apostila - android - programando passo a passo (4ª edição)

apostila - android - programando passo a passo (4ª edição)

(Parte 1 de 3)

Apostila de

Programando Passo a Passo 4ª Edição

De : Luciano Alves da Silva lucianopascal@yahoo.com.br w.apostilaandroid.ueuo.com

Rio de Janeiro Novembro 2010

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

Aviso importante em relação a esta apostila

Antes iniciar a leitura da apostila, veja esses avisos importantes:

Essa apostila NÃO PODERÁ SER DISTRIBUÍDA, em hipótese alguma, em outros sites da Internet, SEM A PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DO AUTOR DESTA OBRA.

Todo o conteúdo da apostila ou parte dela, NÃO PODERÁ SER

PUBLICADO, em hipótese alguma, em outras fontes na Internet, SEM A PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DO AUTOR DESTA OBRA. Porém, essa regra NÃO SERÁ VÁLIDA para os tópicos 1 (Introdução) e 2 (A estrutura geral da plataforma Android, incluindo também seus sub-tópicos) dessa apostila, QUE PODEM SER PUBLICADOS SEM A MINHA AUTORIZAÇÃO.

Essa apostila NÃO PODE , em hipótese alguma, SER COMERCIALIZADA NA INTERNET.

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

Apresentação

Android é uma plataforma aberta voltada para dispositivos móveis desenvolvida pela Google e atualmente é mantida pela Open Handset Alliance (OHA). Todas as aplicações desenvolvidas para essa plataforma utilizam à linguagem Java, o que facilita muitos programadores com conhecimentos em Java a desenvolver aplicações para essa plataforma.

Este material tem por objetivo mostrar de modo fácil como programar na plataforma para dispositivos móveis da Google (Android) usando o eclipse. Neste material vamos conhecer um pouco do histórico do Android, como surgiu, quais dispositivos suportam esse sistema operacional, como é a sua estrutura e como desenvolver diversos tipos de aplicações para Android por meio de vários programas e exemplos bem explicados.

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

1) Introdução6
2) A estrutura geral da plataforma Android8
2.1) A arquitetura do Android9
2.2) Aplicações9
2.3) Bibliotecas10
2.4) Android Runtime10
2.5) Linux Kernel1
3) Instalando o Eclipse e o Android1
4) Criando a nossa primeira aplicação em Android25
5) Usando Widgets39
5.1) A widget TextView39
5.2) A widget EditText39
5.3) A widget Button39
5.4) Desenvolvendo uma aplicação que soma números39
5.5) A widget CheckBox48
5.6) Desenvolvendo uma aplicação simples de compras48
5.7) A widget RadioButton52
RadioButton)52
5.9) A widget Spinner59
59
5.1) A widget ListView63
5.4) Desenvolvendo uma aplicação de lista telefônica63
5.12) A widget Imageview67
ImageView)67
5.14) A widget Gallery74
75
5.16) A widget ProgressBar81

Índice analítico 5.8) Desenvolvendo uma aplicação de cálculo de salário (Com 5.10) Desenvolvendo uma aplicação de cálculo de salário (Com Spinner) 5.13) Desenvolvendo uma aplicação que visualiza imagens (Com 5.15) Desenvolvendo uma aplicação que visualiza imagens (Com Gallery) 5.17) Desenvolvendo uma aplicação que simula um download ................ 81

5.18) A widget DatePicker86
5.19) Desenvolvendo uma aplicação de calendário86
5.20) A widget TimePicker89
5.21) Desenvolvendo uma aplicação que faz uso do TimePicker89
6) Mudando de layouts91
6.1) Desenvolvendo uma aplicação de cadastro97
7) Trabalhando com menus em uma aplicação113
8 ) Entendendo melhor a classe AlertDialog119
9) Propriedades e eventos dos componentes trabalhados122
Widget TextView122
Widget EditText122
Widget Button124
Widget CheckBox124
Widget RadioButton125
Widget Spinner126
Widget ListView127
Widget ImageView128
Widget Gallery128
ProgressBar129
DatePicker129
TimePicker130
Propriedades comuns a todos os objetos131

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

1) Introdução

O Android é uma plataforma desenvolvida pela Google voltada para dispositivos móveis. Em 5 de novembro de 2007, a empresa tornou pública a primeira plataforma Open Source de desenvolvimento para dispositivos moveis baseada na plataforma Java com sistema operacional Linux, na qual foi chamada de Android. Essa plataforma é mantida pela OHA (Open Handset Alliance), um grupo formado por mais de 40 empresas as quais se uniram para inovar e acelerar o desenvolvimento de aplicações, serviços, trazendo aos consumidores uma experiência mais rica em termos de recursos, menos dispendiosa em ternos financeiros para o mercado móvel. Pode-se dizer que a plataforma Android é a primeira plataforma móvel completa, aberta e livre.

Um dos SmartPhones que ofereceu suporte a esse sistema operacional foi o G1 da empresa T-Mobile. Veja a figura dele abaixo:

(G1 da T-Mobile)

Não demorou muito para que o Android chegasse aqui no Brasil. Hoje já contamos com operadoras como Claro, TIM e Vivo que já oferecem suporte a essa plataforma.

Os SmartPhones disponíveis aqui no Brasil, oferecidos por algumas dessas operadoras, que suportam o sistema Android é o Samgung Galaxy e o Motorola Milestone. Veja a figura desses SmartPhones abaixo:

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

(Samsung Galaxy) (Motorola MileStone)

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

2) A estrutura geral da plataforma Android

Android é a plataforma open source para dispositivos móveis da Open

Handset Alliance (OHA). O Android SDK é o kit de desenvolvimento que disponibiliza as ferramentas e APIs necessárias para desenvolver aplicações para a plataforma Android, utilizando a linguagem Java. Recursos :

- Application framework proporciona a reutilização e substituição de componentes

- Dalvik virtual machine otimizada para dispositivos móveis

- Browser Integrado baseado no webkit engine

- Gráficos Otimizados possui uma biblioteca 2D; e 3D baseada na especificação OpenGL ES 1.0 (aceleração de hardware é opcional)

- SQLite para guardar dados estruturados

- Suporte multimídia para áudio, vídeo e formatos de imagem (MPEG4, H.264, MP3, AAC, AMR, JPG, PNG, GIF)

- Telefonia GSM (dependente de hardware)

- Bluetooth, EDGE, 3G, e WiFi (dependente de hardware)

- Câmera, GPS, compasso, e acelerômetro (dependente de hardware)

- Rico ambiente de desenvolvimento , incluindo um emulador de dispositivo, ferramentas de depuração, memória, performance e um plugin para o Eclipse (ADT)

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição 2.1) A arquitetura do Android

(Arquitetura geral da plataforma Android)

2.2) Aplicações

Junto com o Android vem um conjunto de aplicações fundamentais. São elas:

- um cliente de e-mail; - programa de SMS;

- agenda;

- mapas;

- navegador;

- contatos entre outros.

Todos os aplicativos implementados foram desenvolvidos na linguagem de programação Java.

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

2.3) Bibliotecas

O Android inclui um conjunto de bibliotecas C/C++ utilizadas por vários componentes do sistema. Estas capacidades são expostas para os desenvolvedores através do Framework. Abaixo, algumas das principais bibliotecas:

- System C library – uma implementação derivada da biblioteca C padrão sistema (libc) do BSD sintonizada para dispositivos rodando Linux.

- Media Libraries – baseado no PacketVideo’s OpenCORE; as bibliotecas suportam os mais populares formatos de áudio e vídeo, bem como imagens estáticas.

- Surface Manager – gere o acesso ao subsistema de exibição bem como as múltiplas camadas de aplicações 2D e 3D;

- LibWebCore – um web browser engine utilizado tanto no Android Browser quanto para exibições web.

- SGL – o engine de gráficos 2D - 3D libraries – uma implementação baseada no OpenGL ES 1.0 APIs; as bibliotecas utilizam aceleração 3D via hardware (quando disponível) ou o software de renderização 3D altamente otimizado incluído no Android.

- FreeType – renderização de fontes bitmap e vector

- SQLite – um poderoso e leve engine de banco de dados relacional disponível para todas as aplicações

2.4) Android Runtime

O Android inclui um grupo de bibliotecas que fornece a maioria das funcionalidades disponíveis nas principais bibliotecas da linguagem Java.

Toda aplicação Android roda em seu próprio processo, com sua própria instância da máquina virtual Dalvik. O Dalvik foi escrito de forma a executar várias VMs eficientemente. Ele executa arquivos .dex, que é otimizado para consumo mínimo de memória. A VM é baseada em registros e roda classes compiladas pela linguagem Java que foram transformadas em arquivos .dex, através da ferramenta “dx” incluída no SDK.

O Dalvik VM baseia-se no kernel do Linux para funcionalidades subjacentes como o encadeamento e a gestão de baixo nível de memória.

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

2.5) Linux Kernel

Utiliza a versão 2,6 do kernel do Linux para os serviços centrais do sistema, tais como segurança, gestão de memória, gestão de processos, etc. O kernel também atua como uma camada de abstração entre o hardware e o resto do software.

3) Instalando o Eclipse e o Android

Para a elaboração desse material, eu fiz o uso do Eclipse Galileo (Eclipse 3.5.1 para Windows) e o SDK do Android Revisão 5 e o plugin do Android para o Eclipse ADT-0.9.6. Qualquer versão (de preferência superior) dos programas citados acima serve. Claro , para que toda essa aplicação funcione é necessário que você tenha instalado antes de tudo, a Máquina Virtual Java (de preferência a versão 5 ou posterior). Bom, mãos a obra.

Para saber se você possui uma Maquina virtual Java, entre no prompt de comando de digite a seguinte linha:

java –version

Se mostrar algo parecido como mostra o código abaixo:

java version "1.6.0_07" Java(TM) SE Runtime Environment (build 1.6.0_07-b06) Java HotSpot(TM) Client VM (build 10.0-b23, mixed mode, sharing)

Beleza, você possui uma máquina virtual Java instalada no seu computador, caso contrário, instale o JDK. Você pode fazer o download do JDK pelo link abaixo:

http://java.sun.com/javase/downloads/index.jsp

Se você já possui a máquina virtual Java instalada em seu computador, basta agora você fazer o download do Eclipse, que pode ser feita pelo link abaixo:

http://www.eclipse.org/downloads/

Para fazer o download do Android SDK e do seu plugin , faça pelo link abaixo:

http://developer.android.com/sdk/index.html

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

Depois de obter os programas e plugins citados acima, vamos fazer agora as devidas configurações. Primeiramente, você irá descompactar o arquivo “android-sdk_r05-windows.zip”, de preferência no diretório raiz “C:\”. Depois de descompactar, execute o utilitário “SDK Setup”, que se encontra dentro da pasta descompactada, conforme é mostrado na figura abaixo:

Ao executá-lo, ele irá atualizar as suas fontes , conforme mostra a figura abaixo:

Se durante a atualização das fontes, a aplicação apresentar um erro, conforme mostra a figura abaixo:

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

Calma, não se desespere! Você vai fechar essa caixa de diálogo clicando no botão “Close”, e será mostrada uma caixa de diálogo, conforme mostra a figura abaixo, simplesmente feche-a, clicando no botão “Cancel”.

Agora você vai na seção “Settings”, conforme mostra a figura abaixo:

Agora , clique na opção “Force https://Sources to be fetched using

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição http://...”, e será novamente mostrada a caixa de diálogo de atualização das fontes, que fará a atualização desta vez, com sucesso.

Depois de feito a atualização, vá na seção “Available Packages” e expanda o item ao lado e marque a opção “SDK Platform Android 2.1, API7, revision 1”", como demostra a figura abaixo:

Agora clique no botão “Install Selected” e será mostrada uma nova tela, conforme a figura abaixo:

Agora simplesmente clique no botão “Install” e a instalação será efetuada, conforme demonstra a figura abaixo:

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

A instalação leva alguns minutos para ser feita. Quando a instalação for concluída, será exibida algumas mensagens, conforme mostra a figura abaixo:

Pronto, uma etapa concluída. Agora vamos instalar o Eclipse com o plugin do Android. Para instalar o eclipse simplesmente descompacte em um local apropriado, de preferência no drive “C:\”. Depois disso copie para o drive “C:\” o plugin do Android “ADT-0.9.6.zip”. Feito isso vamos executar o eclipse. Com o eclipse aberto na no menu “help” -> “Install New Software”, como mostra a figura abaixo:

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

Ao fazer esse procedimento será aberta uma tela conforme mostra a figura abaixo:

Para instalarmos o plugin do android, clique no botão “Add”, e será mostrada uma caixa de diálogo, conforme mostra a figura abaixo:

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

Agora vamos clicar no botão “Archive” e iremos procurar e selecionar o plugin do Android “A.D.T-0.9.6.zip”. Preencha o campo “Name” como mostra a figura abaixo:

Ao clicar em “OK” será mostrada uma tela, conforme demonstra a figura abaixo:

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

Agora expanda o item “Developer Tools” e marque todas as opções, conforme mostra a figura abaixo:

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

Após fazer isso clique no botão “Next”, e em seguida será mostrada a próxima tela, conforme demostra a figura abaixo:

Agora, clique no botão “Finish”. Após isso ocorrerá alguns processos, como demonstra a figura abaixo, aguarde até terminar.

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição Se em algum momento durante o processo for exibida a figura abaixo:

Pode clicar em “OK” sem problemas, e o processo se completará. Após o termino do processo você deve reiniciar o Eclipse, clicando em “Yes”, na mensagem abaixo:

Após o eclipse ter reiniciado, vamos fazer agora as configurações para fazer conexão com o emulador do Android. Vamos no menu “Window” / “Preferences”. Aberta a caixa de diálogo, selecione o item “Android” e será mostrada uma tela, conforme demonstra a figura abaixo:

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

Agora você vai selecionar o diretório onde se encontra o Android, que aqui no meu computador, o android se encontra instalado em “C:\android-sdkwindows”, logo, terei que selecionar essa pasta. Feito isso basta clicar em “OK”.

Para finalizar vamos definir um dispositivo virtual, conhecido como AVD

(Android Virtual Device), onde nossas aplicações daqui para frente serão executadas. Para isso, vá no menu “Windows” / “Android SDK and AVD Manager”, conforme mostra a figura abaixo:

Feito o procedimento acima, será aberta uma tela conforme mostra a figura abaixo:

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

Para criarmos um dispositivo virtual clique no botão “New”, e será aberta uma tela conforme mostra a figura abaixo:

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

De inicio, vamos configurar o básico pra executarmos a nossa aplicação. Em “Name” você define o nome do AVD, vamos chamá-lo de “Emulador”.

Em “Target” definirmos a plataforma-alvo a ser executada, neste caso só temos uma o “Android 2.1 - API Level 7”. Vamos selecioná-la.

Depois de preencher todos os campos, a tela de criação do AVD deve estar de acordo com a figura abaixo:

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

Para criarmos nosso AVD, clique no botão “Create AVD” e pronto. Após criarmos nosso AVD, será mostrada a seguinte mensagem , conforme mostra a figura abaixo:

Depois disso, clique em “OK” na mensagem mostrada na figura acima e feche a janela do “Android SDK and AVD Manager”.

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

4) Criando a nossa primeira aplicação em Android

Agora vamos criar um novo projeto Android indo no menu “File” / “New” /

“Other”. Selecione o projeto Android conforme figura abaixo. Depois de selecionar, clique em “Next”:

Após clicar em “Next” na figura acima, será exibida uma tela conforme figura abaixo:

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

Vamos preencher os campos citados abaixo: Project name : HelloWorldAndroid Application name : Hello World Android Package name: br.com.android Create Activity : AppHello Min SDK Version : 7

Os campos preenchidos acima devem estar de acordo com a figura abaixo:

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

Depois de tudo preenchido basta clicar no botão “Finish” e pronto, nosso projeto foi criado. Em Package Explorer, vamos dar uma olhada na estrutura do Projeto, simplesmente clicando no botão “+”. É só seguir a figura abaixo, aproveite e abra o arquivo AppHello.java , conforme figura abaixo:

Apostila de Android – Programando passo a passo 4ª Edição

Bom, agora irei descrever a estrutura de um projeto Android. Observem que dentro da pasta “HelloWorldAndroid” existe uma pasta chamada “src” e dentro dela é que ficam os códigos fonte java das aplicações. Observem que o arquivo “AppHello.java” se encontra dentro do pacote “br.com.android” (Esse pacote também é uma pasta). Esse arquivo é a nossa aplicação Android. Vou descrever em detalhes o arquivo “AppHello.java” (Veja o código abaixo):

(Parte 1 de 3)

Comentários