segundo lugar este estudo busca

Ordenar nossa vida financeira de tal modo que tenhamos sempre reservas para os imprevistos da vida, incluindo as crises de âmbito internacional. Isto implica em duas coisas básicas:

(Parte 1 de 6)

Comentários