(Parte 1 de 5)

Segredos dos

Psicotécnicos Para quem não quer ser surprendido w.psicotecnicos.navig8.to w.psicotecnicosweb.co.c w.psicotecnicos.cheat.to w.psicotecnicos.stuff.by w.psicotecnicos.8rf.com w.psicotecnicos.net.ms w.psicotecnicos.zor.org w.psicotecnicos.sx.am w.psicotecnicos.try.hu w.psicotecnicos.6x.to

psicohood@mail.bgpsicohood@email.cz

por Psico Hod neste volume::

Teste de PPeerrssoonnaalliiddaade Testes de Desenhos livre reprodução e distribuição

Antes de continuar a leitura deste documento, por favor, leia, entenda e aceite os itens abaixo:

● Este trabalho é o resultado do esforço em grupo de pessoas que não tem nenhuma formação acadêmica ou experiência profissional em psicologia. Portanto, apesar de nosso esforço, há grande possibilidade de haver erros. A única garantia (que não garante nada) é a promessa de que nos dedicamos ao máximo para fazer este documento o mais perfeito possível.

● Os testes psicotécnicos geralmente são compostos de testes de personalidade, testes de raciocínio e testes de habilidades específicas. Estude todos, pois é necessário um número mínimo de adequação em cada tipo deles e há uma pontuação mínima geral a ser atingida. Os índices de eliminações nas avaliações psicológicas em geral são de 20% a 40%, dependendo do concurso.

● Não acredite em lendas do tipo “os psicólogos têm como saber se você está mentido”, “os psicólogos ficarão desconfiados com respostas muito perfeitas”, “os psicólogos irão confirmar ou desmentir o resultado do teste com entrevistas ou outros testes”, etc. Se isso fosse verdade, os psicólogos não fariam esse alerta, eles ficariam quietos para identificar facilmente os candidatos mal intencionados. Realmente existem alguns poucos testes, do tipo questionário, que podem identificar algumas mentiras, mas a armadilha é facilmente contornável. Ela se baseia em perguntas sobre erros que todos os seres humanos cometem e cuja resposta não é agradável de dar. Exemplos: “Você já mentiu?”, “Você já pegou algo que não lhe pertencia?”, etc. Fora isso, não existe mais nenhum tipo de pega-mentiroso. Não fique imaginando que haja cruzamento de dados, levantamentos estatísticos, investigação pessoal, etc. A psicologia é uma variante da astrologia, e não da estatística.

● Também não acredite na lenda que: “não existe respostas certas ou erradas; seja autêntico; apenas queremos saber como você é.” Essa historinha serve para você não ficar com medo do bicho papão, relaxar, abrir seu coração e confessar todos os teus problemas (o único que irá valorizar essa tua sinceridade estúpida será Jesus Cristo). Tenha em mente que boas características servem para qualquer emprego; características ruins não servem para emprego algum. O perfil profissional apenas define qual é o mínimo aceitável de cada característica, sem jamais recusar uma característica boa e sem jamais aceitar uma característica ruim. Pessoas inteligentes, persistentes, altruístas, autoconfiantes, flexíveis e objetivas servem para qualquer vaga. Pessoas burras, sem persistência, egoístas, sem autoconfiança, inflexíveis e mentalmente complicadas não servem para vaga alguma.

● Por fim, faça-me o maior de todos os favores: não altere este material e distribua-o sem exigir qualquer coisa em troca.

1 CARACTERÍSTICAS COMUNS A TODOS OS TESTES

Descrição Significado

Fazer o desenho na orientação do papel oposta à recebida (recebeu a folha na vertical mas fez o desenho na horizontal, ou vice-versa).

indício de espírito curioso e cheio de iniciativa e possível oposição e negativismo. Não se acha bem ajustado ao meio, e o número de vezes que virar o papel indicará o grau de oposição.

Dissimulação poderá ser uma reação para se refazer o choque sentido, quando descobriu que iria ser testado.

Verbalização quando acompanha o virar do papel, pode indicar uma fuga ao meio ambiente, centro segurança, autovalorização, equilíbrio, autodirigida, emotividade.

fora do centro da página pessoas mais descontroladas e dependentes. desenho não levado a grandes extremos da página indica grande segurança.

em um dos cantos pessoas fugindo ao meio. pode indicar fuga ou desajuste do indivíduo ao ambiente.

quadrante superior esquerdo passividade, inibição, nostalgia, reserva. quadrante superior direito rebelião, projetos para o futuro. quadrante inferior esquerdo conflitos, egoísmo, regressão. quadrante inferior direito força dos desejos e dos instintos, obstinação, teimosia. centro e acima espiritualidade, misticismo, fantasia, objetivos inatingíveis. centro e abaixo materialismo, fixação à terra, ao inconsciente, ao concreto.

esquerda e meia altura introversão, egoísmo, compulsão, predomínio da afetividade e do passado.

Posição do desenho em relação à folha direita e meia altura altruísmo, atividade, socialização, progresso, relação com o futuro. muito grande (>2/3) agressividade, descarga motora, paranóide. grande (1/2 a 2/3) expansão, agressão, desinibição, descontrole, narcisismo. médio (1/8 a 1/3) nada a interpretar.

Tamanho em relação à folha (em área, não no comprimento) pequeno (<1/16) inferioridade, inibição, depressão, dependência, ansiedade, isolamento. forte medo, insegurança, agressividade sádica, dissimulação. leve normal bom tônus, equilíbrio emocional e mental.

apagado dissimulação da agressividade, medo de revelar seus problemas, debilidade física, inibição, timidez discreta.

contínuo decisão, rapidez, energia, falta de sensibilidade, medo de iniciativas. avanços e recuos emotividade, ansiedade, timidez, hesitação, falta de autoconfiança. interrompido incerteza, temor, angústia. trêmulo medo, insegurança ou fadiga extrema.

reto com interrupções pessoa que contorna a situação. dissimulação do problema. pessoa agressiva que se controla.

ondulado disritmia. doença cerebral. em negrito entrando em conflito. pontilhado dissimulação bem grande, quase em neurose apagado e retocado zona de conflito. quanto maior o retoque, maior o conflito.

sombreado pessoa sonhadora. pode ser ainda descuidada, sádica, mascara seus conflitos, medo e insegurança. pouco cuidadosa com a roupa.

passado e repassado conflito na zona em que aparecer: boca, braço, etc.

apagado, emendado e retocado zona de conflito e dissimulação.

repetido uso de muitos traços para o desenho. insegurança, sentimento de perda afetiva, imaturidade sexual, homossexualidade (principalmente no desenho da árvore). agressividade ao problema encontrado.

reta quebrada traço dentilhado. pode aparecer nos acessórios e não na própria figura. repressão à agressividade, com tendências à introspecção

Traço anguloso tendência à introversão, ao isolamento. aparecendo em figura com reforço no contorno e negrito juntos, indica rejeição à figura humana. trata-se de conflito grave, encontrado em casos de crianças violentas, quando menores, etc. são problemas gravíssimos.

Idade do objeto desenhado (se isso for perguntado)

A idade mental do desenhista e a fase da vida que o desenhista mais gosta.

2 DESENHO DA FIGURA HUMANA

2.1 Apresentação ● Condições gerais do teste: individual (preferência) ou em grupo, de 15 a 20 minutos.

● Materiais: Folha em branco, lápis e borracha. A folha é entregue na posição vertical. Às vezes, não é permitido o uso da borracha.

● Metodologia: Pede-se que desenhe uma pessoa. Depois, pede-se que desenhe uma pessoa do sexo oposto ao do 1º desenho (em uma nova folha).

2.2 Significado das características do desenho

Grupo Característica Significado estereótipos: idade em nível de fantasia (para escapar da insegurança) palhaço ou caricatura desprezo e hostilidade com as pessoas feiticeira hostilidade com as mulheres estátua, múmia fuga das situações emocionais e vivas figura em palitos desagrado nas relações pessoais, psicótico pessoa mais jovem indivíduo pensa em situações mais felizes em fase da vida anterior tipo de pessoa pessoa mais velha pai o mãe dominantes ereta nada a interpretar deitada, sentada depressão inclinada instabilidade postura da pessoa parece estar caindo colapso de personalidade, epilepsia parada nada a interpretar movimento (fazendo) fantasia, capacidade mental, contato social, adaptação movimento (involuntário) comum em esquizofrênicos ação da pessoa movimento (com muita intensidade) superatividade, impaciência, desejo de dominar de perfil evasão e defesa (e recusa a aprender a realidade, quando para a esquerda) de frente exibicionismo, ingenuidade, comunicabilidade de costas sério problema de ajustamento, evasão, paranóia cabeça e pés de perfil e tronco e braços de frente conflito entre exibicionismo e controle social (comum em adolescentes) perspectiva da pessoa erros de perfil (cabeça de perfil e 2 olhos de frente) deficientes, esquizóides, esquizofrênicos cabelos sob o chapéu conduta sexual primitiva pernas do homem sob as calças problemas sexuais, possível homossexual transparência transparência do corpo esquizofrenia cabeça, pescoço, tronco, braços, pernas, dedos e pés seqüência normal troca de ordem indicam a parte do corpo mais importante ou problemática cabelos em 1° lugar sexualidade mãos, braços, tronco e cabeça por último predomínio de aspectos mecânicos, dificuldades nas relações pessoais pés em primeiro lugar depressão começa em um lugar, sai e retorna início de esquizofrenia ou despersonalização seqüência de execução traços de um lado e de outro obsessão, compulsão muita simetria obsessão, compulsão, frieza, distantes, perfeccionismo e exibicionismo simetria diferenças acentuadas incoordenação, histeria linha mediana preocupação com o corpo, imaturidade, dependência materna articulações joelhos e cotovelos necessidade de percepção familiar para se sentir seguro, paranóia pormenores lenço no bolso, luvas, enfeites, objetos de mão, cadarço, ilhós obsessão, compulsão sem linha de solo sentir-se no ar linha de solo acentuada preocupação com o estar no mundo, quer saber onde está e onde pisa paisagem indolência, imaginação, fantasia, afetividade, prolixo, tagarela paisagem exagerada ou tema dominante sente ameaçado pelo mundo exterior, ansiedade, depressão, cansaço apoiado em poste, cerca, etc. dependência, falta de autoconfiança, de segurança paisagem ao redor dizeres, rabiscos sem significado irônico, brincalhão, insegurança, falta de autoconfiança

Grupo Característica Significado tratamento diferencial em uma área conflito nesta área correções e retoques insatisfação, insegurança e agressividade borrado ou rasgado devido às correções insegurança, perfeccionismo reforços na linha (recobrir a linha) ansiedade reforços suaves ou raros brandura, humo estável sombreado ansiedade proporcional à área sombreada sombreamento não excessivo, fácil tato e sensibilidade, mais do que ansiedade indicadores de conflito omissões conflitos em relação à área omitida 1° do próprio sexo do desenhista identificação sexual, identificação com o papel do sexo ordem das figuras 1° desenho do sexo oposto estresse ou conflitos com o próprio sexo, homossexualismo figura maior e mais elaborada real importância atribuída aquele sexo figura menor e menos elaborada depreciação, medo, hostilidade tratamento diferencial das duas figuras pequena diferenciação de sexo desinteresse pelas características sexuais, falta de aceitação das diferenças grande confiança excessiva nas funções sociais e de controle, subestima do corpo muito grande aspirações ou frustrações intelectuais, agressividade, afirmação, narcisimo cabeça pequena e sem ênfase neurótico, deprimidos, inadequação social compridos e em abundância vitalidade sexual, sensualidade, virilidade escassos virilidade insegura bem cuidado, penteado sensibilidade social, cuidado com a aparência exageradamente bem cuidado preocupação em deslumbrar e seduzir, narcisismo desordenados desordem sexual, impulsos sexuais infantis destacados na cabeça regressivo, esquizóide sombreamento forte conflito de virilidade ou ansiedade ausência isolamento, sentimento de impotência franja ou na testa na fig. feminina domínio dos impulsos sexuais sobre os intelectuais cabelo fita no cabelo na fig. feminina contenção dos impulsos omissão e contorno acentuado relação interpessoal evasiva, superficial e hostil acentuação e contorno acentuado timidez sombreamento leve ansiedade ou culpa sombreamento forte ou pesado dissociação e despersonalização traços confusos timidez, acanhamento rosto queixo bem pronunciado medo de responsabilidade com bigode e/ou barba necessidade de demonstrar virilidade, dúvidas sobre a masculinidade figura de perfil e barba tipo satanás indeciso mas querendo aparecer como enérgico e dominante bigode e barba apenas delineada sentimento de impotência sexual grandes curiosidade, dependência do ambiente, desconfiança, paranóia médios nada a interpretar pequenos indivíduo aborto em si mesmo fechado exclusão, narcisismo sem pupila hostilidade com os outros, histeria, imaturidade com pupila mas sem a órbita cautela, campo de visão limitado olhos só um círculo (= no nariz e boca) infantilidade, deficiência cuidadas refinamento pessoal grossas personalidade primitiva, áspera grossas com olhos grandes homossexualismo sobrancelhas omissão alucinações pessoais, deteriorização grande sentimento de impotência sexual médio nada a interpretar pequeno infantilidade no plano sexual só narinas infantilidade, sensibilidade, provocação, desprezo de perfil com o rosto de frente maneira infantil de desenhar em um só traço maneira infantil de desenhar nariz omissão timidez, passividade, sentimento de desamparo grande ambição, oralidade, crises de mau humor média nada a interpretar boca pequena repressão do erotismo

Grupo Característica Significado côncava e receptiva infantilidade e dependência sorrindo, tipo palhaço desejo de obter aprovação para baixo pessimismo, mal humor cerrada ou apenas linha grossa agressividade, sádica, supercrítica lábios grossos sensualidade, efeminação (em caso de candidatomasculina) lábios médios nada a interpretar lábios finos repressão, repressão sexual lábios em arco de cupido (~~) dependência oral em nível imaturo dentes infantilidade, agressão oral, sadismo, esquizofrenia língua sinal erótico linha entre lábios, cigarro, cachimbo concentração erótica omissão (mantendo olhos e nariz) culpa por agressão oral, sadismo, depressivos grande sensibilidade à ofensas e resistência à autoridade média passividade pequena inferioridade, desejo de não ouvir críticas omissão na figura masculina indiferença em relação ao sexo masculino e sua aparência orelhas omissão na figura feminina geralmente porque está encoberta pelo cabelo comprido e/ou fino excesso de severidade e moralidade, problemas digestivos ou para engolir médio nada a interpretar curto e grosso conduta guiada mais pelo instinto do que pelo intelecto cortado por uma linha acentua a separação entre controle e instinto colar, jóia, colarinho controle racionalizado decote em V fixação sobre seios, voyeurismo pomo de Adão desejo de virilidade distorcido, contorno duplo, sombra conflitos e problemas com o controle corporal pescoço omissão liberação, perda de controle, imaturidade, regressão linhas arredondadas e suaves feminino, submisso, narcisismo, menos agressivo, introversão linhas angulosas agressividade, masculinidade, crítica, extroversão longo e estreito esquizóide distorcido descontentação com o próprio corpo demasiadamente grande impulsos insatisfeitos pequeno negação dos impulsos instintivos, sentimentos de inferioridade não fechar a parte inferior preocupação sexual, conflito sexual, homossexualismo omissão repúdio ao próprio corpo ênfase ou grande preocupação com a beleza corporal pequeno problema somático torax sombreado ou contorno duplo ansiedade em relação ao corpo, problemas de respiração ênfase preocupação com poder e perfeição física ênfase exagerada preocupação patológica com poder e perfeição física boa proporção flexibilidade e balanço do poder do corpo desproporcionados desequilíbrio de personalidade, conflito sexual quadrados hostilidade, superdefensiva ombros pequenos ou delgados sentimento de inferioridade e/ou inedequação tamanho grande, sombra, mamilos feminilidade agressiva feito por rapazes dependência e dominância materna feito por moças dependência materna, erotismo oral, constrangimento com o próprio busto pequenos ou apenas assinalado preocupação reprimida com essa parte seios na fig. feminina ênfase na fig. masculina compensação, ambivalência sexual ênfase, sombreado, traço ansiedade, repressão sexual grande bloqueio no encontrar a área corporal da sexualidade proporcional nada a interpretar pequena ou apertada controle precário como um traço preocupação e policiamento do corpo cintura cinto controle da tensão representada pela divisão do corpo em zonas proporcional nada a interpretar sombra, grande, feita por moças desejo pela maternidade cadeiras ou nádegas sombra, grande, feita por rapazes conflitos e tendências homossexuais sombreamento ou desenho conflitos ou distúrbios órgãos genitais representação exibicionismo, voyeurismo.

Grupo Característica Significado forquilha acentuada ou ausente preocupação sexual longos e fortes/grossos ambição longos e fracos/finos amplos horizontes, porém sem capacidade de manipulação curtos e fracos/finos frustração, falta de ambição e de confiança, sentimento de fraqueza médios nada a interpretar em uma só linha inadequação no contato cortados conter o fluxo dos impulsos omitidos inadequação, depressão extrema, desamparo, automutilação na horizontal, como um T contato superficial e pouco afetivo flexível e rebaixado bom ajustamento pendentes ao lado do corpo inatividade flexionados para cima ambição um para cima, outro para baixo mescla de ambição e inatividade estendidos para o ambiente urgência de participação social estendidos para frente ou lado sentimento de inferioridade e inadaptação voltados para frente do corpo disposição para o contato voltados para trás do corpo fuga do contato, rejeição um para frente e outro para trás misto de evasão e contato cruzados no peito suspeita e hostilidade braços cruzados na zona genital sujeitos sexualmente mal ajustados e melancólicos exageradamente grandes dificuldade de contato, ou inadequação no uso da mão grandes expressão de poder, agressividade, impulsividade médias nada a interpretar pequenas inadequação com luvas repressão da agressividade omitidas problemas de contato e adaptação, culpa por roubo ou masturbação atrás das costas evasão nos bolsos evasão, masturbação, delinqüência fortemente sombreadas culpa por masturbação, agressão, roubo mãos e dedos de perfil grande índice de inteligência sem a palma agressividade ou realização infantil encerrados por uma linha agressividade reprimida como palitos primitivamente agressivos com garras agressividade em pétala pouca habilidade manual, infantilidade compridos e pontudos agressividade naturalmente, arredondados nada a interpretar cuidadosamente articulados obsessividade, perfeccionismo exageradamente alongados culpa por masturbação mais de 5 dedos ambição, agressividade menos de 5 dedos realização infantil, falta de atenção e observação punho cerrado repressão da agressividade dedos unhas controle obsessivo da agressividade, esquizofrenia sombreamento, reforço, rasuras conflito ou exagerada consciência sexual recusa em desenhar perturbação sexual saia comprida com idéia de calça imaturidade afetiva e sexual 1ª parte a ser desenhada desânimo ou depressão ocultas por traje noturno racionalização do conflito ausente por falta de espaço no papel necessidade de autonomia curtas e finas sentimento de deficiência grossas desejo de contato ou de fuga longas necessidade de autonomia médias no comprimento e grossura nada a interpretar longas e finas inadequação para independência pessoal disparidade no tamanho das pernas ambivalência na autonomia em uma só linha realização infantil pernas ênfase nos joelhos tendências homossexuais pequenos insegurança no caminhar e no estar no mundo grandes necessidade de demonstrar virilidade, inadequação sexual omissão insegurança do passo e da adaptação sexual pés omissão por não caber no papel necessidade de autonomia e independência

Grupo Característica Significado figura na ponta dos pés falta de contato com a realidade, necessidade de fuga em figura sem calçado agressividade patológica encerrados por linha (= mão) repressão da agressividade sapato símbolo sexual, com implicações agressivas com o pé dedos dos pés sapato com detalhes obsessividade compulsiva sem rebelião contra a sociedade, conflitos sexuais, voyeurismo muito bem cuidada narcisismo pela roupa, infantilidade, egocentrismo indicada somente por cintos e botões baixa auto-estima, negligência roupa de baixo exibicionismo e narcisismo traje completo nada a interpretar traje de banho narcisismo pelo corpo traje de noite, vestido decotado narcisismo, desejo de atrair sexualmente uniforme ou fantasia estereótipo ênfase na roupa sentimento de inferioridade botões infantilidade, dependência materna; repressão em adultos inteligentes botões no punho da camisa obsessão compulsiva bolsos dependência materna; luta pela virilidade quando cheios de coisas bolsos no peito da figura dependência materna, privação oral e afetiva gravata adequação sexual gravata pequena sentimento reprimido de inferioridade gravata cuidada em figura efeminada homossexualismo sem gravata em traje completo e com chapéu timidez no reconhecimento deste símbolo sexual chapéu e sem outras roupas regressão chapéu cobrindo quase toda testa desconfiança, suspeita, atitude de alerta meias curtas na fig. feminina identificação com modelo infantil meias na fig. masc. e vinco calças narcisismo da roupa meias vistas nas calças preocupação com a masturbação adornos, lenços, broches preocupação sexual e exibicionista óculos símbolo de status social cigarro, bengala, guarda, arma, luta pela virilidade objetos na mão (livro, pasta, bolsa) necessidade de apoio ênfase nos acessórios pobreza no julgamento e no equilíbrio social ênfase no contorno da roupa conflito entre modéstia e exibicionismo sombreamento camisa ou paletó ansiedade em relação à feminilidade ou masculinidade sombreamento da calça ou saia preocupação sexual ênfase na barra da saia ou calça interesse infantil em olhar a área sexual ou pernas roupa ênfase nas mangas, barras, dedos controle ativo

3 DESENHO DA PESSOA NA CHUVA

3.1 Apresentação ● Condições gerais do teste: individual (preferência) ou em grupo, de 15 a 20 minutos.

● Materiais: folha em branco, lápis e borracha. A folha é entregue na posição vertical. Às vezes, não é permitido o uso da borracha.

● Metodologia: Pede-se que desenhe uma pessoa na chuva.

3.2 Dicas ● O significado das características do desenho é o mesmo para o “Desenho da Pessoa”.

● Significado geral do desenho: Como a pessoa se sente diante de situações tensas e desfavoráveis.

(Parte 1 de 5)

Comentários