Modelo de portifolio

Modelo de portifolio

SENAI – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial PORTFÓLIO

SENAI – Centro de Educação Profissional de Santo Antônio da Platina, PR – 2011

Trabalho dedicado ao Professor ELISEU como lembrança do Ivo aluno do curso técnico em Eletromecânica SENAI – Centro de Educação Profissional de Santo Antônio da Platina.

SENAI – Centro de Educação Profissional de Santo Antônio da Platina, PR – 2011

Dedico esse trabalho ao incansável e batalhador Professor Eliseu e todos os alunos do curso técnico em Eletromecânica 4º módulo segundo semestre 2011 noturno.

Agradeço primeiramente a Deus por me dar a vida e disposição para essa tarefa, agradeço também a minha família, aos meus amigos, aos colegas de classe e ao professor Marcelino.

“Se por um instante Deus esquecesse de que somos uma marionete de pano e nos presenteasse com mais um pouco de vida ao teu lado, possivelmente não diríamos tudo o que pensamos, mas definitivamente pensaríamos em tudo o que dissemos. Por tanto, pensando no que dissemos, fizemos e sentimos, percebemos que os momentos de história que realizamos juntos foram mais grandiosos do que pequenos. Trabalhamos, mas também rimos muito, e podemos dizer que se Deus nos concedesse mais um pouco de vida ao seu lado, com certeza mais conhecimento teríamos adquirido. Neste momento palavras perdem o sentido diante das lágrimas contidas na saudade que iremos sentir, mas sorriso é o que te demonstraremos neste instante por ser o motivo deste até logo, a realização de mais uma vitória em sua vida. Sempre há um amanhã e a vida nos dá sempre mais uma oportunidade para fazermos as coisas bem, e temos que aproveitar cada oportunidade, por isso sabemos que você tem que ir, mas ficaremos aqui torcendo pelo seu sucesso hoje e sempre. Que você faça mais histórias maravilhosas e intensas como foi a nossa. Hoje é apenas a última vez que você verá as pessoas que conviveu no trabalho, mas o início de uma vida de convivência de amigos eternos”.

SILVA, Ivo Aparecido Rodrigues da; PORTIFOLIO 16f. (Técnico em Eletromecânica) SENAI – Centro de Educação Profissional de Santo Antônio da Platina, Paraná.

O presente trabalho tem por objetivo refletir sobre o sentido da avaliação, a partir de uma experiência sobre o uso de portfólio no ensino técnico como uma alternativa de avaliação do processo de aprendizagem. Esta prática avaliativa deu-se junto à turma do 4º módulo de Eletromecânica segundo semestre de 2011, da Escola Técnica SENAI – santo Antonio da Platina, sob a orientação da professora Susete, por determinação da disciplina de Eletrônica I ministrada pelo Professor Eliseu, a adequação da teoria, pesquisa, prática e visita técnica, e constante e permanente diálogo entre o professor e aluno, aluno/aluno, com ênfase no processo de aprender e não no resultado. Concluise que alguns entraves precisam ser vencidos: a mudança da concepção de avaliação como quantificação que permeia o pensamento dos alunos e professores e a inserção de outras disciplinas que possam compartilhar desta prática para a assunção de um novo lugar para a avaliação.

Palavras-chave: portifolio

Sumário

1 1. INTRODUÇÃO

Formação profissional é um tema que, em geral, está relacionado com a transferência de um conjunto de teorias. Muitas vezes a esta teoria tem-se associado algumas atividades, ditas práticas que, em essência, são exercícios em sala de aula ou fora dela, algumas sem qualquer possibilidade de associação a uma situação real. Com estas atividades o aluno aprende a fazer. No entanto, não se qualifica para exercer situações diferentes porque não se permite refletir sobre as demandas por soluções de problemas do mundo real. Marcado pelo tecnicismo da profissão, tem sido reformulado para atender a necessidade emergente de habilidades técnicas, organizar os fatores de produção para potencializar os ganhos, mediante a identificação de oportunidades e avaliação de riscos.

Tem-se requerido uma postura pró-ativa, vislumbrando tendências e antecipando-se para obtenção de vantagens competitivas. Assim, uma formação técnica que se proponha a agregar valor para o processo produtivo. Um processo de aprendizagem por repetição inviabiliza a sua percepção e o ingresso no mercado de trabalho, este modelo baseado em aulas expositivas coloca o aluno em uma posição de receptor de conhecimento e, vêem se perguntando sobre qual o melhor método para ensinar seu aluno a aprender.

O professor Eliseu, deu Inicio a aula com apresentação da matéria

Eletrônica I, falou sobre eletrônica e também CLP, deu ênfase sobre eletrônica digital, esclareceu sobre a forma de avaliação na disciplina, comentou sobre eletrônica analógica e digital, eletrônica analógica é através de potenciômetro e eletrônica digital por numero 0 ou 1, falou sobre o método de avaliação da disciplina Eletrônica I, fez um breve comentário do que seria a matéria, simbologia, portas lógicas, tabela verdade e também CLP que seria a próxima matéria, mas que pra entender o programa CLP teríamos primeiro que entender a Eletrônica, falamos sobre o TCC, onde fiz uma explicação de como seria o trabalho defendido pelo grupo na qual eu, Ivo faço parte.

perguntas para os alunos que faltaram à primeira aula

O professor Eliseu, cumprimentou os alunos e iniciou a aula, e comentou que no terceiro módulo não pegou nenhuma disciplina para lecionar para a turma de Eletromecânica, mas, no quarto módulo ficou com duas disciplinas na qual muito importante, são elas Eletrônica analógica, digital e CLP, começando pela eletrônica digital, e lá por meados de Setembro CLP, e comentou que a avaliação seria em todas as aulas, pediu para que os alunos que não faltassem às aulas, e também teremos um trabalho para apresentar no auditório, cujo tema seria apresentado em aulas futuras, disse também que o portfólio seria parte da avaliação, comentou que está preocupado com os técnicos formados, os mesmos não tem conhecimento de como se proceder para fazer um relatório técnico, ou seja um portfólio, indagado pelos alunos, como se faz um portfólio? Ele respondeu vocês procure a professora Susete, pois é ela a orientadora pedagógica e ela vai tirar suas dúvidas, e em seguida leu um exemplar de um portfólio para que os alunos tomassem como exemplo, explicou que eletrônica digital é mais eficiente que a eletrônica analógica, deu ênfase na eletrônica digital principalmente sobre como funciona, e dirigiu

O professor Eliseu deu inicio a aula comentando sobre as olimpíadas do conhecimento, e comentou também sobre o trabalho, pediu para os alunos abrirem as apostilas na página 80, começou a explicação sobre porta OU, explicando em detalhes, tirou dúvidas do Virgínio, explicou também sobre pulso eletrônico, comentou sobre os EPCs, EPAs, e deu boas vindas ao Cristiano, pois até essa data não tinha comparecido as aulas, falou sobre um designe de modas apresentado num trabalho de conclusão de curso TCC, comentou sobre álgebra booleana, no intervalo da aula fomos recepcioná-los os alunos olímpicos na chegada de Ponta Grossa PR, onde foi realizadas umas das etapas das olimpíadas do conhecimento, no decorre da aula por volta das 2:0 foi dispensado o Virgínio para ir no velório de seu primo em MG, logo após decorrido uns 15 minutos o Edinelson também pediu dispensa da aula para não perder a carona com seus amigos, para que o professor o dispensasse foi feito um acordo com o mesmo, ele teria que explicar para os demais alunos o exercícios enunciados na página 81 da apostila, caso contrario ficaria com uma falta.

Hoje 1 de agosto de 201, eu Ivo, não foi possível ir a aula, devido estar dando atendimento ao meu cliente na estrada Figueira Ibaiti, o veiculo VW 23220 quebrou a embreagem, o serviço extrapolou o horário, sendo iniciados as 17:16 e terminado as 20:0, nessa aula foi feito a distribuição do trabalho a ser apresentado no auditório cujo tema fiquei com TRANSISTOR UNIJUNÇAO que me foi informado por e-mail pelo próprio professor Eliseu, ainda constava no e-mail a informação que teríamos que entregar o trabalho uma semana antes da apresentação do TCC, o referido trabalho deverá ser apresentado no auditório e individual, também não tive a oportunidade de ver o Edinelson explicar o exercício enunciado na página 81 da apostila de Eletrônica I, e se realmente aconteceu, uma vez que foi acordado com o professor Eliseu na aula anterior e testemunhados pelos demais alunos.

A aula teve inicio com novo visual na sala as carteiras disposta em círculo, facilitando assim o entendimento a explicação da matéria, o professor Eliseu sempre inovando em sua disciplina, o novo visual já teria sido implantado na aula anterior, segundo me informou o próprio professor por eu estar ausente na aula anterior, passou informação sobre o site acervo técnico, e deu atenção ao aluno Aguinaldo (Torto) sobre o trabalho a ser apresentado no final do semestre no auditório, comentou sobre transistor de unijunçao UJT e MOSFET, e em seguida liberou o Virgínio para trabalhar na oficina focado no TCC, comentou também sobre climatização na industria, também sobre o tema ligação seqüencial em circuito lógico combinacionais e circuito elétrico e programação em blocos, e no final da aula cada alunos teceu comentários sobre a aula e o professor ficou no centro da sala o comentário emocionante ficou por conta do Claudomiro, que disse: a aula foi boa, com a dificuldade que a doença me trás não desisti fiquei ate o final, eu percebi na face do professor Eliseu a emoção de poder estar ali. “Deus te abençoe sempre Prof. Eliseu”

Deu inicio a aula, pediu para que se formassem grupos de no mínimo quatro alunos, explicou sobre protobord, fez um desenho no quadro de um circuito de uma partida direta, explicando em detalhes o funcionamento, em seguida deu uma dura no grupo formado próximo à porta de entrada para sala, que estava atrapalhando a aula com muita conversa, começou novamente a explicação, mas a conversa do mesmo grupo continuou novamente, o professor Eliseu chamou a atenção do grupo, começamos a montagem do circuito no protobord, mas os circuitos não funcionaram devido aos CIs estarem com defeitos, ficou marcados para uma próxima oportunidade a montagem e teste do circuito, o professor levou ao conhecimento da direção da escola o problema com os CIs, pediu que providenciasse novos CIs para que pudéssemos retornar a aula prática, os alunos Virgínio, Halyson, Aldaério, Gabriel e o Wellington (Catoca) ficaram o tempo todo conversando atrapalhando a aula o mesmo grupo mencionada no inicio desse relatório, por fim comentou sobre a aula e ficou chateado por não ter concluído o funcionamento do circuito, mas faz parte professor, não é culpa sua.

O professor Eliseu deu inicio a aula falando sobre o concurso da Copel, informando o site para inscrições W.nc.upfr.br, para quem estiver interessado em fazê-los, em seguida começou explicação da família lógica na página 93 da apostila, cobrou o aluno Edinelson sobre o trabalho, e os demais alunos também, trabalho que será entregue no inicio de Dezembro de 2011, o aluno Wellington (Catota) chegou dando muita risada deveria estar muito contente, chamando a atenção dos demais alunos e interrompeu a aula, em seguida o professor retomou a explicação da matéria família lógica, após esclareceu mais sobre o concurso da Copel, comentou que as vagas reserva que a Copel esta disponibilizando serve para contratação futura, e que a empresa não tem a obrigatoriedade de contratá-los, o professor fez a leitura da apostila e comentou sobre a matéria e fez um comparativo entre a aula passada e a de hoje, falou também sobre Flip-Flop num circuito elétrico fazendo com que todos entendessem sobre o assunto, mas infelizmente vários alunos interrompem a aula, saindo da sala, esfregando o pé no piso para chamar a atenção, após o intervalo continuou a explicação sobre famílias lógicas especialmente Flip-Flop, porta E e porta não E, pediu para um voluntario explicar o Flip-Flop e o Edinelson se dispôs a fazê-lo.

No Feet-Back todos teceram seus comentários focados no concurso da

Copel, mas de uma maneira geral a maioria contribuiu com o andamento da aula, o Claudomiro comentou que todos deveriam prestar mais atenção na aula aproveitando o conhecimento que o professor Eliseu esta passando pra nós, o

Virgínio disse que não entendeu nada por isso não permaneceu na sala, saindo toda hora, o Halyson disse que a aula foi muito boa, os demais alunos também comentaram sobre a aula e concordaram com os alunos Halyson e o Claudomiro.

A disciplina de Instalações e Máquinas Elétrica I cedeu o horário para a disciplina de Eletrônica I em visita técnica na empresa COTAN em Andirá PR, proporcionada pelo professor Eliseu, a visita se deu nas instalações da empresa onde foram destacados funcionamentos de várias máquinas automatizadas, com explicações técnicas e detalhadas pelo próprio professor Eliseu, mostrando na prática o funcionamento das máquinas dando continuidade no processo de aprendizagem teórico em salas de aula aos alunos que estiveram presente na visita a fábrica, foi um sucesso a visita, pois conheci o processo de automação e como as máquinas trabalha em sincronismo. Agradeço a direção da empresa COTAN, ao funcionário responsável pela área de informática, ao Sr Eliseu responsável pela área de automação que mostrou entusiasmo em passar seu conhecimento, e agradeço também aos meus queridos e amigos professores Eliseu e Marcelino, que não se cansa em poder compartilhar seus conhecimentos com os alunos e também com seus amigos.

O professor Eliseu deu inicio a aula comentando sobre a visita técnica na empresa COTAN de Andirá PR, ocorrida no dia 02/09/2011, cobrou dos alunos que faltaram à visita, disse vocês perderam a oportunidade de ver na

que e clock?. O Aguinaldo em tom de brincadeira respondeuPanela de

pratica o que ocorre em salas de aulas, o Claudomiro perguntou como e feito a manutenção das placas eletrônicas? O professor respondeu! A manutenção deve ser feita lavando a placa com água e detergente e só depois e feito a solda nos componentes, recapitulou a aula anterior explicando em detalhes tirando duvidadas dos alunos, falou sobre manutenção e operação na empresa COTAN, comentou que o aluno deverá ter mais visitas técnicas, pois só assim ira absorver mais conhecimento e informação e melhorando assim o aprendizado. O professor perguntou para os alunos quem poderia responder o pressão, isso não deve acontecer em sala de aula, deve-se respeitar o professor ele é a autoridade máxima na sala de aula, eu Ivo senti que o professor ficou indignado com a resposta e eu também, convocou todos os alunos para ir ate a losa fazer um exercício Flip-Flop com controle e explicá-lo para os demais alunos. No FEED-BACK todos concordaram com a dinâmica e a maneira com que o professor Eliseu conduz a aula e a maneira de ensinar.

Infelizmente essa foi a última aula com o professor Eliseu, o que eu posso categoricamente dizer quem perde com sua ausência, somos nos alunos dos curso técnicos do SENAI-SANTO ANTONIO DA PLATINA.

Considerações Finais

Este trabalho teve como objetivo analisar a utilização da técnica do portfólio no ensino e avaliação da aprendizagem em um curso técnico em Eletromecânica. Com a implementação da técnica, a respeito da educação técnica evidenciou a preocupação do professor Eliseu com as questões relacionadas ao ensino técnico, sobre a utilização do portfólio.

Deste modo, o presente estudo se orientou por outros feitos em áreas de domínio, o que justifica a sua realização como formas de contribuir para a discussão de alternativas de melhorias do ensino técnico embora ele ainda não apresente resultados conclusivos da sua eficácia.

A experiência realizada, embora não tenha sido dissociada da nota, um dos pressupostos da avaliação formativa, permitiu ao professor Eliseu influenciar positivamente seus alunos, mas negativamente os diretores da instituição a buscarem sua própria aprendizagem.

9 Referência

Projeto POETA (Portfolio Eletrônico Temporal e Ativo) PDF

Comentários