PLATAFORMA VIBRATÓRIA

PLATAFORMA VIBRATÓRIA

(Parte 1 de 2)

Fernanda Fernandes1

Aline A. de Jesus2; Ana Paula da S. Barbosa2; Carla Larissa S. da Silva2; Geissi C.Paula2; Jainara A. Silva2; Lidiane Patrícia A. Silva2; Regiane S. G. Franco2; Rosana F. Lima2

A plataforma vibratória é uma modalidade que ganhou popularidade nos últimos anos. Este artigo ira relatar os efeitos da vibração sobre o corpo humano que estão sendo pesquisados há muitos anos. O uso da vibração tem se destacado como método auxiliar no tratamento de pessoas que geralmente não são aptas a fazer exercícios pesados e também treinamento das capacidades físicas de indivíduos jovens, atletas e idosos. Estudos recentes indicam aumento no ganho de força, flexibilidade, resistência e potência de indivíduos treinados com equipamentos vibratórios. A vibração apresenta-se como um importante estímulo ao sistema neuromuscular, acréscimo da massa óssea e etc., entretanto, futuros estudos devem ser realizados como forma de se entender melhor os efeitos fisiológicos da vibração, bem como os efeitos de diferentes protocolos sobre o treinamento de capacidades físicas como força, flexibilidade, resistência e potência.

Palavras-chave: Vibração, Treinamento e Neuromuscular.

The vibratory platform is a modality that has gained popularity in last years. This article will report on the effects of vibration on the human body that are being researched for many years. The use of vibration has emerged as an auxiliary method in the treatment of people who are generally not able to do heavy exercise and also training the physical abilities of young people, athletes and the elderly. Recent studies indicate an increase in gain strength, flexibility, endurance and power trained individuals with vibrating equipment. The vibration is presented as an important stimulus to the neurology musculare system, increased bone mass and so on., however, future studies should be conducted in order to better understand the physiological effects of vibration, as well as the effects of different training protocols on physical abilities such as strength, flexibility, strength and power.

Key Words: Vibration, Training and Neurology Musculature.

1 Docente do curso de Estética e Cosmética das Faculdades Integradas Ipiranga, Pará. 2 Discentes do curso de Estética e Cosmética das Faculdades Integradas Ipiranga, Pará.

1 – INTRODUÇÃO

Em tempos onde o culto ao corpo e a preocupação com a saúde está cada vez mais em evidência, novas tecnologias surgem e equipamentos para condicionamento físico estão em constante aprimoramento. Impulsionada pela quantidade de artigos revelando os benefícios da vibração em tratamentos estéticos, fisioterápicos e de desempenho nos seres humanos, ocorreu a popularização do uso da vibração como coadjuvante da atividade física.

Ganharam reconhecimento os aparelhos produtores de vibração, denominados plataformas vibratórias, os quais, segundo seus fabricantes,são tão eficientes para a reabilitação física e para a melhora do desempenho físico quanto os métodos convencionais de terapia/treinamento físico. Essas plataformas vibratórias estão se tornando cada vez mais populares em clínicas fisioterápicas e academias de ginástica de vários países. (2)

1.1 - Vibração e Plataforma Vibratória

Os potencias benefícios da vibração para o desenvolvimento humano foram originariamente mostrados por Nazarov e Spivak (1987) em um estudo realizado em ginastas. Estes realizaram exercícios exaustivos em argolas que vibravam e, ao completar o treino, apresentaram mais força em comparação aos ginastas que não foram expostos a vibração. (6)

A Vibração é um estímulo mecânico caracterizado por movimento oscilatório, no qual a intensidade varia de acordo com a freqüência, amplitude e magnitude do movimento gerado. (3)

As plataformas vibratórias são aparelhos que promovem a vibração do corpo todo e devido a sua versatilidade proporcionam o acesso a inúmeros protocolos de treinamento com diversas combinações de freqüência, amplitude, tempo de exposição, entre outros. Estudos recentes mostraram os efeitos da vibração do corpo todo no treinamento de força, potência, flexibilidade e equilíbrio. (3)

Alguns artigos publicados relatam os benefícios da utilização das plataformas vibratórias para o condicionamento físico. Jordan et aL. (2005), disseram que um excelente exemplo dos benefícios da vibração para a saúde da população em geral é o acréscimo da massa óssea após uma exposição em longo prazo ao treinamento com vibração de corpo inteiro, um efeito que pode ser importante na prevenção da osteoporose. Bogaerts et al. (2007) relatam que o treino com plataforma vibratória pode ser visto como um método de treino cardiovascular, sem aumentar os riscos de lesão no coração, se comparado com métodos de treino tradicionais.(1)

1.2 - Aparelhos produtores de vibração destinados ao treinamento

Existem diferentes tipos de aparelhos de vibração utilizados para o treinamento e para a reabilitação física. Considerando a forma como a vibração é aplicada ao corpo humano, pode-se diferenciá-los em dois tipos: os de vibração direta e os de vibração indireta. Os aparelhos de vibração direta são assim chamados por serem posicionados em contato direto com o músculo ou seu tendão no momento da aplicação da vibração. Esse tipo de aparelho favorece a aplicação da vibração em um músculo específico; no entanto, é muito pequena a influência que a vibração produzida por esse aparelho exerce sobre os músculos e ossos de outros segmentos. Os aparelhos de vibração indireta englobam os halteres e as plataformas vibratórias. Em ambos os casos, a exposição à vibração se dá pelo contato das extremidades distais dos segmentos corporais com o aparelho vibratório. Em razão disso, a vibração produzida se propaga por muitos tecidos antes de chegar aos músculos ou ossos que se pretende atingir. As plataformas vibratórias permitem aplicar à vibração ao corpo todo, uma vez que o sujeito se posicione sobre ela. Estes aparelhos permitem uma influência mais ampla da vibração, pois favorecem sua dissipação por vários grupos de músculos, órgãos e sistemas. (2)

É conveniente esclarecer que existem diferentes tipos de plataformas vibratórias: as que se movimentam verticalmente girando ao redor de um eixo central, as que se movimentam verticalmente de maneira uniforme, e as que se movimentam no sentido anteroposterior.

1.3 - Funcionamento da Plataforma Vibratória

Plataforma Vibratória- Oscilatória possui dois motores que proporcionam a oscilação e vibração espiral e com o funcionamento simultâneo dos motores proporcionam a oscilação e vibração vertical. Na oscilação (movimento lateral) oferece movimentos em ondas harmônicas para o corpo inteiro (dos pés a cabeça). Na vibração espiral fornece movimentos em ondas harmônicas para os membros inferiores do corpo. (5)

Há Plataformas Vibratórias que se deslocam em varias direções, na vertical, horizontal ou mesmo diagonal. Mas sempre a grandes velocidades que ronda as 30 a 50 repetições por segundo. (8)

Fig.1 Movimentos produzidos pela Plataforma VibratóriaFig.2 Plataforma Vibratória Plate Fitness 96017
Fonte: http://w.aplataformavibratoria.comFonte: http://w.americanas.com.br

A rapidez do movimento é tão grande que a vista humana não consegue distinguir as direções que a base do aparelho produz.

1.4 - Variáveis que podem ser manipuladas no treinamento de vibração

A oscilação produzida pela plataforma vibratória se propaga para todo o corpo do indivíduo, se este estiver sobre a mesma. Contudo, as estruturas mais afetadas pela vibração são aquelas localizadas anatomicamente mais próximas da plataforma. Além disso, os músculos são mais afetados pela vibração quanto mais elevado for seu estado de ativação durante a realização do treinamento de vibração. Esse conhecimento sugere que a intervenção com o treinamento de vibração deve ser combinada com alguma forma de exercício/atividade muscular vigorosa. Apesar disso, na maioria dos estudos disponíveis atualmente, a vibração foi aplicada enquanto os sujeitos se exercitavam suportando apenas o peso do próprio corpo enquanto em um número menor de estudos o treino de vibração foi combinado com um método de treinamento de força com carga adicional.

Os protocolos podem ser manipulados através da escolha da amplitude e da freqüência de vibração desejadas para o treinamento. As plataformas atualmente disponíveis no mercado permitem selecionar amplitudes de oscilações entre 2-10 m e freqüências entre 12-50 Hz. Também é possível controlar o tempo de exposição entre 30- 60 s. Além da combinação dessas variáveis, o treinamento pode ser “periodizado” manipulando-se o número de séries realizadas em uma sessão, a freqüência de treinamento semanal e a duração total do programa de treinamento. (2)

Segundo os fabricantes das plataformas vibratórias, é possível enfatizar o estímulo em músculos específicos utilizando acessórios ou modificando o posicionamento corporal sobre a plataforma.

1.5 - Os Efeitos da Vibração por meio da Plataforma Vibratória

A vibração do corpo todo, por meio de plataformas vibratórias, tem sido empregada no treinamento de força e potência. Cormieet al. (2006) e David et al. (2008) analisaram por meio de exercícios isométricos e saltos, os efeitos agudos da vibração do corpo todo na atividade muscular, força, e potência dos músculos da perna. Ambos concluíram que houve um aumento significativo na força, potência e atividade dos músculos analisados nas condições de exercícios executados com a plataforma vibratória.

Os efeitos da vibração também têm sido investigados em estudos que envolvem a aplicação da vibração durante exercícios para ganho de mobilidade (BAUTMANS et al., 2005).

Sands et al. (2006) observou a influência da vibração sobre o alongamento estático de voluntários ginastas e concluiu que ocorreram efeitos positivos, a curto e longo prazo, no ganho de amplitude de movimento dos voluntários.Fagnani et al. (2006) implementou um protocolo de 8 semanas de treinamento com plataforma vibratória para atletas do sexo feminino e concluiu que a vibração foi eficaz no ganho de flexibilidade desta população.

Estudos com baixas freqüências e amplitudes de vibração têm mostrado efeitos positivos no treinamento e reabilitação das capacidades físicas de indivíduos de diversos níveis de condicionamento físico e faixa etária. Este tipo de vibração pode se aplicada no corpo todo por meio de plataformas vibratórias. (2)

Segundo os fabricantes a vibração da plataforma proporciona uma capacidade de massagem corporal e relaxante proveniente de ações combinadas que estimulam a circulação e drenagem dos fluidos tóxicos favorecendo a recuperação da fadiga e a redução do aparecimento da FEG, atinge os receptores musculares, que por sua vez, descontraem a musculatura eliminado contraturas e aumenta o sentimento de bem estar.

Bastam menos de 15 minutos na plataforma vibratória para que o paciente sinta os efeitos das vibrações sobre o organismo. O equipamento promove a combinação de exercícios físicos com a contração muscular, fortalecendo ossos e músculos e aumentando a drenagem linfática nos tecidos. Drª. Ludmila Bonelli (4)

Caso esteja sob algum tratamento ou tenha algum dos sintomas abaixo, consulte seu médico antes de utilizar a PLATAFORMA VIBRATÓRIA

ENXAQUECA AGUDA (5)

1.8 - Variabilidades nos protocolos de vibração

Os protocolos podem ser manipulados através da escolha da amplitude e da freqüência de vibração desejadas para o treinamento. As plataformas atualmente disponíveis no mercado permitem selecionar amplitudes de oscilações entre 2-10 m e freqüências entre 12-50 Hz. Também é possível controlar o tempo de exposição entre 30- 60 s. Além da combinação dessas variáveis, o treinamento pode ser “periodizado” manipulando-se o número de séries realizadas em uma sessão, a freqüência de treinamento semanal e a duração total do programa de treinamento. (3)

2 – DISCUSSÃO

Em estudos feitos sobre a Plataforma Vibratória: A vibração do corpo todo, por meio de plataformas vibratórias, tem sido empregada no treinamento de força e potência. Cormie et al.(2006) e David et al. (2008) analisaram por meio de exercícios isométricos e saltos, os efeitos agudos da vibração do corpo todo na atividade muscular, força, e potência dos músculos da perna. Ambos concluíram que houve um aumento significativo na força, potência e atividade dos músculos analisados nas condições de exercícios executados com a plataforma vibratória.

.Em estudos realizados por Rees et al. (2007) foi analisado o impacto do treinamento com plataforma vibratória sobre o desempenho muscular de idosos, e conclui-se que o treinamento com vibração não obteve diferença significativa no desempenho muscular da população analisada, quando comparado com o treinamento sem vibração. Porém testes feitos por Bautmans et al e Bruyere et al. em relação a melhora do equilíbrio em idosos, notaram diferenças significantes em comparação ao grupo que não foi submetido à vibração.

Verschueren et al. Roelants et al.26 mostraram que este tipo de intervenção pode melhorar o equilíbrio, a agilidade, e a qualidade da marcha. Além disso, o treinamento de vibração mostrou-se tão eficiente quanto os métodos de treinamento convencionais em aumentar a força e a potência de indivíduos idosos.

Os efeitos da vibração também foram investigados em estudos que envolvem a aplicação da vibração durante exercícios para ganho de mobilidade (BAUTMANS et al., 2005).Sands et al. (2006) observou a influência da vibração sobre o alongamento estático de voluntários ginastas e concluiu que ocorreram efeitos positivos, a curto e longo prazo, no ganho de amplitude de movimento dos voluntários.

Deste modo, as evidências científicas apontam variações importantes que devem ser consideradas e controladas para uma maior viabilidade da intervenção com vibração.

3 - Metodologia

O levantamento bibliográfico abrangeu artigos científicos resgatados através da Internet, e acesso a sites especializados no assunto.

A Pesquisa foi realizada no período de Abril a Maio de 2012

4 – CONCLUSÃO

A partir das especulações feitas no presente estudo podemos perceber que ao contrário do que muitos imaginam a plataforma vibratória não é uma inovação. Na verdade, esta tecnologia está sendo usada há anos, a plataforma vibratória foi utilizada por atletas profissionais como um treinamento suplementar e alternativo, resultando no aumento da força e definição muscular, aumento de equilíbrio e coordenação e melhora de flexibilidade, fortalecendo ossos e músculos em curto espaço de tempo.

São muitas as verificações sobre os efeitos da plataforma vibratória sobre o corpo humano se comparados aos exercícios praticados nos métodos tradicionais. No entanto, como toda atividade física, o treinamento em plataformas vibratórias apresenta algumas contra-indicações.

A presente revisão nos permite concluir que a vibração pode ser um importante estímulo para o sistema neuromuscular, atuando como instrumento auxiliar no treinamento e reabilitação de capacidades físicas, como força, flexibilidade, resistência e potência. No entanto, futuros estudos devem ser realizados acerca dos efeitos de diferentes parâmetros vibratórios no desempenho músculo-esquelético.

5 - BIBLIOGRAFIA:

1- ALESSANDRO LIMBERGER CARGNELUTTI; Análise Do Nível De Vibração Em

Plataformas Vibratórias Para Condicionamento Físico Frente À Norma Isso 2631-UFRS- DEP. ENG. MECÂNICA.2011

(Parte 1 de 2)

Comentários