A Maçonaria e o Livro da Lei

A Maçonaria e o Livro da Lei

(Parte 1 de 4)

A MAÇONARIA E O LIVRO DA LEI “decifra-me pelo estudo”

Publicação interna e gratuita

Para minha esposa e família

Aos mestres: Ir. Mário Proietti Ir. Dorival Pinto Ir. Francisco Rorato Ir. Teobaldo Varoli Filho Ir. José Luiz Gibim Xocaira Ir. Giuseppe Massarotti (padrinho)

Embora, hoje, exista farta literatura sobre a maçonaria, com excelentes obras de autoria de estudiosos e bons autores, oferto trabalho que venho acalentando por alguns anos. O maçom, por princípio e natureza, deve ser, e sempre, um pesquisador e um estudioso, pelo menos, até para confirmar a frase de que “somos sempre eternos aprendizes”. E a obrigação do aprendiz é aprender. E aprender se faz pelo estudo, pela pesquisa e, principalmente, pelos ensinamentos e exemplos dos mais velhos através do tempo, pois, a melhor lição, ainda é a tradição oral, cuja passagem de geração à geração, faz com que se perpetue os segredos, os costumes e os procedimentos, que nem sempre os livros se voltam para estes pontos. Desde meu ingresso na Ordem, via-me compelido à busca de respostas nos estudos e pesquisas. E na medida que avançava nos graus, percebia que para muitas respostas, a explicação mais lógica e adequada, estava no livro que o mundo conhece como: Bíblia. E assim, iniciei pesquisa em bíblias, de diferentes credos, religiões e editoras. Encontrei, na prática, poucas diferenças quer no conteúdo ou indicação das passagens, como por exemplo, o Salmo de São João, que se afirma ser de nº 133, mas encontrei como, 132 e 131. Os assuntos, conforme a editora/data da edição/credo/religião, encontra-se também com pequenas variações, mas que não alteram a essência do que querem expressar. Por esta razão não cito as bíblias consultadas, mais posso afirmar, foram muitas, no que traduziu um imenso e gigantesco trabalho de ordenação para as citações se enquadrarem dentro do espírito maçônico, ponto principal da pesquisa. Cabe a cada um separar o assunto maçônico do assunto religioso, conforme nosso ponto de vista sobre o Livro da Lei. Muito embora, há obras maçônicas com citações dos livros bíblicos, entendendo que, para maior facilidade, se fornecido aqueles dados e mais a transcrição da parte que interessa sobre a pesquisa, possa ser facilitado o entendimento do assunto. Este é o meu propósito: facilitar o estudo, agilizando com apontamento do livro e passagem a que se refere o termo. E se fez, pensando nos assuntos, termos, símbolos dos trinta e três graus, tendo como base, o Rito Escocês Antigo e Aceito, muito embora, possa aparecer algum assunto de outro Rito. Os segredos estão garantidos e não estão expostos e nem revelados, mas há o caminho para a melhor compreensão dos termos e símbolos usados nos rituais e tradições maçônicas especificamente para cada grau e assim, o assunto será de interesse ao grau correspondente do leitor. O que não for, não vai entender nada. E se entender, “alguma coisa está errada”. E é lógico, este é um trabalho inicial, contando que, na medida que se estudar mais, outros verbetes irão surgindo e assim, os interessados, terão um melhor aproveitamento para suas respostas dos por quês? O que é inato ao maçom. Ousei a divulgar este trabalho, até por incentivo de muitos Irmãos, para os quais, minhas fichas de anotações foram fontes para estudos e aprendizados. Bom estudo.

ABREVIATURAS DOS LIVROS (Ordem Alfabética)

Ageu (Ageu) Amós (Amós) Apocalipse (Apoc.) Ato dos Apóstolos (Apo.) Cântico dos Cânticos (Can.) Daniel (Dan.) Deuternômio (Deut.) Eclesiastes (Ecl.) Epístola de São Paulo aos Coríntios (1ª Ep. Paulo Cor.) Epístola de São Paulo aos Galátas ( Ep. Paulo Gal.) Epístola de São Paulo aos Hebreus ( Heb.) Esdras ( Esd.) Ester (Est.) Evangelho segundo São João (João) Evangelho segundo São Marcos (Marc.) Evangelho segundo São Mateus (Mat.) Êxodo (Ex.) Ezequiel (Eze.) Gênesis (Gen.) Isaias (Isa.) Juizes (Jui.) Levítico (Lev.) Números (Num.) Provérbios (Prov.) Rute (Rut.) Salmos (Sal.) Zacarias (Zac.) 1º Livro dos Reis ( 1 Liv. Reis) 2º Livro dos Reis ( 2 Liv. Reis) 3º Livro dos Reis ( 3 Liv. Reis) 4º Livro dos Reis ( 4 Liv. Reis) 1º Livro dos Paralipômenos (1º Liv. Par.) 2º Livro dos Paralipômenos (2º Liv. Par.)

Livro: Ex. (Êxodo)
Capítulo: 4

Encontrado o Verbete procurado, são citados: Livro, Capítulo, Versículo e Texto. Exemplo: Verbete: Aarão Texto: ...

Aarão (Aabrão) Êx: 4;14,16,28,32,35,43 1° Sacerdote / Eu sei que Aarão teu irmão, filho de Levi é eloqüente / Ele falará por ti ao povo, e será a tua boca / Faze também que se cheguem a ti Aarão, teu irmão, com seus filhos separados do meio dos filhos de Israel, para que eles exercitem diante de mim as funções do sacerdócio / Esta ordenação será estável e perpétuo para Aarão e para sua posteridade depois dele / Feriu pois o Senhor o povo pelo crime do bezerro (estátua de ouro) que Aarão lhe tinha feito.

Abaddon Apoc: 9;1 Por seu rei um anjo do abismo, chamado em hebreu Abaddon, e em grego Appollynon, que segundo o latim quer dizer exterminador

Abarim Núm. 27;12 Disse outrossim o Senhor a Moisés: sobe a este morro Abarim, e contempla daí a terra, que eu hei de dar aos filhos de Israel

Abda 3° Liv. Reis; 4;6 E Azizar era mordomo mor e Adonirão filho de Abda, superintende dos tributos

Abinadab (Ainadab) 3° Liv. Reis: 4;14 Filho de Ado, era governador em Manain

Abiram (Abiron) Núm. 16;1,2 Por este tempo Coré filho de Isaar, filho de Caat, filho de Levi e Datan, e Abiron filhos de Eliab, como também Hon filho de Felet da família de Rúben, se levantaram contra Moisés e outros duzentos e cinqüenta dos filhos de Israel, homens principais da sinagoga, e que quando se convocava o conselho eram chamados pelos seus nomes

Acácia Êx. 25;10 Assim fiz uma arca de madeira de acácia, alisei duas tábuas de pedra, como as primeiras e subi ao monte com as duas tábuas na mão (Nota: Árvore ainda encontrada na península do Sinai, de madeira leve e resistente

Adão Gen. I;27 Primeiro homem criado por Deus. Pai de toda a raça humana

Adar Esd. 6;5 E completaram esta casa de Deus no dia três do mês de Adar, que é o sexto ano do rei Dario

Adoção Epi. Paulo a Roma. 9;4,5 / Epi. Paulo a Gal. 4;5 Que são os israelitas, dos quais é a adoção de filhos, e a glória, e a aliança, e a legislação, e o culto, e as promessas: cujos pais são os mesmos de quem descende também Cristo segundo a carne que é Deus sobre todas as coisas, bendito por todos os séculos, Amém

Adonai Ex. 6;3 Que apareci a Abrão, Isaac e Jacó, como o Deus todo poderoso: mas eu não lhes declarei o meu nome Adonai. Nota: O texto original traz "Jave", que era o nome próprio de Deus por significar sua existência eterna, absoluta e independente. Os judeus no entanto, passaram mais tarde a não mais pronunciá-lo por medo de enunciá-lo em vão, mas dizem em seu lugar "Adonai", isto é, "meu Senhor"

Adoniram (Adonihiram) 3º Liv. Reis 4;6 ou Adonirão / e Adonirão filho de Abda superintendente dos tributos

Ageu Décimo dos 12 profetas menores. Recebeu de Deus a incumbência para exortar Zorobabel, a reiniciarem a construção do Templo

Águia Lev.1;12/Dt. 14;12/ Dt. 28;49; Jer. 48;40 / Os 8;1/ Esd. I, 10;10,14) Apoc. 4;7, Animal impuro para os judeus / Para os babilônios uma divindade / Na visão de Ezequiel, a rainha das aves simboliza a sublimidade inimaginável de Javé / é o animal vivo e tem o mesmo significado por isto simboliza o evangelista S.João que penetrou as sublimes alturas em seus escritos

Ainadab Vide Benur

Ajoelhado 2º Par. 6;13 Salomão, na consagração, ajoelhou-se na frente de todos

Aleluia Louvor ao Senhor. Aparece como aclamação inicial ou final em muitos Salmos / Louvai ao Senhor

Alfa Apoc. 1;8 Eu sou o Alfa e o Omega, o principal e o fim, diz o Senhor Deus: que é, e que era, e que há de vir, o Todo Poderoso

Amal 1º Liv. Paral. 7;35 E filhos de Helen seu irmão; Sufa e Jenina, e Seles, e Amal

Amarias Paral. 6;7,52 E Meraiot gerou a Amarias e Amarias gerou a Aquitab / Meraiot seu filho, Amarias

Altar dos Perfumes Ex. 30;1 a 7 Farás também um altar de pau de cetim (ver candelabro) para queimar os perfumes. Ele terá um côvado de cumprimento e outro de largo para ser quadrado. Terá dois côvados de alto, e dos seus ângulos sairão umas pontas. Cobrirás de finíssimo ouro a mesa deste altar, e os quatro lados com os seus cornos. E farás uma coroa de ouro, que o apanhe todo em roda e duas argolas de ouro de cada banda debaixo da coroa para se meterem por elas os varais, que hão de servir para o levarem. Farás também este varais de puro cetim, e cobrí-lo de ouro. Porás este altar defronte do véu, que pende da arca do testemunho, e diante do propiciatório, que cobra a arca do testemunho, onde eu te falarei. E Aarão queimará sobre ele um incenso de suave cheiro. Ele o queimará de manhã, quando preparar as lâmpadas. E, quando ele as acender de tarde, tornará a queimar do incenso diante do Senhor. Nota: A queima de perfumes era símbolo da oração que sobe a Deus e que é por Ele bem recebido por partir de um coração fervoroso e devoto

Amós Liv. do Prof. 7;7, 8 Perguntou-me o Senhor: Que vês tu Amós? Respondi: Um prumo. Então disse o Senhor: Eis que eu porei um prumo no meio do meio povo Israel; nunca mais passarei por ele

Ananias Ato dos Apost. 9;10, 1 Ora, em Damasco havia um discípulo, que tinha por nome Ananias: e o Senhor numa visão lhe disse: Ananias. Ele acudiu dizendo: Eis-me aqui, Senhor. E o Senhor lhe tornou: levanta-se e vai ao bairro que se chama Direito

Arca (da Aliança) Ex. 25;10 Fareis uma arca de pau de cetim, que tenha dois côvados e meio de cumprido, côvado e meio de largo, e côvado e meio de alto. Nota: cetim: uma espécie de acácia, ainda encontrada na península do Sinai; madeira leve e resistente. A arca tinha cerca de 1,25 m de cumprimento por 0,80 m de largura e altura. O côvado media cerca de 0,50 m

Auxílio Isa. 41;6, 7 Cada um auxiliará o seu próximo e dirá o seu irmão: Esforça-te. O oficial latoeiro batendo com o martelo esforçou ao que batia ao mesmo tempo na bigorna, dizendo: Isto é bom para a soldadura. E segurou-o com pregos para que não abalasse

Artaxerxes Esd. 4;7 a 10 Também nos dias de Artaxerxes escreveram Bislão, Mitridate, Tabul, e os companheiros deste, a Artaxerxes, rei da Persia e a carta foi escrita em caracteres aramaicos, e traduzida na língua araimarca

Avental Gen. 3; 6 e 7 Então, vendo a mulher que aquela árvores era boa para comer, e agradável aos olhos, e árvores desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, comeu, e deu a seu marido, e ele também comeu/ Então foram abertos os olhos de ambos e conheceram que estavam nus, pelo que coseram folhas de figueira para si aventais.

Bacia de Bronze Ex. 30; 17 a 21 Falou mais o Senhor a Moisés, e lhe disse: Farás outrossim uma bacia de metal e de lavar, com sua base, e pô-la-as entre o tabernáculo do testemunho, e o altar. E lançada água, Aarão, e seus filhos, lavarão nela as suas mãos, e o seus pés, quando estiverem para entrar no tabernáculo do testemunho, ou quando se deverem chegar ao altar a oferecer perfumes ao Senhor, para que não suceda serem punidos de morte, e para todos os da sua posteridade, que lhe houveram de suceder. (Vide Mar de bronze)

Balthazar Dan. 1;7 E o eunuco-mor lhes pôs nome: a Daniel, o de Balthazar

Bana Vide Benur

Banaias 2º Liv. Reis 2;25 E mandou o rei Salomão com esta ordem a Bana filho de Jojoda o qual o matou, e assim morreu. Vide Sadoc

Bebida Amarga Isa. 24; 9 a 1 Não beberão vinho cantando árias a bebida será amarga para os que a beberem. A cidade da vaidade esta demolida, fechadas se acham todas as suas casas, não entrando nelas pessoa alguma. Nas ruas haverá clamor sobre o vinho

Bendecar 2º Liv. Reis 4;9 Bendecar, em Maces, e em Salebim, e em Betsames e em Elon, e em Betanam. Foi governador de Salomão

Bengaber 1º Liv. Reis 4;13 Bengaber em Raurot de Galaad: e este tinha as aldeias de Jari, filho de Manassés em Galaad, este mesmo governará em todo o país de Argob, que é em Basau, sessenta cidades grandes e muradas que tinham fechamento de bronze

Benhesed Vide Benur

Beneficência Mar. XII; 42, 43 E tendo chegado uma pobre viuva, lançar duas pequenas moedas, que importavam um real. E convocando a seus discípulos, lhes disse: Na verdade vos digo, que mais deitou esta pobre viuva, que todos os outros lançaram no gazofilário

Benjamim Gen. 35.18 O mais moço dos 12 filhos de Jacó. Filho da mão direita. Um dos 12 governadores de Salomão

prover a mesa do rei, e a ele toda a sua casaBenur, no monte Efraim

Benur 1º Liv. Reis 4;7 E Salomão tinha estabelecido doze governadores sobre toda Israel, que tinham a seu cargo

Besaleel Ex. 31;1,2,3,4 e 6 /2º Liv. das Crôn. 1; 1 a 4 Falou mais o Senhor a Moisés, e lhe disse: Eu chamei nomeadamente Beseleel, filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá, e eu o enchi do espírito de Deus, eu o enchi de sabedoria, de inteligência e de ciência para toda a casta de obras, para inventar tudo o que a arte pode fazer. / Também o altar de bronze feito por Bezaluel (Nota: Bezaluel, ora com "s", ora com "z") filho de Uri, filho de Hur, estava ali diante do Tabernáculo do Senhor: e Salomão e a congregação o buscavam

Booz

Rut. 2, 4, 13,3 / DT.25;5 / MT.1;5

Nota: Jaquim Booz: estes dois nomes das colunas formam a frase "(Deus) dá estabilidade com força."Filho

Ora havia um homem poderoso e muito rico, chamado Booz, que era consangüíneo de Emelac ( vide Jaquim). de Salomão e Rahab, sogro de Rute que depois a tomou como esposa

(Parte 1 de 4)

Comentários