Teoria de Tempos e Movimentos TGA

Teoria de Tempos e Movimentos TGA

Universidade Federal do Amazonas

Instituto de Ciências Sociais, Educação e Zootecnia - IcSEZ

Curso de Administração em Gestão Organizacional

Teoria Geral da Administração

Discentes:

Fabian Brelaz

Gabriele Albuquerque

Gilvan da Costa

Hortência Goncalves

Jésua Ribeiro

Kevin Gama

Jamilla Fernandes

Luan da Silva

Mairony Ribeiro

Marta Karoline

Parintins/AM

2013

Universidade Federal do Amazonas

Instituto de Ciências Sociais, Educação e Zootecnia - ICSEZ

Curso de Administração em Gestão Organizacional

Teoria Geral da Administração

Relatório da aula prática “tempos e movimentos”

Trabalho apresentado para obtenção de nota parcial na disciplina de teoria geral da administração, ministrada pelo prof. Cesar Leandro, no curso de administração, 1° período.

Parintins/AM

2013

Sumário:

Introdução...................................................................................04

Objetivo.......................................................................................05

Métodos.......................................................................................06

Procedimentos............................................................................07

Conclusão...................................................................................08

Referências Bibliográficas........................................................10

INTRODUÇÃO

O estudo dos tempos e movimentos

O instrumento básico para se racionalizar o trabalho dos operários era o estudo de tempos e movimentos. O trabalho é executado melhor e mais economicamente por meio da análise do trabalho, isto é, da divisão e subdivisão de todos os movimentos necessários à execução de cada operação de uma tarefa. Observando metodologicamente a execução de cada operação a cargo dos operários, Taylor viu a possibilidade de decompor cada tarefa em uma série ordenada de movimentos simples. Os movimentos inúteis eram eliminados enquanto os movimentos úteis eram simplificados, racionalizados ou fundidos com outros movimentos para proporcionar economia de tempo e de esforço ao operário.

OBJETIVO

O presente trabalho realizado na praça dos bois teve a finalidade de nos proporcionar a visão de Taylor sobre a importância de tempos e movimentos no trabalho e aprofundar nossos conhecimentos sobre a administração científica, iremos utilizar na prática os conhecimentos sobre o estudo dos tempos e movimentos, analisaremos a forma de preparo, o tempo e os movimentos utilizados na produção de sanduiches, que são consumidos por quase todos os Parintinenses.

MÉTODOS

  • Escolha das lanchonetes e observação do trabalho realizado nas mesmas;

Observamos os trabalhos de duas lanchonetes, que não divulgaremos os nomes por não autorização dos proprietários, aqui apresentadas como “lanche 1” e “lanche 2”.

  • Análise detalhada da preparação dos sanduíches;

Foram analisados todos os passos da preparação de um sanduíche, as técnicas, o tempo usado, os movimentos que levam à preparação do mesmo. Com base nessas observações, serão aqui apresentadas sugestões para um melhor aproveitamento do tempo e dos movimentos empregados na preparação do sanduíche.

  • Materiais utilizados no trabalho;

Foram usados cronômetros, máquinas filmadoras e anotações pessoais para um melhor acompanhamento do preparo do sanduiche.

PROCEDIMENTOS

  • Observação do método utilizado para o preparo do lanche, levando em consideração a teoria de Taylor;

  • Levantamento dos pontos positivos e negativos;

  • Sugestões para a melhoria e aproveitamento do tempo de preparo.

Lanche 1

Chegamos ao “lanche 1” às 18h15min, não havia nem um ingrediente usado para preparação do X-tudo previamente preparado, a espera para esse preparo, cortar os legumes, o pão e aquecer a chapa, foram de 00h04min15segundos. Logo em seguida iniciou-se o preparo do pedido.

O atendente começou a fritar a calabresa, pegou o pão para pôr a maionese, limpou a chapa com a espátula que em seguida usou para grelhar o pão. Colocou o ovo na chapa para fritar, esperando aproximadamente 90 segundos apenas um lado, para depois o outro, depois disso começou a esquentar o queijo e presunto, começou a grelhar o com todos os ingredientes, que levou 78 segundos. Logo após esse procedimento foi pegar o saco de papel para pôr o sanduíche e depois entregou o pedido.

Tempo de preparo: 00h09min 19 segundos.

Lanche 2

No lanche 2, adentramos no estabelecimento às 18h43min não havia pessoas para o atendimento, levando 00h01min30s para que o atendimento fosse efetuado. Os ingredientes já haviam sidos preparados, esperamos mais 00h01min45s para que a chapa fosse aquecida.

O atendente voltou ao seu bar buscar algo que não está no nosso conhecimento, deixando a sua atendente confusa em relação ao pedido que foi feito anteriormente. Este tempo durou aproximadamente 40 segundos. Após essa perda de tempo, os mesmos começam a preparar o x-tudo. A ajudante coloca a salsicha, calabresa e ovo para serem aquecidos e preparados, detalhe a ajudante faz esse procedimento sem usar luvas. Colocando o queijo e o presunto na chapa para esquentar e o pão e a alface esperando o término deste; depois junta todos os ingredientes para colocar no pão para grelhar; a ajudante trouxe a maionese, o atendente começa a limpar a chapa e depois utiliza a mesma para finalizar o preparo do sanduíche. O chapeiro deixou o pão queimar quando foi falar com outro cliente que havia acabado de chegar.

CONCLUSÃO

Lanche 1

O proprietário não permitiu que filmássemos o preparo dos ingredientes, esse preparo durou 00h04min15segundos, entre cortar os legumes e aquecer a chapa. Quanto ao preparo, pela chapa não está completamente aquecida o ovo levou 90 segundos pra fritar, as outras frituras já deveriam acompanhar o ovo, assim economizaria tempo, os sacos de papel não estavam onde deveriam estar.

Sugestões:

Manter a chapa previamente aquecida;

Trazer os legumes já preparados;

As partes que serão fritas, fritas todas juntas ao invés de uma de cada vez;

Os sacos de papel devem estar próximo ao local do trabalho, evitando assim a procura pelo mesmo.

O tempo que leva para fritar os componentes do sanduiche e aproximadamente 180 segundos, nesse tempo o “chapeiro” poderia ter já preparado os sacos de papel e lenços, uma vez que era o único no local para desenvolver essa função.

Lanche 2

No estabelecimento não havia alguém preparado para atender os clientes, com isso houve uma demora de 00h01min30segundos, como já havíamos constatado no lanche anterior, a chapa não estava aquecida e houve um acréscimo de 00h01min 45seg. no tempo de preparo.

A falta de posições definidas fez que houvesse uma pequena confusão na hora de iniciar a tarefa. Os ingredientes estavam preparados e havia uma pessoa auxiliando a preparação, o preparo aconteceu de uma forma sistemática e bem treinada, mas o ter que deixar a chapa para atender outro cliente, tal ato deveria ser feita pela outra funcionária, o pão foi levemente queimado.

Contudo o descuidado com a higiene e preocupante, ao preparar o consumo não notamos uso de luvas ou toucas. Constatamos nesse lanche, um bom espaço físico, mas o local onde se encontrava a chapa e todos os ingredientes não era a mais adequada, estava próxima da rua e em frente a uma construção, fazendo assim muita poeira, tornando o local impróprio para preparo desse tipo de alimentação.

Notamos que o Lanche 2, conseguiu ser mais eficaz no preparo do sanduiche, mais a falta de comunicação entre os funcionários e demora no atendimento, serviu para que houvesse atraso no preparo. No lanche 1, houve o atraso entre preparar os ingredientes e começar o preparo, o espaço físico para desenvolver aquela tarefa não era o mais adequado, se torna difícil se movimentar em um espaço tão resumido.

Referencias Bibliográficas:

CHIAVENATO, Idalberto. Introdução geral a teoria da administração, 8° edição, Ed. Campos, ano 2011.

http://www.wikipedia.org/wiki/Frederick_Taylor

8

Comentários