Tecido epitelial

Tecido epitelial

TECIDO EPITELIAL

I. Introdução

- Tecidos são constituídos de células + matriz extracelular. Não existem como unidades isoladas, mas associados uns aos outros em proporções variáveis.

- Tipos de tecidos: epitelial, conjuntivo, muscular e nervoso.

II. Características Gerais

- Origem embrionária: ecto, meso e endoderma;

- Delgado e avascular;

- Nutrição: à partir do conjuntivo adjacente;

- Facilidade de regeneração;

- Justaposição celular;

- Geralmente as células são polarizadas;

- Suas células possuem estruturas que aumentam a superfície ou movimenta partículas.

Lâmina Basal

Onde é encontrada?

- Sob todas as camadas celulares epiteliais;

- Envolve: vasos, células musculares individuais, células adiposas e células de Schwann;

- Glomérulos renais;

- Alvéolos pulmonares.

Funções

- Estrutural;

- Guias para migração celular;

- Filtrante;

- Organizar proteínas das membranas;

- Polaridade celular;

- Influenciar o metabolismo;

- Indução de diferenciação.

Junções e adesão celular

1. Junções bloqueadoras (junções do tipo compactas): selamento apical

Junções Tipo Compacta: Barreira com permeabilidade seletiva

- Servem de barreira de permeabilidade seletiva, separando fluidos de composição química diferente;

- Esse transporte transcelular depende de 2 tipos de proteínas confinadas à:

. Superfície apical da célula

. Superfície basolateral da célula

Junções bloqueadoras (compactas)

- São Ca2+ dependentes

- Selam a passagem de solutos (variável)

- Anastomose de fitas que circundam a extremidade apical de célula do tecido

2. Junções ancoradouras: conexão mecânica, célula-célula (citoesqueletos), célula-matriz extracelular.

- Permitem que grupos de células (epitélio) possam funcionar como uma unidade estrutural robusta

- Ligam os elementos do citoesqueleto de uma célula a outra célula ou à matriz extracelular

- Abundantes em tecidos submetidos a grande estresse (m. cardíaco e epiderme)

Elas são de 3 formas:

A. Junções aderentes sítios de ligação para actina

B. Desmossomos sítios de ligação para filamentos intermediários

C. Hemidesmossomos

Junções aderentes: célula-célula

- Formam um cinto de adesão contínuo abaixo das junções compactas

- As membranas plasmáticas são unidas por proteínas Ca2+ dependentes (Caderinas)

- Caderina transmembrana se liga ao citoesqueleto (actina) através de proteínas de ligação:

. Cateninas

. a-actina

. Vinculina

. Placoglobina

Junções aderentes: célula-matriz

- permitem que a célula fique presa à matriz extracelular (actina x matriz)

- proteína transmembrana = integrina

Desmossomos

- Pontos de contato intercelular que fixam as células rebitadas umas às outras

- Dentro da célula:

. Sítios de fixação para filamentos intermediários (queratina - céls. epit.)

Hemidesmossomos

- unem a porção basal das células à lâmina basal (matriz extracelular)

3. Junções comunicantes (gap junctions)

- Permitem a passagem de íons e outras pequenas moléculas hidrossolúveis

- Acopla as células envolvidas elétrica e metabolicamente

Especializações da superfície livre das células epiteliais

Cílios e Flagelos

- Prolongamentos longos e móveis

- Contém dois microtúbulos centrais e nove pares periféricos

- Corpúsculos basais

- ATP como fonte de energia

Microfilos

- Expansões curtas ou longas em forma de dedos

- Células com intensa absorção

- Glicocálice espesso (borda em escova ou borda estriada)

Estereocílios

- Prolongamentos longos e imóveis de células do epidídimo e do ducto deferente

- Aumentam área de superfície da células

III - Funções gerais

- Revestimento de superfícies externas e internas

- Secreção de substâncias

- Filtração = glomérulo renal

IV - Classificação

A- Epitélio de revestimento

Número de camadas

. Simples (uma camada)

. Estratificados (mais de uma camada)

Forma das células superficiais

. Pavimentosos

. Cúbicos

. Prismáticos (colunares ou cilíndricos)

Numero de camada de células

Forma das células

Exemplos de localização

Função principal

Simples

(uma camada)

Pavimentoso

(células achatadas)

Revestimento de vasos (endotélio); revestimento das cavidades pericárdia, pleural, peritoneal (mesotélio).

Facilita o movimento das viceras (mesotélio), transporte ativo por pinocitose (mesotélio e endotélio), secreção de moléculas biologicamente ativas (mesotélio).

Cúbicos

(células “normais”)

Revestimento externo do ovário, ductos de glândulas, folículos tireoidianos.

Revestimento, secreção.

Prismático ou colunar

(células alongadas e com cílios)

Revestimento do intestino, vesícula biliar.

Proteção, lubrificação, absorção e secreção.

Pseudo-estratificado

(nem todas as células alcançam a superfície, mas todas se apoiam na lamina basal)

Camadas com células com núcleos em diferentes alturas

Revestimento da traqueia, brônquios e cavidade nasal.

Proteção, secreção, transporte mediado por cílios de partículas aderidas ao muco nas passagens aéreas.

Estratificado

(duas os mais camadas)

Pavimentoso queratinizado (seco)

Epiderme

Proteção, previne a perda de água.

Pavimentoso não queratinizado (úmido)

Boca, esôfago, vagina, canal anal.

Proteção, secreção, previne a perda de água.

Cúbico

Glândulas sudoríparas, folículos ovarianos em crescimento.

Proteção, secreção.

Transição

Bexiga, ureteres, cálices renais.

Proteção, distensibilidade.

Prismático ou colunar

Conjuntiva.

Proteção.

B- Epitélio glandular

Origem das glândulas: esse tecido é constituído por células especializadas na secreção.

Classificação das Glândulas

1. Quanto ao número de células

- Unicelulares Ex: células mucosas caliciformes da traqueia e brônquios

- Pluricelulares Ex: a maioria

2. Quanto à presença ou não de ductos

- Exócrinas = com ductos Ex: glândulas salivares e sudoríparas

- Endócrinas = sem ductos Ex: hipófise, tireoide e adrenais

3. Quanto à maneira pela qual o PS sai da célula secretora

- Holócrinas = elimina PS + célula secretora Ex: glândulas sebáceas

- Apócrinas = elimina PS + parte apical da

célula secretora Ex: glândulas sudoríparas

- Merócrinas = elimina somente o PS Ex: glândulas salivares

Glândulas endócrinas - Quanto o arranjo das células Epiteliais

1. Cordonal - cordões anastomosados

Ex.: adrenal, hipófise e paratireóide

2. Vesicular - células se agrupam em vesículas

Ex.: tireóide

Glândulas exócrinas - porção secretora e ducto excretor

Ducto: 1. Simples: ducto único

2. Composta: ductos se dividem

Porção secretora: 1. Acinosas: bagos de uva (luz ampla = alvéolos)

2. Tubulosas: túbulos alongados

3. Tubuloacinosas

4. Tubuloalveolares

Obs: glândulas mistas ou anfícrinas - fígado e pâncreas

Células Serosas

  • Pâncreas e gl. parótida

  • São poliédricas ou piramidais, têm núcleos centrais arredondados e polaridade bem definida

  • Intensa basofilia

Células Secretoras de Muco

  • Célula caliciforme do intestino

  • Grânulos que se coram fracamente

  • Glicoproteína intensamente hidrofílica

  • Núcleo na região basal

Comentários