Livro de filosofia

Livro de filosofia

(Parte 1 de 10)

Maria Lúcia de Arruda Aranha

Bacharel e licenciada em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Professora de Filosofia em escolas particulares de São Paulo.

Maria Helena Pires Martins

Doutora em Artes (área de concentração: Teatro) pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Professora da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.

oIOSOFA Introdução à Filosofia

Volume Único

Componente curricuJar: FILOSOFIA

4a edição São Paulo, 2009

-1 Moderna

Título original: Filosofando Introdução à Filosofia © Maria Lúcia de Arruda Aranha e Maria Helena Pires Martins, 2009

Coordenação editorial: Maria Raquel Apolinário, Eduardo Augusto Guimarães Edição de texto: Teia Editoria l, Maria Aparecida M. Bessana Assistência editorial: Vivian Kaori Ehara Preparação de texto: Carlos Zanchetta Coordenação de design e projetos visuais: Sandra Botelho de Carvalho Homma

Projeto gráfico: A+comunicação

Capa: Everson de Paula Imagem da capa: Mulher sentada, de Pablo Picasso, 1932

Coordenação de produção gráfica: André Monteiro. Maria de Lourdes Rodrigues

Coordenação de arte: Maria Lucia Couto Edição de arte: Renata Susana Rechberger Assistente de produção: Márcia Nascimento. Tais Nakano. Daniela Máximo Coordenação de revisão: Elaine Cristina dei Nero Revisão: lolanda Maria do Nascimento. Todaescrita Serviços Ltda. Coordenação de pesquisa iconográfica: Ana Lucia Soares

Pesquisa iconográfica: Maria Helena Pires Martins (unidade 7 e capitulo 5). Ricardo Fabbrini, Cristina Mura

Coordenação de bureau: Américo Jesus Tratamento de imagens: Pix Art

Pré-impressão: Hélio P de Souza Filho, Marcio Hideyuki Kamoto. Everton L. de Oliveira

Coordenação de produção industrial: Wilson Aparecido Troque Impressão e acabamento: Gráfica Ideal

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP. Brasil)

Aranha. Maria Lúcia de Arruda

Filosofando : Introdução à Filosofia I Maria

Lúcia de Arruda Aranha, Maria Helena Pires Martins. -4. ed. -São Paulo : Moderna. 2009.

Bibliografia.

1. Filosofia 2. Filosofia -Introduções

Martins, Maria Helena Pires. . Titulo. Título: Introdução à Filosofia . 09-09113 CDD-l0l indices para catálogo sistemático: 1. Filosofia : Introdução 101

Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. Todos os direitos reservados

Rua Padre Adelino. 758 -Beleozlnho São Paulo -SP -Brasil -CEP 03303-904

Vendas e Atendimento: l. __2602-5510

Fax __2790-1501 w.moderna.com.b( 20 Impresso no Brasil

Ap esentação

A primeira intenção de uma obra de filosofia para o ensino médio não é a de formar filósofos, embora seu estudo eventualmente possa despertar vocações. O que se visa é estimular a reflexão do aluno, levando-o a desenvolver um novo olhar sobre o mundo, típico da especificidade do filosofar.

Se é verdade que a filosofia trabalha com conceitos, isso não significa que ela se distancia da vida. Muito pelo contrário, ela desenvolve a percepção sobre o cotidiano, levando as pessoas a questionarem o senso comum e a descobrirem novos significados para a existência, para as re!ações humanas que se estabelecem a partir dela e para o convívio com a natureza.

Todos nós sempre nos colocamos questões de caráter filosófico: O que é o ser humano? Ele é livre? O que é conhecimento? Que tipos de valores orientam a ciência? O que é ser justo? O que caracteriza um bom político? Que tipo de conhecimento a arte nos propicia? Deus existe? O que é ser moral? O que é democracia? Existem limites para a liberdade?

Essas indagações poderão ser mais bem discutidas se nos familiarizarmos com o pensamento dos filósofos, não para nos guiarmos por eles, mas para entrarmos em contato com as polêmicas que eles desencadearam, ampliando desse modo nossa capacidade de reflexão crítica.

A nossa expectativa é que este livro contribua para desenvolver as competências típicas da reflexão filosófica e para uma intervenção crítica e responsável na sociedade atual. Um bom estudo!

Areflexãofilosófica, indagativa,do ser humano, foi tema de uma obra famosa do escultor francêsAuguste Rodin (1840-1917): opensador, de 1881. O pintor norueguês

Edvard Munch (1863-1944), conhecedor da arte de Rodin, prestou-lhe uma homenagem, reproduzindo em sua pintura O pensador de Rodin, de 1907, a célebre escultura que o inspirou.

A organização daob a

Esta obra tem uma organização temática, abordagem que propicia tratar os assuntos de forma contextualizada, aproximando os conteúdos da realidade vivida por alunos e professores. A opção pela abordagem temática, no entanto, não excluiu a historicidade do estudo, por isso a história dafilosofia é um referencial constante, que estabelece o fio condutor da discussão dos temas.

A obra é constituída por 37 capítulos distribuídos em 7 unidades. Cada capítulo apresenta um texto básico elaborado em linguagem clara e acessível. O projeto gráfico, dinâmico e colorido, inclui imagens que não servem apenas como ilustração, mas funcionam como elementos de reflexão. Algumas delas são acompanhadas de textos-legenda que permitem uma leitura ampla e conceitual da imagem, estabelecendo relações entre o texto visual, os conteúdos filosóficos e a realidade em que vivemos. Conheça agora algumas seções do livro.

Atividades

Propostas ao final de cada capítulo, as atividades visam desenvolver a compreensão, a interpretação e a capacidade de problematizar e de elaborar tex tos expositivos e dissertativos, competências neces sárias aos estudos de filosofia e ao desenvolvimento do indivíduo como cidadão.

~ _--­--..'---­..
====-===­---.._.
-----...-...­
-~ _---­--,.-.._~_
-­...,........_._­
--­
---._.--.,...._-,
--_ -...-­_ ......-::;:=...-=:=-
-..-=.:=.:-­: -=~_._'_4~_
..­-_._- -­
_.-­----_.­~.. ----­
.----.--..... _- ..-....- ..-...­
----""""­

leituras complementares

Inserida ao final da maior parte dos capítulos, a seção traz reportagens atuais, textos de filósofos e de outros estu diosos, artigos jornalísticos, crônicas. Em síntese, diversos tipos de texto que estimulam o contato com reflexôes ela boradas em diversas áreas e ampliam as discussões.

--
--­--­-.--.....-..­
--.-.~--~-=-=--1­ _.
­ .........
--,.-...,­
.--...­--~.. ­
_.--..-­=.:::._-­
==--=-...=.:=.: =~~:::
-­-­-----­
--"-.-­=.::.==_-a _•
-.­
--­
-
=--_. _._­
.--­---.-­---­:::::=­_=-I i..
---­.-­
-'­-------.......... _­
--­---.
c
---­
-_._._.._.
----­

Quem é7 Para saber mais• Para refletir, Glossário e Etimologia

Distribuídas ao longo dos capí tulos, essas seções trazem dados biográficos de vários autores, informam aorigem eosignificado de conceitos importantes para a área, apresentam propostas de reflexão, além de outras informa ções pertinentes ao estudo.

• Quadro cronológico das correntes filosóficas e dos eventos históricos desde o século VI a.c. até os nossos dias. • Correntes filosóficas do século X, com os pri ncipa is repre sentantes de cada corrente. • Vocabulário dos principais conceitos e termos filosóficos utilizados no livro. o Sugestões bibliográficas, em que as obras são indicadas por assunto. Indice de nomes para facilitar a rápida localização dos autores citados, inc'luindo datas, local de nascimento e área de atuação. o Sugestões de filmes, livros e sUes organizados por capítulo, com uma breve sinopse dos filmes indicados.

QUldlc =nológlco

Unidade 1 Descobrindo a filosofia 12

Capitulo 1 A experiência filosófica 14

1. Como é o pensar do filósofo? 15 / 2. A filosofia de vida 16 / 3. Para que serve a filosofia? 16 / 4. Informação, conhecimento e sabedoria 17 / 5. t possível definir filosofia? 19 / 6. Um filósofo 21 / 7. Para não concluir ... 2

Leitura complementar Contardo Calfigaris: A turba do "pega e lincha" 23

Atividades 24

Capitulo 2 A consciência mítica 2S

1. Dois relatos míticos 26/ 2. O que é mito? 27 / 3. Os rituais 27 /4. Teorias sobre o mito 28 / 5. O mito nas civilizações antigas 30/ 6. O mito hoje 32/ 7. Para finalizar... 3

Leitura complementar Pierre C1astres: A tortura, a memória 34/ Theodor W Adorno: Os trotes de calouro 34

Atividades 35

Capitulo 3 o nascimento da filosofia 36

1. Situando no tempo 36/ 2. Uma nova ordem humana 37/ 3. Os primeiros filósofos 39 / 4. Mito e filosofia: continuidade e ruptura 41

Leitura complementar Friedrich Nietzsche: Tales, o primeiro filósofo 42

Atividades 43

Antropologia filosófica 4

Capitulo 4 Natureza e cultura 46

1. Para começar 46/ 2. O comportamento animal 47/ 3. O agir humano: a cultura 49/ 4. Uma nova sociedade? 50/ 5. A cultura como construção humana 51

Leitura complementar j E. Montaigne: Dos canibais 52

Atividades 53

Capitulo 5 Linguagem e pensamento S4

1. A linguagem do desenho 54 / 2. O que é uma linguagem? 5/ 3. A linguagem verbal 60/ 4. Funções da linguagem 60 / 5. Linguagem, pensamento e cultura 61

Leitura complementar Luis Fernando Verissimo: Papo-furado 64

Atividades 65

Unidade 3

Capitulo 6 1Iabalho, alienação e consumo 6

1. Trabalho como tortura? 67/ 2. A humanização pelo trabalho 67/ 3. Ócio e negócio 67/ 4. Uma nova concepção de trabalho 68/ 5. O trabalho como mercadoria: a alienação 69/ 6. A era do olhar: a disciplina 70/ 7. De olho no cronômetro 72/ 8. Novos tempos na fábrica 73/ 9. Da fábrica para o escritório 74/ 10. Consumo ou consumismo? 74/ 1. Crítica à sociedade administrada 75/ 12. Uma "civilização do lazer"? 76/ 13. A sociedade pós·moderna: o hiperconsumo 7 / 14. Para onde vamos? 78

Atividades 79

Capítulo 7 Em busca da felicidade 80 l Oque significa ser feliz? 80/ 2. A "experiência de ser" 81/ 3. Os tipos de amor 82/ 4. Platão: Eros e a filosofia 83 / 5. O corpo sob o olhar da ciência 85/ 6. A inovação de Espinosa 86/ 7. As teorias contemporâneas 8/ 8. Individualismo e narcisismo 91/ 9. Felicidade e autonomia 92

Leitura complementar Gilles Lipovetsl<y: Oecletismo da felicidade 93

Atividades 94

Capítulo 8 Aprender a morrer~5

1. A morte como enigma 95/ 2. Os filósofos e a morte 96/ 3. O tabu da morte 9/ 4. Aqueles que morrem mais cedo 100/ 5. t legítimo deixar ou fazer morrer? 100/ 6. A negação da morte 102/ 7. As mortes simbólicas 102/ 8. O sofrimento da natureza 103/ 9. Pensar na morte: refletir sobre a vida 104

Atividades 105 o conhecimento 106

Capitulo 9 o que podemos conhecer? 108

1. oato de conhecer 109 / 2. Os modos de conhecer 109 / 3. A verdade 1 / 4. Podemos alcançar a certeza? 1 / 5. Teorias sobre a verdade 115 / 6. A verdade como horizonte 116

Leitura complementar Fernando Savater:As verdades da razão 117

Atividades 118

Capítulo 10 Ideologias 119 v C 71. Conceito geral de ideologia 120 / 2. Ideologia: sentieo restrito 120 / 3. Conceito marxista de ideologia 120/ 4. A ideologia em ação 122/ 5. O discurso não ideológico 125/ 6. Outras concepções marxistas de ideologia 125/ 7. Questionamento e conscientização 127

Leitura complementar Destutt de Tracy: Dois sistemas de instrução 128

Atividades 129

Capítulo 1 Lógica aristotélica 130

1. O que é lógica 131/ 2. Termo e proposição 131/ 3. Princípios da lógica 132/ 4. Quadrado de oposições 132/ 5. Argumentação 133/ 6. Tipos de argumentação 134/ 7. Falácias 136/ 8. A lógica pós-aristotélica 138

Leitura complementar Wesley Salmon: Descoberta da justificação 139

Atividades 140

Unidade 4

Capítulo 12 Lógica simbólica 141 1. Uma linguagem artificial 142/ 2. Lógica proposicional 142/ 3. Tabelas de

6. Consistência dos enunciados 146/ 7. A lógica de predicados 146/ 8. Lógicas verdade 143 / 4. Sinais de pontuação 144/ S. Formas de enunciado 145/ complementares e alternativas 147/ 9. A importância da lógica simbólica 147 Atividades 148

Capitulo 13 A busca da verdade 149

1. oque veremos no capitulo 150/ 2. A filosofia pré-socrática 150/ 3. Os sofistas: a arte de argumentar 151/ 4. Sócrates e o conceito 152/ 5. Platão: o mundo das ideias 154/ 6. Aristóteles: a metafísica 156/ 7. A filosofia medieval: razão e fé 160 / 8. Revisando 163

Leitura complementar Platão: Alegoria da caverna 164

Atividades 166

Capitulo 14 A metafisica da modernidade 167

1. As mudanças na modernidade 168/ 2. A questão do método 168/ 3. O racionalismo cartesiano: a dúvida metódica 169/ 4. O empirismo britânico 172/ 5. Para finalizar 176

Leitura complementar FrankJin Leopoldo e Silva: Omundo e a consciência 177

Atividades 178

Capitulo 15 A critica à metafísica 179

1. De que trata o capítulo 180/ 2. A Ilustração: o Século das Luzes 180/ 3. Kant: o criticismo 180/ 4. Hegel: o idealismo dialético 184/ 5. Comte:o positivismo 186/ 6. Marx: materialismo e dialética 190/ 7. Para uma visão de conjunto 192

Atividades 193

Capitulo 16 A crise da razão 194

1. Antecedentes da crise 195/ 2. A crise da subjetividade 197/ 3. Fenomenologia e inten cionalidade 198/ 4. A Escola de Frankfurt 199/ S. Habermas: o agir comunicativo 200/ 6. Foucault: verdade e poder 200/ 7. Pragmatismo e neopragmatismo 202/ 8. A filosofia da linguagem 204/ 9. O discurso da pós-modernidade 206/ 10. Para não finalizar 208

Atividades 209

Ética 210

Capitulo 17 Entre o bem e o mal 212

1. Uma história real 213/ 2. Os valores 213 / 3. Moral e ética 214/ 4. Caráter histórico e social da moral 215/ 5. A liberdade do sujeito moral 215/ 6. Dever e liberdade 216/ 7. A bússola e a balança 217/ 8. ttica aplicada 218/ 9. Aprender a conviver 219

Leitura complementar Ernst Tugendhat: Por que ética? 220

Atividades 221

Capitulo 18 Ninguém nasce moral 2

1. Aprender a autonomia 2/ 2. A teoria de Piaget 223 / 3. A teoria de I<ohlberg 226/ 4. Pressupostos filosóficos 229 / 5. Outras tendências 230 / 6. A construção da personalidade moral 231

Leitura complementar Lawrence Kohlberg: Odilema do bote salva-vidas 232

Atividades 233

Unidade 5

Capitulo 19 Podemos ser livres? 234

1. Mito, tragédia e filosofia 235/ 2. Somos livres ou determinados? 236/ 3. A liberdade incondicional e o livre-arbítrio 236/ 4. O que é determinismo? 237/ 5. Os teóricos da liberdade 239 / 6. Consciência e liberdade 240/ 7. A fenomenologia: a liberdade situada 241/ 8. e liberdade 244

Leitura complementar Maurice Merleau-Ponty: A liberdade 245

Atividades 246

Capitulo 20 Teorias éticas 247

1. A diversidade das teorias 248/ 2_ A reflexão ética grega 248/ 3. As concepções éticas medievais 252/ 4. O pensamento moderno 253/ 5. A moral iluminista 253/ 6. O utilitarismo ético 255/ 7_ As ilusões da consciência 256 / 8. A filosofia da existência 258/ 9. A ética contemporânea: o desafio da linguagem 260/ 10. Para não concluir 261

Leitura complementar Immanuel Kant: Oque é Esclarecimento? 262

Atividades 263 1l' Filosofia política 264

Capitulo 21 Política: para quê? 266

1. A filosofia política 267/ 2. Poder e força 267/ 3. Estado e legitimidade do poder 267/ 4. A institucionalizaçâo do poder 268/ 5. Uma reflexão sobre a democracia 268/ 6. O avesso da democracia: totalitarismo e autoritarismo 270/ 7. O equilíbrio instável de forças 272

Leitura complementar Celso Lafer: Mentira e democracia 273

Atividades 274

Capitulo 2 DiIeitos humanos 275

1. Para começar 276/ 2. Direito natural e direito positivo 277 / 3. A tradição grega 277/ ':1 ( 4. Os teóricos da modernidade 278/ 5. Os códigos modernos e os direitos sociais 280/ 6. Liberdade e igualdade? 281/ 7. A comunidade internacional 281 / 8. Direitos humanos: "direitos de bandidos"? 282/ 9. Para não concluir 283

Atividades 284

Capitulo 23 A politica normativa 285

1. A política como teoria 286/ 2. A democracia grega 286/ 3_ Os sofistas e a retórica 287/ 4. A teoria política de Platão 287/ 5. A teoria política de Aristóteles 290/ 6. O bom governo 292/ 7. Idade Média: política e religião 292/ 8. Agostinho, bispo de Hipona 293/ 9. A escolástica: Tomás de Aquino 293/ 10. Tempos de ruptura 294/ 1. Balanço final 295

Leitura complementar

Péricles: Oração fúnebre aos guerreiros, 296 Platão: Democracia e tirania, 296

Atividades 297

Capitulo 24 A autonomia da política 298

(Parte 1 de 10)

Comentários