(Parte 1 de 6)

Logo da Empresa

ARQ. ELETR.: Nº CONTRATO: REG. CREA: 42.758/D

DATA
PROJETO
EXECUÇÃO
VERIFICAÇÃO
APROVAÇÃO

DATA REV.0 REV.A REV.B REV.C REV.D REV.E REV.F REV.G Material disponibilizado para divulgação de técnica, sem a permissão para emprego comercial sem a formal concordância do autor

Tipo de Documento

Procedimento Específico Código do Documento

Título do Documento

Plano de Contingência Revisão

Área QSMS

Emitente

Antonio Fernando Navarro

Área QSMS

Aprovação Antonio Fernando Navarro

Revisão Data Descrição Sumária

Tipo de Documento

Procedimento Específico Código do Documento

Título do Documento

Plano de Contingência Revisão

Área QSMS

Emitente

Antonio Fernando Navarro

Área QSMS

Aprovação Antonio Fernando Navarro

1. Objetivo

Este plano objetiva estabelecer procedimentos de comunicação e mobilização para controle, em caso de contingências e emergências que possam ocorrer durante as atividades na execução dos serviços de construção civil, montagem eletro-mecânica, condicionamento, testes, partida e apoio à operação, de modo que se tenha não só a rastreabilidade das ações empreendidas como também dos resultados dessas.

2. Aplicação

Este documento aplica-se a todos os serviços de Construção e Montagem executado pela empresa.

Este documento deverá ser empregado no preenchimento dos planos de ações cabíveis à cada ocorrência.

3. Esclarecimentos / Definições

Abandono de Área – Ato de retirar de forma ordenada todas as pessoas de uma área afetada por uma emergência; Acionamento – é o processo de comunicação com as equipes envolvidas no controle da emergência, de acordo com a ordem estabelecida nos planos de ação, para que essas equipes desempenhem as atividades sob sua responsabilidade, a fim de controlar a emergência; Administrador do Plano de Contingência – Responsável pela manutenção e atualização dos dados e procedimentos necessários à plena operacionalidade do PC. Alarme – é um sistema que avisa através de timbres, sirenes, megafone ou sinais luminosos, a ocorrência de uma emergência. O alarme é o ponto de partida para o desencadeamento das ações do plano de emergência; Áreas Sensíveis – Áreas que sofrem fortes efeitos negativos quando atingidas pelas consequências da emergência. Dentre elas incluem-se regiões com populações circunvizinhas regiões que tenham importância econômica, turística, recreativa, ou ainda regiões que sejam ecologicamente relevantes e/ou frágeis; Área Vulnerável – Área atingida pela extensão dos efeitos provocados por um acidente;

Tipo de Documento

Procedimento Específico Código do Documento

Título do Documento

Plano de Contingência Revisão

Área QSMS

Emitente

Antonio Fernando Navarro

Área QSMS

Aprovação Antonio Fernando Navarro

BEA – Brigada de Controle de Emergência – Estrutura organizacional temporária, formada quando instalada uma situação de emergência, com a finalidade de implantar ações para o seu controle e a mitigação de seus efeitos, através da mobilização de pessoas e de recursos materiais;

Contingência – Situação de risco com potencial de ocorrer, inerente as atividades, produtos, serviços, equipamentos ou instalações industriais, e que ocorrendo se transformará em uma situação de emergência. Diz respeito a uma eventualidade; possibilidade de acontecer; Coordenador do Plano de Contingência – Responsável pela coordenação das ações durante as emergências, centralizando as ações de coordenação localizada; Desocupação de Área (Evacuação) – é a atividade de desocupar os ambientes sujeitos a riscos, retirando-os para áreas abrigadas, de modo que se possa efetuar o controle dos eventos, conduzindo-as a pontos de encontro pré definidos e sinalizados; Emergência - É o evento não programado de grande proporção capaz de causar fatalidade ou outros danos graves às pessoas, às instalações, ao Meio Ambiente e à comunidade, podendo trazer prejuízo de ordem econômica, moral, social e/ou comprometimento a imagem da empresa; Emergência Agravada - Aquela cujo controle e extinção requeiram a mobilização, através do alarme geral, de recursos adicionais internos e externos aos requeridos por uma “Emergência“;

Estrutura Organizacional de Resposta (EOR) – Estrutura organizacional, previamente estabelecida, mobilizada quando de uma situação de emergência, com a finalidade de utilizar recursos materiais e humanos e implementar ações de controle e combate às suas causas e de mitigação dos seus efeitos;

ETE – Estação de Tratamento de Efluentes;

Evacuação de Área – Método planejado de retirar pessoas da instalação ou comunidade afetada por uma emergência;

Hipótese Acidental – Toda ocorrência anormal, que foge ao controle de um processo, sistema ou atividade, da qual possam resultar danos a pessoas, ao meio ambiente, a equipamento ou ao patrimônio próprio ou de terceiros, envolvendo atividades ou instalações industriais;

Tipo de Documento

Procedimento Específico Código do Documento

Título do Documento

Plano de Contingência Revisão

Área QSMS

Emitente

(Parte 1 de 6)

Comentários