contabilidade - publicavanessabrito

contabilidade - publicavanessabrito

<!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Strict//EN" "http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-strict.dtd">
<html xmlns="http://www.w3.org/1999/xhtml" xmlns:fb="http://ogp.me/ns/fb#" xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/" itemscope="itemscope" itemtype="http://schema.org/Article"><head>
    <title>Contabilidade publica</title>
    <link rel="canonical" href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAfAYcAK/contabilidade-publica">
    <meta name="description" content="Assesoria contabil">
    <meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=UTF-8">
    <meta property="og:title" content="Contabilidade publica">
    <meta property="og:description" content="Assesoria contabil">
    <meta property="og:image" content="http://www.ebah.com.br/images/ebah_logo_128.png">
    <meta property="og:image" content="https://s3.amazonaws.com/ebah-static/ABAAAfAYcAK.180.jpg">
    <meta property="og:url" content="/content/ABAAAfAYcAK/contabilidade-publica">
    <meta property="og:type" content="article">
    <meta property="fb:app_id" content="125658610826094">
    <link media="all" rel="stylesheet" type="text/css" href="contabilidade-publicavbb_arquivos/all.css">
    <!--[if lt IE 8]><link media="screen" rel="stylesheet" type="text/css" href="/css/ie.1349362428000.css" /><![endif]-->
      <!--GPT -->
      <script async="" src="contabilidade-publicavbb_arquivos/cbgapi.loaded_0"></script><script src="contabilidade-publicavbb_arquivos/widgets.js" id="twitter-wjs"></script><script src="contabilidade-publicavbb_arquivos/all.js" id="facebook-jssdk"></script><script gapi_processed="true" src="contabilidade-publicavbb_arquivos/plusone.js" async="" type="text/javascript"></script><script src="contabilidade-publicavbb_arquivos/ga.js"></script><script src="contabilidade-publicavbb_arquivos/gpt.js" type="text/javascript" async=""></script><script type="text/javascript">
        var googletag = googletag || {};
        googletag.cmd = googletag.cmd || [];
        (function() {
          var gads = document.createElement('script');
          gads.async = true;
          gads.type = 'text/javascript';
          var useSSL = 'https:' == document.location.protocol;
          gads.src = (useSSL ? 'https:' : 'http:') + 
            '//www.googletagservices.com/tag/js/gpt.js';
          var node = document.getElementsByTagName('script')[0];
          node.parentNode.insertBefore(gads, node);
        })();
      </script>
      <script type="text/javascript">
        googletag.cmd.push(function() {
          googletag.defineSlot('/1050049/File_Arroba_Top', [300, 250], 'div-gpt-ad-1332510736920-0').addService(googletag.pubads()) .setTargeting("file_area", "CIENCIAS_HUMANAS_E_SOCIAIS") .setTargeting("file_curso", "Contabilidade") .setTargeting("user_sexo", "FEMALE") .setTargeting("user_area", "CIENCIAS_HUMANAS_E_SOCIAIS") .setTargeting("user_curso", "Contabilidade") .setTargeting("user_type", "student");
          googletag.defineSlot('/1050049/File_Super_Top', [728, 90], 'div-gpt-ad-1332510649456-0').addService(googletag.pubads()) .setTargeting("file_area", "CIENCIAS_HUMANAS_E_SOCIAIS") .setTargeting("file_curso", "Contabilidade") .setTargeting("user_sexo", "FEMALE") .setTargeting("user_area", "CIENCIAS_HUMANAS_E_SOCIAIS") .setTargeting("user_curso", "Contabilidade") .setTargeting("user_type", "student");
          googletag.defineSlot('/1050049/File_Arroba_Bottom', [300, 250], 'div-gpt-ad-1332510783076-0').addService(googletag.pubads()) .setTargeting("file_area", "CIENCIAS_HUMANAS_E_SOCIAIS") .setTargeting("file_curso", "Contabilidade") .setTargeting("user_sexo", "FEMALE") .setTargeting("user_area", "CIENCIAS_HUMANAS_E_SOCIAIS") .setTargeting("user_curso", "Contabilidade") .setTargeting("user_type", "student");
          googletag.defineSlot('/1050049/File_Arroba_Bottom_2', [300, 250], 'div-gpt-ad-1332795983910-0').addService(googletag.pubads()) .setTargeting("file_area", "CIENCIAS_HUMANAS_E_SOCIAIS") .setTargeting("file_curso", "Contabilidade") .setTargeting("user_sexo", "FEMALE") .setTargeting("user_area", "CIENCIAS_HUMANAS_E_SOCIAIS") .setTargeting("user_curso", "Contabilidade") .setTargeting("user_type", "student");
          googletag.pubads().enableSingleRequest();
          googletag.enableServices();
        });
    </script>
    
<script type="text/javascript" src="contabilidade-publicavbb_arquivos/google_service.js">
</script>
<script type="text/javascript">
GS_googleAddAdSenseService("ca-pub-8348371728448784");
GS_googleEnableAllServices();
</script><script src="contabilidade-publicavbb_arquivos/google_ads.js"></script><script src="contabilidade-publicavbb_arquivos/google_ads_gpt.js" type="text/javascript" async=""></script>
<script type="text/javascript">
GA_googleFetchAds();
</script>
  <script src="contabilidade-publicavbb_arquivos/osd.js" type="text/javascript"></script><style type="text/css">.fb_hidden{position:absolute;top:-10000px;z-index:10001}
.fb_invisible{display:none}
.fb_reset{background:none;border-spacing:0;border:0;color:#000;cursor:auto;direction:ltr;font-family:"lucida grande", tahoma, verdana, arial, sans-serif;font-size:11px;font-style:normal;font-variant:normal;font-weight:normal;letter-spacing:normal;line-height:1;margin:0;overflow:visible;padding:0;text-align:left;text-decoration:none;text-indent:0;text-shadow:none;text-transform:none;visibility:visible;white-space:normal;word-spacing:normal}
.fb_link img{border:none}
.fb_dialog{background:rgba(82, 82, 82, .7);position:absolute;top:-10000px;z-index:10001}
.fb_dialog_advanced{padding:10px;-moz-border-radius:8px;-webkit-border-radius:8px;border-radius:8px}
.fb_dialog_content{background:#fff;color:#333}
.fb_dialog_close_icon{background:url(http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/yA/x/IE9JII6Z1Ys.png) no-repeat scroll 0 0 transparent;_background-image:url(http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/y6/x/s816eWC-2sl.gif);cursor:pointer;display:block;height:15px;position:absolute;right:18px;top:17px;width:15px;top:8px\9;right:7px\9}
.fb_dialog_mobile .fb_dialog_close_icon{top:5px;left:5px;right:auto}
.fb_dialog_padding{background-color:transparent;position:absolute;width:1px;z-index:-1}
.fb_dialog_close_icon:hover{background:url(http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/yA/x/IE9JII6Z1Ys.png) no-repeat scroll 0 -15px transparent;_background-image:url(http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/y6/x/s816eWC-2sl.gif)}
.fb_dialog_close_icon:active{background:url(http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/yA/x/IE9JII6Z1Ys.png) no-repeat scroll 0 -30px transparent;_background-image:url(http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/y6/x/s816eWC-2sl.gif)}
.fb_dialog_loader{background-color:#f2f2f2;border:1px solid #606060;font-size:24px;padding:20px}
.fb_dialog_top_left,
.fb_dialog_top_right,
.fb_dialog_bottom_left,
.fb_dialog_bottom_right{height:10px;width:10px;overflow:hidden;position:absolute}
.fb_dialog_top_left{background:url(http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/yR/x/8YeTNIlTZjm.png) no-repeat 0 0;left:-10px;top:-10px}
.fb_dialog_top_right{background:url(http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/yR/x/8YeTNIlTZjm.png) no-repeat 0 -10px;right:-10px;top:-10px}
.fb_dialog_bottom_left{background:url(http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/yR/x/8YeTNIlTZjm.png) no-repeat 0 -20px;bottom:-10px;left:-10px}
.fb_dialog_bottom_right{background:url(http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/yR/x/8YeTNIlTZjm.png) no-repeat 0 -30px;right:-10px;bottom:-10px}
.fb_dialog_vert_left,
.fb_dialog_vert_right,
.fb_dialog_horiz_top,
.fb_dialog_horiz_bottom{position:absolute;background:#525252;filter:alpha(opacity=70);opacity:.7}
.fb_dialog_vert_left,
.fb_dialog_vert_right{width:10px;height:100%}
.fb_dialog_vert_left{margin-left:-10px}
.fb_dialog_vert_right{right:0;margin-right:-10px}
.fb_dialog_horiz_top,
.fb_dialog_horiz_bottom{width:100%;height:10px}
.fb_dialog_horiz_top{margin-top:-10px}
.fb_dialog_horiz_bottom{bottom:0;margin-bottom:-10px}
.fb_dialog_iframe{line-height:0}
.fb_dialog_content .dialog_title{background:#6d84b4;border:1px solid #3b5998;color:#fff;font-size:14px;font-weight:bold;margin:0}
.fb_dialog_content .dialog_title > span{background:url(http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/yD/x/Cou7n-nqK52.gif)
no-repeat 5px 50%;float:left;padding:5px 0 7px 26px}
body.fb_hidden{-webkit-transform:none;height:100%;margin:0;left:-10000px;overflow:visible;position:absolute;top:-10000px;width:100%
}
.fb_dialog.fb_dialog_mobile.loading{background:url(http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/yc/x/3rhSv5V8j3o.gif)
white no-repeat 50% 50%;min-height:100%;min-width:100%;overflow:hidden;position:absolute;top:0;z-index:10001}
.fb_dialog.fb_dialog_mobile.loading.centered{max-height:590px;min-height:590px;max-width:500px;min-width:500px}
#fb-root #fb_dialog_ipad_overlay{background:rgba(0, 0, 0, .45);position:absolute;left:0;top:0;width:100%;min-height:100%;z-index:10000}
#fb-root #fb_dialog_ipad_overlay.hidden{display:none}
.fb_dialog.fb_dialog_mobile.loading iframe{visibility:hidden}
.fb_dialog_content .dialog_header{-webkit-box-shadow:white 0 1px 1px -1px inset;background:-webkit-gradient(linear, 0 0, 0 100%, from(#738ABA), to(#2C4987));border-bottom:1px solid;border-color:#1d4088;color:#fff;font:14px Helvetica, sans-serif;font-weight:bold;text-overflow:ellipsis;text-shadow:rgba(0, 30, 84, .296875) 0 -1px 0;vertical-align:middle;white-space:nowrap}
.fb_dialog_content .dialog_header table{-webkit-font-smoothing:subpixel-antialiased;height:43px;width:100%
}
.fb_dialog_content .dialog_header td.header_left{font-size:12px;padding-left:5px;vertical-align:middle;width:60px
}
.fb_dialog_content .dialog_header td.header_right{font-size:12px;padding-right:5px;vertical-align:middle;width:60px
}
.fb_dialog_content .touchable_button{background:-webkit-gradient(linear, 0 0, 0 100%, from(#4966A6),
color-stop(0.5, #355492), to(#2A4887));border:1px solid #29447e;-webkit-background-clip:padding-box;-webkit-border-radius:3px;-webkit-box-shadow:rgba(0, 0, 0, .117188) 0 1px 1px inset,
rgba(255, 255, 255, .167969) 0 1px 0;display:inline-block;margin-top:3px;max-width:85px;line-height:18px;padding:4px 12px;position:relative}
.fb_dialog_content .dialog_header .touchable_button input{border:none;background:none;color:#fff;font:12px Helvetica, sans-serif;font-weight:bold;margin:2px -12px;padding:2px 6px 3px 6px;text-shadow:rgba(0, 30, 84, .296875) 0 -1px 0}
.fb_dialog_content .dialog_header .header_center{color:#fff;font-size:16px;font-weight:bold;line-height:18px;text-align:center;vertical-align:middle}
.fb_dialog_content .dialog_content{background:url(http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/yJ/x/jKEcVPZFk-2.gif) no-repeat 50% 50%;border:1px solid #555;border-bottom:0;border-top:0;height:150px}
.fb_dialog_content .dialog_footer{background:#f2f2f2;border:1px solid #555;border-top-color:#ccc;height:40px}
#fb_dialog_loader_close{float:left}
.fb_dialog.fb_dialog_mobile .fb_dialog_close_button{text-shadow:rgba(0, 30, 84, .296875) 0 -1px 0}
.fb_dialog.fb_dialog_mobile .fb_dialog_close_icon{visibility:hidden}
.fb_iframe_widget{position:relative;display:-moz-inline-block;display:inline-block}
.fb_iframe_widget iframe{position:absolute}
.fb_iframe_widget_lift{z-index:1}
.fb_iframe_widget span{position:relative;display:inline-block;vertical-align:text-bottom;text-align:justify}
.fb_hide_iframes iframe{position:relative;left:-10000px}
.fb_iframe_widget_loader{position:relative;display:inline-block}
.fb_iframe_widget_fluid{display:inline}
.fb_iframe_widget_loader iframe{min-height:32px;z-index:2;zoom:1}
.fb_iframe_widget_loader .FB_Loader{background:url(http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/yJ/x/jKEcVPZFk-2.gif) no-repeat;height:32px;width:32px;margin-left:-16px;position:absolute;left:50%;z-index:4}
.fb_button_simple,
.fb_button_simple_rtl{background-image:url(http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/yH/x/eIpbnVKI9lR.png);background-repeat:no-repeat;cursor:pointer;outline:none;text-decoration:none}
.fb_button_simple_rtl{background-position:right 0}
.fb_button_simple .fb_button_text{margin:0 0 0 20px;padding-bottom:1px}
.fb_button_simple_rtl .fb_button_text{margin:0 10px 0 0}
a.fb_button_simple:hover .fb_button_text,
a.fb_button_simple_rtl:hover .fb_button_text,
.fb_button_simple:hover .fb_button_text,
.fb_button_simple_rtl:hover .fb_button_text{text-decoration:underline}
.fb_button,
.fb_button_rtl{background:#29447e url(http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/yl/x/FGFbc80dUKj.png);background-repeat:no-repeat;cursor:pointer;display:inline-block;padding:0 0 0 1px;text-decoration:none;outline:none}
.fb_button .fb_button_text,
.fb_button_rtl .fb_button_text{background:#5f78ab url(http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/yl/x/FGFbc80dUKj.png);border-top:solid 1px #879ac0;border-bottom:solid 1px #1a356e;color:#fff;display:block;font-family:"lucida grande",tahoma,verdana,arial,sans-serif;font-weight:bold;padding:2px 6px 3px 6px;margin:1px 1px 0 21px;text-shadow:none}
a.fb_button,
a.fb_button_rtl,
.fb_button,
.fb_button_rtl{text-decoration:none}
a.fb_button:active .fb_button_text,
a.fb_button_rtl:active .fb_button_text,
.fb_button:active .fb_button_text,
.fb_button_rtl:active .fb_button_text{border-bottom:solid 1px #29447e;border-top:solid 1px #45619d;background:#4f6aa3;text-shadow:none}
.fb_button_xlarge,
.fb_button_xlarge_rtl{background-position:left -60px;font-size:24px;line-height:30px}
.fb_button_xlarge .fb_button_text{padding:3px 8px 3px 12px;margin-left:38px}
a.fb_button_xlarge:active{background-position:left -99px}
.fb_button_xlarge_rtl{background-position:right -268px}
.fb_button_xlarge_rtl .fb_button_text{padding:3px 8px 3px 12px;margin-right:39px}
a.fb_button_xlarge_rtl:active{background-position:right -307px}
.fb_button_large,
.fb_button_large_rtl{background-position:left -138px;font-size:13px;line-height:16px}
.fb_button_large .fb_button_text{margin-left:24px;padding:2px 6px 4px 6px}
a.fb_button_large:active{background-position:left -163px}
.fb_button_large_rtl{background-position:right -346px}
.fb_button_large_rtl .fb_button_text{margin-right:25px}
a.fb_button_large_rtl:active{background-position:right -371px}
.fb_button_medium,
.fb_button_medium_rtl{background-position:left -188px;font-size:11px;line-height:14px}
a.fb_button_medium:active{background-position:left -210px}
.fb_button_medium_rtl{background-position:right -396px}
.fb_button_text_rtl,
.fb_button_medium_rtl .fb_button_text{padding:2px 6px 3px 6px;margin-right:22px}
a.fb_button_medium_rtl:active{background-position:right -418px}
.fb_button_small,
.fb_button_small_rtl{background-position:left -232px;font-size:10px;line-height:10px}
.fb_button_small .fb_button_text{padding:2px 6px 3px;margin-left:17px}
a.fb_button_small:active,
.fb_button_small:active{background-position:left -250px}
.fb_button_small_rtl{background-position:right -440px}
.fb_button_small_rtl .fb_button_text{padding:2px 6px;margin-right:18px}
a.fb_button_small_rtl:active{background-position:right -458px}
.fb_share_count_wrapper{position:relative;float:left}
.fb_share_count{background:#b0b9ec none repeat scroll 0 0;color:#333;font-family:"lucida grande", tahoma, verdana, arial, sans-serif;text-align:center}
.fb_share_count_inner{background:#e8ebf2;display:block}
.fb_share_count_right{margin-left:-1px;display:inline-block}
.fb_share_count_right .fb_share_count_inner{border-top:solid 1px #e8ebf2;border-bottom:solid 1px #b0b9ec;margin:1px 1px 0 1px;font-size:10px;line-height:10px;padding:2px 6px 3px;font-weight:bold}
.fb_share_count_top{display:block;letter-spacing:-1px;line-height:34px;margin-bottom:7px;font-size:22px;border:solid 1px #b0b9ec}
.fb_share_count_nub_top{border:none;display:block;position:absolute;left:7px;top:35px;margin:0;padding:0;width:6px;height:7px;background-repeat:no-repeat;background-image:url(http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/yP/x/bSOHtKbCGYI.png)}
.fb_share_count_nub_right{border:none;display:inline-block;padding:0;width:5px;height:10px;background-repeat:no-repeat;background-image:url(http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/yL/x/i_oIVTKMYsL.png);vertical-align:top;background-position:right 5px;z-index:10;left:2px;margin:0 2px 0 0;position:relative}
.fb_share_no_count{display:none}
.fb_share_size_Small .fb_share_count_right .fb_share_count_inner{font-size:10px}
.fb_share_size_Medium .fb_share_count_right .fb_share_count_inner{font-size:11px;padding:2px 6px 3px;letter-spacing:-1px;line-height:14px}
.fb_share_size_Large .fb_share_count_right .fb_share_count_inner{font-size:13px;line-height:16px;padding:2px 6px 4px;font-weight:normal;letter-spacing:-1px}
.fb_share_count_hidden .fb_share_count_nub_top,
.fb_share_count_hidden .fb_share_count_top,
.fb_share_count_hidden .fb_share_count_nub_right,
.fb_share_count_hidden .fb_share_count_right{visibility:hidden}
.fb_connect_bar_container div,
.fb_connect_bar_container span,
.fb_connect_bar_container a,
.fb_connect_bar_container img,
.fb_connect_bar_container strong{background:none;border-spacing:0;border:0;direction:ltr;font-style:normal;font-variant:normal;letter-spacing:normal;line-height:1;margin:0;overflow:visible;padding:0;text-align:left;text-decoration:none;text-indent:0;text-shadow:none;text-transform:none;visibility:visible;white-space:normal;word-spacing:normal;vertical-align:baseline}
.fb_connect_bar_container{position:fixed;left:0 !important;right:0 !important;height:42px !important;padding:0 25px !important;margin:0 !important;vertical-align:middle !important;border-bottom:1px solid #333 !important;background:#3b5998 !important;z-index:99999999 !important;overflow:hidden !important}
.fb_connect_bar_container_ie6{position:absolute;top:expression(document.compatMode=="CSS1Compat"? document.documentElement.scrollTop+"px":body.scrollTop+"px")}
.fb_connect_bar{position:relative;margin:auto;height:100%;width:100%;padding:6px 0 0 0 !important;background:none;color:#fff !important;font-family:"lucida grande", tahoma, verdana, arial, sans-serif !important;font-size:13px !important;font-style:normal !important;font-variant:normal !important;font-weight:normal !important;letter-spacing:normal !important;line-height:1 !important;text-decoration:none !important;text-indent:0 !important;text-shadow:none !important;text-transform:none !important;white-space:normal !important;word-spacing:normal !important}
.fb_connect_bar a:hover{color:#fff}
.fb_connect_bar .fb_profile img{height:30px;width:30px;vertical-align:middle;margin:0 6px 5px 0}
.fb_connect_bar div a,
.fb_connect_bar span,
.fb_connect_bar span a{color:#bac6da;font-size:11px;text-decoration:none}
.fb_connect_bar .fb_buttons{float:right;margin-top:7px}
.fb_edge_widget_with_comment{position:relative;*z-index:1000}
.fb_edge_widget_with_comment span.fb_edge_comment_widget{position:absolute}
.fb_edge_widget_with_comment span.fb_send_button_form_widget{z-index:1}
.fb_edge_widget_with_comment span.fb_send_button_form_widget .FB_Loader{left:0;top:1px;margin-top:6px;margin-left:0;background-position:50% 50%;background-color:#fff;height:150px;width:394px;border:1px #666 solid;border-bottom:2px solid #283e6c;z-index:1}
.fb_edge_widget_with_comment span.fb_send_button_form_widget.dark .FB_Loader{background-color:#000;border-bottom:2px solid #ccc}
.fb_edge_widget_with_comment span.fb_send_button_form_widget.siderender
.FB_Loader{margin-top:0}
.fbpluginrecommendationsbarleft,
.fbpluginrecommendationsbarright{position:fixed !important;bottom:0;z-index:999}
/* @noflip */
.fbpluginrecommendationsbarleft{left:10px}
/* @noflip */
.fbpluginrecommendationsbarright{right:10px}
</style></head>
  <body data-twttr-rendered="true" itemscope="itemscope" itemtype="http://schema.org/Article">
    <div id="wrapper">
      <!-- header -->
      <div id="header">
<!-- Site_Under --><div style="display:none"><script type="text/javascript">GA_googleFillSlot("Site_Under");</script></div>
  <div class="section">
    <strong class="logo"><a href="http://www.ebah.com.br/" onclick="_gaq.push(['_trackEvent','clickImage','logo_ebah', window.location.href]);"><img src="contabilidade-publicavbb_arquivos/sprite001.png" alt="ebah"></a></strong>
    <ul id="nav">
      <li><a href="http://www.ebah.com.br/content" class="link-material">Material de<br><strong>Estudo</strong></a>
        <div class="drop">
          <div class="holder">
            <div class="fourcolumns">
              
                  <div class="container">
                    <div class="column"><ul>
                        <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/administracao">Administração</a></li>
                        <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/ciencia-computacao">Ciência da Computação</a></li>
                        <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/direito">Direito</a></li>
                        <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/enfermagem">Enfermagem</a></li>
                        <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/engenharia-civil">Engenharia Civil</a></li>
                        <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/engenharia-eletrica">Engenharia Elétrica</a></li></ul></div>
                    <div class="column">
                      <ul><li><a href="http://www.ebah.com.br/content/engenharia-mecanica">Engenharia Mecânica</a></li>
                        <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/farmacia">Farmácia</a></li>
                        <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/fisica">Física</a></li>
                        <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/matematica">Matemática</a></li>
                        <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/quimica">Químca</a></li></ul><a href="http://www.ebah.com.br/content" class="link-more">mais cursos</a></div>
                    <div class="column"><strong class="title">Meu curso</strong><ul>
                        <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAfVn0AL/exercicios">exercicios</a></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAfUWcAD/plano-negocio">plano de negócio</a></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAfTz8AA/hofstadter-douglas-r-godel-escher-bach-entrelacamento-genios-brilhantes">hofstadter, douglas r - gödel, escher, bach (um entrelaçamento de gênios brilhantes)</a></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAfS4gAD/classificacao-custos">classificação de custos</a></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAfR_MAK/aplicativos">aplicativos</a></li></ul></div>
                      <div class="column"><strong class="title">Meu histórico</strong><ul>
                        
                          <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAfWqQAG/1000-exercicios-contabilidade-com-gabaritovanessa-contadora">1000-exercicios-contabilidade-com-gabaritovanessa contadora</a></li>
                          <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAfAYcAK/contabilidade-publica">Contabilidade publica</a></li>
                          <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAfV5UAJ/contabilidade">Contabilidade</a></li>
                          <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAe_IUAD/escolas-pensamento-ciencias-contabeis">escolas pensamento ciencias contabeis</a></li>
                          <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAAfAsAD/a-a-z">De A a Z </a></li></ul></div></div>
                      
              </div>                                         
              <div class="image-list">
                <strong class="title">Arquivos em destaque</strong>
                <ul>
                <li><a class="border3" href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAAM2wAC/apostila-sus-concurso"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="http://ebah-static.s3-website-us-east-1.amazonaws.com/ABAAAAM2wAC.67.jpg" alt="Apostila SUS para concurso" height="67" width="67"></a></li><li><a class="border3" href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAABbvcAE/apostila-planejamento-fatorial-estatistica"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="http://ebah-static.s3-website-us-east-1.amazonaws.com/file.gif" alt="Apostila Planejamento Fatorial - Estatística" height="67" width="67"></a></li><li><a class="border3" href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAABbvoAF/regimento-geral-ueg"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://s3.amazonaws.com/ebah-static/ABAAABbvoAF.67.jpg" alt="Regimento Geral da UEG" height="67" width="67"></a></li><li><a class="border3" href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAABbwAAI/praticas-experimentais-com-materiais-alternativos-aula-5"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://s3.amazonaws.com/ebah-static/ABAAABbwAAI.67.jpg" alt="Práticas Experimentais com Materiais Alternativos aula 5" height="67" width="67"></a></li><li><a class="border3" href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAABo0AAA/exercicios-cinetica"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://s3.amazonaws.com/ebah-static/ABAAABo0AAA.67.jpg" alt="Exercicios de cinética " height="67" width="67"></a></li><li><a class="border3" href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAABo3EAH/glossario-geografia"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="http://ebah-static.s3-website-us-east-1.amazonaws.com/ABAAABo3EAH.67.jpg" alt="glossário de geografia" height="67" width="67"></a></li>
                </ul>
              </div>
              <a id="sendFileHeader" href="http://www.ebah.com.br/myContent#upload" class="bt bt-large bt-large-red" onclick="_gaq.push(['_trackEvent','clickBotao','Enviar_Arquivo', 'Cabecalho']);"><span>Enviar arquivo</span></a>
            </div>
          </div>
        </li>
        <li><a href="http://www.ebah.com.br/community" class="link-community">Comunidade<br><strong>Acadêmica</strong></a>
          <div class="drop">
            <div class="holder">
              <div class="threecolumns" style="width:455px">
                <div class="container">
                  <div class="column">
                    <strong class="title">Cursos</strong>
                    <ul>
                    
                      <li>
                        <strong><a href="http://www.ebah.com.br/medicina">Medicina</a></strong>
                        <ul>
                          <li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAEQNsAH/spinely-wood"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="http://ebah-static.s3-website-us-east-1.amazonaws.com/AAAAAEQNsAH.35.jpg" alt="Spinely Wood" height="25" width="25"></a></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAD62MAE/adriane-santos"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://ebah-static.s3.amazonaws.com/AAAAAD62MAE.35.jpg" alt="Adriane Santos" height="25" width="25"></a></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAJYiMAA/rita-alves"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://s3.amazonaws.com/ebah-static/AAAAAJYiMAA.35.jpg" alt="Rita alves" height="25" width="25"></a></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAfvRQAJ/dara-bastos"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="http://ebah-static.s3-website-us-east-1.amazonaws.com/AAAAAfvRQAJ.35.jpg" alt="Dara Bastos" height="25" width="25"></a></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAN_ckAK/rose-navarro-molina"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://ebah-static.s3.amazonaws.com/AAAAAN_ckAK.35.jpg" alt="Rose Navarro Molina" height="25" width="25"></a></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAG-XwAC/danyelle-silva"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://s3.amazonaws.com/ebah-static/AAAAAG-XwAC.35.jpg" alt="Danyelle Silva" height="25" width="25"></a></li>
                          </ul>
                        </li>
                    
                      <li>
                        <strong><a href="http://www.ebah.com.br/quimica">Química</a></strong>
                        <ul>
                          <li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAANKUEAD/ludmila-melo"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://ebah-static.s3.amazonaws.com/AAAAANKUEAD.35.jpg" alt="Ludmila  Melo" height="25" width="25"></a></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAADgs4AH/cristiane-colodel"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://s3.amazonaws.com/ebah-static/AAAAADgs4AH.35.jpg" alt="Cristiane  Colodel" height="25" width="25"></a></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAAxNEAH/junior-banhara"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://s3.amazonaws.com/ebah-static/AAAAAAxNEAH.35.jpg" alt="Júnior Banhara" height="25" width="25"></a></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAABpUMAD/jany-quimica"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://ebah-static.s3.amazonaws.com/AAAAABpUMAD.35.jpg" alt="Jany Química" height="25" width="25"></a></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAN3jgAG/dayane-reis"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="http://ebah-static.s3-website-us-east-1.amazonaws.com/AAAAAN3jgAG.35.jpg" alt="Dayane  Reis" height="25" width="25"></a></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAKwSYAB/andreia-andreoli-silvestre"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://ebah-static.s3.amazonaws.com/AAAAAKwSYAB.35.jpg" alt="Andréia Andreóli  Silvestre" height="25" width="25"></a></li>
                          </ul>
                        </li>
                    
                      <li>
                        <strong><a href="http://www.ebah.com.br/enfermagem">Enfermagem</a></strong>
                        <ul>
                          <li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAJudsAD/patricia-benevides"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://ebah-static.s3.amazonaws.com/AAAAAJudsAD.35.jpg" alt="Patrícia  Benevides" height="25" width="25"></a></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAHQjAAD/evelyn-pacheco"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://s3.amazonaws.com/ebah-static/AAAAAHQjAAD.35.jpg" alt="Evelyn  Pacheco" height="25" width="25"></a></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAHlBsAI/erika-doretto-blaques"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://s3.amazonaws.com/ebah-static/AAAAAHlBsAI.35.jpg" alt="Erika  Doretto Blaques" height="25" width="25"></a></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAC2KAAI/dalyne"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://ebah-static.s3.amazonaws.com/AAAAAC2KAAI.35.jpg" alt="Dalyne ..." height="25" width="25"></a></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAACW9gAG/gerson-souza-santos"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="http://ebah-static.s3-website-us-east-1.amazonaws.com/AAAAACW9gAG.35.jpg" alt="GERSON  DE SOUZA SANTOS" height="25" width="25"></a></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAAgeUAE/francisco-eduardo-fonseca-delgado"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://ebah-static.s3.amazonaws.com/AAAAAAgeUAE.35.jpg" alt="Francisco Eduardo Fonseca Delgado" height="25" width="25"></a></li>
                          </ul>
                        </li>
                    
                  </ul>
                  <a href="http://www.ebah.com.br/community/course" class="link-more">mais Cursos</a>
                </div>
                <div class="column">
                  <strong class="title">Instituições de Ensino</strong>
                  <ul>
                    <li><a href="http://www.ebah.com.br/ufrj" class="logo-universitet"><img src="contabilidade-publicavbb_arquivos/ADAAAABD8AH.jpg" alt="UFRJ" height="44" width="41"></a>
                        <div class="content"><strong><a href="http://www.ebah.com.br/ufrj">UFRJ</a></strong>
                          <ul>
                              <li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAQ4JAAK/4337-9829-951-953-8467-953-8467-1108-951-1108-cristina"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://s3.amazonaws.com/ebah-static/AAAAAQ4JAAK.35.jpg" alt="              *&#4337;´&#9829;&#951;&#953;&#8467;¢&#953;&#8467;&#1108;&#951;&#1108;´*                    cristina" height="25" width="25"></a></li>
                            
                              <li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAOrEwAI/christiano-alvernaz"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="http://ebah-static.s3-website-us-east-1.amazonaws.com/AAAAAOrEwAI.35.jpg" alt="Christiano Alvernaz" height="25" width="25"></a></li>
                            
                              <li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAHkqcAD/luciana-vila-real-mendes"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://ebah-static.s3.amazonaws.com/AAAAAHkqcAD.35.jpg" alt="Luciana  Vila Real Mendes" height="25" width="25"></a></li>
                            
                              <li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAACR3QAH/moreira-mauricio"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://s3.amazonaws.com/ebah-static/AAAAACR3QAH.35.jpg" alt="Moreira,  Mauricio" height="25" width="25"></a></li>
                            
                              <li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAEc3AAE/fabiana-guimaraes"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://s3.amazonaws.com/ebah-static/AAAAAEc3AAE.35.jpg" alt="Fabiana Guimarães" height="25" width="25"></a></li>
                            </ul></div></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/ufba" class="logo-universitet"><img src="contabilidade-publicavbb_arquivos/ADAAAAAIsAK.jpg" alt="UFBA" height="44" width="41"></a>
                        <div class="content"><strong><a href="http://www.ebah.com.br/ufba">UFBA</a></strong>
                          <ul>
                              <li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAI4sUAC/adriele-leite"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://s3.amazonaws.com/ebah-static/AAAAAI4sUAC.35.jpg" alt="Adriele Leite" height="25" width="25"></a></li>
                            
                              <li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAADfkUAK/luciano-teixeira"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://s3.amazonaws.com/ebah-static/AAAAADfkUAK.35.jpg" alt="Luciano teixeira" height="25" width="25"></a></li>
                            
                              <li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAHszkAJ/gisele-vilela"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="http://ebah-static.s3-website-us-east-1.amazonaws.com/AAAAAHszkAJ.35.jpg" alt="gisele Vilela " height="25" width="25"></a></li>
                            
                              <li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAJ24sAD/juliane-lima"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://s3.amazonaws.com/ebah-static/AAAAAJ24sAD.35.jpg" alt="Juliane Lima" height="25" width="25"></a></li>
                            
                              <li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAB7_8AH/carla-fabricia"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="http://ebah-static.s3-website-us-east-1.amazonaws.com/AAAAAB7_8AH.35.jpg" alt="Carla   Fabricia" height="25" width="25"></a></li>
                            </ul></div></li><li><a href="http://www.ebah.com.br/ufrgs" class="logo-universitet"><img src="contabilidade-publicavbb_arquivos/ADAAAABMoAF.jpg" alt="UFRGS" height="44" width="41"></a>
                        <div class="content"><strong><a href="http://www.ebah.com.br/ufrgs">UFRGS</a></strong>
                          <ul>
                              <li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAMtwIAI/lais-rosa"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://s3.amazonaws.com/ebah-static/AAAAAMtwIAI.35.jpg" alt="Laís Rosa" height="25" width="25"></a></li>
                            
                              <li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAFx6sAJ/dale-krause"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="http://ebah-static.s3-website-us-east-1.amazonaws.com/AAAAAFx6sAJ.35.jpg" alt="Dale Krause" height="25" width="25"></a></li>
                            
                              <li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAIQGsAA/diego-aires"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://ebah-static.s3.amazonaws.com/AAAAAIQGsAA.35.jpg" alt="Diego  Aires" height="25" width="25"></a></li>
                            
                              <li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAANggwAC/veridiana-dattein"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://s3.amazonaws.com/ebah-static/AAAAANggwAC.35.jpg" alt="Veridiana Dattein" height="25" width="25"></a></li>
                            
                              <li><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAABvtUAG/jean-carlo"><img class="menu-lazy-image" lazysrc="https://ebah-static.s3.amazonaws.com/AAAAABvtUAG.35.jpg" alt="Jean Carlo" height="25" width="25"></a></li>
                            </ul></div></li>
                    </ul>
                    <a href="http://www.ebah.com.br/community/educationalInstitution" class="link-more">outras Instituições</a>
                  </div>
                
              </div>
            </div>
          </div>
        </div>
      </li>
    </ul>
    <div class="search-form">
      <form action="/search">
        <fieldset>
          <div class="text"><input value="Buscar arquivos, pessoas, cursos…" name="q" autocomplete="off" onblur="if(this.value.length == 0) this.value='Buscar arquivos, pessoas, cursos…';" onclick="if(this.value == 'Buscar arquivos, pessoas, cursos…') this.value='';" type="text"></div>
          <input class="btn-search" value="Buscar arquivos, pessoas, cursos…" type="submit">
        </fieldset>
      </form>
    </div>
    
      
      
        <div id="logged-on">
          <a href="http://www.ebah.com.br/" onclick="javascript:return false;">
            
            <strong><span>VANESSA</span></strong></a>
          <div class="drop">
            <div class="holder">
              <div class="user">
                <div class="photo">
                  <img src="contabilidade-publicavbb_arquivos/user.gif" alt="image description" height="40" width="40">
                </div>
                <strong>VANESSA BRITO</strong>
                <span>vanessabrito26@gmail.com</span>
              </div>
              <ul>
                <li><img src="contabilidade-publicavbb_arquivos/ico02.gif" alt="perf" height="17" width="17"><a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAr8eQAB/vanessa-brito" onclick="_gaq.push(['_trackEvent','clickLink','dropDownUsuario', 'perfil']);">Perfil</a></li>
                <li><img src="contabilidade-publicavbb_arquivos/ico01.gif" alt="msg" height="17" width="17">
                  
                  
                  <a href="http://www.ebah.com.br/" onclick="_gaq.push(['_trackEvent','clickLink','dropDownUsuario', 'caixa_de_entrada']);">Caixa de entrada</a>
                  
                  </li>
                  <li><img src="contabilidade-publicavbb_arquivos/ico10.gif" alt="arq" height="17" width="17"><a href="http://www.ebah.com.br/myContent" onclick="_gaq.push(['_trackEvent','clickLink','dropDownUsuario', 'meus_arquivos']);">Meus arquivos</a></li>
                  <li><img src="contabilidade-publicavbb_arquivos/ico03.gif" alt="conf" height="17" width="17"><a href="http://www.ebah.com.br/config" onclick="_gaq.push(['_trackEvent','clickLink','dropDownUsuario', 'configuracoes']);">Configurações</a></li>
                  <li><img src="contabilidade-publicavbb_arquivos/ico04.gif" alt="sair" height="17" width="17"><a href="http://www.ebah.com.br/logoutRedirect" onclick="_gaq.push(['_trackEvent','clickLink','dropDownUsuario', 'sair']);">Sair</a></li>
                </ul>
              </div>
            </div></div></div></div><div id="whiteline"></div>
      <!-- main block -->
      <div class="main" id="file">
        
        <!-- content -->
        <div id="content">
          <!-- item info block -->
          <div class="item-info">
            <div class="section">
              <div style="float:left;width:140px">
                <div class="border4 photoleft" style="margin-bottom:5px">
                  <img src="contabilidade-publicavbb_arquivos/ABAAAfAYcAK.jpg" alt="Contabilidade publica" height="117" width="117">
                </div>
                
              </div>
              <div class="content" id="fileProfile" style="margin-left:136px">
                
<h1 itemprop="name">Contabilidade publica</h1>
<div class="container">
    <a class="border2 photoleft" href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAmhcIAF/rudimar-ernandes-walkoviecz">
        <img itemprop="image" src="contabilidade-publicavbb_arquivos/user.gif" alt="" height="35" width="35">
        <span class="tooltip"><strong><span>Rudimar Ernandes</span></strong><em>row</em></span>
    </a>
    <div class="user-info">
        <dl>
            <dt>Enviado por: </dt><dd>
                <a href="http://www.ebah.com.br/user/AAAAAmhcIAF/rudimar-ernandes-walkoviecz">Rudimar Ernandes Walkoviecz</a> | <a href="#comments" onclick="_gaq.push(['_trackEvent','clickLink','comentarios','']);"><fb:comments-count class="" fb-xfbml-state="rendered" href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAfAYcAK/contabilidade-publica"><span class="fb_comments_count">3</span></fb:comments-count> comentários</a>
            </dd>
        </dl>
        
            Arquivado no <a href="http://www.ebah.com.br/contabilidade">curso de Contabilidade</a>
            
            na <a href="http://www.ebah.com.br/cecap">Cecap</a>
        
    </div>
</div>
                </div>
              </div>
              <div class="user-panel">
                <form action="/content/ABAAAfAYcAK/contabilidade-publica" method="POST" id="formDownload"></form>
              <div class="user-panel-item"><a href="#" class="bt bt-small bt-small-red" onclick="beginDownload(); _gaq.push(['_trackEvent','clickBotao','Download','/content/ABAAAfAYcAK/contabilidade-publica']);"><span>Download</span></a></div>
              
              <div class="user-panel-item"><div id="___plusone_0" style="height: 20px; width: 32px; display: inline-block; text-indent: 0px; margin: 0px; padding: 0px; background: none repeat scroll 0% 0% transparent; border-style: none; float: none; line-height: normal; font-size: 1px; vertical-align: baseline;"><iframe title="+1" src="contabilidade-publicavbb_arquivos/fastbutton.htm" name="I0_1349481948767" id="I0_1349481948767" vspace="0" tabindex="0" style="position: static; top: 0px; width: 32px; margin: 0px; border-style: none; left: 0px; visibility: visible; height: 20px;" marginwidth="0" marginheight="0" hspace="0" allowtransparency="true" frameborder="0" scrolling="no" width="100%"></iframe></div>
                <iframe data-twttr-rendered="true" title="Twitter Tweet Button" style="width: 58px; height: 20px;" class="twitter-share-button twitter-count-none" src="contabilidade-publicavbb_arquivos/tweet_button.htm" allowtransparency="true" frameborder="0" scrolling="no"></iframe>
                <fb:like class="fb_edge_widget_with_comment fb_iframe_widget" fb-xfbml-state="rendered" send="false" layout="button_count" show_faces="false" style="position:relative;top:-3px;"><span style="height: 20px; width: 80px;"><iframe src="contabilidade-publicavbb_arquivos/like.htm" class="fb_ltr" title="Like this content on Facebook." style="border: medium none; overflow: hidden; height: 20px; width: 80px;" name="f23a813ee9579a" id="fc10df9482c86e" scrolling="no"></iframe></span></fb:like></div>
              <div class="user-panel-item" style="float:right; border:none"><a href="#" class="flag-link rt" onclick="return flagThis('18014431801884682');">denunciar<span class="tooltip"><strong><span>Denunciar</span></strong><em>row</em></span></a></div>
              <div class="user-panel-item" style="float:right"><a rel="license" href="http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/" target="_blank" class="cc-link rt">Creative Commons<span class="tooltip"><strong><span>Licença de uso: BY-ND</span></strong><em>row</em></span></a></div>
                <div class="user-panel-item" style="float:right">
                </div>
            </div>
          </div>
          <div class="banner">
            <!-- File_Super_Top -->
            <div id="div-gpt-ad-1332510649456-0" style="width: 728px; height: 90px;">
              <script type="text/javascript">
                googletag.cmd.push(function() { googletag.display('div-gpt-ad-1332510649456-0'); });
              </script>
            <iframe style="border: 0px none;" marginheight="0" marginwidth="0" name="google_ads_iframe_/1050049/File_Super_Top_0" id="google_ads_iframe_/1050049/File_Super_Top_0" frameborder="0" height="90" scrolling="no" width="728"></iframe><iframe style="border: 0px none; visibility: hidden; display: none;" marginheight="0" marginwidth="0" name="google_ads_iframe_/1050049/File_Super_Top_0__hidden__" id="google_ads_iframe_/1050049/File_Super_Top_0__hidden__" frameborder="0" height="0" scrolling="no" width="0"></iframe></div>
          </div>
          <!-- file content-->
          <div id="file-preview">
            
              <p>Ponto dos Concursos   w.pontodosconcursos.com.br  </p><p>Atenção.  </p><p>O
 conteúdo deste curso é de uso exclusivo do aluno matriculado, cujo  
nome e CPF constam do texto apresentado, sendo vedada, por   quaisquer 
meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia,  divulgação e 
distribuição.  </p><p>É vedado, também, o fornecimento de informações 
cadastrais  inexatas ou incompletas – nome, endereço, CPF, e-mail - no 
ato da   matrícula.  </p><p>O descumprimento dessas vedações implicará o
 imediato  cancelamento da matrícula, sem prévio aviso e sem devolução 
de   valores pagos - sem prejuízo da responsabilização civil e criminal 
do  infrator.  </p><p>Em razão da presença da marca d’ água, 
identificadora do nome e  CPF do aluno matriculado, em todas as páginas 
deste material,   recomenda-se a sua impressão no modo econômico da 
impressora.  </p><p>w.pontodosconcursos.com.br  1 </p><p>AULA 02  </p><p>Lançamento,
 em Contabilidade, quer dizer o registro de um fato que  afeta o 
patrimônio da empresa, de forma qualitativa ou quantitativa, ou seja, um
  FATO CONTÁBIL.   </p><p>O lançamento é representado pela partida, que 
em contabilidade  significa a expressão contábil que apresenta o fato 
pelo registro.   </p><p>Os principais requisitos de um lançamento são a integridade, a clareza,  a exatidão e a propriedade descritiva e intitulativa.  </p><p>Os
 lançamentos podem ser analíticos ou sintéticos. Os lançamentos  
analíticos são aqueles feitos com riqueza de detalhes ao passo que o 
lançamento  sintético é aquele em que não há detalhes de análise.  </p><p>Como
 os lançamentos registram os fatos contábeis é necessário que  façamos 
um estudo sobre o que sejam os fatos contábeis, a começar pela  
definição de ato administrativo.  </p><p>1. ATOS E FATOS ADMINISTRATIVOS  </p><p>Nas
 empresas, durante a sua existência, são praticados muitos atos  
administrativos que, de uma ou de outra forma, afetam a entidade, quer 
no seu  potencial de gerar maior capacidade operacional, quer na 
estrutura patrimonial.   </p><p>Dentro dessa acepção, os atos 
administrativos são classificados em atos  administrativos propriamente 
dito e fatos administrativos ou fatos contábeis.   </p><p>Atos 
Administrativos: são aquelas atitudes praticadas pela gestão da  empresa
 no intuito de organização e estruturação. Eles não provocam alterações 
 no patrimônio da entidade, portanto não interessam à Contabilidade. São
  exemplos deste tipo de ato: elaboração de parecer, advertência a 
funcionário,  marcação de reuniões, planejamento estratégico etc.  </p><p>Fatos
 Administrativos (ou Fatos Contábeis): são as ações do  empresário que 
provocam alterações nos elementos do patrimônio ou do  resultado. São os
 fatos que interessam à Contabilidade, portanto nosso estudo  
concentra-se neste tipo de fato. Como exemplos podemos citar a aquisição
 de  mercadorias, o pagamento de salários, o aumento do capital social, a
 contratação  de um empréstimo etc.  </p><p>w.pontodosconcursos.com.br  2 </p><p>1.1. FATO ADMINISTRATIVO (CONTÁBIL)  </p><p>Pelo
 que foi exposto, fato administrativo é qualquer acontecimento que  traz
 reflexos no patrimônio, alterando-o na sua qualidade e/ou na sua  
quantidade. Interessante frisar que os fatos que alteram o patrimônio  
quantitativamente também o alteram em sua qualidade. A análise dos fatos
  contábeis deve ser feita tendo em mente as alterações que eles 
provocam no  patrimônio líquido. Com relação às alterações no patrimônio
 líquido que os  fatos contábeis podem provocar, eles são classificados 
em FATOS  PERMUTATIVOS, FATOS MODIFICATIVOS e FATOS MISTOS.  </p><p>1.2. FATOS PERMUTATIVOS OU COMPENSATIVOS  </p><p>Fatos
 contábeis permutativos são aqueles que não provocam alterações  
quantitativas no valor do PATRIMÔNIO LÍQUIDO. Nessa espécie de fatos  
contábeis há apenas permutas entre os elementos patrimoniais ATIVOS e/ou
  PASSIVOS. Percebam que nesses fatos há alterações no patrimônio da 
entidade,  porém estas alterações no patrimônio são apenas qualitativas.
  </p><p>Vejamos alguns exemplos de fatos permutativos:  </p><p>a) 
compra de mercadorias, à vista (há a troca de bens por bens, isto é,  
mercadorias por moeda, tudo dentro do ATIVO);   b) compra de 
mercadorias, a prazo (há somente a troca de bens por  obrigações, isto 
é, mercadorias por duplicatas a pagar ou  fornecedores, ou seja, só 
movimenta ATIVO e PASSIVO);  </p><p>OBS. No ato de compra de mercadorias
 não pode haver resultado  (receita ou despesa), mesmo na hipótese de 
ter recebido um desconto, o que  ocasionará a diminuição do custo e não 
um lucro. A esse respeito vejam a  seguinte historinha: “A mulher chega 
em casa e diz – Amor, olha só: comprei  essa bolsa que custa R$ 50,0 e 
paguei apenas R$ 40,0. Ganhei R$ 10,0  nessa compra”. Percebam que ela 
não ganhou absolutamente nada. Ela deixou de  gastar R$ 10,0, isto é, 
ela diminuiu o custo de aquisição. Agora, se ela fosse  vender aquela 
bolsa por R$ 70,0, ela terá ganho R$ 20,0 se não tivesse  obtido o 
desconto e R$ 30,0, considerando o desconto. Percebe-se que se ela  fez 
uma compra com desconto ela poderá ganhar mais por ocasião da venda, no 
 entanto, no momento da compra nada ganhou!!!   c) recebimento em 
dinheiro de uma duplicata (há somente a troca de  bens por direito, isto
 é, de moeda por duplicatas a receber);   d) aumento do capital por 
incorporação de lucros (há somente a troca de  patrimônio líquido por 
patrimônio líquido, isto é, reservas de lucros  por capital);   e) venda
 de mercadorias ou qualquer bem pelo preço de custo (há  somente a troca
 bens por bens, isto é, mercadorias por moeda);   
w.pontodosconcursos.com.br  3  f) pagamento de uma obrigação, sem 
acréscimo ou desconto (há  somente a troca de bem por obrigação, isto é,
 desaparece uma  obrigação e um bem de igual valor não alterando o valor
 do  patrimônio líquido).  </p><p>Obs.: Lembre-se do princípio da 
competência (pagamento de salários, aluguéis,  juros etc. no mês 
seguinte ao da competência da despesa é obrigação,  pois as despesas 
devem ser apropriadas ao resultado do mês da ocorrência  do fato 
gerador. Assim, esses pagamentos representam apenas fatos  
permutativos).  </p><p>1.3. FATOS MODIFICATIVOS  </p><p>Como os fatos 
são analisados e classificados segundo os efeitos que  provocam no 
patrimônio líquido, os fatos modificativos são aqueles que provocam  
alterações no valor do patrimônio líquido, ou seja, são as alterações  
quantitativas do patrimônio líquido. Os fatos modificativos também 
alteram a  qualidade do patrimônio, porém não provocam permuta entre 
elementos  patrimoniais ou entre contas patrimoniais.   </p><p>As 
modificações no patrimônio líquido podem ser aumentativas ou  
diminutivas. São aumentativos os fatos que provocam aumento no 
patrimônio  líquido e diminutivos aqueles que provocam diminuição no 
patrimônio líquido.  </p><p>Os fatos modificativos envolvem, geralmente,
 uma conta de resultado e  uma conta patrimonial. Pode ocorrer que sejam
 envolvidas mais de uma conta  patrimonial, sem haver, no entanto, 
permuta entre as contas patrimoniais.  </p><p>A título de exemplo podemos apresentar os seguintes fatos:  Fatos modificativos aumentativos:  </p><p>a)
 Recebimento de aluguel no dia do seu vencimento relativo a imóvel  da 
entidade (há uma receita e uma movimentação positiva no caixa,  
lembrando que as receitas aumentam o PL).  </p><p>b) Recebimento de 
juros na data da ocorrência do seu fato gerador  (ocorre uma receita e 
aumento no caixa/bancos, aumentando o  patrimônio líquido).  </p><p>c) 
Aumento de capital com recursos dos sócios ou acionistas (há o  aumento 
de caixa/bancos/bens e aumento do patrimônio líquido.  Vejam que o 
aumento ou integralização do capital pode ser feito em  dinheiro, bens e
 direitos ou com ambos e nesse caso movimentamos  o patrimônio líquido 
em contrapartida de diversas contas do ativo,  sem que haja permuta 
entre esses elementos do ativo).  </p><p>w.pontodosconcursos.com.br  4  
d)  Recebimento à vista de serviços prestados (ocorre um aumento na  
conta caixa/bancos e ocorre uma receita, o que faz aumentar o  
patrimônio líquido).  </p><p>e) Conversão de uma obrigação em capital 
social (há uma redução de  passivo sem o correspondente ativo, vale 
dizer, uma receita e o  conseqüente aumento do patrimônio líquido).  </p><p>f)
 Reconhecimento de uma receita de aluguel (ocorre o fato gerador de  
receita e, pelo não recebimento à vista, um direito com aumento de  
ativo).  </p><p>Fatos modificativos diminutivos:  </p><p>a) Pagamento de
 despesa de salários dentro do mês do trabalho  realizado (ocorre a 
diminuição de caixa/bancos e uma despesa,  lembrando que despesas geram 
reduções no PL).  </p><p>b) Apropriação (reconhecimento, lançamento) de 
despesas (salários,  aluguéis, juros, impostos etc.). Isto ocorre quando
 a despesa ocorre e  elas não são liquidadas no ato, fazendo surgir um 
passivo. Conforme  vimos no princípio da competência, pelo surgimento de
 um passivo  sem o correspondente ativo, considera-se ocorrida uma 
despesa.  </p><p>c) Despesas financeiras pagas ao banco ou o seu 
reconhecimento  (percebam que a despesa isolada paga ou assumida 
constitui fato  modificativo; já o pagamento de uma obrigação com juros 
constitui  fato misto, como veremos a seguir).  </p><p>d) Distribuição 
de lucros aos sócios ou acionistas (ocorre a diminuição de  caixa/bancos
 e do patrimônio líquido, visto que dividendos são pagos  a partir da 
conta de Lucros Acumulados ou outras contas do  Patrimônio Líquido).  </p><p>e)
 Retirada de um sócio da sociedade com bens da empresa (ocorre,  
igualmente, a redução de ativo e do patrimônio líquido. Veja que é a  
situação inversa do que ocorre no caso da integralização ou do  aumento 
do capital).  </p><p>Lembrem-se: Para que um fato contábil seja 
considerado modificativo, é  condição essencial que não haja permuta de 
elementos patrimoniais, pois, se  houver, o fato será ou permutativo ou 
misto, mas jamais modificativo.  </p><p>1.4. FATOS MISTOS  </p><p>São 
aqueles fatos em que ocorre uma permuta de elementos  patrimoniais e 
também há alteração do patrimônio líquido, isto é, são as  mutações 
patrimoniais que combinam fatos permutativos com fatos  modificativos. 
Por isso podem ser aumentativos ou diminutivos. Estamos diante   
w.pontodosconcursos.com.br  5  de fato dessa natureza quando há 
alterações qualitativas e quantitativas do  patrimônio.  </p><p>Para 
ilustrar esse tipo de fatos, podemos citar os seguintes exemplos:  Fatos
 mistos aumentativos   a) Venda de mercadorias e quaisquer bens do 
ativo, com lucro (ocorre a  diminuição de mercadoria em estoque ou bens 
do ativo e a entrada de  recursos no caixa ou o aumento de 
disponibilidades ou contas a  receber, o que constitui um fato 
permutativo até o valor da igualdade,  porém a troca não é equânime, 
isto é, as disponibilidades ou  duplicatas a receber aumentam com valor 
maior do que o valor das  mercadorias ou os bens que saem do ativo, 
ocasionando um aumento  do patrimônio líquido através do lucro).  </p><p>b)
 Recebimento de títulos com acréscimo de juros (também ocorre uma  
permuta entre caixa/bancos com duplicatas a receber, porém em  valor 
maior, o que representa aumento do patrimônio líquido, pois  ocorre uma 
receita, conforme vimos no princípio da competência, ou  seja, há o 
surgimento de um ativo independentemente da intervenção  de terceiros). 
 </p><p>c) Pagamento de duplicatas, com desconto (é o caso de haver 
receita,   pela conceituação do art. 9o dos princípios de contabilidade,
 e  também uma permuta, isto é, há redução de passivo e de ativo,  porém
 este último em menor valor, ou ainda, há o desaparecimento  de um 
passivo sem o correspondente ativo).  </p><p>Fatos mistos diminutivos  </p><p>As
 situações que fazem surgir fatos mistos diminutivos representam o  
oposto das que fazem surgir os fatos mistos aumentativos:  </p><p>a) 
Venda de mercadorias e quaisquer bens do ativo, com prejuízo (há a  
permuta de mercadorias e caixa, porém com diminuição do patrimônio  
líquido, pois houve uma despesa).  </p><p>b) Pagamento de uma duplicata com juros (é o caso de pagamento da  duplicata, fato permutativo, com despesas de juros).  </p><p>c) Recebimento de duplicatas, com desconto (é o caso de diminuição de  ativo, ou seja, despesa, por meio de permuta).  </p><p>Atenção!!!  </p><p>Percebam
 que se a receita ou despesa do fato permutativo for o sujeito  da 
oração na pergunta, então o fato será modificativo. Exemplos:  </p><p>O 
lucro obtido na venda de mercadoria = fato modificativo aumentativo,  
pois o sujeito é o lucro;   w.pontodosconcursos.com.br  6 </p><p>O juro pago na liquidação de uma dívida = fato modificativo diminutivo,  visto que o sujeito é o juro.  </p><p>1.5. EXEMPLO PRÁTICO  </p><p>Considere as operações abaixo:  </p><p>1)
 Compra de veículo à vista, no valor de $10.0,0. Suponha que o  
patrimônio da empresa estava assim representado, antes do fato:  </p><table><tbody><tr><td>Caixa</td><td>100.0 </td></tr><tr><td>Máquinas</td><td>50.0 </td></tr></tbody></table><p>Passivo exigível  Títulos a pagar  30.0  </p><table><tbody><tr><td>Capital</td><td>120.0 </td></tr><tr><td>TOTAL</td><td>150.0 TOTAL            150.0 </td></tr></tbody></table><p>Patrimônio líquido  </p><p>O fato administrativo acima (compra de veículo) gerou o lançamento  abaixo no livro Razão. Veja os razonetes:  </p><table><tbody><tr><td>(1)</td><td>10.0  </td></tr><tr><td>90.0</td><td></td></tr></tbody></table><p>(SA) 100.0    10.0 (1)    (SA) = Saldo anterior  </p><p>Podemos
 observar que o débito na conta de veículos gerou um aumento  de $ 10.0 
no ativo, enquanto que o crédito de $10.0 no caixa gerou uma  redução de
 $10.0 também no ativo. Portanto, o valor do ativo permaneceu  
inalterado, assim como o do PL, por isso o fato é PERMUTATIVO. Ficou 
assim o  patrimônio, após a transação:  </p><table><tbody><tr><td>Caixa</td><td>90.0 </td></tr><tr><td>Veículos</td><td>10.0 </td></tr><tr><td>Máquinas</td><td>50.0 </td></tr></tbody></table><p>Passivo exigível  Títulos a pagar  30.0  </p><table><tbody><tr><td>Capital</td><td>120.0 </td></tr></tbody></table><p>Patrimônio líquido  TOTAL           150.0 TOTAL            150.0  </p><div class="img"><img style="" original="http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAfAYcAK-0.jpg" height="34" width="296"></div><p>w.pontodosconcursos.com.br  7 </p><p>2) Recebimento, em dinheiro, de uma receita de aluguel no valor de $  5.0,0. Este fato gera o seguinte lançamento no Razão:  </p><table><tbody><tr><td>(2)</td><td>5.0 </td></tr><tr><td>5.0</td><td>(2) </td></tr><tr><td>95.0</td><td></td></tr></tbody></table><p>O patrimônio fica assim após a transação:  </p><table><tbody><tr><td>Caixa</td><td>95.0 </td></tr><tr><td>Veículos</td><td>10.0 </td></tr><tr><td>Máquinas</td><td>50.0 </td></tr></tbody></table><table><tbody><tr><td>Títulos a pagar</td><td>30.0 </td></tr></tbody></table><p>Passivo exigível  </p><table><tbody><tr><td>Capital</td><td>120.0 </td></tr><tr><td>Lucros</td><td>5.0 </td></tr><tr><td>TOTAL</td><td>155.0 TOTAL                             155.0 </td></tr></tbody></table><p>Patrimônio líquido  </p><p>Reparem
 que o patrimônio líquido aumentou de $ 120.0,0 para $  125.0,0, após o 
fato. Portanto, este foi um FATO MODIFICATIVO  AUMENTATIVO. Daí podemos 
concluir que o simples recebimento de um RECEITA  (isoladamente) gera um
 fato modificativo aumentativo. Caso se tratasse do  pagamento de uma 
DESPESA (também isoladamente), teríamos um fato  modificativo 
diminutivo.  </p><p>3) Pagamento de um título, em dinheiro, no valor de $ 20.0, mais  juros de $ 5.0,0. O lançamento seria:  </p><table><tbody><tr><td>30.0</td><td>(SA)  (3) 5.0  </td></tr><tr><td>  70.0</td><td>10.0    </td></tr></tbody></table><p>O Patrimônio ficaria assim após a transação:  </p><table><tbody><tr><td>Caixa</td><td>70.0 </td></tr><tr><td>Veículos</td><td>10.0 </td></tr><tr><td>Máquinas</td><td>50.0 </td></tr></tbody></table><p>Passivo exigível  Títulos a pagar   10.0  </p><table><tbody><tr><td>Capital</td><td>120.0 </td></tr></tbody></table><p>Patrimônio líquido  TOTAL             130.0 TOTAL             130.0   w.pontodosconcursos.com.br  8 </p><p>Este
 fato administrativo é a combinação de um fato permutativo (pois  há 
permuta de elementos patrimoniais – caixa e títulos a pagar) com um fato
  modificativo (pagamento de despesa de juros). Sendo assim, este é um 
FATO  MISTO DIMINUTIVO. Repare que houve uma despesa de juros no valor 
de  $5.0, portanto o lucro foi reduzido em $5.0 e ficou com o valor 
nulo,  reduzindo, pois, o PL em $5.0,0.  </p><p>O assunto apareceu ou pode aparecer em prova da seguinte forma:  </p><p>1.
 (AGENTE TRIBUTÀRIO ESTADUAL – ATE – MS-ESAF-2001) – O fato contábil  
decorrente da quitação ou liquidação de um crédito de curto prazo causa 
no  patrimônio o seguinte efeito:  a) diminuição do ativo disponível e 
do passivo circulante;  b) aumento do ativo disponível e do passivo 
circulante;  c) diminuição e aumento no passivo circulante, 
simultaneamente;  d) diminuição e aumento no ativo circulante, 
simultaneamente;  e) não haverá alterações, pois o fato é permutativo.  </p><p>2.
 (TÉC. CONTAB/CONTROLADORIA–9) Quando há o aumento do capital com  
utilização de lucros acumulados e reservas, observa-se que:  a)  haverá 
aumento no capital próprio;  b)  não há variação no capital próprio;  c)
  haverá a diminuição no capital próprio;  d)  haverá aumento no passivo
 e diminuição no patrimônio líquido;  e)  haverá a diminuição no passivo
 e aumento no patrimônio líquido.  </p><p>3. (ESAF/TTN–1994/vespertino) –
 Assinale a opção incorreta.  a) O princípio fundamental do Método das 
Partidas Dobradas é o de que não há devedor  sem credor e vice-versa, 
correspondendo a cada débito, invariavelmente, um crédito  de igual 
valor.  b) O patrimônio é um conjunto de bens, direitos e obrigações 
vinculados a uma pessoa  ou a uma entidade.  c) No balanço patrimonial, o
 total do ativo é sempre igual ao do passivo.  d) No lançamento, a data e
 o histórico exercem função histórica.  e) Método de escrituração é a 
forma de registrar os fatos administrativos.  </p><p>4. (ESAF/TRF–2000) 
Abaixo são apresentadas cinco afirmativas. Escolha,  entre elas, a única
 que não expressa inteiramente a verdade.  a) O pagamento, em cheque 
bancário, do valor de uma duplicata, acrescido de  encargos de juros e 
de mora, deve ser contabilizado em lançamento de terceira  fórmula.  b) 
Quando o extrato bancário de uma empresa apresenta saldo credor, o valor
 desse  saldo passa a representar um passivo na estrutura patrimonial.  
c) A aquisição de máquinas, parte para alugar e parte para revender, com
 entrada em  dinheiro e aceite de títulos pelo valor restante, 
caracteriza um fato administrativo  permutativo.  d) Recebimento de 
duplicata em cheque é um fato permutativo.  e) Venda de um veículo de 
uso a prazo, por valor acima do valor contábil, caracteriza  fato misto 
aumentativo.  </p><p>w.pontodosconcursos.com.br  9 </p><p>5. A venda à 
vista, por R$ 2.0,0, de mercadorias adquiridas a prazo, por R$  1.60,0, 
representa fato:  a) modificativo, porque modificou tanto o ativo quanto
 o passivo;  b) permutativo, porque permutou mercadorias adquiridas a 
prazo por dinheiro;  c) modificativo, porque as mercadorias foram 
convertidas em dinheiro;  d) permutativo, porque houve diminuição do 
saldo da conta mercadorias e aumento do  passivo;  e) misto, porque 
modificou o ativo (com permuta de caixa e mercadorias) e a situação  
líquida.  </p><p>6. Aumenta o patrimônio líquido:  a) pagamento de 
salários;  b) recebimento de duplicatas a receber;  c) recebimento de 
duplicatas com juros;  d) pagamento de obrigações em dinheiro;  e) 
compra, à vista, de móveis e utensílios com desconto.  </p><p>7. Numa 
empresa, o recebimento de juros (sobre adiantamento feito a  empregado),
 sem o recebimento do principal correspondente, é um fato  contábil:  a)
 misto aumentativo;  b) modificativo aumentativo;  c) permutativo;  d) 
misto diminutivo;  e) modificativo diminutivo.  </p><p>8. No pagamento 
de uma obrigação tributária, já registrada em seu passivo, a  empresa 
ultrapassou o prazo de vencimento, tendo que resgatá-la com os  
respectivos acréscimos legais cabíveis. Essa operação caracteriza-se 
como  um fato contábil:  a) permutativo; d) modificativo aumentativo;  
b) misto diminutivo; e) modificativo diminutivo.  c) misto aumentativo; 
 </p><p>9. A emissão de cheque, no valor de R$ 1.0,0, para pagamento de 
uma  duplicata, com juros de 25%, representa:  a) fato permutativo;  b) 
fato modificativo aumentativo;  c) fato modificativo diminutivo;  d) 
fato misto aumentativo;  e) fato misto diminutivo.  </p><p>w.pontodosconcursos.com.br  10 </p><table><tbody><tr><td>ATIVO</td><td>PASSIVO E P. LÍQUIDO </td></tr><tr><td>Caixa</td><td>50   Fornecedores     20 </td></tr><tr><td>Mercadorias</td><td>20   Credores   100 </td></tr></tbody></table><table><tbody><tr><td>220</td><td>220 </td></tr></tbody></table><table><tbody><tr><td>ATIVO</td><td>PASSIVO E P. LÍQUIDO </td></tr><tr><td>Caixa</td><td>50           Fornecedores     20 </td></tr><tr><td>Clientes   10</td><td>Credores      100 </td></tr><tr><td>Mercadorias</td><td>15   Patrimônio líquido 105 </td></tr><tr><td>Imobilizado  150</td><td>225 </td></tr></tbody></table><p>10.
 (AGERS/RS/98) Considere a representação gráfica do patrimônio, em R$,  
em dois momentos.  “ANTES”  Imobilizado   150   Capital social  100  
“DEPOIS”  225   </p><p>Pode-se afirmar que o fato contábil ocorrido 
entre “ANTES” e “DEPOIS” é  um fato:  a) misto aumentativo; d) 
modificativo aumentativo;  b) permutativo;  e) modificativo diminutivo. 
 c) misto diminutivo;  </p><p>1. (MTB–CESPE–UNB/94) A operação que 
caracteriza um fato contábil  permutativo é o(a):  a) execução de 
serviços a terceiros, para pagamento a prazo;  b) recebimento de doação,
 por uma empresa estatal;  c) aumento de capital, com a utilização de 
lucros acumulados e de reservas legais;  d) apuração do resultado de 
correção monetária de ativo permanente e do patrimônio  líquido;  e) 
aumento de capital, com nova subscrição dos sócios.  </p><p>12. 
(ESAF/TFC–1996) Ocorre um fato contábil modificativo aumentativo:  a) na
 prestação remunerada de serviço;  b) no recebimento de duplicata 
julgada incobrável, mas ainda não baixada;  c) na alienação de 
mercadorias a prazo, com incidência de juros de mora;  d) na permuta de 
bens do ativo, com recebimento de troco em dinheiro;  e) na realização 
de capital subscrito.  </p><p>13. (PF/PERITO/1993) Determinada empresa 
decidiu aumentar o seu capital,  utilizando-se, para isso, de recursos 
de lucros obtidos em exercícios  anteriores. Essa decisão caracteriza-se
 como um:  a) fato contábil modificativo;  b) fato contábil permutativo;
  c) fato contábil misto;  d) ato administrativo.  </p><p>w.pontodosconcursos.com.br  1 </p><p>2. LIVROS EMPRESARIAIS (CONTÁBEIS)  </p><p>Os
 fatos contábeis devem ser escriturados em livros próprios. Assim, o  
empresário, seja ele pessoa física ou pessoa jurídica, qualquer que seja
 o seu  ramo de atividade, deve escriturar os fatos contábeis nos livros
 obrigatórios.   </p><p>Constitui exceção a essa obrigatoriedade o 
titular de pequena empresa,  o chamado microempresário e o empresário de
 pequeno porte, pois o Código  Civil, Lei nº 10.406/2002, art. 1.179, § 
2º, o exonerou dessa atribuição.   </p><p>A escrituração contábil, 
conforme já se pode observar, não poderá ser  efetuada de qualquer 
forma, pois isto dificultaria a compreensão e interpretação  dos 
registros por terceiras pessoas. Certas regras devem ser observadas na  
escrituração dos fatos contábeis, tais como: a escrituração deve ser 
mantida em  registros permanentes; em idioma e moeda nacionais; 
observância de critérios  uniformes no tempo; devem ser observados os 
dispositivos legais pertinentes aos  fatos contábeis; e, sobretudo, 
deve-se observar princípios fundamentais de  contabilidade.   </p><p>Devemos
 dissociar a escrituração comercial da fiscal, pois uma está  atrelada à
 legislação comercial e outra à legislação fiscal. Muitas vezes a  
legislação fiscal obriga os empresários a determinados atos a que são 
obrigados  pela legislação comercial. Neste particular, o regulamento do
 Imposto de Renda  obriga todas as pessoas jurídicas tributadas com base
 no lucro real1 a manter  escrituração em livros adequados. Já para as 
demais pessoas jurídicas  praticamente há uma dispensa de escrituração, 
desde que mantenham livro caixa  e livro de registro de inventário, 
dispensado o pequeno contribuinte, definido em  regulamentos.  </p><p>Uma
 das grandes vantagens de a empresa manter escrituração contábil  
adequada, comprovada por documentos hábeis e idôneos e mantida com  
observância das disposições legais é que ela faz prova a favor do 
empresário em  caso de litígio judicial.  </p><p>O empresário faz a 
escrituração de muitos livros que são exigidos por  lei, entretanto ele 
registra outros que lhe são úteis pelas informações e forma de  
escrituração. Desta forma, há livros empresariais de escrituração 
obrigatória e  outros de escrituração facultativa, de acordo com a 
legislação comercial, hoje  abrangida pelo Código Civil. Além destes, o 
empresário é obrigado a escriturar  outros livros, por força da 
legislação trabalhista, tributária ou previdenciária.  </p><p>1 Lucro 
real é um lucro fiscal que parte do resultado do período fazendo a este 
alguns ajustes, quer por adições, exclusões e  compensações, obrigadas 
ou admitidas pela legislação fiscal.. As pessoas jurídicas são 
tributadas pelo Imposto de Renda  pelo lucro real, presumido ou 
arbitrado, além do Simples, que é uma forma simplificada de tributação 
aplicada às  microempresas e empresas de pequeno porte.  </p><p>w.pontodosconcursos.com.br  12 </p><p>Os
 livros obrigatórios são todos aqueles exigidos por leis específicas,  
como a comercial, fiscal ou societária. Ex.: Diário, Registro de Ações, 
de  Debêntures, Livro de Apuração do Lucro Real (LALUR) etc.   </p><p>Livros
 facultativos são aqueles mantidos para defesa dos interesses  das 
entidades ou para dar maior clareza aos registros dos livros 
obrigatórios. Ex.:  Caixa, Contas-Correntes etc. Além destes livros, o 
empresário poderá criar novos  instrumentos de registro contábil, ou 
seja, novos livros empresariais facultativos,  de acordo com as suas 
necessidades administrativas, gerenciais e de controle.  </p><p>Quanto à importância, os livros empresariais podem ser principais ou  auxiliares.   </p><p>Livros
 principais são aqueles que apresentam todas as informações  sobre a 
empresa, porém são geralmente sintéticos ou não se prestam para uma  
análise detalhada da situação patrimonial. Ex.: Diário e Razão.   </p><p>Já
 os livros auxiliares oferecem informações mais específicas  
(analíticas) sobre uma ou mais contas, complementando os livros 
principais. Sua  ausência não importa sanção alguma ao empresário quando
 possua os livros  principais adequadamente registrados. Ex.: Caixa e 
Contas-Correntes.   </p><p>Existem muitas outras classificações dos 
livros empresariais, merecendo  o nosso destaque ainda a que subdivide 
os livros em comuns (Diário), cuja  escrituração é imposta a todos os 
empresários; e em especiais (livro de Registro  de Ações Nominativas), 
que são aqueles que interessam apenas para algumas  categorias de 
empresários.  </p><p>O livro RAZÃO, no que tange à legislação fiscal, 
passou a ser  obrigatório a partir do ano-calendário de 1992, com a Lei 
nº 8.383/91 para as  empresas tributadas pelo imposto de renda com base 
no lucro real. O livro Caixa,  para as empresas tributadas pelo lucro 
presumido, uma das formas de tributação  do imposto de renda; e também 
para as empresas optantes pelo SlMPLES,  quando inexiste Contabilidade 
completa ou quando o contribuinte não queira  manter escrituração 
completa. Ademais, pela importância e utilidade do livro  RAZÃO, a 
Resolução do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) nº 563/83  obriga a
 sua escrituração no exercício das atividades do contabilista.   </p><p>As
 microempresas e empresas de pequeno porte que optarem pelo  sistema 
SIMPLES de tributação podem manter uma escrituração contábil  
específica, simplificada se assim o desejarem, utilizando apenas dois 
livros: o  Livro Caixa e o Registro de Inventário (Lei nº 9.317/96, art.
 7º).   </p><p>O novo Código Civil (Lei nº 10.406/2002) revogou toda a 
parte primeira  do Código Comercial (Lei nº 556/1850), incluídos os 
artigos que tratavam da  escrituração. Assim, conforme o Código Civil 
(art. 1.179), o empresário e a  sociedade empresária são obrigados a 
seguir um sistema de Contabilidade,  mecanizado ou não, com base na 
escrituração uniforme de seus livros, em   w.pontodosconcursos.com.br  
13  correspondência com a documentação respectiva, e a levantar 
anualmente o  balanço patrimonial e o de resultado econômico.  </p><p>2.1. LIVROS PRINCIPAIS DE ESCRITURAÇÃO: CARACTERÍSTICAS  2.1.1. LIVRO DIÁRIO  </p><p>Conforme
 o Código Civil, além dos demais livros exigidos por lei, é  
indispensável o Diário, que pode ser substituído por fichas, no caso de 
 escrituração mecanizada ou eletrônica. A adoção de fichas não dispensa o
 uso de  livro apropriado para o lançamento do balanço patrimonial e do 
de resultado  econômico. Salvo disposição especial de lei, os livros 
obrigatórios e, se for o caso,  as fichas, antes de postos em uso, devem
 ser autenticados no Registro Público  de Empresas Mercantis. A 
autenticação não se fará sem que esteja inscrito o  empresário ou a 
sociedade empresária, que poderá fazer autenticar livros 
nãoobrigatórios.  </p><p>A escrituração será feita em idioma e moeda 
corrente nacionais e em  forma contábil, por ordem cronológica de dia, 
mês e ano, sem intervalos em  branco, nem entrelinhas, borrões, rasuras,
 emendas ou transportes para as  margens.  </p><p>No Diário serão 
lançadas, com individuação, clareza e caracterização do  documento 
respectivo, dia a dia, por escrita direta ou reprodução, todas as  
operações relativas ao exercício da empresa. Admite-se a escrituração 
resumida  do Diário, com totais que não excedam o período de trinta 
dias, relativamente a  contas, cujas operações sejam numerosas ou 
realizadas fora da sede do  estabelecimento, desde que utilizados livros
 auxiliares regularmente  autenticados, para registro individualizado, e
 conservados os documentos que  permitam a sua perfeita verificação.   </p><p>Serão
 lançados no Diário o balanço patrimonial e o de resultado  econômico, 
devendo ambos ser assinados por técnico em Ciências Contábeis  
legalmente habilitado e pelo empresário ou sociedade empresária. O 
balanço  patrimonial deverá exprimir, com fidelidade e clareza, a 
situação real da empresa,  atendidas as peculiaridades desta, bem como 
as disposições das leis especiais, e  indicará, distintamente, o ativo e
 o passivo. O balanço de resultado econômico,  ou demonstração da conta 
de lucros e perdas acompanhará o balanço patrimonial  e dele constarão 
crédito e débito, na forma da lei especial, no caso a Lei nº  6.404/76 
(Lei das S.A.).  </p><p>O empresário ou a sociedade empresária que 
adotar o sistema de fichas  de lançamentos poderá substituir o livro 
Diário pelo livro Balancetes Diários e  Balanços, observadas as mesmas 
formalidades extrínsecas exigidas para aquele.  </p><p>O livro Balancetes Diários e Balanços será escriturado de modo que  registre:  </p><p>w.pontodosconcursos.com.br  14 </p><p>I – a posição diária de cada uma das contas ou títulos contábeis, pelo  respectivo saldo, em forma de balancetes diários;  </p><p>I – o balanço patrimonial e o de resultado econômico, no encerramento  do exercício.  </p><p>Com
 base na escrituração contábil feita no livro Diário, é apurado o  lucro
 líquido do período-base (lucro contábil). A partir do lucro líquido, já
 então  por meio do Livro de Apuração do Lucro Real (LALUR), obtém-se o 
lucro real,  base de cálculo do Imposto de Renda das pessoas jurídicas 
tributadas por essa  forma.  </p><p>Na forma comum de livro, o Diário 
deve ser encadernado com folhas  numeradas seqüencialmente 
(tipograficamente, em se tratando de livro, e  mecânica ou 
tipograficamente, no caso de folhas contínuas), onde serão  registrados 
os fatos contábeis por meio de lançamentos dia a dia, lembrando  sempre 
que as demonstrações financeiras serão transcritas nesse livro ao  final
 do período contábil, completando-se com as assinaturas do contabilista e
  do titular ou representante legal da entidade.  </p><p>Nas empresas 
que utilizam a escrituração informatizada ou mecanizada,  as 
demonstrações financeiras, tais como balanço patrimonial e demais  
apresentações contábeis, serão transcritas em livro próprio, autenticado
 no órgão  de registro competente (Juntas Comerciais), salvo se as 
demonstrações  constarem das fichas e/ou folhas contínuas e forem levado
 a registro, contendo  os devidos termos de abertura e encerramento, 
quando então substitui  perfeitamente o livro Diário.  </p><p>Quando as 
entidades utilizarem computação eletrônica como meio de  escrituração, 
as fichas deverão ser numeradas automaticamente pelo programa  e, no 
final do período contábil, o livro deverá ser encadernado.  </p><p>Os 
livros regularmente escriturados possuem eficácia probatória, ao  passo 
que, por serem equiparados a documentos públicos, sujeitam o empresário 
 a penas mais graves no caso de falsificação. Vê-se. Portanto, que a 
escrituração  regular faz prova a favor do empresário ao passo que a 
escrituração eivada de  vícios faz prova contra o empresário.  </p><p>O 
livro Diário deverá conter termos de abertura e encerramento e ser  
autenticado no órgão competente (Juntas Comerciais para o empresário e 
as  sociedades empresárias; Cartório de Registro Civil de Pessoas 
Jurídicas, para as  sociedades simples). Tendo em vista o exposto, 
podemos resumir as formalidades  exigíveis para o livro diário, assim 
como para os demais livros empresariais  obrigatórios, que podem ser 
EXTRÍNSECAS ou INTRÍNSECAS.   </p><p>Intrínsecos são os requisitos 
pertinentes à técnica contábil, isto é, à  forma de escriturar os fatos 
contábeis; extrínsecos são os requisitos relativos à  segurança dos 
livros e sua apresentação.   </p><p>w.pontodosconcursos.com.br  15 </p><p>–Encadernado com páginas numeradas.  – Registrado no órgão competente.  </p><p>– Termos de Abertura e Encerramento.  </p><p>– Ordem cronológica.  </p><p>– Não são permitidos borrões, rasuras ou  emendas.  </p><p>– Não são permitidos espaços em branco e  ocupação de margens ou entrelinhas.  </p><p>– Método uniforme de escrituração.  </p><p>2.1.2. LIVRO DE REGISTRO DE DUPLICATAS  </p><p>No
 livro de Registro de Duplicatas, registram-se as vendas em prazos  
superiores a 30 (trinta) dias. A pessoa jurídica deverá, por exigência 
da Lei nº  5.474, de 18/07/68, escriturar cronologicamente todas as 
duplicatas emitidas,  com número de ordem, data e valor das faturas 
originais, data da expedição,  nome e domicílio do comprador, anotações 
de reforma, prorrogação e outras  circunstâncias. É, neste caso, 
considerado um livro especial.  </p><p>Pode ser utilizado para 
escrituração resumida do livro Diário, sendo  assim considerado livro 
auxiliar de escrituração comercial, desde que  devidamente autenticado 
na repartição competente.  </p><p>2.1.3. LIVRO REGISTRO DE INVENTÁRIO  </p><p>Destina-se
 ao registro de inventários de mercadorias, matérias-primas,  material 
secundário, produtos acabados, produtos em processo de fabricação,  
embalagens, combustíveis e lubrificantes, material de expediente etc., 
existentes  em estoque no encerramento do período-base.  </p><p>As 
pessoas jurídicas poderão criar modelos próprios, contendo fichas  
numeradas que satisfaçam as necessidades de seu negócio, podendo ainda  
utilizar outros livros exigidos por outras leis fiscais, bem como 
livros, fichas,  formulários contínuos, que substituam o livro de 
Registro de Inventário,  devendo ser registrados e autenticados pelas 
Juntas Comerciais (Sociedades  Empresárias), Cartório do Registro Civil 
de Pessoas Jurídicas ou pela Secretaria  da Receita Federal – SRF 
(agências, inspetorias, delegacias).  </p><p>2.1.4. LIVRO DE APURAÇÃO DO LUCRO REAL (LALUR)  </p><p>Conforme visto anteriormente, o lucro líquido do exercício, obtido pela  </p><p>Contabilidade
 através da demonstração do resultado do exercício, é o chamado  lucro 
contábil. Este é apenas o ponto de partida para a obtenção da base de   
w.pontodosconcursos.com.br  16  cálculo do imposto de renda das pessoas 
jurídicas tributadas com base no lucro  real.  </p><p>O Decreto-lei nº 
1.598/7 criou o LALUR para que nele fosse lançado o  lucro líquido do 
período-base, efetuados os devidos ajustes e apurada a  demonstração do 
lucro real. Tudo isso na parte A. Além disso, destina-se também  a 
manter os registros de controle de prejuízos fiscais a compensar em 
períodosbase subseqüentes, do lucro inflacionário a realizar, da 
depreciação acelerada  incentivada, da exaustão mineral com base na 
receita bruta, bem como dos  demais valores que devam influenciar a 
determinação do lucro real de períodosbase futuros e que não constem da 
escrituração comercial. Esses controles são  efetuados na parte B do 
LALUR, que funciona como se fosse um livro razão, visto  que controla 
cada uma das contas individualmente. Tem como outra função  manter os 
registros de controle dos valores excedentes a serem utilizados no  
cálculo das deduções nos períodos-base subseqüentes, dos dispêndios com 
 programa de alimentação do trabalhador, vale-transporte e outros 
previstos no  regulamento do imposto de renda.  </p><p>As empresas que 
apuram o lucro real mensal, opcionalmente, utilizarão  o LALUR para 
transcrição das demonstrações dos resultados, balanços ou  balancetes 
mensais de suspensão.  </p><p>O LALUR deve ser escriturado por todas as 
pessoas jurídicas  contribuintes do imposto de renda, tributadas com 
base no lucro reais, inclusive  filiais, sucursais ou representantes de 
pessoas jurídicas domiciliadas no exterior,  firmas individuais e 
cooperativas que realizem negócios com não-cooperados.  </p><p>Quanto à 
escrituração, as pessoas jurídicas poderão utilizar-se de  processo 
eletrônico de dados, desde que observem as normas da Lei nº  8.218/91, 
art. 18. Na primeira e na última folha, deverão constar,  
respectivamente, Termo de Abertura e Termo de Encerramento, 
identificação do  contribuinte, sendo dispensável a autenticação por 
qualquer órgão.  </p><p>As contas registram as variações sofridas pelo 
patrimônio e seus  componentes (ativo, passivo e patrimônio líquido), 
possibilitando assim a  elaboração das demonstrações financeiras. O 
livro contábil que contempla as  contas e suas movimentações é o livro 
Razão pelo fato de ser um livro  sistemático. A sua escrituração deve 
ser individualizada em uma folha ou ficha  para cada conta (à exceção da
 escrituração por computador) e os lançamentos  obedecem à ordem 
cronológica das operações. Está dispensado de registro ou  autenticação 
nos órgãos competentes.  </p><p>O livro Razão é, por excelência, um 
livro sistemático, no qual são  controladas as movimentações sofridas de
 cada conta individualmente. A  escrituração básica é realizada no livro
 Diário, sendo os registros de débitos e  </p><div class="img"><img style="" original="http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAfAYcAK-1.jpg" height="38" width="588"></div><p>w.pontodosconcursos.com.br
  17  créditos transcritos para o Razão. O livro Razão é considerado 
livro facultativo  pela legislação comercial, tendo sido tornado 
obrigatório para as empresas  tributadas com base no lucro real, pelas 
Leis nº 8.218/91 e nº 8.383/91, portanto  sob amparo da legislação 
fiscal. Passou a ser de escrituração obrigatória e  permanente após a 
Resolução CFC nº 563/83.   </p><p>Comparando os dois principais livros 
da Contabilidade, podemos  observar que no livro RAZÃO acompanhamos as 
alterações ocorridas nas conta,  ISOLADAMENTE, evidenciando sempre o 
saldo de cada uma delas. Já o livro  DIÁRIO registra o fato completo, 
indicando as modificações sofridas por todas as  contas envolvidas em um
 determinado lançamento.  </p><p>2.2. PRINCIPAIS LIVROS SOCIETÁRIOS   (LEI Nº 6.404/1976)  </p><p>São
 os livros obrigatórios para as sociedades anônimas (S.A.). A Lei no  
6.404/1976, em seu art. 100, estabelece que são obrigatórios os seguinte
 livros:  </p><p>Art. 100. A companhia deve ter, além dos livros 
obrigatórios para qualquer  comerciante, os seguintes, revestidos das 
mesmas formalidades legais:  </p><p>I – o livro de Registro de Ações 
Nominativas, para inscrição, anotação ou  averbação: (Redação dada pela 
Lei no 9.457, de 05/05/1997.)   a) do nome do acionista e do número das 
suas ações;  b) das entradas ou prestações de capital realizado;   d) do
 resgate, reembolso e amortização das ações, ou de sua aquisição pela  
companhia;   e) das mutações operadas pela alienação ou transferência de
 ações;   f) do penhor, usufruto, fideicomisso, da alienação fiduciária 
em garantia ou de  qualquer ônus que grave as ações ou obste sua 
negociação.  </p><p>I – o livro de Transferência de Ações Nominativas, 
para lançamento dos  termos de transferência, que deverão ser assinados 
pelo cedente e pelo  cessionário ou seus legítimos representantes;  </p><p>I
 – o livro de Registro de Partes Beneficiárias Nominativas e o de  
Transferência de Partes Beneficiárias Nominativas, se tiverem sido 
emitidas,  observando-se, em ambos, no que couber, o disposto nos 
números I e I deste  artigo;  </p><p>IV – o livro de Atas das 
Assembléias Gerais;  (Redação dada pela Lei no 9.457,  de 05/05/1997.)  
 w.pontodosconcursos.com.br  18 </p><p>V – o livro de Presença dos Acionistas; (Redação dada pela Lei no 9.457, de  05/05/1997.)  </p><p>VI
 – os livros de Atas das Reuniões do Conselho de Administração, se 
houver, e   de Atas das Reuniões de Diretoria; (Redação dada pela Lei no
 9.457, de  05/05/1997.)  </p><p>VII – o livro de Atas e Pareceres do Conselho Fiscal. (Redação dada pela Lei no  9.457, de 05/05/1997.)  </p><p>§
 1o A qualquer pessoa, desde que se destinem a defesa de direitos e  
esclarecimento de situações de interesse pessoal ou dos acionistas ou do
  mercado de valores mobiliários, serão dadas certidões dos 
assentamentos  constantes dos livros mencionados nos incisos I a I, e 
por elas a companhia  poderá cobrar o custo do serviço, cabendo, do 
indeferimento do pedido por  parte da companhia, recurso à Comissão de 
Valores Mobiliários. (Redação dada  </p><p>§ 2o Nas companhias abertas, 
os livros referidos nos incisos I a I do caput  deste artigo poderão ser
 substituídos, observadas as normas expedidas pela  Comissão de Valores 
Mobiliários, por registros mecanizados ou eletrônicos.   </p><p>(Redação dada pela Lei no 9.457, de 05/05/1997.)  </p><p> O assunto apareceu ou pode aparecer em prova da seguinte forma:  </p><p>14.
 (AFRF/2002/ESAF) – Assinale, abaixo, a opção que não se enquadra no  
complemento da frase:  “A companhia deve ter, além dos livros 
obrigatórios para qualquer  comerciante, os seguintes, revestidos das 
mesmas formalidades legais:  a) Livro de Registro de Ações Ordinárias”. 
 b) Livro de Atas das Assembléias-Gerais”.  c) Livro de Presença de 
Acionistas”.  d) Livro de Atas e Pareceres do Conselho Fiscal”.  e) 
Livro de Transferência de Ações Nominativas”.  </p><p>15. Caracterizam o
 livro Diário todos os atributos abaixo, exceto:  a) registro de todos 
os fatos administrativos que afetam o patrimônio;  b) registro no órgão 
competente;  c) ordem cronológica de escrituração;  d) faculdade de 
escrituração em partidas mensais;  e) obrigatoriedade.  </p><p>16. A 
escrituração do livro Diário, com as operações registradas em rigorosa  
ordem cronológica de dia, mês e ano, atende a uma:  a) formalidade 
extrínseca prevista para os livros obrigatórios;  b) exigência de 
natureza contratual;  c) formalidade intrínseca prevista para os livros 
facultativos;  d) formalidade extrínseca prevista para os livros 
facultativos;  e) formalidade intrínseca prevista para os livros 
obrigatórios.  </p><p>w.pontodosconcursos.com.br  19 </p><p>17. Quanto à
 classificação dos livros contábeis, pode-se dizer que o Razão é um  
livro:  a) obrigatório, sistemático e principal;  b) obrigatório, 
cronológico e principal;  c) facultativo, sistemático e principal;  d) 
obrigatório, sistemático e auxiliar;  e) facultativo, cronológico e 
principal.  </p><p>18. É considerada formalidade intrínseca do livro 
Diário a:  a) identificação da firma ou sociedade, cujas operações são 
nele registradas;  b) escrituração das operações em ordem cronológica;  
c) sua encadernação;  d) numeração tipográfica de suas folhas;  e) 
assinatura dos termos de abertura e de encerramento.  </p><p>19. 
(TRT–4a/ANAL. JUD./2001) Indicar todas e cada uma das operações da  
entidade, na medida e ordem em que ocorrem, assim como as alterações  
qualitativas e quantitativas por elas produzidas nos recursos aplicados e
 nas  origens destes recursos constitui função do:  a) Razão;  b) 
Diário;  c) Balanço Patrimonial;  d) Doar;  e) Fluxo de Caixa.  </p><table><tbody><tr><td>a) Diário</td><td>d) Razão. </td></tr></tbody></table><p>20.
 Qual o livro indicado, quando se deseja saber o saldo de uma conta?  b)
 Registro de Duplicatas. e) LALUR.  c) Registro de Inventário.  </p><p>21.
 Assinale a alternativa falsa.  a) As empresas tributadas pelo SIMPLES 
não precisam escriturar o livro Diário.  b) O livro Registro de 
Duplicatas somente é obrigatório para empresas que vendem a  prazo 
superior a 30 (trinta) dias.  c) O Razão é considerado um livro 
auxiliar.  d) Um registro incorreto no Diário não pode ser riscado nem 
emendado.  e) O LALUR é obrigatório para todas as empresas tributadas 
com base no lucro real.  </p><p>3. A ESCRITURAÇÃO NOS LIVROS E O LANÇAMENTO CONTÁBIL  </p><p>As
 entidades devem adotar certas formalidades na escrituração dos  fatos 
contábeis, como, por exemplo, a manutenção de um sistema de  
escrituração uniforme dos seus atos e fatos administrativos, por meio de
 processo  manual, mecanizado ou eletrônico.  </p><p>A escrituração deve
 ser executada em idioma e moeda corrente  nacionais, em forma contábil,
 em ordem cronológica de dia, mês e ano, com   
w.pontodosconcursos.com.br  20  ausência de espaços em branco, 
entrelinhas, borrões, rasuras, emendas ou  transportes para as margens, 
com base em documentos de origem externa ou  interna ou, na sua falta, 
em elementos que comprovem ou evidenciem fatos e a  prática de atos 
administrativos.  </p><p>O empresário e a sociedade empresária são 
obrigados a seguir um  sistema de Contabilidade, mecanizado ou não, com 
base na escrituração  uniforme de seus livros, em correspondência com a 
documentação respectiva, e a  levantar anualmente o balanço patrimonial e
 o de resultado econômico. É  dispensado de proceder a escrituração o 
pequeno empresário, definido no Código  Civil (Lei nº 10.206, art. 970).
  </p><p>O empresário e a sociedade empresária são obrigados a conservar
 em  boa guarda toda a escrituração, correspondência e mais papéis 
concernentes à  sua atividade, enquanto não ocorrer prescrição ou 
decadência no tocante aos atos  neles consignados.  </p><p>O Diário e o Razão constituem os registros permanentes da entidade.  </p><p>Os
 registros auxiliares, quando adotados, devem obedecer aos preceitos 
gerais da  escrituração contábil, observadas as peculiaridades da sua 
função.  </p><p>Quando o Diário e o Razão forem elaborados por processo 
que utilize  fichas ou folhas soltas, deverá ser adotado o registro 
Balancetes Diários e  Balanços. Porém, no caso de a entidade adotar para
 sua escrituração contábil o  processo eletrônico, os formulários 
contínuos, numerados mecânica ou  tipograficamente, serão destacados e 
encadernados em forma de livro. Satisfeita  essa formalidade, o livro 
Diário será registrado no Registro Público competente,  de acordo com a 
legislação vigente.  </p><p>Assim, chama-se escrituração à técnica contábil utilizada para o  registro dos fatos contábeis ocorridos na entidade.  </p><p>São utilizados os seguintes processos:  • manual (escrituração manuscrita);  </p><p>• maquinizado (efetuada em máquina de escrever comum);  </p><p>• mecanizado (efetuada em máquina de Contabilidade apropriada ao  processo de escrituração);  </p><p>• eletrônico (com utilização de computador).  </p><p>Qualquer que seja o processo, a escrituração utiliza:  – Partidas de Diário.  </p><p>– Partidas de Razão (Razonete).  </p><p>3.1. PARTIDAS DE DIÁRIO   w.pontodosconcursos.com.br  21 </p><p>Os
 fatos devem ser registrados no livro Diário em ordem estritamente  
cronológica de dia, mês e ano, com a seguinte forma de apresentação:  </p><p>• data da ocorrência;  </p><p>• conta devedora (e/ou código de identificação);  </p><p>• conta credora (e/ou código de identificação), precedida da preposição  “a”, quando manual, ou deslocada para a direita;  </p><p>• histórico do fato em língua nacional, com identificação do documento  comprobatório;  </p><p>• valor em moeda nacional.  Exemplo:  </p><table><tbody><tr><td>Brasília, 06 de dezembro de 2004</td><td></td></tr><tr><td>1.02   Bancos c/ movimento</td><td></td></tr><tr><td>Banco do Brasil S.A</td><td></td></tr><tr><td>1.01  a Caixa</td><td></td></tr><tr><td>Pela abertura de n/ conta no 221-0,</td><td></td></tr></tbody></table><p>com depósito conforme recibo no 6969   50 0 0  </p><p>3.2. PARTIDAS DE RAZÃO  </p><p>As
 partidas de Diário devem ser transportadas para o livro Razão, que  é 
um livro sistemático, porque destina uma página para cada conta, 
retratando os  saldos das contas, enquanto que, no Diário, aparecem 
apenas os valores  lançados a débito e a crédito das contas respectivas,
 em ordem cronológica, não  permitindo conhecer-se o volume de operações
 registradas em cada conta.  </p><p>Exemplo:  </p><p>Conta : Bancos c/ movimento Código: 1.02  Subconta: Banco do Brasil S/A Código: 1.02.002  </p><p>06.12.2004 1.01.001 P/ Abertura de n/  conta   no 221-0, com  depósito conf. recibo  no 6969   w.pontodosconcursos.com.br  2 </p><p>Para registrar os fatos contábeis, a Contabilidade adota, universalmente,  o MÉTODO DAS PARTIDAS DOBRADAS.  </p><p>4. PARTIDAS DOBRADAS  </p><p>Partida
 dobrada é o método de registro onde para um ou mais débitos  há sempre 
um ou mais créditos de mesmo valor. É também conhecido por partida  
digráfica, pois o método baseia-se no princípio da contraposição de 
valores. A  essência do método das partidas dobradas consiste no fato de
 que um registro  a débito em uma ou mais contas (aplicação de recursos)
 deve corresponder a um  crédito do mesmo valor (origem dos recursos) em
 uma ou mais contas, de tal  maneira que a soma dos valores debitados 
seja sempre igual à soma dos  valores creditados, ou seja:  </p><p>O 
sistema compreende não apenas o princípio de que a todo débito  
corresponde a um crédito, mas também reúne certas exigências como, por  
exemplo:  </p><p>a) a conta devedora é sempre inscrita em primeiro lugar
 e a credora, em  segundo;   b) a conta devedora sempre ocupa as colunas
 da esquerda e a credora,  as da direita;   c) de uma forma mais 
conservadora, à qual a ESAF associa-se, a conta  credora deve estar 
antecedida da preposição ou expressão “a”;   d) o livro Razão é o que 
agrupa as contas sempre com lançamentos de  débito e crédito;   e) as 
somas dos valores do débito no Razão devem ser sempre iguais às  somas 
dos valores do crédito no mesmo livro;   f) o Razão é o livro principal 
do qual se levanta o balancete, peça que é  ponto de partida para a 
apuração do resultado do exercício e o  levantamento do balanço;   g) o 
livro Diário é o que reúne os fatos em ordem cronológica e todos os  
fatos nele transcritos devem ser passados, também, para o livro  Razão; 
  w.pontodosconcursos.com.br  23  h) o balanço, equilibrando débitos e 
créditos, é o ápice do processo,  evidenciando o patrimônio de forma 
estática;   i) no lançamento, debita-se a aplicação e credita-se a 
origem do  recurso.  </p><p>Se considerarmos a questão pelo seu rigor 
técnico e científico, a partida  dobrada aparecerá como único método 
verdadeiro e útil, posto que evidencia as  causas e os efeitos dos 
fenômenos patrimoniais. Por essa razão, é aceito e usado  há quase seis 
séculos. É o procedimento (método) contábil por excelência para o  
registro dos fatos.  </p><p>Relembrando os efeitos do DÉBITO e do CRÉDITO nos diversos tipos de  contas:  </p><p> O assunto apareceu ou pode aparecer em prova da seguinte forma:  </p><p>2. (TRF/2002/ESAF) – Entre as formalidades extrínsecas e intrínsecas dos  </p><p>Livros
 de Escrituração, destacamos as abaixo indicadas, exceto:  a) termos de 
abertura e de encerramento;  b) registro na Junta Comercial 
(autenticação);  c) numeração tipográfica e seqüencial das folhas;  d) 
escrituração em ordem cronológica de dia, mês e ano;  e) existência de 
emendas, rasuras e espaço em branco.  </p><p>23. (TRF/2000/ESAF) – 
Considerando as regras fundamentais da digrafia  contábil, que determina
 o registro da aplicação dos recursos  simultaneamente e em valores 
iguais às respectivas origens, temos como  correta a seguinte equação 
contábil geral:  a) ativo = passivo + capital social + despesas – 
receitas;  b) ativo + receitas = capital social + despesas + passivo;  
c) ativo – passivo = capital social + receitas + despesas;  d) ativo + 
capital social + receitas = passivo + despesas;  e) ativo + despesas = 
capital social + receitas + passivo.  </p><p>w.pontodosconcursos.com.br  24 </p><p>24. Em relação ao texto abaixo, assinale a afirmativa falsa.  </p><p>O
 princípio basilar do método das partidas dobradas – não há débito sem  
crédito correspondente – permite que se chegue às seguintes conclusões: 
 a) a soma dos débitos é sempre igual à soma dos créditos;  b) a soma 
dos saldos devedores é sempre igual à soma dos saldos credores;  c) a 
soma das despesas (débito) é sempre igual à soma das receitas (crédito);
  d) a um débito ou a mais de um débito, numa ou mais contas, deve 
corresponder um  crédito equivalente em uma ou mais contas;  e) o total 
do ativo será sempre igual à soma do passivo exigível com o patrimônio  
líquido.  </p><p>25. (SERPRO/2001–ESAF) – Apresentamos abaixo cinco 
igualdades literais que,  se expressas com avaliação em moeda nacional, 
podem demonstrar a  equação fundamental do patrimônio e a representação 
gráfica de seus  estados, em dado momento.   01. ATIVO menos SITUAÇÃO 
LÍQUIDA é igual a ZERO.   02. ATIVO menos PASSIVO é igual a ZERO.   03. 
ATIVO menos PASSIVO menos SITUAÇÃO LÍQUIDA é igual a ZERO.   04. ATIVO 
menos PASSIVO mais SITUAÇÃO LÍQUIDA é igual a ZERO.   05. ATIVO mais 
PASSIVO menos SITUAÇÃO LÍQUIDA é igual a ZERO.  </p><p>Observando as 
igualdades acima, podemos afirmar que a hipótese de  número:  a) 01 é 
impossível de ocorrer na prática;  b) 02 representa o melhor estado 
patrimonial;  c) 03 representa o pior estado patrimonial;  d) 04 
representa estado patrimonial pré-falimentar;  e) 05 ocorre, quando da 
criação e registro da empresa.  </p><p>26. (AFRF/2002/ESAF) – Da leitura
 atenta dos balanços gerais da Cia. Emile,  levantados em 31/12/01 para 
publicação, e dos relatórios que os  acompanham, podemos observar 
informações corretas que indicam a  existência de:  Capital de giro, no 
valor de  R$ 2.0,0  Capital social, no valor de  R$ 5.0,0  Capital fixo,
 no valor de  R$ 6.0,0  Capital alheio, no valor de  R$ 5.0,0  Capital 
autorizado, no valor de  R$ 5.50,0  Capital a realizar, no valor de R$ 
1.50,0  Capital investido, no valor de  R$ 8.0,0  Capital integralizado,
 no valor de  R$ 3.50,0  Lucros acumulados, no valor de  R$ 50,0  
Prejuízo líquido do exercício, no valor de R$ 1.0,0  A partir das 
observações acima, podemos dizer que o valor do capital  próprio da Cia.
 Emile é de:  a) R$ 5.50,0;  b) R$ 5.0,0;  c) R$ 4.0,0;  d) R$ 3.50,0;  
e) R$ 3.0,0.  </p><p>w.pontodosconcursos.com.br  25 </p><p>27. 
(AFRF/2002/ESAF) – A empresa Carnes & Frutas S/A, em 30 de agosto de
  2000, obteve um financiamento em 05 (cinco) parcelas semestrais iguais
 de  R$ 3.0,0 e repassou, por R$ 20.0,0, uma de suas máquinas, dividindo
  o crédito em 10 (dez) parcelas bimestrais.  Todos os encargos foram 
embutidos nas respectivas parcelas e não se  verificou nenhum atraso nas
 quitações.  Devedores e credores admitem compensar débitos e créditos 
dessas  operações em 2002, mas só o farão à época própria, cabendo à 
empresa dar  ou receber a quitação restante.  Em decorrência desses 
fatos, se observarmos o balanço de fim de exercício,  elaborado com data
 de 31/12/0, certamente vamos encontrar:  a) valores a receber a curto 
prazo, R$ 16.0,0;  b) valores a receber a longo prazo, R$ 4.0,0;  c) 
valores a pagar a curto prazo, R$ 7.0,0;  d) valores a pagar a longo 
prazo, R$ 13.0,0;  e) saldo a compensar a longo prazo, R$ 2.0,0;  </p><p>28.
 (SEFA/PA – 2002/ESAF) Assinale a opção correta.  a) Todo acréscimo de 
valor em contas do ativo corresponde, necessariamente, a um  decréscimo 
de valor em contas do passivo.  b) Um decréscimo no valor de contas do 
ativo corresponde, necessariamente, a um  acréscimo de valor em contas 
do passivo.  c) Um acréscimo no valor de uma conta do ativo corresponde,
 necessariamente, a um  acréscimo de valor em conta do passivo ou do 
patrimônio líquido.  d) A um decréscimo no valor total do ativo 
corresponde, necessariamente, um  acréscimo no valor de uma, ou mais, 
contas do passivo ou do patrimônio líquido.  e) Um acréscimo no valor 
total do ativo não corresponde, necessariamente, a um  acréscimo no 
valor do patrimônio líquido.  </p><p>29. (CESPE/TRE/PA/2008) Considerando os conceitos de variações  patrimoniais e fatos contábeis, assinale a opção correta.  </p><p>A) A compra de imóvel de uso, parte à vista, parte financiada, constitui variação  quantitativa aumentativa.  </p><p>B) A venda de mercadorias com prejuízo se caracteriza como fato modificativo  diminutivo.  </p><p>C) A substituição de uma dívida vencida por outra, acrescida de encargos, é  classificada como variação mista diminutiva.  </p><p>D) A utilização de lucros acumulados para a constituição de reservas é  considerada um fato quantitativo.  </p><p>E) A baixa de um bem imobilizado por ter-se tornado inservível é classificada  como uma variação qualitativa.  </p><p>5. ELEMENTOS ESSENCIAIS DO LANÇAMENTO  </p><p>Os
 fatos contábeis precisam, de alguma forma, ser registrados. Esses 
registros  hão de seguir regras uniformes para que os usuários da 
contabilidade possam analisá-los   w.pontodosconcursos.com.br  26  
adequadamente. O registro dos fatos contábeis recebe a denominação de 
lançamento  que é efetuado nos livros Diário e Razão.   </p><p>O lançamento deve conter, para sua correta aplicação, alguns elementos  essenciais, que são os do quadro a seguir:  </p><p>• Local e data do registro  • Conta(s) debitada(s)  </p><p>• Histórico da operação  </p><p>• Valor da operação  </p><p>Obs.:
  Conforme vimos na aula anterior, o livro Diário se caracteriza como 
sendo um  livro cronológico. Também o Razão possui esta característica, 
se bem de forma  individualizada por conta. Desta forma, a data é 
elemento extremamente  essencial, haja vista o aspecto histórico da 
escrituração, ao passo que o local,  segundo alguns autores, é 
irrelevante, pois já faria parte dos elementos  constitutivos da própria
 empresa.  </p><p>5.1. PROCEDIMENTOS (PASSOS) DO LANÇAMENTO  </p><p>Afinal,
 ocorrendo um fato contábil numa empresa ou se nos for apresentado  um 
fato contábil numa questão de prova, como devemos proceder  para efetuar
 o  lançamento?  </p><p>Inicialmente devemos dizer que o lançamento deve
 ser efetuado de forma  correta para que a contabilidade reflita a real 
situação patrimonial da empresa. No que  concerne à pergunta, para 
efetivar-se um lançamento, devemos seguir,  seqüencialmente, alguns 
passos conforme apresentados nos exemplos a seguir. Com o  tempo, o 
estudante executará esses passos de forma automática. Mas, por ora, é  
interessante que eles sejam seguidos passo a passo.  </p><p>FATO 1: pagamento, em dinheiro, de duplicatas aos fornecedores, no valor de  R$ 76.0,0.  </p><p>1º Passo – devemos identificar as contas envolvidas no fato.  </p><p>Como o pagamento é em dinheiro, uma das contas envolvidas é a conta Caixa.  </p><p>A
 outra conta a ser movimentada é a conta Duplicatas a Pagar ou 
Fornecedores. Assim,  as contas envolvidas no lançamento do FATO 1 são: 
 </p><p>Caixa e Duplicatas a Pagar ou Fornecedores  </p><p>2º Passo – devemos identificar os grupos a que pertencem as contas  envolvidas no fato contábil:  </p><p>A conta Caixa é conta do ativo.  A conta Duplicatas a Pagar ou Fornecedores é conta do passivo.  </p><p>w.pontodosconcursos.com.br  27 </p><p>3º Passo – devemos identificar o efeito sobre o saldo das contas envolvidas:  </p><p>Com o pagamento houve diminuição do saldo da conta Caixa, pois sai dinheiro  do caixa.  </p><p>A conta Duplicatas a Pagar ou Fornecedores, com o pagamento de duplicatas,  diminui o seu saldo.  </p><p>4o
 Passo – devemos consultar o quadro-resumo do mecanismo de débito e  
crédito ou funcionamento das contas, visto na aula anterior, de acordo 
com o método  das partidas dobradas:  </p><p>A conta Caixa, que é do 
ativo, diminuiu o seu saldo, logo esta conta será  creditada, pois as 
contas de saldo devedor do ativo diminuem o saldo mediante crédito.  </p><p>A
 conta Duplicatas a Pagar ou Fornecedores é conta do passivo. Com o  
pagamento de duplicatas esta conta diminuiu seu saldo. Como as contas do
 passivo  diminuem o saldo mediante débito, esta conta deve ser 
debitada.  </p><p>É hora de relembrar o legado da Teoria Personalista, 
onde vimos que a “pessoa  que cuida do dinheiro da empresa”, ou seja, a 
conta caixa possui um débito de  determinado valor para com a empresa, 
isto é, do saldo desta conta. Feito este  pagamento a conta Caixa 
passará a ser menos devedora em R$ 76.0,0, uma vez que  o dinheiro saiu 
do caixa da empresa para o pagamento de Duplicatas a Pagar. Por isso  
devemos creditar o caixa em R$ 76.0,0.  </p><p>Por outro lado, os “fornecedores”, ou seja, a conta Duplicatas a Pagar ou  </p><p>Fornecedores,
 que possuíam um crédito para com a empresa, passaram a ter um  crédito 
menor em R$ 76.0,0, logo o saldo dessa conta diminuirá em R$ 76.0,0.  
Como o crédito dos fornecedores diminui em R$ 76.0,0 e por esta conta 
ser do  passivo, ela será debitada.   </p><p>Em termos de origem e 
aplicação de recursos, podemos dizer que os recursos  utilizados para o 
pagamento da Duplica teve origem da conta Caixa da empresa, por  isso a 
creditamos. Por outro lado, os recursos originados no Caixa foram 
aplicados na  conta Duplicatas a Pagar.  </p><p>Feitas essas 
observações, podemos ir ao 5º passo que consiste em fazer o  lançamento,
 propriamente dito, lembrando que a(s) conta(s) devedora(s) deve ser  
escrita(s) em 1º lugar e a(s) credora(s) em 2º lugar.  </p><p>LANÇAMENTOS:
  1 - No Diário:  Florianópolis, 13 de dezembro de 2004.  Duplicatas a 
Pagar ou Fornecedores  a Caixa  Pelo pagamento, nesta data, da duplicata
 nº 01  R$ 76.0,0  Esse mesmo lançamento poderia ser apresentado da 
seguinte forma:  Florianópolis, 13 de dezembro de 2004.  D - Duplicatas a
 Pagar ou Fornecedores  </p><div class="img"><img original="http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAfAYcAK-2.jpg" height="34" width="362"></div><p>w.pontodosconcursos.com.br  28 </p><p>C - Caixa  Pelo pagamento, nesta data, da duplicata nº 01   R$ 76.0,0  </p><p>Percebam
 que no primeiro lançamento a conta creditada aparece precedida da  
preposição “a”, que significa a crédito de. Na segunda forma a conta 
devedora está  precedida de “D” e a conta creditada de “C”, que 
representam, respectivamente, débito e  crédito.  </p><p>Nas questões de provas, especialmente as da Esaf, geralmente é adotada a  primeira forma. E de forma simplificada, como segue:  </p><table><tbody><tr><td>a Caixa</td><td>R$ 76.0,0 </td></tr></tbody></table><p>Duplicatas a Pagar ou Fornecedores  ou  D – Duplicatas a Pagar ou Fornecedores R$ 76.0,0   C – Caixa   R$ 76.0,0  </p><p>2
 - No Razão, supondo que a conta Duplicatas a Pagar ou Fornecedores  
tivesse um saldo de R$ 120.0,0 e que a conta Caixa estivesse com saldo 
R$  80.0,0, teremos:  CAIXA  FORNECEDORES  </p><p>O fato contábil (ou 
administrativo) acima é um fato permutativo, pois apenas  permutou 
elementos patrimoniais (Caixa e Fornecedores), sem ter afetado o  
patrimônio líquido.  </p><p>FATO 2: depósito em dinheiro em conta corrente bancária, no valor de R$  2.0,0.  </p><p>1º Passo – identificar as contas a serem utilizadas:  Caixa e bancos c/ movimento  </p><p>Obs.:
  Todo depósito bancário feito pela entidade deve sair da conta Caixa.  
 2º Passo – identificar os grupos a que pertencem:  Caixa ⇒ ativo  
Bancos c/ movimento ⇒ ativo  3º Passo – identificar o efeito sobre o 
saldo das contas:  Caixa ⇒ ativo ⇒ saldo diminuirá, pois sai dinheiro do
 caixa  </p><p>Bancos c/movimento ⇒ ativo ⇒ saldo aumentará, pois haverá entrada de  recursos.  </p><div class="img"><img original="http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAfAYcAK-3.jpg" height="34" width="351"></div><p>w.pontodosconcursos.com.br  29 </p><p>4º Passo – utilizar o quadro-resumo do mecanismo de débito e crédito, de  acordo com o método das partidas dobradas:  </p><p>Caixa
 ⇒ ativo ⇒ saldo diminuirá ⇒ crédito  Bancos c/movimento ⇒ ativo ⇒ saldo
 aumentará ⇒ débito  5º Passo – Efetuar o LANÇAMENTO:  1 - No Diário:  
Canoas, 13 de dezembro de 2004.  Bancos c/ movimento  a Caixa  Pelo 
depósito efetuado nesta data  R$ 2.0,0  A forma simplificada do 
lançamento seria:  D – Bancos c/ movimento  2.0,0   C – Caixa   2.0,0  </p><p>2 - No Razão, supondo que a conta corrente (Banco) tivesse saldo zerado e o  caixa estivesse com saldo R$ 80.0,0:  </p><table><tbody><tr><td>58.0,0</td><td>⇐   SALDO   ⇒        2.0,0  </td></tr></tbody></table><p>FATO
 3: em 13 de dezembro de 2004, foram compradas duas máquinas de  
calcular, a prazo, por R$ 50,0, aceitando-se uma duplicata com 
vencimento para  30/01/2005, de acordo com a nota fiscal nº 00543, da 
Loja da Esquina Ltda.  </p><p>1º Passo – identificar as contas a serem 
utilizadas:  Móveis e utensílios e Duplicatas a pagar  2º Passo – 
identificar os grupos a que pertencem:  Móveis e utensílios ⇒ ativo (A) 
 Duplicatas a pagar ⇒ passivo (P)  </p><p>3º e 4º Passos – identificar o efeito sobre o saldo das contas e qual é a conta  debitada e a creditada:  </p><p>Móveis e utensílios ⇒  ativo ⇒  saldo aumentará ⇒  débito  Duplicatas a pagar ⇒  passivo ⇒  saldo aumentará ⇒  crédito  </p><p>A conta MÓVEIS E UTENSÍLIOS é de ATIVO, representando bens da empresa.  </p><p>Quando
 adquiridos novos móveis, aumenta de valor. Lembrem-se da Teoria 
Personalista,  onde a “pessoa”, ou seja, a conta MÓVEIS E UTENSÍLIOS 
passou a ser “mais” devedora  da empresa em R$ 50,0.  </p><p>w.pontodosconcursos.com.br  30 </p><p>Por outro lado, a “pessoa”, ou seja, a conta DUPLICATAS A PAGAR, passou a  ser “mais” credora da empresa em R$ 50,0.  </p><p>5º Passo - LANÇAMENTO:  1 - No Diário:  Salvador, 13 de dezembro de 2004.  Móveis e utensílios  a Duplicatas a pagar  </p><p>Nota
 fiscal no 0543, Loja da Esquina Ltda.  R$ 50,0  A forma simplificada do
 lançamento seria:  D – Móveis e utensílios (A) R$ 50,0   C – Duplicatas
 a pagar (P)  R$ 50,0  Este fato também é permutativo, pois não alterou o
 PL.  </p><p>FATO 4: receita de serviços prestados, em 12/12/2004, no valor de R$  60.0,0, a prazo (60 dias).  </p><p>1º
 Passo – identificar as contas a serem utilizadas:  Clientes ou 
Duplicatas a Receber e receita de serviços  2º Passo – identificar os 
grupos a que pertencem:  Clientes ⇒  ativo  Receita de serviços ⇒ 
receita  </p><p>3º e 4º Passos – identificar o efeito sobre o saldo das contas e informar as  contas debitadas e creditadas:  </p><p>Clientes ⇒ ativo ⇒ saldo aumentará ⇒ débito, pois a empresa está adquirindo  um direito. É a aplicação do recurso  </p><p>Receita
 de serviços ⇒ receita ⇒ saldo aumentará ⇒ crédito, pois as receitas  
provocam aumento no patrimônio líquido, e este por sua vez aumenta com 
crédito. É a  origem do recurso.  </p><div class="img"><img original="http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAfAYcAK-4.jpg" height="142" width="446"></div><div class="img"><img original="http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAfAYcAK-5.jpg" height="34" width="387"></div><p>w.pontodosconcursos.com.br  31 </p><p>5º
 Passo - LANÇAMENTO:  1 - No Diário:  Fortaleza, 12 de dezembro de 2004.
  Clientes  a Receita de serviços  Pela prestação do serviço de 
consultoria R$ 60.0,0  A forma simplificada do lançamento seria:  D – 
Clientes  60.0,0   C – Receita de serviços  60.0,0  </p><p>Este 
lançamento envolve uma conta de receita e uma conta de ativo. Sendo  
assim, proporciona um aumento de PL de R$ 60.0,0, pois as receitas geram
  aumentos no PL. Por isso, este é um fato modificativo aumentativo.  </p><p>FATO
 5: subscrição de capital, efetuada pelos sócios, equivalente a 100.0  
ações de valor nominal R$ 1,0 cada uma, tendo os mesmos integralizado no
 ato R$  70.0,0, em dinheiro.  </p><p>Este lançamento é especialmente 
importante, pois representa o compromisso  dos sócios da empresa em 
entregar o valor de R$10.0,0 para compor o capital. Na  verdade, temos 
02 (dois) lançamentos que podem ser conjugados em um só: o de  
subscrição das ações, e o de integralização do capital.  </p><table><tbody><tr><td>70.0,0</td><td>30.0,0    10.0,0 </td></tr></tbody></table><p>Lembre-se
 de que a conta capital a realizar é retificadora de PL e possui  saldo 
devedor, representando a parcela do capital ainda não entregue pelos 
sócios à  empresa. Após o registro do fato, o patrimônio líquido ficará 
assim representado:  </p><div class="img"><img original="http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAfAYcAK-6.jpg" height="67" width="342"></div><p>w.pontodosconcursos.com.br  32 </p><p>O assunto apareceu ou pode aparecer em prova da seguinte forma:  </p><p>30. (ESAF/MPOG/2001) Caracteriza fato contábil misto diminutivo a operação  representada pelo lançamento:  </p><p>Fornecedores  Banco conta movimento  Abatimentos sobre compras;  b) D  C  C  </p><p>Caixa  Duplicatas a receber  Receitas financeiras;  c) D  C  C  C  </p><p>Veículos - novos  Caixa  Títulos a pagar  Veículos – antigos;   d) D C  </p><p>Empréstimos de sócios  Capital a integralizar;  e) D  D  C  </p><p>Empréstimos bancários  Encargos financeiros sobre dívidas repactuadas  Títulos a pagar.  </p><p>31. CAIXA   a JUROS  R$ 10,0  </p><p>O lançamento acima, apresentado de forma sintética, é exemplo de fato  contábil:  </p><p>a)
 modificativo aumentativo;  b) modificativo diminutivo;  c) permutativo 
ativo;  d) misto ou composto;  e) permutativo passivo.  </p><p>32. O lançamento contábil  </p><p>Contas
 a receber  a Receita de juros  serve para registrar corretamente uma 
operação que:  a) afeta a situação líquida da empresa, porque há 
apropriação de novas receitas;  </p><div class="img"><img original="http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAfAYcAK-7.jpg" height="93" width="270"></div><p>w.pontodosconcursos.com.br
  3  b) não afeta a situação líquida da empresa, porque não há o efetivo
 recebimento dos  juros;   c) não afeta a situação líquida da empresa, 
porque há o surgimento de novos  direitos;   d) não afeta o patrimônio 
da empresa, porque o fato é apenas permutativo;  e) afeta o patrimônio 
da empresa, porque há aumento do valor do ativo e do passivo.  </p><p>3. Assinale a alternativa que contém a assertiva correta.  </p><p>a) Salários a pagar é conta de despesa, pois representa a parte dos salários que  ainda não foi paga.  </p><p>b) Fornecedores tem saldo credor, porque representa um débito da empresa e um  crédito de terceiros.  </p><p>c) Clientes tem saldo devedor, porque representa um débito da empresa.  </p><p>d) Fornecedores representa uma dívida da empresa, por isso é uma conta de saldo  devedor.  </p><p>e) Clientes representa um direito da empresa, por isso é uma conta de saldo credor.  </p><p>34. Em relação às contas de resultado, pode-se afirmar que:  </p><p>a)
 uma despesa, paga à vista, provoca uma redução de ativo e um aumento de
  passivo;   b) uma despesa, paga à vista, provoca uma redução no ativo e
 na situação líquida;   c) uma receita, recebida à vista, provoca um 
aumento de ativo e uma redução de  passivo;   d) uma receita, recebida à
 vista, provoca um aumento no ativo e na situação líquida;  e) as 
alternativas b e d estão corretas.  </p><p>35. Os saldos das contas caixa e bancos, no dia 01/05/97, eram,  respectivamente, de R$ 70.0,0 e R$ 740.0,0.  </p><p>Sabendo-se que, no período:  </p><p>foram
 feitos saques em conta corrente bancária, no valor de R$ 580,0,0,  em 
dinheiro;   foram feitos depósitos bancários no montante de R$ 50.0,0;  
não foram feitos outros créditos na conta caixa;  no dia 31/05/97, o 
saldo da conta caixa era de R$ 150.0,0.  </p><p>Pode-se afirmar que os 
valores: total de débitos à conta caixa e saldo da  conta bancos eram, 
em 31/05/97, respectivamente, de:  </p><p>w.pontodosconcursos.com.br  34 </p><p>36.
 A emissão de um cheque, no valor de R$ 50,0, para pagamento de uma  
duplicata, com juros de 25%, deve receber o seguinte lançamento 
contábil:  </p><p>a) Diversos   a Bancos c/movimento  </p><p>Duplicatas a pagar 40,0  </p><p>
 Juros passivos 10,0 50,0;  b) Duplicatas a pagar   a Diversos   a 
Bancos c/movimento 50,0  a Despesas de juros 10,0 60,0;  c) Diversos   a
 Bancos c/movimento  </p><p>Duplicatas a pagar 50,0  </p><p> Despesas de
 juros 125,0 625,0;  d) Bancos c/movimento   a Diversos   a Duplicatas  
 a Pagar 40,0  a Juros passivos 10,0 50,0;  e) Diversos   a Duplicatas  a
 Pagar bancos c/movimento 50,0   Despesas de juros 10,0 60,0.  </p><p>37.
 Os livros contábeis não podem ser rasurados, riscados ou apagados. 
Neste  sentido, sempre que ocorrem erros nos lançamentos contábeis, é 
necessária  a aplicação de técnicas que permitam a correção dos mesmos. 
Correlacione  as assertivas abaixo, identificando a alternativa que 
contenha a seqüência  correta, em relação às formas de corrigir os erros
 na escrituração contábil.  </p><p>1 – Todos os elementos do lançamento estão corretos, exceto o valor que  está a maior.  </p><p>2 – Todos os elementos do lançamento estão corretos, exceto o valor que  está a menor.  </p><p>3 – Aconta correta a ser debitada foi trocada por outra conta de mesma  natureza.  </p><p>w.pontodosconcursos.com.br  35 </p><p>4 – Tanto as contas debitadas e quanto as creditadas estão incorretas.  </p><p>( ) Corrige-se por um lançamento de estorno parcial do valor lançado a  maior.  </p><p>( ) Corrige-se por um novo lançamento complementar de valor.  </p><p>(
 ) Corrige-se por um lançamento de estorno do valor total, procedendo-se
  a um novo lançamento com a utilização correta das contas.  </p><p>( ) Corrige-se por um lançamento de transferência de valor da conta  incorreta para conta correta.  </p><p>a) 1 – 2 – 3 – 4; d) 2 – 1 – 3 – 4;  b) 1 – 2 – 4 – 3; e) 3 – 4 – 2 – 1.  c) 2 – 1 – 4 – 3;  </p><p>38.
 Após o preenchimento correto da 2a coluna abaixo, assinale a 
alternativa  que corresponde aos respectivos números dos parênteses da 
1a coluna.  </p><p> 1a coluna:   1. Integralização em dinheiro do 
capital social subscrito.   2. Subscrição do capital social.   3. 
Realização do capital social em bens.  </p><p> 2a coluna:  </p><p>( ) Capital social a realizar   a Capital social  </p><p> ( ) Caixa  a Capital social a realizar  </p><p>( ) Capital a realizar  a Caixa  </p><p> ( ) Diversos  a Capital a realizar  Veículos  Imóveis  </p><p> ( ) Caixa   a Capital social   a) 2, 1, 3, –, –; d) 2, 3, –, 1, –;  b) 1, 2, –, 3, –; e) –, 3, 2, –, 1.  c) 2, 1, –, 3, –;  </p><p>39.
 Que lançamento representa um empréstimo concedido, em cheque, por nota 
 promissória?   a) Nota promissória a receber   a Bancos;  b) Duplicatas
 a pagar   a Bancos;  </p><div class="img"><img original="http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAfAYcAK-8.jpg" height="34" width="295"></div><div class="img"><img original="http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAfAYcAK-9.jpg" height="34" width="387"></div><div class="img"><img original="http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAfAYcAK-10.jpg" height="34" width="387"></div><div class="img"><img original="http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAfAYcAK-11.jpg" height="68" width="387"></div><p>w.pontodosconcursos.com.br  36  c) Bancos  a Nota promissória a pagar;  d) Caixa  a Nota promissória a receber.  </p><p>40.
 Determinado cliente pagou duplicata de seu aceite, no valor R$ 50.0,0, 
 adicionada de juros de mora de R$ 2.0,0. Assinale a opção que contém o 
 lançamento contábil, na empresa emitente da duplicata, considerando-se 
 que sua liquidação foi feita através de cobrança bancária.  </p><p>a) 
Diversos  a Duplicatas a receber  52.0,0   b) Bancos 52.0,0   a Diversos
  a Duplicatas a receber  50.0,0  a Receita de juros  2.0,0;   d) 
Diversos   a Bancos 52.0,0  </p><p>5.2. FÓRMULAS DE LANÇAMENTO  </p><p>Na contabilidade usamos quatro fórmulas para o registro dos fatos contábeis, a  saber:  </p><p>1ª
 FÓRMULA: Esta é a forma mais usual de se efetuar um lançamento 
contábil, em  razão do processo de escrituração eletrônico (com a 
utilização de computadores). Um  lançamento de primeira fórmula consiste
 em se efetuar um débito e um crédito.  </p><p>D C    1 1   = 1  </p><p>Veja
 que esta fórmula pode ser entendida como sendo a “fórmula 1”, isto  
considerando que em primeiro lugar vem a conta devedora e depois a conta
 credora.  </p><div class="img"><img original="http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAfAYcAK-12.jpg" height="71" width="335"></div><div class="img"><img original="http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAfAYcAK-13.jpg" height="53" width="416"></div><p>w.pontodosconcursos.com.br  37 </p><p>Exemplo:   Registro de receita de serviços a prazo, pelo valor de R$ 125.0,0.   </p><p>Vitória (ES), 18 de dezembro de 2004.  Clientes  a Receita de serviços  Pela prestação do serviço de consultoria R$ 125.0,0  </p><p>2ª FÓRMULA: Por esta modalidade de lançamento temos uma conta debitada e mais de  uma conta creditada.  </p><p>Exemplo:
 compra de um veículo, em 15 de dezembro de 2004, por R$  2.0,0, 
conforme nota fiscal nº 12020, de Comércio e Importação de Veículos 
Ltda.,  sendo R$ 8.0,0, através do cheque nº 345, e R$ 14.0,0 pelo 
aceite de uma  duplicata com 30 (trinta) dias de prazo, nº 0123.  </p><p>CONTAS GRUPO Efeito no  </p><p>Saldo  D/C  </p><p>Veículos Ativo Aumenta Débito  Bancos c/movimento Ativo Diminui Crédito  Duplicatas a pagar Passivo Aumenta Crédito  </p><p>Selbach
 (RS), 15 de dezembro de 2004.  Veículos  a Diversos  Nota fiscal nº 
12020, de Comércio e Import. de Veículos Ltda., como segue:  </p><table><tbody><tr><td>a Duplicatas a pagar duplicata no 0123</td><td>R$ 14.0,0  R$ 2.0,0 </td></tr></tbody></table><p>a Bancos c/ movimento  n/ cheque no 345  R$ 8.0,0  </p><p>Reparem
 que apareceu a palavra “Diversos” após a letra “a”, indicando que há  
mais de uma conta sendo creditada. Usualmente, esse lançamento aparecerá
 de forma  simplificada:  </p><p>Ou ainda:  </p><p>w.pontodosconcursos.com.br  38 </p><p>Trata-se de um fato permutativo, pois contempla apenas contas patrimoniais  de ativo e passivo, que não afetam o PL.  </p><p>D C    1 2 = 12  </p><p>É o lançamento de “fórmula 12”.  </p><p>3ª FÓRMULA: é o lançamento com mais de uma conta debitada e apenas uma conta  creditada.  </p><p>Exemplo:
 pagamento a fornecedores de mercadorias, em dinheiro, no valor  de R$ 
3.0,0, acrescido de juros de 10%, por atraso no pagamento.  </p><p>CONTAS GRUPO Efeito no  </p><p>Saldo  D/C  </p><p>Duplicatas a pagar Passivo Diminui Débito  Caixa Ativo Diminui Crédito  Juros passivos Despesa Aumenta Débito  </p><p>Dourados (MS), 12 de dezembro de 2004.  Diversos  a CAIXA  p/ nosso pagamento de  DUPLICATAS A PAGAR  </p><p>Duplicata no 002, de Atacadista de   Alimentos Ltda. R$ 3.0,0  JUROS PASSIVOS  Pelo atraso no pagamento R$ 30,0 R$ 3.30,0  </p><p>Agora,
 a palavra “Diversos” aparece em primeiro lugar, indicando que há mais  
de uma conta sendo debitada. Usualmente, esse lançamento aparecerá de 
forma  simplificada:  </p><p>Diversos  a Caixa   Duplicatas a pagar 3.0,0  Juros passivos 30,0   3.30,0  </p><p>Ou ainda:  </p><div class="img"><img original="http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAfAYcAK-14.jpg" height="34" width="437"></div><p>w.pontodosconcursos.com.br  39 </p><p>D – Duplicatas a pagar 3.0,0   D – Juros passivos 30,0   C – Caixa  3.30,0  </p><p>D C    2 1   = 21  </p><p>Temos aí o lançamento de “fórmula 21”.  </p><p>Este
 é um exemplo de fato misto diminutivo, pois houve permuta de  elementos
 patrimoniais (caixa e duplicatas a pagar) e uma despesa de juros, que  
reduz o PL. É como se houvesse 02 (dois) lançamentos de 1ª fórmula, 
sendo um  equivalente ao fato permutativo e outro equivalente ao fato 
modificativo diminutivo, a  saber:  </p><p>D – Duplicatas a pagar  3.0,0   C – Caixa  3.0,0  </p><p>4ª FÓRMULA: É o caso em que há mais de uma conta debitada e mais de uma conta  creditada.  </p><p>Exemplo:
 A empresa comprou, na Loja Vento Norte Ltda., através da nota  fiscal 
nº 502, uma geladeira para uso, no valor de R$ 1.50,0, e uma moto, no 
valor de  R$ 4.50,0, tendo sido pagos, como entrada, R$ 50,0 em 
dinheiro, e o restante  dividido em 10 (dez) duplicatas de R$ 550,0.  </p><p>CONTAS GRUPO Efeito no Saldo D/C  </p><p>Móveis
 e utensílios Ativo Aumenta Débito  Veículos Ativo Aumenta Débito  Caixa
 Ativo Diminui Crédito  Duplicatas a pagar Passivo Aumenta Crédito  </p><p>Fortaleza
 (CE), 16 de dezembro de 2004.  Diversos  a Diversos  Nossa compra 
conforme nota fiscal no 502, de Loja Vento Norte Ltda., a saber:  MÓVEIS
 E UTENSÍLIOS  Valor referente a uma geladeira  R$ 1.50,0  VEÍCULOS  </p><div class="img"><img original="http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAfAYcAK-15.jpg" height="34" width="482"></div><p>w.pontodosconcursos.com.br  40 </p><table><tbody><tr><td>pago em dinheiro  R$</td><td>50,0 </td></tr><tr><td>a DUPLICATAS A PAGAR</td><td>R$ 5.50,0 R$ 6.0,0 </td></tr></tbody></table><p>D C    2 2 = 2  </p><p>É o lançamento de “fórmula 2”.  Trata-se de um fato permutativo, pois não houve modificação do PL.  </p><p>Obs.: Para memorizar as fórmulas de lançamento, associe-os da seguinte forma:  </p><p>1ª fórmula 1   2ª fórmula 12  3ª fórmula 21  </p><p>4ª fórmula 2  </p><p>Perceba que as fórmulas são crescentes (1, 12, 21, 2).  </p><p>O assunto apareceu ou pode aparecer em prova da seguinte forma:  </p><p>41.
 Num livro DIÁRIO, foram feitos 02 (dois) lançamentos, sendo o 1o com   
várias contas debitadas e apenas uma creditada, e o 2o ,com uma conta  
debitada e várias creditadas.  Constata-se, do exposto, terem sido 
utilizados lançamentos,  respectivamente, de:  </p><p>a) 1a e 4a fórmulas; d) 1a e 2a fórmulas;  b) 3a e 2a fórmulas; e) 3a e 4a fórmulas.  c) 2a e 3a fórmulas;  </p><p>42.
 O lançamento de terceira fórmula, no Livro Diário, assume a seguinte 
forma:  a) Local e data d) Local e data   Conta devedora  Diversos  a 
Diversos  a Conta credora  Histórico e valor;   Histórico e valor;  b) 
Local e data e) Local e data   Diversos  Conta devedora  a Conta 
devedora  a Conta credora  Histórico e valor  Histórico e valor.  c) 
Local e data   Conta credora   a Diversos   Histórico e valor;  </p><div class="img"><img original="http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAfAYcAK-16.jpg" height="86" width="342"></div><p>w.pontodosconcursos.com.br  41 </p><p>43.
 O método das partidas dobradas utiliza, nos lançamentos:  a) uma 
fórmula;  b) duas fórmulas;  c) três fórmulas;  d) quatro fórmulas;   e)
 n.d.a.  </p><p>A inscrição acima representa, no Método das Partidas Dobradas, lançamento  de :  </p><p>a)
 segunda fórmula;  b) terceira fórmula;  c) quarta fórmula;  d) 
pagamento de financiamento bancário, com acréscimo de juros;  e) as 
alternativas b e d estão corretas.  </p><p>45. Para o registro contábil 
do pagamento de uma duplicata, com desconto,  feito num único lançamento
 (partida de Diário), usam-se:  </p><p>a) uma conta devedora e uma 
credora;  b) duas contas devedoras e duas credoras;  c) duas contas 
devedoras e uma credora;  d) uma conta devedora e duas credoras;  e) 
três contas devedoras e uma credora.  </p><p>46. A compra de equipamento
 para uso da própria empresa, pagando-se uma  entrada em dinheiro e 
aceitando-se duplicatas pelo valor restante, será  contabilizada através
 de um único lançamento de:  </p><p>a) segunda fórmula; d) terceira fórmula;  b) primeira fórmula; e) quarta fórmula.  c) fórmula simples;  </p><p>47.
 O lançamento de segunda fórmula é aquele composto de:  a) uma conta a 
débito e uma a crédito;  b) uma conta a débito e duas ou mais contas a 
crédito;  c) duas ou mais contas a débito e uma só conta a crédito;  d) 
duas ou mais contas a débito e duas ou mais contas a crédito;  e) 
histórico e valor da operação.  </p><p>w.pontodosconcursos.com.br  42 </p><p>48. Registra contabilmente o aumento das obrigações da empresa o  lançamento:  </p><p>a)
 Despesas de seguros  a Seguros a vencer;  b) Provisão para créditos de 
liquidação duvidosa   a Clientes;  c) Adiantamentos a fornecedores   a 
Caixa;  d) Impostos incidentes sobre vendas – ICMS  a ICMS a recolher;  
e) Duplicatas descontadas  a Duplicatas a receber.  </p><p>49. (ESAF/TTN–1994/vespertino)  </p><p>Recife, 13 de julho de 1994  D – Duplicatas a pagar  </p><p>Valor
 da duplicata no 73/94, da SETEX S.A., substituída por  Uma nota 
promissória vencível em 13/09/94.R$ 70,0  D – Juros passivos 4% sobre 
valor da duplicata 73/94 da SETES S.A.  substituída por nota promissória
 vencível em 13/09/94. R$ 28,0  C – Notas promissórias a pagar  Nosso 
aceite de nota promissória em favor da SETEX S.A.,  vencível em 
13/09/94, emitida em substituição à duplicata  </p><p> No 73, vencida hoje, mais juros de 2% ao mês.R$ 728,0 R$ 728,0  </p><p>Obs.:
 A situação líquida da empresa que efetuou o lançamento continuou,  após
 o mesmo, positiva.  O lançamento contábil transcrito (feito no livro 
Diário):  a) observou o método das partidas simples, a função histórica e
 a função monetária;  b) é de segunda fórmula e reduziu a situação 
líquida;  c) é de terceira fórmula e reduziu a situação líquida;  d) é 
de segunda fórmula e aumentou a situação líquida;  e) observou o Método 
das Partidas Dobradas e aumentou a situação líquida.  </p><p>50. 
(SEFA/PA – 2002/ESAF) Nos lançamentos contábeis, as partidas são  
denominadas de:  a) terceira fórmula, quando são debitadas duas contas e
 creditada uma conta;  b) segunda fórmula, quando são debitadas duas 
contas e creditada uma conta;  c) segunda fórmula, quando são debitadas 
duas contas e creditadas duas contas;  d) terceira fórmula, quando são 
creditadas duas contas e debitada uma conta;  e) terceira fórmula, 
quando são debitadas duas contas e creditadas duas contas.  </p><p>w.pontodosconcursos.com.br  43 </p><p>51. Na entrega de numerários pelos sócios à empresa, para a integralização do  capital social, teremos o seguinte lançamento:  </p><p>a)
 a débito em conta do ativo e a crédito em conta do passivo;  b) a 
débito em conta do passivo e a crédito em conta do patrimônio líquido;  
c) a débito em conta do passivo e a crédito em conta do ativo;  d) a 
débito em conta do ativo e a crédito em conta do patrimônio líquido;  e)
 a débito em conta do patrimônio líquido e a crédito em conta do ativo. 
 </p><p>52. (ESAF/TTN–97) Na conferência física do dinheiro depositado 
em cofre,  verificou-se que havia ali R$ 30,0, enquanto que o saldo 
contábil da conta  caixa era de R$ 40,0. Justificou-se a divergência, 
com a seguinte  constatação:  </p><p>a) houve omissão de escrituração de
 vendas, no valor de R$ 10,0;  b) uma nota de compra de R$ 50,0 foi 
escriturada como sendo de venda;  c) um adiantamento salarial de R$ 10,0
 foi escriturado duas vezes;   d) um cheque emitido para suprimento de 
caixa, do valor de R$ 10,0, não foi  escriturado;   e) houve omissão de 
escrituração de compras, no valor de R$ 50,0.  </p><p>6. ERROS DE ESCRITURAÇÃO  </p><p>O
 livro Diário não pode conter rasuradas, emendas ou borrões. A correção 
de  um registro realizado com erro na escrituração contábil das 
entidades deve ser feita por  meio de lançamento de retificação. 
Independentemente da modalidade de correção  adotada, o histórico do 
lançamento deverá precisar o motivo da retificação, a data e a  
localização do lançamento de origem, isto é, deve fazer menção ao 
lançamento original.  Os lançamentos realizados fora da época devida 
deverão consignar, nos seus históricos,  as datas efetivas das 
ocorrências e a razão do atraso. As formas de retificação  recomendadas 
para a correção dos erros de escrituração são o estorno, a  
transferência e a complementação.  </p><p>Estorno: consiste em efetuar lançamento inverso àquele feito de forma  errada, anulando-o, desta forma, totalmente.  </p><p>Transferência:
 é aquele que promove a regularização de conta indevidamente  debitada 
ou creditada, através da transposição do valor para a conta adequada.  </p><p>Complementação:
 é o lançamento efetuado com a utilização das mesmas  contas do 
lançamento original, porém com um valor extra a ser contabilizado.   </p><p>A
 crescente utilização do processo de escrituração eletrônico, ao 
permitir que  toda uma escrituração seja refeita em pouco tempo, 
alterando-se os lançamentos  equivocados antes da emissão do Diário 
definitivo, vem tornando desnecessários os  lançamentos de estorno ou 
complementares, muito utilizados nos outros processos de  escrituração. 
Isso é o que ocorre na prática contábil contemporânea. Porém, em provas 
  w.pontodosconcursos.com.br  4  de concursos, esse assunto costuma a 
ser cobrado, conforme antes exposto e a seguir  exemplificado.  </p><p>6.1. VALOR CONTABILIZADO A MENOR  </p><table><tbody><tr><td>Petrópolis, 13 de dezembro de 2004</td><td></td></tr><tr><td>CAIXA</td><td></td></tr><tr><td>a RECEITA DE VENDAS</td><td></td></tr></tbody></table><p>Pelo recebimento refer. à nota fiscal no 1.412   R$ 5.0,0  </p><table><tbody><tr><td>Petrópolis, 13 de dezembro de 2004</td><td></td></tr><tr><td>CAIXA</td><td></td></tr><tr><td>a RECEITA DE VENDAS</td><td></td></tr></tbody></table><p>Pelo recebimento refer. à nota fiscal no 1.412   R$ 50,0  </p><p>Reparem que foi lançado o valor de R$50,0, quando o correto seria  </p><p>R$5.0,0. Assim, como as contas foram registradas corretamente, basta efetuar um  lançamento complementar, como abaixo:  </p><table><tbody><tr><td>Petrópolis, 13 de dezembro de 2004</td><td></td></tr><tr><td>CAIXA</td><td></td></tr><tr><td>a RECEITA DE VENDAS</td><td></td></tr></tbody></table><p>Complemento de lançamento efetuado em  </p><p>30.06.20X1, por valor lançado a menor  R$ 4.50,0  </p><p>É
 interessante que o aluno registre os lançamentos no livro Razão e 
verifique  que, após o lançamento de correção, os saldos das contas 
seriam os mesmos, caso o  lançamento tivesse sido efetuado corretamente 
desde o início.  </p><p>6.2. VALOR CONTABILIZADO A MAIOR  </p><p>FATO: Compra de mercadorias pelo valor de R$10.0,0, em dinheiro.  LANÇAMENTO CORRETO:  </p><table><tbody><tr><td>Petrópolis, 13 de dezembro de 2004</td><td></td></tr><tr><td>COMPRAS</td><td></td></tr><tr><td>a CAIXA</td><td></td></tr></tbody></table><p>Pelo pagamento de compras referente à nota   fiscal no 202, da Cia. FMW   R$ 10.0,0   w.pontodosconcursos.com.br  45 </p><table><tbody><tr><td>Petrópolis, 13 de dezembro de 2004</td><td></td></tr><tr><td>COMPRAS</td><td></td></tr><tr><td>a CAIXA</td><td></td></tr></tbody></table><p>Pelo pagamento de compras referente à nota   fiscal no 202, da Cia. FMW   R$ 12.0,0  </p><p>Percebam
 que agora foi lançado o valor de R$12.0,0, quando o correto  seriam 
R$10.0,0. Assim, como as contas foram registradas corretamente, basta  
efetuar um lançamento de estorno parcial, como abaixo:  </p><table><tbody><tr><td>Petrópolis, 13 de dezembro de 2004</td><td></td></tr><tr><td>CAIXA</td><td></td></tr><tr><td>a COMPRAS</td><td></td></tr></tbody></table><p>Estorno
 parcial do lançamento efetuado em  30.06.20X1, da Cia. FMW, referente à
 nota   fiscal no 202, por valor lançado a maior   R$ 2.0,0  </p><p>Sugerimos, novamente, que o concursando faça os lançamentos de Razão  para verificar os saldos das contas.  </p><p>6.3. INVERSÃO DE CONTAS  </p><p>FATO: Compra de veículos à vista, pelo valor de R$25.0,0.  LANÇAMENTO CORRETO:  </p><table><tbody><tr><td>Anápolis, 13 de dezembro de 2004</td><td></td></tr><tr><td>VEÍCULOS</td><td></td></tr><tr><td>a CAIXA</td><td></td></tr></tbody></table><table><tbody><tr><td>Veículos Ltda</td><td></td></tr></tbody></table><p>Pela nossa aquisição do veículo X, Chassi Z,  conforme nota fiscal no 5.782, da Cia. de  R$ 25.0,0  </p><table><tbody><tr><td>Anápolis, 13 de dezembro de 2004</td><td></td></tr><tr><td>CAIXA</td><td></td></tr><tr><td>a VEÍCULOS</td><td></td></tr></tbody></table><table><tbody><tr><td>Veículos Ltda</td><td></td></tr></tbody></table><p>Pela
 nossa aquisição do veículo X, Chassi Z,  conforme nota fiscal no 5.782,
 da Cia. de  R$ 25.0,0   w.pontodosconcursos.com.br  46 </p><p>Neste caso, houve inversão das contas no concernente ao débito e crédito.  </p><p>Assim, há que se estornar o lançamento feito de forma incorreta, para depois registrar o  lançamento correto.  </p><table><tbody><tr><td>Anápolis, 13 de dezembro de 2004</td><td></td></tr><tr><td>VEÍCULOS</td><td></td></tr><tr><td>a CAIXA</td><td></td></tr></tbody></table><p>Estorno do lançamento efetuado em  </p><p>30.06.20X1, referente à aquisição de veículo   R$ 25.0,0  </p><table><tbody><tr><td>VEÍCULOS</td><td></td></tr><tr><td>a CAIXA</td><td></td></tr></tbody></table><p>Pela nossa aquisição do veículo X, Chassi Z,  conforme nota fiscal  no 5.782, da Cia. De  </p><p>Veículos Ltda.   R$ 25.0,0  </p><p>6.4. TROCA DE CONTAS  </p><table><tbody><tr><td>Brasília, 13 de dezembro de 2004</td><td></td></tr><tr><td>COMPRAS</td><td></td></tr><tr><td>a CAIXA</td><td></td></tr></tbody></table><p>Referente às nossas compras, à vista    R$ 2.50,0  </p><table><tbody><tr><td>Brasília, 13 de dezembro de 2004</td><td></td></tr><tr><td>COMPRAS</td><td></td></tr><tr><td>a FORNECEDORES</td><td></td></tr></tbody></table><p>Referente às nossas compras, à vista    R$ 2.50,0  </p><p>Foi
 lançada a crédito a conta fornecedores, quando o correto seria creditar
 a  conta caixa. Assim, devemos efetuar um lançamento de transferência 
do valor para a  conta correta (caixa).  </p><table><tbody><tr><td>Brasília, 13 de dezembro de 2004</td><td></td></tr><tr><td>FORNECEDORES</td><td></td></tr><tr><td>a CAIXA</td><td></td></tr></tbody></table><p>Valor indevidamente creditado à primeira   conta, que ora regularizamos   R$ 2.50,0   w.pontodosconcursos.com.br  47 </p><p>Além dos erros apresentados, podem ocorrer outros, cuja correção será  efetuada da seguinte forma:  </p><p>• erro no histórico, descoberto a tempo, com o uso de ressalvas como a  palavra DIGO;  </p><p>• omissão de lançamento, fazendo o lançamento o mais rápido possível,  mencionando no histórico a data em que o fato ocorreu;  </p><p>• duplicidade de lançamento, pelo estorno do último lançamento.  </p><p>Sempre
 é bom frisar que qualquer lançamento errado pode ser estornado  
totalmente e efetuado um novo lançamento em seguida. Porém, para efeito 
de  concursos, devemos estar atentos aos lançamentos de estorno parcial,
 transferência e  complementação.  </p><p>Assim, percebemos que, embora 
os lançamentos devam ser feitos em rigorosa  ordem cronológica, há de se
 observarem os princípios de Contabilidade e, sobremodo, o  objetivo da 
evidenciação (priorizar a essência ao invés da forma). Dessa forma, 
quando  se constata que determinado fato foi omitido, ele deve ser 
registrado, mesmo fora dessa  ordem cronológica, pois mais vale um 
registro que não esteja estritamente em ordem  cronológica, do que a 
omissão pura e simples de determinado fato.  </p><p>O assunto apareceu ou pode aparecer em prova da seguinte forma:  </p><p>53. (ESAF/AFTN–1994/março) Lançamentos (só contas e valores):  </p><p> 1) Comissões sobre vendas  a Bancos conta movimento $ 50,0  </p><p> 2) Bancos conta movimento  a Duplicatas a receber $ 80,0  </p><p> 3) Bancos conta movimento  a Receita de aluguéis de equipamentos$ 60,0  </p><p> 4) Obrigações fiscais  a Bancos conta movimento $ 20,0  </p><p> 5) Bancos conta movimento  a Fundo de comércios adquirido $ 5.0,0  </p><p>Os
 lançamentos acima, apresentados de forma simplificada, não se referem  a
 estornos, retificações, transferências, complementações ou venda de  
direitos.  </p><p>Assim sendo, está errado, em função da natureza e finalidade das contas  envolvidas, o registro contábil de número:  </p><p>a) 1; d) 4;  b) 2; e) 5.  c) 3;    w.pontodosconcursos.com.br  48 </p><p>7. DA ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL DAS FILIAIS  </p><p>A
 empresa que tiver filial, agência, sucursal ou assemelhada, e que optar
 por  sistema de escrituração descentralizado, deverá possuir registros 
contábeis na  escrituração-matriz que permitam a identificação das 
transações de cada uma dessas  unidades. A escrituração de todas as 
unidades deverá integrar um único sistema  contábil, com a observância 
dos Princípios Fundamentais de Contabilidade, aprovados  pelo Conselho 
Federal de Contabilidade, em especial o da entidade.  </p><p>O grau de detalhamento dos registros contábeis ficará a critério da entidade.  </p><p>Entretanto,
 deve haver um detalhamento suficiente para evidenciar todos os fatos  
relevantes ocorridos. As contas recíprocas, relativas às transações 
entre matriz e  unidades, bem como as contas recíprocas das unidades ou 
filiais, devem ser eliminadas  quando da elaboração das demonstrações 
contábeis, pois, do contrário, teríamos, por  ocasião da consolidação 
das demonstrações, a duplicidade de valores.  </p><p>Em respeito ao 
princípio da entidade, as despesas e receitas que não possam  ser 
atribuídas às unidades serão registradas na matriz. O rateio de despesas
 e receitas,  da matriz para as unidades, ficará a critério da 
administração da entidade. Ressalte-se  que, em assim procedendo, não se
 estará violando o princípio da entidade, pois os  valores deste modo 
rateados constarão do demonstrativo consolidado da matriz.  </p><p>8. BALANCETE DE VERIFICAÇÃO  </p><p>À
 relação ordenada do saldo das contas do Razão chamamos de balancete de 
 verificação. O balancete deve apresentar uma coluna para os saldos 
devedores e outra,  para os saldos credores.  </p><p>Chamamos atenção ao
 fato de que no balancete as contas são ordenadas  segundo a natureza de
 seus saldos. Assim, as contas retificadoras do ativo apresentam  seus 
saldos na coluna dos créditos e as contas retificadoras do passivo terão
 seus saldos  apresentados na coluna dos débitos.  </p><p>Como 
conseqüência da correta aplicação do método das partidas dobradas, a  
soma dos saldos devedores e a soma do saldos credores, no balancete, 
devem  apresentar valores iguais.  </p><p>SALDO INICIAL MOVIMENTO SALDO FINAL No CONTA  DEVEDOR CREDOR DÉBITOS CRÉDITOS DEVEDOR CREDOR  </p><table><tbody><tr><td>TOTAIS</td><td></td></tr></tbody></table><p>Para exemplificar, vamos supor uma série de eventos ocorridos em uma  entidade:  </p><p>1. investimento inicial em dinheiro: R$ 20.0,0;   2. compra de um veículo a prazo: R$ 12.0,0;  </p><div class="img"><img original="http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAfAYcAK-17.jpg" height="76" width="421"></div><div class="img"><img original="http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAfAYcAK-18.jpg" height="34" width="426"></div><p>w.pontodosconcursos.com.br  49 </p><p>3.
 compra de mercadorias à vista: R$ 3.0,0;   4. depósito no Banco do 
Brasil: R$ 15.0,0;  5. venda de mercadorias à vista: R$ 2.50,0;   6. 
depósito no Banco do Brasil: R$ 2.0,0;  7. compra de mercadorias com 
pagamento em cheque: R$ 4.0,0;   8. pagamento de despesa com aluguel em 
cheque: R$ 50,0.  </p><table><tbody><tr><td>1</td><td>CAIXA </td></tr><tr><td></td><td>a CAPITAL SOCIAL </td></tr><tr><td> p/ capital integralizar em dinheiro</td><td></td></tr></tbody></table><table><tbody><tr><td>2</td><td>VEÍCULOS </td></tr></tbody></table><table><tbody><tr><td></td><td>p/ compra de um veículo a prazo                    </td></tr></tbody></table><p>a DUPLICATAS A PAGAR  R$ 12.0,0  </p><table><tbody><tr><td>3</td><td>COMPRAS </td></tr><tr><td></td><td>a CAIXA </td></tr><tr><td>N/ pagamento</td><td></td></tr></tbody></table><p>R$  3.0,0  </p><table><tbody><tr><td>4</td><td>BANCOS C/ MOVIMENTO </td></tr><tr><td></td><td>a CAIXA </td></tr><tr><td>N/ depósito no Banco  do Brasil</td><td></td></tr></tbody></table><table><tbody><tr><td>5</td><td>CAIXA </td></tr></tbody></table><table><tbody><tr><td>   N/ recebimento</td><td></td></tr></tbody></table><p>   a VENDAS  R$   2.50,0  </p><table><tbody><tr><td>6</td><td>BANCOS C/ MOVIMENTO </td></tr></tbody></table><p> N/ depósito no Banco  do Brasil    R$  2.0,0  </p><table><tbody><tr><td>7</td><td>COMPRAS </td></tr></tbody></table><table><tbody><tr><td>8</td><td>ALUGUÉIS </td></tr></tbody></table><table><tbody><tr><td> pagamento em cheque</td><td></td></tr></tbody></table>
            
          </div>
          <!-- answers block -->
          <div class="answers">
            <a name="comments"></a>
            <h2><fb:comments-count class="" fb-xfbml-state="rendered" href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAfAYcAK/contabilidade-publica"><span class="fb_comments_count">3</span></fb:comments-count> Comentários</h2>
            <div fb-xfbml-state="rendered" class="fb-comments fb_iframe_widget" data-href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAfAYcAK/contabilidade-publica" data-num-posts="5" data-width="728"><span style="height: 324px; width: 728px;"><iframe src="contabilidade-publicavbb_arquivos/comments.htm" class="fb_ltr" style="border: medium none; overflow: hidden; height: 324px; width: 728px;" name="f21e9242940af72" id="f17d3837e4cb54c" scrolling="no"></iframe></span></div>
            
          </div>
        </div>
        <!-- sidebar -->
        <div id="sidebar">
          <div class="banner">
            <!-- File_Arroba_Top -->
            <div id="div-gpt-ad-1332510736920-0" style="width: 300px; height: 250px;">
              <script type="text/javascript">
                googletag.cmd.push(function() { googletag.display('div-gpt-ad-1332510736920-0'); });
              </script><iframe style="border: 0px none;" marginheight="0" marginwidth="0" name="google_ads_iframe_/1050049/File_Arroba_Top_0" id="google_ads_iframe_/1050049/File_Arroba_Top_0" frameborder="0" height="250" scrolling="no" width="300"></iframe>
            </div>
          </div>
          <div class="box">
<script type="text/javascript">
<!--//<![CDATA[
   document.MAX_ct0 ='';
   var m3_u = (location.protocol=='https:'?'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?':'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
   var m3_r = Math.floor(Math.random()*99999999999);
   document.write ("<scr"+"ipt type='text/javascript' src='"+m3_u);
   document.write ("zoneid=55296");document.write("&nodis=1");
   document.write ('&cb=' + m3_r);
   if (document.MAX_used != ',') document.write ("&exclude=" + document.MAX_used);
   document.write (document.charset ? '&charset='+document.charset : (document.characterSet ? '&charset='+document.characterSet : ''));
   document.write ("&loc=" + escape(window.location));
   if (document.referrer) document.write ("&referer=" + escape(document.referrer));
   if (document.context) document.write ("&context=" + escape(document.context));
   if ((typeof(document.MAX_ct0) != 'undefined') && (document.MAX_ct0.substring(0,4) == 'http')) {
       document.write ("&ct0=" + escape(document.MAX_ct0));
   }
   if (document.mmm_fo) document.write ("&mmm_fo=1");
   document.write ("'></scr"+"ipt>");
//]]>--></script><script type="text/javascript" src="contabilidade-publicavbb_arquivos/ajs.php"></script><div id="cto_bnr_bb91095a"><iframe vspace="0" marginheight="0" marginwidth="0" hspace="0" allowtransparency="true" frameborder="0" height="250" scrolling="no" width="300"></iframe></div><img src="contabilidade-publicavbb_arquivos/lg.gif" alt="" style="width: 0px; height: 0px;" height="0" width="0">
</div>
          <div class="box">
            <h3>Estatísticas</h3>
            <ul>
              <li><strong>1665</strong> visitas</li>
              <li><strong>167</strong> downloads</li>
              <li><strong><fb:comments-count class="" fb-xfbml-state="rendered" href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAfAYcAK/contabilidade-publica"><span class="fb_comments_count">3</span></fb:comments-count></strong> comentários</li>
              <!--                            <li><strong>xxxxx</strong> gostaram do arquivo</li>-->
            </ul>
          </div>
          <div class="box">
            <h3>Tags</h3>
            <ul class="tags">
              
                <li><a href="http://www.ebah.com.br/search?q=contabilidade" title="contabilidade"><span>contabilidade</span></a></li>
              
            </ul>
          </div>
          <div class="box">
            <h3>Descrição</h3>
            <div class="content">
              <p itemprop="description">Assesoria contabil</p>
            </div>
          </div>
          
            <div class="box">
              <h3>Arquivos Semelhantes</h3>
              <ul class="files" id="relatedUl">
                
                  <li>
                    <a href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAe-18AH/portugues-concursos-aula-3-classes-gramaticais-renato-aquino" class="border3 photoleft"><img src="contabilidade-publicavbb_arquivos/ABAAAe-18AH.jpg" alt="" height="67" width="67"></a>
                    <div class="entry-content">
                      <strong><a class="relatedLink" href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAe-18AH/portugues-concursos-aula-3-classes-gramaticais-renato-aquino">Português Para Concursos - Aula 3 - Classes Gramaticais -...</a></strong>
                      <p>material do professor Renato Aquino</p>
                    </div>
                  </li>
                
                  <li>
                    <a href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAABe5oAJ/09-operacoes-bancarias" class="border3 photoleft"><img src="contabilidade-publicavbb_arquivos/ABAAABe5oAJ.jpg" alt="" height="67" width="67"></a>
                    <div class="entry-content">
                      <strong><a class="relatedLink" href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAABe5oAJ/09-operacoes-bancarias">09-operações bancárias</a></strong>
                      <p>OPERAÇÕES   BANCÁRIAS</p>
                    </div>
                  </li>
                
                  <li>
                    <a href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAe0hoAA/espanhol-regular-04" class="border3 photoleft"><img src="contabilidade-publicavbb_arquivos/ABAAAe0hoAA.jpg" alt="" height="67" width="67"></a>
                    <div class="entry-content">
                      <strong><a class="relatedLink" href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAe0hoAA/espanhol-regular-04">Espanhol regular 04</a></strong>
                      <p>Espanhol regular 04</p>
                    </div>
                  </li>
                
                  <li>
                    <a href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAe0hYAK/espanhol-regular-00" class="border3 photoleft"><img src="contabilidade-publicavbb_arquivos/ABAAAe0hYAK.jpg" alt="" height="67" width="67"></a>
                    <div class="entry-content">
                      <strong><a class="relatedLink" href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAe0hYAK/espanhol-regular-00">Espanhol regular 00</a></strong>
                      <p>Espanhol regular 00</p>
                    </div>
                  </li>
                
                  <li>
                    <a href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAe0hcAK/espanhol-regular-02" class="border3 photoleft"><img src="contabilidade-publicavbb_arquivos/ABAAAe0hcAK.jpg" alt="" height="67" width="67"></a>
                    <div class="entry-content">
                      <strong><a class="relatedLink" href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAe0hcAK/espanhol-regular-02">Espanhol regular 02</a></strong>
                      <p>Espanhol regular 02</p>
                    </div>
                  </li>
                
                  <li>
                    <a href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAesiAAF/aula-demo-dir-proc-penal-trt1-15459" class="border3 photoleft"><img src="contabilidade-publicavbb_arquivos/ABAAAesiAAF.jpg" alt="" height="67" width="67"></a>
                    <div class="entry-content">
                      <strong><a class="relatedLink" href="http://www.ebah.com.br/content/ABAAAesiAAF/aula-demo-dir-proc-penal-trt1-15459">aula demo dir proc penal TRT1 15459</a></strong>
                      <p>processo penal</p>
                    </div>
                  </li>
                
              </ul>
            </div>
          
          <div id="bannerReference"></div>
          <div style="width:300px; height:520px">
	          <div class="banner" id="bannerFixed">
	            <!-- File_Arroba_Bottom -->
	            <div id="div-gpt-ad-1332510783076-0" style="width: 300px; height: 250px;">
	              <script type="text/javascript">
	                googletag.cmd.push(function() { googletag.display('div-gpt-ad-1332510783076-0'); });
	              </script><iframe style="border: 0px none;" marginheight="0" marginwidth="0" name="google_ads_iframe_/1050049/File_Arroba_Bottom_0" id="google_ads_iframe_/1050049/File_Arroba_Bottom_0" frameborder="0" height="250" scrolling="no" width="300"></iframe>
	            </div>
	            <br><br>
	            <!-- File_Arroba_Bottom_2 -->
	            <div id="div-gpt-ad-1332795983910-0" style="width: 300px; height: 250px;">
	            <script type="text/javascript">
	            googletag.cmd.push(function() { googletag.display('div-gpt-ad-1332795983910-0'); });
	            </script><iframe style="border: 0px none;" marginheight="0" marginwidth="0" name="google_ads_iframe_/1050049/File_Arroba_Bottom_2_0" id="google_ads_iframe_/1050049/File_Arroba_Bottom_2_0" frameborder="0" height="250" scrolling="no" width="300"></iframe>
	            </div>
	          </div>
          </div>
        </div>
      </div>
      <!-- footer -->
      
<div id="footer"><div class="section"><div class="aside"><div class="search-form">
        <form action="/search">
          <fieldset>
            <div class="row">
              <input class="text" name="q" autocomplete="off" value="Pesquisar…" onblur="if(this.value.length == 0) this.value='Pesquisar…';" onclick="if(this.value == 'Pesquisar…') this.value='';" type="text">
              <input class="btn-search" value="Buscar" type="submit">
            </div>
          </fieldset>
        </form>
      </div>
      <p>O <strong>Ebah</strong> é uma rede social dedicada 
exclusivamente ao campo acadêmico e tem como principal objetivo o 
compartilhamento de informação e materiais entre alunos e professores.</p>
      <a href="http://pt.wikipedia.org/wiki/EbaH">Saiba mais »</a></div>
    <div class="column">
      <h3>Sobre o Ebah:</h3>
      <ul>
        <li><a href="http://pt.wikipedia.org/wiki/EbaH">O que é o Ebah?</a></li>
        <li><a href="http://www.ebah.com.br/blog/faq">Perguntas frequentes</a></li>
        <li><a href="http://ebah.uservoice.com/forums/141119-sugest%C3%B5es">Ajude-nos a melhorar</a></li>
        <li><a href="http://www.ebah.com.br/press">Imprensa</a></li>
        <li><a href="http://www.ebah.com.br/terms">Termos e Privacidade</a></li>
        <li><a href="http://www.ebah.com.br/jobs">Trabalhe no Ebah</a></li>
      </ul>
    </div>
    <div class="column">
      <h3>Cursos:</h3>
      <ul>
        <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/agronomia">Agrárias</a></li>
        <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/arquitetura">Artes</a></li>
        <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/biologia">Biológicas</a></li>
        <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/engenharia-ciclo-basico">Engenharias</a></li>
        <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/ciencia-computacao">Exatas</a></li>                
        <li><a href="http://www.ebah.com.br/content/administracao">Humanas e Sociais</a></li>
      </ul>
    </div>
    <div class="column">
      <h3>Fique ligado:</h3>
      <ul class="socials">
        <li><a href="http://www.facebook.com/ebah.com.br" class="link-facebook">Facebook</a></li>
        <li><a href="http://orkut.com/Main#Community.aspx?cmm=34176101" class="link-orkut">Orkut</a></li>
        <li><a href="http://twitter.com/ebah_" class="link-twitter">Twitter</a></li>
        <li><a href="https://plus.google.com/117522621988488476950" class="link-googleplus">Google+</a></li>
      </ul>
    </div>
    <div class="column">
      <strong class="logo">ebah</strong>
      <span class="info">Alguns direitos reservados.<br>© 2006-2012</span>
        
    </div>
  </div>
</div>
<!-- Scripts -->
<script type="text/javascript" src="contabilidade-publicavbb_arquivos/jquery.js"></script>
<script type="text/javascript">
  if (typeof jQuery == 'undefined') {
    document.write(unescape("%3Cscript src='/js/jquery.1.6.4.min.js' type='text/javascript'%3E%3C/script%3E"));
  }
</script>
<script type="text/javascript" src="contabilidade-publicavbb_arquivos/ebah.js"></script>
<script>var loggedUserId = '47185461249';
  function isLogged() {
    return loggedUserId.length > 0;
  }
  function executeLogged(myFunction) {
    if (isLogged()) {
      return myFunction;
    } else {
      return function() { login(true); };
    }
  }
</script>
<script>
  var _gaq = [['_setAccount', 'UA-21264459-1'], ['_setCustomVar', 1, 'Tipo de usuario', 'STUDENT', 1],
    ['_setCustomVar', 2, 'Curso do usuario', 'Contabilidade', 1],
    ['_setCustomVar', 3, 'Faculdade do usuario', 'CESUPA', 1],
    ['_setCustomVar', 4, 'Pageview logado?', 'true', 3],
    ['_setCustomVar', 5, 'Gender', 'FEMALE', 1],
    ['_trackPageview'],['_trackPageLoadTime']];
  (function(d, t) {
    var g = d.createElement(t),
    s = d.getElementsByTagName(t)[0];
    g.src = '//www.google-analytics.com/ga.js';
    s.parentNode.insertBefore(g, s);
  }(document, 'script'));
</script>
  <!--[if !IE 6]> -->
  <div class=" fb_reset" id="fb-root"><div style="position: absolute; top: -10000px; height: 0px; width: 0px;"><div></div><div><iframe src="contabilidade-publicavbb_arquivos/xd_arbiter.htm" name="fb_xdm_frame_http" id="fb_xdm_frame_http"></iframe><iframe src="contabilidade-publicavbb_arquivos/xd_arbiter_002.htm" name="fb_xdm_frame_https" id="fb_xdm_frame_https"></iframe></div></div></div>
  <script>
    $(window).load(function() {
      $.getScript("/js/lazy-v1.js");
    });
  </script>
  <!-- <![endif]-->
      <script type="text/javascript">
        var bannerFixed = false;
        var banner = $("#bannerFixed");
        var bannerReference = $("#bannerReference");
        $(function() {
          if (!isLogged()) {
            $("#commentTextArea").click(function() {
              login(true);
            });
          }
          var query = "Contabilidade publica";
          var relatedLi = $("<li/>");
//          relatedLi.load("/books/Search?file=true&q=" + encodeURI(query), function() {
//            $("#relatedUl").prepend(relatedLi);
//          });
          $(window).scroll(function() {
            var scrollTop = $(window).scrollTop();
            var bannerReferenceTop = bannerReference.position().top;
            var diff = scrollTop - bannerReferenceTop;
            if (!bannerFixed && diff > -10) {
              holdBanner(banner);
            } else if (bannerFixed && diff <= -10) {
              releaseBanner(banner);
            }
          });
        });
        holdBanner = function(banner) {
          banner.css("position", "fixed");
          banner.css("top", "10px");
          bannerFixed = true;
        }
        releaseBanner = function(banner) {
          banner.css("position", "");
          banner.css("top", "");
          bannerFixed = false;
        }
        editFile = function() {
          $("#editFileButton").hide();
          $("#fileProfile").fadeTo("fast", 0.33);
          $("#fileProfile").load("/editFile?fileId=18014431801884682", function() {
            $("#fileProfile").fadeTo("fast", 1);
          });
          return false;
        }
        removeComment = function(id) {
          $.ajax({
            url:"/removeComment?commentId=" + id, 
            success: function(data) {
              if (data == 'OK') {
                $("#comment" + id).fadeOut();
              }
            }
          });
        }
        beginDownload = executeLogged(function() {
          $('#formDownload').submit();
        });
        $(function() {$("#file-preview img").lazyload();});
      </script>
    </div>
  
<script src="contabilidade-publicavbb_arquivos/si.htm" type="text/javascript"></script></body></html>

Comentários