aula2 - Uso da informação em Segurança Pública

aula2 - Uso da informação em Segurança Pública

(Parte 1 de 2)

AULA 02 - Sistemas de Informação em Segurança Pública 1

Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP

AULA 02 Sistemas das Informações em Segurança Pública

Uso das Informações Na Gestão das Ações de Segurança Pública.

AULA 02 - Sistemas de Informação em Segurança Pública 2

Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP

APRESENTAÇÃO AULA 23
UNIDADE 14

Sumário

CRIMINAL4
UNIDADE 29
CRIMINAL NO BRASIL9
UNIDADE 314
14
FECHAMENTO DA AULA16
ATIVIDADES DE CONCLUSÃO DA AULA17

AULA 02 - Sistemas de Informação em Segurança Pública 3

Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP

Apresentação Sistemas de Informação em Segurança Pública

Olá! Você está na aula 2 do curso “Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública”. Nesta aula você estudará, comparativamente, os sistemas de informações criminais existentes nos diversos países, especificamente, também, o sistema de Informação criminal do Brasil.

Para facilitar seu estudo, esta aula foi dividida em três unidades:

A partir dos conhecimentos tratados nesta aula você será capaz de:

A seguir, acesse esta aula em PDF para que você possa .salvar em sua máquina e até imprimir se desejar.

Unidade 1: Quadro Sinótico dos Sistemas Nacionais de Informação Criminal.

Unidade 2: Décadas de Atraso na Construção de Sistemas de Informação Criminal no Brasil.

Unidade 3: Encaminhamentos recentes relativos à situação brasileira

Objetivos da aula

• Descrever o desenvolvimento de sistemas de informação criminal em diferentes contextos nacionais.

• Reconhecer a importância do uso da informação na sistematização de políticas de segurança pública.

AULA 02 - Sistemas de Informação em Segurança Pública 4

Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP

UNIDADE 1

A maioria dos países, principalmente na Europa, desenvolve atualmente sistemas de informação utilizando registros de ocorrências policiais e de atividade judicial, bem como gera dados a partir de questionários e surveys diversos.

As áreas de informação consolidam-se tanto como usuárias quanto como produtoras de dados estatísticos, mas, sobretudo, há o reconhecimento político da utilidade dos dados.

O Estado francês foi pioneiro na coleta regular de dados das cortes criminais como instrumento de auxílio à administração pública quinze anos após a deflagração da revolução francesa.

Diversos países passaram a desenvolver formas de monitoramento de dados deste tipo desde então e a promover o seu aprimoramento.

O uso recente de tecnologias de informática utilizada para os procedimentos de sistematização dos dados tem diminuído as ressalvas em relação à confiabilidade e validade da fonte primária das informações.

Veja, a seguir, um quadro sinótico da evolução dos sistemas nacionais de informação criminal na Inglaterra, França, Portugal, Alemanha, Estados Unidos e Brasil.

No fichário a seguir, você conhece o quadro sinótico da evolução dos sistemas nacionais de informação criminal na Inglaterra, França, Portugal, Alemanha, Estados Unidos e Brasil.

Surveys: pesquisas administradas para uma amostra de população.

AULA 02 - Sistemas de Informação em Segurança Pública 5

Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP

AULA 02 - Sistemas de Informação em Segurança Pública 6

Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP

AULA 02 - Sistemas de Informação em Segurança Pública 7

Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP

AULA 02 - Sistemas de Informação em Segurança Pública 8

Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP

Fechamos aqui o conteúdo da primeira unidade da aula 2. A seguir propomos uma atividade.

Você estudou quadro sinótico da evolução dos sistemas nacionais de informação criminal Inglaterra, França, Portugal, Alemanha, Estados Unidos e Brasil. Agora faça as relações entre os países e seu último dado de informação criminal. Arraste a bandeira do país até a informação correta

AULA 02 - Sistemas de Informação em Segurança Pública 9

Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP

A seguir, você vai estudar sobre décadas de atraso na construção de sistemas de informação criminal no Brasil.

Décadas de Atraso na Construção de Sistemas de Informação Criminal no Brasil

Você sabe qual a situação do Brasil no que se refere à construção dos sistemas nacionais de informação criminal e na consolidação de indicadores de segurança pública, violência e criminalidade confiáveis?

Veja, o Brasil encontra-se com algumas décadas de atraso.

No marco de um esforço nacional de controle da violência, diversas organizações de segurança pública começaram a aprimorar os processos de coleta, sistematização e análise de informações sobre ocorrências criminais e atividades desenvolvidas pelas polícias.

sociais de combate e prevenção eficientes

Tal situação é particularmente grave no que se refere à consolidação de monitoramento dos níveis de criminalidade e violência e na aplicação de políticas públicas e programas Veja a seguir as conseqüências imediatas e indiretas disto.

Como conseqüências imediatas e indiretas do atraso na construção de sistemas de informação criminal no Brasil são:

(Parte 1 de 2)

Comentários