(Parte 5 de 7)

Vá em Draw>> DrawPartition(ou pressione Ctrl+ P)

Se caso o tamanho dos vértices estarem muito grandes...

Vá em:

Options>> Size>> ofVertices Defina um tamanho ou digite 0 para automático.

Deixe desmarcado a opção DifferentWidthsem: Options>> Lines>> DifferentWidths

Repare que os vértices estão em 4 cores diferentes, cada um representa uma categoria. (centrais, periféricos, etc...)

Vá em Layout >> Energy >> Kamada-Kawai >> Free

Isso colocará a maioria dos países centrais (com mais ligações) no meio e os periféricos (com menos ligações) na margem.

Options>> Colors>> PartitionColors

Escolha as melhores cores para as partições.

Use “Default Greyscale1 ou 2” para impressões em escala de cinza.

Vamos usar o import_manufactures.net e continent.clu. (só abrir o World_trade.paj)

Vá em Operations>> ExtractNetwork. Digite 6. (6 é a partição da América do Sul).

Aperte Ctrl+ Ppara aparecer o gráfico da rede.

Use o comando: Layout >> Energy>> Kamada-Kawai>> Free

Agora tem-se uma sub-rede (sub-network)só dos países da América do Sul.

E pelo layout Kamada-Kawaio Brasil fica no centro da rede.

Repare que o programa gera um novo arquivo de rede e partição, com o nome “Extracting...”

GERENCIANDO A REDE EXTRAINDOUMA SUB-REDE E se por acaso precisássemos de visualizar a sub-rede dos países da América do Sul organizados em países centrais, periféricos, etc..?

Coloque a seção de Partições (partitions)da seguinte forma:

Vá em: Partitions >> ExtractSecondfromFirst

Digite 6 em “selectclusters” para selecionar o continente América do Sul.

Sub-rede: países da América do Sul.

Classificados pela cor dos vértices em: Centrais, Periféricos, ...

Na análise de redes se obtém uma visão global reduzindo os vértices de uma classe a um novo vértice.

Na primeira janela pede o n°mínimo de ligações que precisam existir entre os vértices para que seja desenhado uma linha na nova rede. Deixe 1 e dê OK.

Na segunda janela pede-se o cluster que não será reduzido. Deixe 0 (zero) e dê OK.

O Pajek vai gerar uma nova rede reduzida, pressione Ctrl + G para visualizá-la.

Operations>> ShrinkNetwork >> Partition

O Pajeknão tem como “entender” o significado dessas classes, então ele nomeia cada vértice com o nome do primeiro vértice do grupo sucedido de “#”.

Por exemplo,América do Sul ficou representado como “#Argentina”

Use o comando:

File >> Partition>> Edit para renomear os vértices de acordo.

Após renomear, deixe marcado a opção Options>> Lines>> Mark Lines >> withValuespara visualizar os valores na rede.

Na representação anterior, os valores em vermelhorepresentam:O total de exportações dos países da América do Sul para os países da América do Norte.

O total de exportações e importações dos países dos países da América do Norte entre eles mesmos.

O total de exportações e importações dos países dos países da América do Sul entre eles mesmos.

O total de exportações dos países América do Norte para os países da América do Sul.

Para focar em uma classe de vértice em relação aos demais grupos.

Por exemplo, os países de um determinado continente em relação aos demais continentes.

Vamos usar o exemplo para colocar os países da

América do Sul (cluster 6)em relação aos demais continentes.

VISÃO CONTEXTUAL ANALISANDOAREDE Operations>> ShrinkNetwork >> Partition

Na primeira janela pedirá o n°mínimo de ligações Deixe 1 e dê OK.

Na segunda janela pede-se o cluster que não será reduzido. Coloque 6 (América do Sul)

O Pajekvai gerar uma nova rede reduzida, pressione Ctrl+ G para visualizá-la.

A rede produzida ficou muito “poluída” .

Para uma melhor visualização pode-se remover as ligações até um determinado valor.

Vá em: Net >> Transform>> Remove >> lineswithvalue>> lowerthan

ANALISANDOA REDE Net >> Transform>> Remove >> lineswithvalue>>

(Parte 5 de 7)

Comentários