Metodologia de Estudo e de Pesquisa em Administração

Metodologia de Estudo e de Pesquisa em Administração

(Parte 1 de 4)

2009 Liane Carly Hermes Zanella

Ministério da Educação – MEC

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES

Diretoria de Educação a Distância – DED

Universidade Aberta do Brasil – UAB

Programa Nacional de Formação em Administração Pública – PNAP Bacharelado em Administração Pública

Z28m Zanella, Liane Carly Hermes

Metodologia de estudo e de pesquisa em administração / Liane Carly Hermes Zanella.

– Florianópolis : Departamento de Ciências da Administração / UFSC; [Brasília] : CAPES : UAB, 2009. 164p. : il.

Inclui bibliografia Bacharelado em Administração Pública ISBN: 978-85-61608-75-0

1. Administração – Estudo e ensino – Metodologia. 2. Leitura. 3. Ciência – Pesquisa. 4. Metodologia. 5. Método de estudo. 6. Educação a distância. I. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Brasil). I. Universidade Aberta do Brasil. II. Título.

CDU: 65

Catalogação na publicação por: Onélia Silva Guimarães CRB-14/071

© 2009. Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. Todos os direitos reservados. A responsabilidade pelo conteúdo e imagens desta obra é do(s) respectivo(s) autor(es). O conteúdo desta obra foi licenciado temporária e gratuitamente para utilização no âmbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil, através da UFSC. O leitor se compromete a utilizar o conteúdo desta obra para aprendizado pessoal, sendo que a reprodução e distribuição ficarão limitadas ao âmbito interno dos cursos. A citação desta obra em trabalhos acadêmicos e/ou profissionais poderá ser feita com indicação da fonte. A cópia desta obra sem autorização expressa ou com intuito de lucro constitui crime contra a propriedade intelectual, com sanções previstas no Código Penal, artigo 184, Parágrafos 1º ao 3º, sem prejuízo das sanções cíveis cabíveis à espécie.

PRESIDENTE DA REPÚBLICA Luiz Inácio Lula da Silva

MINISTRO DA EDUCAÇÃO Fernando Haddad

PRESIDENTE DA CAPES Jorge Almeida Guimarães

REITOR Álvaro Toubes Prata

VICE-REITOR Carlos Alberto Justo da Silva

DIRETOR Ricardo José de Araújo Oliveira

VICE-DIRETOR Alexandre Marino Costa

CHEFE DO DEPARTAMENTO João Nilo Linhares

SUBCHEFE DO DEPARTAMENTO Gilberto de Oliveira Moritz

SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Carlos Eduardo Bielschowsky

DIRETOR DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Celso José da Costa

COORDENAÇÃO GERAL DE ARTICULAÇÃO ACADÊMICA Nara Maria Pimentel

COORDENAÇÃO GERAL DE SUPERVISÃO E FOMENTO Grace Tavares Vieira

COORDENAÇÃO GERAL DE INFRAESTRUTURA DE POLOS Francisco das Chagas Miranda Silva

COORDENAÇÃO GERAL DE POLÍTICAS DE INFORMAÇÃO Adi Balbinot Junior

Alexandre Marino Costa

Claudinê Jordão de Carvalho Eliane Moreira Sá de Souza

Marcos Tanure Sanabio Maria Aparecida da Silva Marina Isabel de Almeida

Oreste Preti Teresa Cristina Janes Carneiro

METODOLOGIA PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Universidade Federal de Mato Grosso

André Valente de Barros Barreto Soraya Matos de Vasconcelos

Tatiane Michelon Tatiane Pacanaro Trinca

AUTORA DO CONTEÚDO Liane Carly Hermes Zanella

Coordenador do Projeto Alexandre Marino Costa

Coordenação de Produção de Recursos Didáticos Denise Aparecida Bunn

Supervisão de Produção de Recursos Didáticos Flavia Maria de Oliveira

Designer Instrucional Denise Aparecida Bunn Andreza Regina Lopes da Silva

Supervisora Administrativa Érika Alessandra Salmeron Silva

Capa Alexandre Noronha

Ilustração Igor Baranenko

Projeto Gráfico e Finalização Annye Cristiny Tessaro

Editoração Rita Castelan

Revisão Textual Sergio Meira

Créditos da imagem da capa: extraída do banco de imagens Stock.xchng sob direitos livres para uso de imagem.

Os dois principais desafios da atualidade na área educacional do País são a qualificação dos professores que atuam nas escolas de educação básica e a qualificação do quadro funcional atuante na gestão do Estado brasileiro, nas várias instâncias administrativas. O Ministério da Educação está enfrentando o primeiro desafio através do Plano Nacional de Formação de Professores, que tem como objetivo qualificar mais de 300.0 professores em exercício nas escolas de ensino fundamental e médio, sendo metade desse esforço realizado pelo Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB). Em relação ao segundo desafio, o MEC, por meio da UAB/CAPES, lança o Programa Nacional de Formação em Administração Pública (PNAP). Esse Programa engloba um curso de bacharelado e três especializações (Gestão Pública, Gestão Pública Municipal e Gestão em Saúde) e visa colaborar com o esforço de qualificação dos gestores públicos brasileiros, com especial atenção no atendimento ao interior do País, através dos Polos da UAB.

O PNAP é um Programa com características especiais. Em primeiro lugar, tal Programa surgiu do esforço e da reflexão de uma rede composta pela Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), do Ministério do Planejamento, pelo Ministério da Saúde, pelo Conselho Federal de Administração, pela Secretaria de Educação a Distância (SEED) e por mais de 20 instituições públicas de ensino superior, vinculadas à UAB, que colaboraram na elaboração do Projeto Político Pedagógico dos cursos. Em segundo lugar, esse Projeto será aplicado por todas as instituições e pretende manter um padrão de qualidade em todo o País, mas abrindo margem para que cada instituição, que ofertará os cursos, possa incluir assuntos em atendimento às diversidades econômicas e culturais de sua região.

Outro elemento importante é a construção coletiva do material didático. A UAB colocará à disposição das instituições um material didático mínimo de referência para todas as disciplinas obrigatórias e para algumas optativas. Esse material está sendo elaborado por profissionais experientes da área da Administração Pública de mais de 30 diferentes instituições, com apoio de equipe multidisciplinar. Por último, a produção coletiva antecipada dos materiais didáticos libera o corpo docente das instituições para uma dedicação maior ao processo de gestão acadêmica dos cursos; uniformiza um elevado patamar de qualidade para o material didático e garante o desenvolvimento ininterrupto dos cursos, sem paralisações que sempre comprometem o entusiasmo dos alunos.

Por tudo isso, estamos seguros de que mais um importante passo em direção à democratização do ensino superior público e de qualidade está sendo dado, desta vez contribuindo também para a melhoria da gestão pública brasileira, compromisso deste governo.

Celso José da Costa

Diretor de Educação a Distância Coordenador Nacional da UAB CAPES-MEC

Apresentação1
A Universidade como universo de conhecimentos17
O estudo na Universidade21
Processo de leitura27
Análise textual30
Análise temática31
Análise interpretativa3
Problematização34
Síntese ou conclusão pessoal35
Técnicas de leitura36
A técnica de sublinhar36
A técnica de esquematizar38
A técnica de r esumir39

Unidade 1 – Orientação para estudo, leitura, análise e interpretação de texto A técnica da documentação do estudo ........................................................ 41

A ciência e os diferentes tipos de conhecimentos49
Conhecimento popular50
Conhecimento religioso51
Conhecimento filosófico51
Conhecimento científico52
As Ciências Sociais e suas especificidades54
Método e metodologia57
O que é pesquisa63

Unidade 2 – Ciência, metodologia e pesquisa

A primeira grande divisão71
O método e a forma de abordar o problema75
Quanto aos objetivos da pesquisa79
Quanto aos procedimentos adotados na coleta de dados82

Unidade 3 – Tipos de pesquisa

O processo de pesquisa95
Etapas da pesquisa científica96
O planejamento da pesquisa98
A execução da pesquisa101
A comunicação dos resultados103

Unidade 4 – O processo de pesquisa O processo de pesquisa no curso de Graduação em Administração Pública....... 105

Instrumentos e técnicas de coleta e análise de dados1
Técnicas de coleta de dados112
Técnicas de análise de dados127

Unidade 5 – Instrumentos e técnicas de coleta e análise de dados

Os trabalhos científicos137
Trabalho de Conclusão de Curso151
Ar tigo científico153
Considerações finais159
Referências161

Unidade 6 – Estrutura e organização de trabalhos científicos Minicur rículo.................................................................................................... 166

10 Bacharelado em Administração Pública

Metodologia de Estudo e de Pesquisa em Administração

1 Módulo 1

Apresentação

Olá! Seja bem-vindo.

Você está iniciando a disciplina Metodologia de Estudo e de

Pesquisa em Administração, que tem como propósito fornecer instrumental às atividades de ensino, pesquisa e extensão do Curso de Graduação em Administração Pública, modalidade a distância no âmbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB). Essa disciplina possui uma intercomunicação com as disciplinas de Formação Básica, de Formação Profissional, de Estudos Quantitativos e suas Tecnologias e de Formação Complementar, além de outras atividades acadêmicas articuladas ao ensino contempladas por meio dos Seminários Temáticos, da realização de Estágios Supervisionados e atividades de extensão na comunidade, conforme Projeto Pedagógico do curso.

Aparentemente, essa disciplina pouco tem a ver com a formação do Administrador Público. Mas, logo você se dará conta que não é bem assim e que ela será fundamental em sua formação profissional. Pois, além de prepará-lo para melhor aproveitar o tempo de estudo num curso a distância, fornecerá instrumental metodológico para desenvolvimento dos trabalhos científicos que deverá realizar ao longo do curso, como as pesquisas dos Seminários Temáticos e o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Por isso propomos como objetivos dessa disciplina que você compreenda a função da pesquisa na formação do Administrador Público e consiga identificar e descrever os procedimentos e as técnicas necessárias para realizar trabalhos científicos.

A denominação de Metodologia de Estudo e de Pesquisa em Administração e o seu conteúdo revelam que esse texto é dirigido

12 Bacharelado em Administração Pública

Metodologia de Estudo e de Pesquisa em Administração não apenas aos estudantes que iniciam seus estudos em uma Universidade como também os acompanhará ao longo do curso e de sua vida pessoal.

Essa disciplina, na realidade, foi pensada no Projeto

Pedagógico do curso não como “uma disciplina” do curso, no sentido de que é oferecida num determinado momento do curso, você passa por ela, e pronto! A proposta é que ela tenha um cunho “instrumental”, seja uma espécie de “Guia Metodológico” que o acompanhe ao longo do curso, oferecendo-lhe subsídios e pistas em seus trabalhos acadêmicos.

Portanto, para quem pretende realizar pesquisas ou atuar e desenvolver atividades específicas de gestão em organizações públicas e participar da elaboração, do planejamento, da coordenação e do controle de políticas públicas, o conhecimento sobre métodos de pesquisa contribui de maneira significativa na análise, na avaliação e na aplicação dos resultados de pesquisas visando à melhoria da sociedade.

Foi a partir dessas preocupações e atendendo à função dessa disciplina no curso é que organizamos os temas em seis Unidades.

Na Unidade 1 – Orientação para o estudo – discutiremos sobre a função da universidade e apresentaremos algumas técnicas de leitura que podem ajudá-lo em seus estudos.

Na Unidade 2 – trataremos dos conceitos de ciência, pesquisa, método e metodologia.

Após essas duas Unidades que tratam de temas mais gerais, nas seguintes iremos abordar temas mais específicos relacionados ao processo de pesquisa.

Na Unidade 3 – apresentaremos diferentes tipos de pesquisa, dando ênfase aos mais utilizados no campo da Administração.

13 Módulo 1

Apresentação

Na Unidade 4 – explicaremos com bastante didática o processo de pesquisa, isto é, os caminhos a serem seguidos para que seus trabalhos acadêmicos tenham caráter científico. Para tal, será necessário desenvolver metodologias específicas, com seus instrumentais de coleta e análise de dados. Sobre isso iremos nos deter na Unidade 5.

Finalmente, na última Unidade, apresentaremos a estrutura e a organização de trabalhos científicos, a partir do que está estabelecido pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Certamente, agora ficou mais claro de que trata a disciplina de Metodologia de Estudo e de Pesquisa na Administração e sua importância na sua formação acadêmica e profissional. Sem a pretensão de esgotar o assunto, mas sim apresentar um olhar dentre os inúmeros que abordam os assuntos aqui discutidos, desejamos a todos uma ótima leitura!

Professora Liane Carly Hermes Zanella

UNIDADE 1

Ao finalizar esta Unidade você deverá ser capaz de: f Conhecer os objetivos e as atividades da Universidade; f Identificar a importância do processo de leitura, análise e interpretação de textos científicos no ato de estudar; e f Utilizar as técnicas de sublinhar, esquematizar, resumir, documentar textos científicos para auxiliar o processo de aprendizagem.

16 Bacharelado em Administração Pública

Metodologia de Estudo e de Pesquisa em Administração

17 Módulo 1

Unidade 1 – Orientação para estudo, leitura, análise e interpretação de texto

*Docente – significa quem ensina. Discente: em contrapartida, quem aprende. Fonte: Houaiss (2007).

Caro estudante!

Você, agora, é aluno de uma universidade pública. Temos certeza que sentimentos de alegria e de orgulho invadem sua vida por estar matriculado no curso de Administração Pública numa universidade pública. Não é bom sentir isso? Por outro lado, você pode sentir certa ansiedade e preocupação. O que significa estar numa universidade? Qual sua função social?

Pense um pouco sobre isso.

Você já deve ter ouvido falar ou, talvez, no dia da Aula

Inaugural, foi dito que a Universidade se apoia sobre três pilares fundamentais: ensino, pesquisa e extensão. Portanto, estudar em uma universidade significa estar numa instituição que desenvolve essas três atividades interligadas.

Ao ensinar, por meio da ação de seu corpo docente*, a

Universidade se propõe a incentivar em você a reflexão sobre a construção do conhecimento e desenvolver habilidades do saber.

Ao desenvolver a pesquisa, “ponto básico de apoio e sustentação de suas outras duas atividades, o ensino e a extensão” (SEVERINO, 2007, p. 23), a Universidade busca produzir conhecimento novo, ser espaço de criação e de inovação.

Por último, mas não por isso menos importante, por meio de ações de extensão, permite que você, estudante de Administração

18 Bacharelado em Administração Pública

Metodologia de Estudo e de Pesquisa em Administração

Pública, participando em eventos diversos, como consultorias, prestação de serviços e projetos de diagnóstico organizacional, compartilhe com a sociedade o conhecimento produzido dentro da Universidade.

Acreditamos que tenha ficado claro que a Universidade cumpre com seu papel social ao desenvolver ações de ensino, pesquisa e extensão e que, ao fazer isso, se torna espaço de produção de conhecimento. É isso que dá sentido à própria palavra “universidade”.

Então, você já sabe o que significa Universidade?

Observe que a própria palavra “universidade” já revela seu sentido: universal, universalidade, totalidade, o mundo todo. Assim podemos ainda dizer que a Universidade é um universo de conhecimento e de pessoas. É o espaço da universalidade das ideias e da diversidade do pensamento. Portanto, deve ser um espaço democrático, aberto a todos, de acolhimento de pensamentos e de pessoas.

A EaD possibilita realizar essa proposta de universalidade do conhecimento, de acesso ao saber e ao ensino superior a um número cada vez maior de pessoas que, por motivos os mais diferentes, dificilmente poderiam estudar presencialmente e ingressar numa Universidade.

Você já havia parado para pensar sobre o significado da palavra Universidade?

19 Módulo 1

Unidade 1 – Orientação para estudo, leitura, análise e interpretação de texto

Infelizmente, aqui no Brasil, segundo o Censo da Educação

Superior, realizado pelo MEC em 2008 e divulgado em 2 de fevereiro de 2009, somente 12% da população têm acesso a esse “universo”. Você, então, é um privilegiado, pois ao fazer sua matrícula no curso passou a fazer parte dessa “universalidade”, podendo entrar em contato com o pensamento e a experiência humana produzidos ao longo de milênios.

Porém, entrar e participar dessa Universidade implicam adquirir novas posturas e responsabilidades. A primeira delas é se conscientizar de que o resultado do processo formativo depende principalmente de você.

(Parte 1 de 4)

Comentários