8-metodologia da educação a distancia

8-metodologia da educação a distancia

(Parte 1 de 8)

Autora: Prof. Náuplia Maria Lopes Revisão: Fernanda Silveira Pinheiro

Coordenação Pedagógica Instituto Prominas

MÓDULO – 8

Impressão e Editoração

Site: w.ucamprominas.com.br e-mail: ouvidoria@institutoprominas.com.br ou diretoria@institutoprominas.com.br

APRESENTAÇÃO3
NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA4

UNIDADE 1 - O ADVENTO DAS NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

DISTÂNCIA8
UNIDADE 3 – O PERFIL DOS PROFESSORES E ALUNOS NA EAD29
UNIDADE 4 - AS IMPOSIÇÕES POLÍTICAS SOBRE A EAD NO BRASIL377

UNIDADE 2 - A FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS PARA A PRÁTICA DA EDUCAÇÃO A

ENSINO/APRENDIZAGEM422
ANEXOS466

Site: w.ucamprominas.com.br e-mail: ouvidoria@institutoprominas.com.br ou diretoria@institutoprominas.com.br

O Instituto PROMINAS, acredita que a Educação a Distância (EAD) cresce em todo o mundo e, especialmente, no Brasil. Pesquisas demonstram que esta será a modalidade presente neste início de século, com amplas perspectivas para o futuro.

social, política e econômica

A educação passa a ser vista como condição efetivamente necessária para o desenvolvimento de qualquer sociedade, o crescimento das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) nos grandes centros de pesquisas, nacionais e estrangeiros foi logo apropriado pela educação para também encurtar as distâncias culturais, buscando a formação de um novo ser humano, pleno em sua condição

Por ser o Brasil um país de dimensões continentais, este conta com uma população carente de centros universitários próximos à sua residência, o que gera grandes dificuldades de acesso à Educação. A EAD é uma janela de oportunidades que se abre, possibilitando a essa população alcançar os níveis educacionais necessários para atingirmos um parâmetro de primeiro mundo.

Diante desse contexto, descortina-se um momento em que o desenvolvimento das TIC atingiu níveis nunca antes esperados, fazendo-se necessário reconhecer a importância da EAD em países continentais como o Brasil, bem como, a disseminação desse saber e como ela se faz nessa modalidade.

Para tanto, far-se-á necessária uma viagem pela história da EAD no Brasil e no mundo, bem como, toda a legislação brasileira que a acoberta, além da fundamentação teórica conceitual feita por pesquisadores do tema na atualidade.

Ao final, será feita uma análise dessa modalidade e sua metodologia, salientando sempre a metodologia aplicada pelo Instituto, visto que vem dando resultados positivos.

E para melhor conclusão de seu estudo, anexamos uma lista de artigos da

Web para consulta, leitura e aprofundamento sobre a EAD.

Bons estudos! A autora.

Site: w.ucamprominas.com.br e-mail: ouvidoria@institutoprominas.com.br ou diretoria@institutoprominas.com.br

UNIDADE 1 - O ADVENTO DAS NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

O mundo está em constante mudança e junto com ele a educação e suas modalidades, posto que isso se torna necessário na medida em que é preciso atender às novas demandas que surgem dessas mudanças. A EAD é uma delas, com todas as suas diferentes especificidades: online1; teleaula2; encontros presenciais quinzenais, mensais ou trimestrais; tutoria por telefone ou internet; manuais impressos e/ou cd-rom via postal, material disponibilizado na rede mundial de computadores e tantos outros modelos utilizados por várias instituições, bem como, modelos ainda em fase de criação, haja vista, a contemporaneidade do tema.

A tecnologia está fortemente associada ao desenvolvimento da educação a distância, mesmo não sendo o único fator determinante desse processo.

Todas as facilidades tecnológicas proporcionadas pelas TIC (Tecnologias de

instituição em que se pretende constituir esse processo de ensino e aprendizagem

Informação e Comunicação) adentram nessa modalidade de ensino como as mais fundamentais ferramentas de ensino, permitindo o acesso da educação a regiões e a inúmeras populações jamais alcançadas, exceto via postal, pelos correios, o que impossibilitava um contato mais estreito entre alunos, professores e a escola ou

Essa modalidade de ensino, EAD, traz consigo inovações de toda ordem, bem como a perspectiva de um novo aluno e um novo profissional e, assim, surge a necessidade de um professor para atender às exigências e as novas especificidades desse modelo de ensino e de seus alunos.

Essas inovações nos levam a considerar, conforme afrimam Lynn Alves e

Cristiane Nova (2003), que “os professores produzem saberes específicos ao seu próprio trabalho e são capazes de deliberar sobre suas próprias práticas”, pode-se

1 Totalmente a distância, utilizando o computador e a internet. 2 Utilizando a televisão através de videoconferências ou com a utilização de DVD e/ou pelos canais de TV públicas, em rede nacional como o telecurso.

Site: w.ucamprominas.com.br e-mail: ouvidoria@institutoprominas.com.br ou diretoria@institutoprominas.com.br constatar que esses profissionais, na prática do ensino a distância, também constroem seus saberes para tal, visto que não se tem literatura suficientemente completa para a apropriação desse modelo, pois vem sendo construída, no momento, paralelamente ao seu crescimento e desenvolvimento atuais.

Algumas características em comum podem definir os inúmeros modelos de

EAD, tais como: a separação física do professor e aluno no espaço e/ou tempo; o controle do aprendizado realizado mais intensamente pelo aluno, que é o gestor de seu conhecimento, mais do que pelo professor/tutor; a comunicação entre alunos e professores é mediada através de alguma forma de tecnologia de comunicação como o telefone, o fax, o e-mail, os correios, as vídeoconferências, entre outros.

Esse tipo de educação consiste em uma educação não presencial, pela qual se dá em um processo de dupla via de comunicação, sem barreiras antes muito comuns como a localidade ou os horários predeterminados.

No entanto, com o surgimento das TIC e de tecnologias interativas mais modernas e sofisticadas, diversos educadores passaram a utilizar essas ferramentas em suas aulas presenciais, bem como a distância, tais como: e-mail, Internet, audioconferência3 e videoconferência4 . Uma ferramenta da Internet que tem sido muito utilizada é o www5 , pois possibilita a elaboração de cursos a distância, de ótima qualidade e com avançados recursos de multimídia.

Podemos perceber, ao analisar a educação a distância e sua prática, que em alguns modelos de cursos em EAD são utilizados os mais diversos meios de comunicação modernos, isolados entre si ou combinados, como, por exemplo, material impresso distribuído pelo correio, mais transmissão de rádio ou TV, fitas de áudio ou de vídeo, mais TV e DVD, telefone, mais redes de computadores e as ferramentas que ela oferece, como o teleduc e o moodle, além dos sistemas de teleconferência e/ou de videoconferência.

3 Baseada em telefone. 4 Com 1 ou 2 caminhos de vídeo e 2 caminhos de áudio. 5 World Wide Web, mais conhecido como web ou internet. Possibilita a criação de um sítio no ciberespaço.

Site: w.ucamprominas.com.br e-mail: ouvidoria@institutoprominas.com.br ou diretoria@institutoprominas.com.br

O Instituto utiliza-se de um modelo totalmente a distância (aluno online) e de um modelo com encontros periódicos presenciais, pelo qual o aluno tem a oferta simultânea de suporte por e-mail, chat, msn e por telefone e/ou fax, bem como, encontros presenciais realizados nas Unidades de Estudo e ainda, a possibilidade de se dirigir, pessoalmente, à sede do Instituto para quaisquer esclarecimentos de dúvidas, acerto de pagamentos, além de obterem orientações dos professores/tutores. Para isso, basta o aluno agendar.

métodos de educação a distância

Geralmente, o aluno que ingressa no ensino a distância é adulto e muitas vezes não teve como estudar no tempo certo ou mora longe dos grandes centros. Dessa maneira, todos os programas de ensino a distância devem se focar no aluno. As tecnologias devem ser vistas, exatamente como são, apenas como ferramentas para levar o melhor ensino ao aluno. Nesse processo, devem ser considerados, por exemplo, suas idades, sua base cultural e socioeconômica, interesses e experiências, níveis de educação e familiaridade com as TIC e com os mais variados

Sabe-se que a EAD traz consigo diversas vantagens e desvantagens em sua aplicabilidade. Como vantagens podemos relacionar as facilidades e flexibilidades de horários e lugares para o estudo. A desvantagem costuma ser no preço o que, no caso do PROMINAS, não procede, haja vista o compromisso da instituição com a manutenção de um valor mais acessível.

Essa é, portanto, uma modalidade de educação inovadora cujo objetivo maior é de gerar condições de acesso para todos aqueles que, por um motivo ou outro, estão impossibilitados de utilizar os meios tradicionais de ensino presencial que, em virtude da elevação do conhecimento tecnológico constante e das transformações sociais cada vez mais rápidas.

Ao se apregoar com tamanha veemência, a EAD, não se pretende eliminar ou substituir a educação presencial, mas, sim promover e diversificar a educação com outras modalidades de ensino que possibilitarão a abertura de novos horizontes para os alunos e a valorização do professor e de suas capacidades profissionais. Dessa forma, motiva-se o seu trabalho de maneira cooperada, ampliando novas

Site: w.ucamprominas.com.br e-mail: ouvidoria@institutoprominas.com.br ou diretoria@institutoprominas.com.br habilidades de especialização e investigação por parte de alunos e professores dessa modalidade.

Ao agir assim, o Instituto cumpre o seu compromisso de educar cidadãos, oferecendo um espaço permanente para aprendizagem superior.

Site: w.ucamprominas.com.br e-mail: ouvidoria@institutoprominas.com.br ou diretoria@institutoprominas.com.br

UNIDADE 2 - A FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS PARA A PRÁTICA DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

A oferta de educação na modalidade a distância (EAD) vem se tornando um novo e necessário paradigma educacional muito em voga, desde meados do século X, momento em que afloraram e se desenvolveram as novas tecnologias de comunicação e informação (novas para aquele momento), as TIC.

Atualmente, em meio a tamanho crescimento e desenvolvimento dessas tecnologias e sua absorção pela educação, faz-se necessário o estudo desse fenômeno e sua expansão pelo mundo e, em especial, no Brasil, haja vista, ser este um país de dimensões continentais e que convive com uma histórica má distribuição de renda entre os brasileiros, o que gera um desnível de toda ordem, tornando a Educação um artigo de luxo, raro e caro, restrito a um percentual da população mais abastada.

A EAD surgiu e se expandiu (ainda se expande de maneira fabulosa) naquele percentual da população do país, menos abastada e excluída do processo educativo, e/ou que reside longe dos grandes centros e, sendo assim, esse resulta em um processo de inclusão social de dimensões ainda por desvendar, possibilitando uma futura (presente) revolução conforme atesta Alex Primo (2002) nos níveis educacionais do país, permitindo o acesso à educação daqueles outrora excluídos.

O renomado educador, Paulo Freire (1996, p.47) ressalta que “saber ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção”. Sendo assim, a EAD surge como uma modalidade que permite o cumprimento dessa função maravilhosa, de ensinar a todos, para além da sala de aula regular. Esse fato possibilita a autonomia daqueles indivíduos que, até o advento dessa modalidade, seriam excluídos desse processo e, consequentemente, permaneceriam excluídos da sociedade e de seus benefícios.

Site: w.ucamprominas.com.br e-mail: ouvidoria@institutoprominas.com.br ou diretoria@institutoprominas.com.br

Porém, para o estudo correto dessa nova perspectiva educacional, que não é tão nova assim, visto que o seu surgimento remeter-se ao século XIX, é necessário que se analise, também, a formação desse novo profissional exigido para a EAD.

Nesse ínterim, far-se-á uma revisão daquilo que já se faz, nesse contexto, no

Brasil, abordando, de forma clara e sucinta, a questão da EAD na atualidade, bem como a sua utilização na aplicação de algumas disciplinas de cursos regulares, através da utilização das TIC, tais como, a informática e a internet.

A experiência do trabalho com educação a distância desperta naqueles que a praticam, não só o interesse pelo assunto, em virtude da necessidade deste conhecimento para atuar na prática do trabalho educacional online, mas, também nos leva a pensar na emergência de questões que foram e vem sendo observadas no decorrer do percurso de introdução da EAD no sisema educacional brasileiro.

Muitas são as questões, porém, entre elas podemos destacar aquelas de maior relevância, como sendo, a questão vital acerca da velocidade com que as informações são divulgadas e modernizadas e a falta de tempo que fazem parte da realidade do profissional da educação presencial ou a distância.

(Parte 1 de 8)

Comentários