aula 2 evolução da psicologia

aula 2 evolução da psicologia

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE PSCOLOGIA IPSA01-Psicologia I

EVOLUÇÃO DA PSICOLOGIA

PROFESSOR: RAIMUNDO GOUVEIA

MUNDO PSICOLÓGICO ENTRE OS GREGOS

Grécia Clássica: já existia uma preocupação com a alma e a razão humanas antes da era cristã.

    • Psyché: desenvolvimento econômico e político proporcionou à filosofia dedicar-se a sistematizar o pensamento sobre o espírito empreendedor e conquistador do povo grego (homem-interioridade)
    • Filósofos pré-socráticos já se preocupavam em definir a relação do homem com o mundo através da percepção:
    • Idealismo: o mundo existe porque o homem o vê, a ideia forma o mundo
    • Materialismo: o homem vê um mundo que já existe, a matéria forma o mundo.

MUNDO PSICOLÓGICO ENTRE OS GREGOS

  • Sócrates (469-399 a.C.): a razão faz a distinção entre homens e animais. Abriu caminho para a teorização sobre a consciência.

    • A razão permitiria superar os instintos, base a irracionalidade
  • Platão (427-347 a.C): a razão/alma localizam-se na cabeça e a medula a ligaria ao corpo (separação corpo/alma)

  • Aristóteles( 384-322 a.C): alma/corpo não podem ser dissociados. Todos os seres vivos têm alma:

    • Vegetais: alma vegetativa (alimentação e reprodução)
    • Animais: almas vegetativa e sensitiva (percepção e movimento)
    • Ser humano: almas vegetativa, sensitiva e racional (pensante)

MUNDO PSICOLÓGICO na era cristã

Conhecimento religioso: além do poder econômico e político, a igreja católica monopolizava o saber.

St. Agostinho: separação corpo/alma (Platão). Alma não era só razão, mas manifestação divina no homem.

S. Tomás de Aquino: início do protestantismo e revoluções francesa e industrial. O ser humano, em sua essência, busca perfeição por meio da existência (Aristóteles). A busca de perfeição seria a busca de Deus. Racionalização dos dogmas.

MUNDO PSICOLÓGICO no renascimento

Renascença: processo de valorização do homem (antropocentrismo) e começo da ciência moderna:

Copérnico, 1543: terra não é centro do universo

Galileu, 1610: queda dos corpos e física moderna

Sistematização do conhecimento científico através de métodos e regras básicas:

Descartes (1596-1659): ser humano possui uma substância material (corpo-máquina) e uma pensante (espírito).

Possibilita o estudo da anatomia em cadáveres.

ORIGEM DA PSICOLOGIA CIENTÍFICA

Mundo Moderno:

Crença na ciência como forma de conhecer o mundo e a vida humana (verdade verificada)

Conhecimento como fruto da razão

Possibilidade de desvendar a natureza e suas leis pela observação rigorosa e objetiva (método)

Crença na intimidade pessoal (subjetividade humana). Crença no eu individual: de pessoa (comunitária) a indivíduo (urbano).

ORIGEM DA PSICOLOGIA CIENTÍFICA

Avanços na fisiologia, neurologia e neuroanatomia:

Pensamentos, percepções e sentimentos são gerados no sistema nervoso central

Para conhecer o psiquismo humano é necessário compreender os mecanismos e o funcionamento do cérebro

Descobertas:

doença mental é fruto da ação direta/indireta de fatores ligados às células cerebrais;

sistema nervoso periférico (arco reflexo – estímulo-resposta)

ORIGEM DA PSICOLOGIA CIENTÍFICA

Psicofísica: fisiologia do olho (física) e percepção das cores (psicologia)

Lei Fechner-Weber (1860): relação entre estímulo e sensação e sua mensuração:

Percepção aumenta em progressão aritmética (constante)

Estímulo aumenta em progressão geométrica (duplicada).

Fenômenos psicológicos passam a ser vistos como mensuráveis.

ORIGEM DA PSICOLOGIA CIENTÍFICA

Wundt (1832-1926):

Concepção de paralelismo psicofísico (fenômenos mentais correspondem a fenômenos orgânicos)

Introspeccionismo: método no qual se pergunta ao sujeito sobre suas sensações.

Primeiro laboratório experimental e primeira revista científica na área de psicologia.

Objeto de estudo deixa de ser o espírito para ser a mente humana.

ORIGEM DA PSICOLOGIA CIENTÍFICA

A noção e o sentimento do eu são construções modernas;

As pessoas passaram a ser identificadas pelos seus nomes e menos pelos sobrenomes ou locais de origem;

Roupas de cama com iniciais dos nomes;

Diários pessoais e biografias são valorizadas;

Surge a privacidade/intimidade e os espaços íntimos nas residências;

ORIGEM DA PSICOLOGIA CIENTÍFICA

Descartes-penso, logo existo”:

Valorização da razão (racionalismo)

Ideia do ser singular (individualismo)

Representação do mundo é interna ao indivíduo (subjetividade).

O destino humano estava agora nas mãos do próprio homem

A psicologia moderna surge como produto das dúvidas do homem moderno, que se valorizou enquanto indivíduo/sujeito capaz de escolher o próprio destino.

ORIGEM DA PSICOLOGIA CIENTÍFICA

Nova ciência psicológica:

Objeto de estudo: comportamento, vida psíquica, consciência

Campo de estudo diferenciado da filosofia e fisiologia

Métodos de estudo desses objetos

Teorias como corpo consistente de conhecimentos da área

A Psicologia nasce na Alemanha, mas desenvolve-se nos Estados Unidos.

ORIGEM DA PSICOLOGIA CIENTÍFICA

Abordagens/escolas da psicologia:

Funcionalismo (James, 1842-1910): primeira sistematização de conhecimentos da psicologia.

Pragmatismo:

O que fazem os homens? Por que o fazem?

Busca a compreensão do funcionamento da consciência como forma de o homem adaptar-se ao meio.

ORIGEM DA PSICOLOGIA CIENTÍFICA

Estruturalismo: Titchener estuda aspectos estruturais da consciência, estados elementares, como parte do sistema nervoso central.

Associacionismo: Torndike enfoca a utilidade do conhecimento produzido pela psicologia.

Aprendizagem se dá pela associação de ideias: para aprender um conteúdo complexo, precisamos aprender as ideias mais simples que estão associadas àquele conteúdo.

Lei do Efeito: todo comportamento tende a se repetir se for recompensado e a desaparecer se for castigado

ORIGEM DA PSICOLOGIA CIENTÍFICA

Questões:

Como produzir conhecimento sobre o ser humano se o próprio cientista é seu objeto de estudo?

Como garantir que a psicologia seja um conhecimento objetivo sobre a subjetividade?

ORIGEM DA PSICOLOGIA CIENTÍFICA

Método científico clássico:

Um método objetivo e empírico que levasse à sistematização cuidadosa do que se observou garantiria replicação e verificação, possibilitando a verdade científica.

Essa experiência provocou uma cisão no mundo do conhecimento:

Objetividade (verdade coletiva) e subjetividade (versão pessoal da verdade) passaram a estar em campos separados e essa dicotomia permaneceu por todo século XX

ORIGEM DA PSICOLOGIA CIENTÍFICA

Materialismo histórico e dialético: tentativa de unir objetividade/subjetividade no mesmo processo

Dinâmica social: realidade como permanente movimento

Dialogismo: sujeito e mundo estão em relação mútua

Materialismo: a realidade existe independentemente de nossas ideias

Dialética: a contradição e sua superação são a base da transformação da realidade.

Historicismo: se o mundo se constrói no movimento, então podemos conhecê-lo em seu processo de transformação.

Temas para Discussão

Por que o homem da idade média não poderia ter criado a psicologia?

A revolução da informação pode produzir uma nova psicologia no século XXI?

Comentários