Infecções do trato urinario finalizado

Infecções do trato urinario finalizado

Infecções do Trato Urinário

Faciplac- Faculdades Integradas do Planalto Central

Acadêmicas: Nayara Mota Cardoso e Thamires Tayriny Correia Silva

Período: 6º

Professora: Alessandra Lucena Silva

Disciplina: Enfermagem na Saúde da Criança

Patologia

  • Definição.

    • Uretra (uretrite),
    • Bexiga (cistite),
    • Ureteres (ureterite), ou
    • Rins (pielonefrite).

Etiologia

  • Escherichia coli;

  • Proteus;

  • Psedomonas;

  • Klebsiella;

  • Staphylococcus aureus;

  • Haemophilus e

  • Estafilococos coagulase-negativos.

Etiologia

  • Os fatores contribuintes incluem:

    • Estase Urinária;
    • Refluxo Urinário;
    • Higiene perineal precária;
    • Constipação;
    • Gravidez;
    • Não-Circuncisão;
    • Instalação de cateter de demora;
    • Agentes antimicrobianos que alteram a flora normal do trato urinário;
    • Entre outras.

Manifestações Clínicas

  • As manifestações varia de acordo com a idade e localização da infecção.

  • Em crianças de mais idade:

    • ITU’s inferior;
    • Pielonefrite.
  • Nas lactentes.

  • Observação: 40% das ITU’s são assintomáticas.

Fisiopatologia

  • Conforme Barros, Glina e Glina (2008), a bactéria geralmente atinge o trato urinário pela rota fecal-perineal-uretal, sendo que em seguida atinge a bexiga por via ascendente.

  • Sendo infecção por via hematogênica é rara.

  • Vias adicionais de infecção incluem a extensão direta a partir de fístulas no intestino ou vagina e infecção nosocomial.

Tratamento

  • Na maioria dos casos, o tratamento consiste na administração de medicamentos para tratar a infecção.

    • Antibióticos, como amoxicilina e trimetoprim-sulfametoxazol;
    • Agentes anti-sépticos urinários, como nitrofurantoína;
    • Aminoglicosídeos, como gentamicinaa ou tobramicina; e
    • Cefaclor, para tratamento das ITU’s resistentes.

Os Cuidados de Enfermagem

  • Avaliar o estado da urina observando:

    • seu aspecto e odor, e
    • registrando sinais e sintomas como freqüência,
    • sensação de queimação, enurese, retenção urinária ou dor no flanco.
  • Ajudar a prevenir a infecção ao manter uma técnica estéril durante a cateterização urinária.

Os Cuidados de Enfermagem

  • Fornecer apoio emocional a todos os membros da família e explicar todos os exames e tratamentos.

  • Administrar medicamentos prescritos, que podem incluir:

Referência

Muscari, M. E. (1998). Enfermagem Pediátrica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan.

Comentários