Apostila FactoryTalk View 2

Apostila FactoryTalk View 2

(Parte 1 de 2)

PV02 - Criando uma Aplicação PanelView Plus com FactoryTalk View ME

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition 5 de 133

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition

Antes de começar7
Sobre este laboratório7
Ferramentas e pré-requisitos8
Quick Start – as etapas básicas para desenvolver uma aplicação de IHM9
Criação de uma aplicação9
Criação de atalhos Design (Local) e Runtime (Target)10
Características gerais do editor Communication Setup13
Criação de uma tela com um objeto vinculado a um tag do controlador21
Criação de um botão Shutdown24
Teste da aplicação25
Execução em um PanelView CE27
Configuração dos Ajustes Iniciais do Sistema29
Configuração iniciais do projeto29
Set up da lista de diagnóstico31
Configuração de tags de IHM3
Configuração de Global Connections36
Importação e compreensão das telas de operação38
Importação de imagens38
Importação de telas Global Objects40
Importação de telas gráficas42
6 de 133
Configuração de tendências54
Criação de registros de dados54
Configuração de Trend Object57
Configuração da tela de manutenção71
Criação de animações para controlar a luminosidade da tela71
Criação de variáveis embutidas para monitorar o valor de luminosidade da tela75
Configuração de alarmes79
Configuração do ajuste de alarme79
Compreendendo a tela de histórico de alarmes81
Configuração de RecipePlus83
Configuração dos tags RecipePlus83
Configuração dos componentes RecipePlus86
Configuração de idiomas100
Suporte de idiomas para idiomas do leste asiático100
Criação de botões de alternância de idiomas e acréscimo de idiomas adicionais102
Exportação e importação dos grupos de texto107
Vínculo de fontes nos terminais PanelView Plus113
Configuração de segurança116
Configuração de um faceplate PowerFlex122
Especificação dos componentes do projeto para iniciar em runtime126
Teste da aplicação127
Execução na área de trabalho127
Execução em um PanelView Plus CE130

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition 7 de 133

Antes de começar

2000 ou XP

O FactoryTalk® View Machine Edition™ (ME) é um produto que pode ser utilizado numa interface homem-máquina (PanelView Plus), em uma plataforma Microsoft® Windows® CE (PanelViewCE) ou mesmo numa plataforma aberta (microcomputador) sob o sistema operacional Microsoft® Windows® FactoryTalk View Machine Edition contém dois componentes:

testar as telas individuais e aplicações completasQuando o desenvolvimento está concluído,

1. FactoryTalk View® Studio - Este é um ambiente de desenvolvimento contendo as ferramentas necessárias para criar a aplicação da interface homem-máquina (IHM), incluindo telas gráficas, tendências, relatório de alarme e animação em tempo real. Fornece também ferramentas para você criará um arquivo runtime (.MER) para executar em um PanelView Plus, PanelView Plus CE ou microcomputador.

aplicação run-time (arquivo .MER)O Station está embutido em terminais PanelView Plus e
PanelView Plus CEAs aplicações de run-time também podem ser executadas em um
microcomputador, entretanto requer uma ativação para ser executado independente

2. FactoryTalk View® ME Station - Este é um ambiente run-time. O ME Station executa sua

O PanelView Plus e o PanelView Plus CE são terminais da interface de operação projetados para otimizar o desenvolvimento do sistema, desempenho e eficiência. Seguem as características gerais dessas diferenças.

PanelView™ Plus

• Interface de operação baseada em Microsoft® Windows CE

• ideal para aplicações com a necessidade de monitorar, controlar e exibir as informações graficamente, permitindo aos operadores compreender rapidamente o status da aplicação

PanelView™ Plus CE

• usa o Microsoft® Windows CE para reunir as funções da interface de operação PanelView™ Plus e computadores industriais VersaView

• plataforma aberta – os usuários têm acesso à área de trabalho Windows CE

• suporta os recursos adicionais, como Terminal Services, Internet Explorer, controles ActiveX e visualizadores para arquivos PDF, Word, Excel e PowerPoint

Sobre este laboratório

Este laboratório ensina como projetar e implementar uma interface de operação para o sistema de controle de um Iate, usando um FactoryTalk View Studio e FactoryTalk View Machine Edition. Você desenvolverá uma tela de características gerais para a sala de controle, uma tela de tendências para monitorar a pressão dos cilindros nos motores, uma tela de receita para ajustar a velocidade máxima de acordo com as várias condições de navegação e uma tela de manutenção. Você configurará a

8 de 133

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition alternância de idiomas para permitir que toda a aplicação possa ser vista em inglês, francês e chinês durante runtime. Você também aprenderá como é fácil configurar o faceplate do PowerFlex.

Este laboratório leva aproximadamente 2 horas para ser concluído.

Ferramentas e pré-requisitos Computador Windows 2000 ou Windows XP

FactoryTalk View Machine Edition Studio v5.0 RSLogix 5000 v16 RSLinx Professional v2.50 SoftLogix 5800 v16

Arquivos de tela Graphic, arquivos de tela Global Objects, arquivos de texto Language e arquivos Recipe em C:\PV02

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition 9 de 133

Quick Start – as etapas básicas para desenvolver uma aplicação de IHM

Esta seção destaca as etapas chave necessárias para que uma aplicação FactoryTalk View Machine Edition seja colocada em operação. Especificamente, as 5 etapas seguintes serão mostradas.

• Criar uma aplicação

• Criar atalhos Design (Local) e Runtime (Target)

• Criar uma tela com um objeto vinculado a um tag do controlador

• Criar um botão Goto Configure Mode

• Teste & download para um terminal

Criação de uma aplicação

1. Start FactoryTalk View Studio.

No menu Start, selecione Programs > Rockwell Software > FactoryTalk View > FactoryTalk View Studio ou Programs > FactoryTalk View Studio como mostrado abaixo.

10 de 133

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition

De um duplo clique no icone do Machine Edition 2. Crie um novo projeto denominado Fantasea. Siga as etapas de "a" a "d".

3. Clique em Cancel quando solicitado “Add Process Faceplates”.

Criação de atalhos Design (Local) e Runtime (Target)

O FactoryTalk View Studio permite aos usuários configurar os métodos de comunicação para o desenvolvimento da aplicação (Local) e para implantação run-time (Target). Essa funcionalidade permite a. Selecione a guia New no editor New/Open Machine Edition Application.

d. Clique em Create.

para Language

c. Certifique-se de que English está selecionado b. Digite Fantasea na caixa Application name.

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition 1 de 133 às aplicações serem testadas na máquina de desenvolvimento antes que seja implantada em um terminal. Isso economiza um volume significativo de teste de tempo e desenvolvimento da aplicação.

A seguir, temos três tipos de software que você pode usar para fazer a comunicação entre uma aplicação e controladores:

1. O RSLinx Enterprise é usado quando:

• a comunicação é feita a partir de um PVP/PVPCE ou FactoryTalk View Studio para um controlador Allen Bradley

• se faz um download de um arquivo MER (aplicação IHM) para um PVP/PVPCE

• usa-se o Application Manager para gestão de arquivo

2. KepServer é usado para se comunicar com um controlador de terceiros ou em outras redes

3. RSLinx Classic é usado como alternativa para se comunicar entre o FactoryTalk View Studio e um controlador Allen Bradley.

Neste laboratório, usaremos o RSLinx Enterprise com um controlador L60 SoftLogix 5860.

Criação de uma nova configuração RSLinx Enterprise

1. Na janela Explorer, abra Communication Setup seguindo as etapas de "a" "b".

OBS.: O servidor de dados RSLinx Enterprise é colocado perto da parte inferior da árvore da aplicação, acima da pasta System, conforme mostrado abaixo.

2. Em RSLinx Enterprise Configuration Wizard, crie uma nova configuração RSLinx Enterprise. Siga as etapas "a" e "b".

b. Clique duas vezes em Communication Setup.

a. Clique duas vezes em

RSLinx Enterprise para acessar Communication Setup.

12 de 133

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition

Configuração da comunicação (local) de projeto

comunicará com o controlador L60 SoftLogix 5860 através da Ethernet

A guia local em Communication Setup reflete visualização da topologia do servidor RSLinx Enterprise no computador de desenvolvimento. Para essa aplicação, o computador de desenvolvimento se Vamos observar as características gerais do editor Communication Setup.

b. Clique em Finish.

a. Selecione Create a new configuration.

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition 13 de 133

Características gerais do editor Communication Setup

Quando usado com o FactoryTalk View Machine Edition (ME), o RSLinx Enterprise gerencia os dois “atalhos” Local (Design) e Target (Runtime). Estes atalhos mostram de que forma a aplicação vai “enxergar” os controladores.

• O atalho Local (Design) é usado para construir e testar as aplicações. É a forma com a qual o seu micro, que está sendo utilizado para o desenvolvimento da aplicação, vai “enxergar” os controladores associados a aplicação.

• O atalho Target (Runtime) é a forma com a qual o PanelView Plus/CE vai “enxergar” os controladores associados a aplicação.

comunicará

A área de atalho do dispositivo é usada para criar, nomear ou remover os atalhos do dispositivo. Um atalho para um dispositivo representa uma rota para um dispositivo específico com o qual uma aplicação cliente se

dispositivo online

Esta área mantém o nome do atalho e permite que você navegue para um arquivo de tags offline. Para aplicações ME, você também cria um atalho que aponta para um arquivo com tags que será apresentado no

dispositivo específico

O botão Apply permite que você aplique o nome do atalho ao caminho selecionado e associe o atalho a um O recurso Copy from Design to

Runtime copia a topologia na guia Design para a guia Runtime.

O recurso Shortcut Verify fornece uma visão geral de todos os atalhos juntamente com suas propriedades.

14 de 133

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition

1. Primeiramente vamos definir o controlador (SoftLogix) que utilizaremos neste exemplo.

a. Certifique-se de que a guia

Design (Local) está selecionada. b. Clique no sinal (+) para expandir a rede

Ethernet

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition 15 de 133 c. Selecione o endereço IP: 10.96.63.2, que corresponde ao cartão Ethernet do Softlogix que está rodando no computador. Clique no sinal (+) para acessar o barramento do Softlogix.

16 de 133

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition d. Após acessar o barramento do SoftLogix, selecione a CPU, 1789- L60/A. Esta CPU já tem um programa sendo executado, chamado Fantasea.

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition 17 de 133

2. Adicione um “device shortcut” para o controlador selecionado. O “device shortcut” é a definição do caminho que o FactoryTalk View Studio irá se comunicar com o controlador:

a. Verifique se o controlador 1789- L60/A está selecionado e, em seguida, clique no botão Add b. Atribua o nome SC ao Device Shortcut c. Clique em Apply

18 de 133

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition

3. Agora se você selecionar o atalho “SC”, poderá ver que o SoftLogix, localizado no slot 2 do chassi, ficará destacado. Isto é uma indicação de que o atalho foi corretamente mapeado para o respectivo controlador, permitindo a comunicação entre a aplicação que está sendo desenvolvida e o controlador selecionado.

Configuração da comunicação em Runtime – Tab Runtime (Target)

Na guia Runtime (Target), vamos configurar a maneira pela qual o PanelView Plus ou o PanelView CE irá se comunicar com o controlador. No nosso exemplo, executaremos a aplicação no computador, logo os caminhos Design (Local) e Runtime (target) serão os mesmos.

d. Clique em Yes e. Por enquanto, NÃO CLIQUE em OK. Ainda vamos trabalhar nesta janela.

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition 19 de 133

1. Vamos copiar o que fizemos na guia Design (Local) para a guia Runtime (Target) a. Clique no botão Copy from Design to Runtime

20 de 133

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition b. Clique em Yes c. Clique em OK

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition 21 de 133

Criação de uma tela com um objeto vinculado a um tag do controlador

navegar nos tags do controlador

Com a comunicação devidamente configurada, você está pronto para criar um objeto em uma tela e 1. Crie uma nova tela.

2. Crie um objeto de tela numérica na nova tela.

a. Na janela Explorer, clique com o botão direito em Displays e selecione New.

a. Selecione Numeric Display na barra de ferramentas Objects.

b. Arraste o mouse para a posição e desenhe um retângulo no centro da tela.

2 de 133

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition 3. Navegue até o tag para Cilindros 1-6 no Motor 1.

c. Clique duas vezes no objeto Numeric Display para trazer a caixa de diálogo Properties.

d. Modifique a aparência do objeto da forma que desejar na guia General. Selecione a guia Connections.

e. Clique no símbolo Tag para abrir Tag Browser.

f. Clique com o botão direito em Fantasea na raiz e selecione Refresh All Folders para ver o atalho SC no RSLinx Enterprise criado anteriormente.

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition 23 de 133 g. Clique duas vezes na pasta SC. Clique duas vezes na pasta Online.

h. Selecione o tag E1_Cylinder_1_6_press.

i. Clique em OK.

k. Clique em OK.

j. Observe que o tag agora é exibido em Value

Connection.

24 de 133

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition

Criação de um botão Shutdown

forma adequada

Em runtime, o botão Shutdown é usado para parar a aplicação em execução, parar todos os componentes do projeto e retornar ao Windows. De forma alternativa, você pode usar o botão Goto Configure Mode. Ele pára a aplicação em execução e é um bom exercício para parar a aplicação de a. No menu Objects, escolha Objects -> Advanced -> Shutdown.

b. Arraste o mouse para a posição e desenhe um retângulo na tela. Clique duas vezes sobre ele para abrir a caixa de diálogo Properties.

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition 25 de 133

Você pode testar as telas individualmente para ativar as telas gráficas atuais

Teste da aplicação

Input, se altera em runtime

a. Clique no botão Test Display na barra de ferramentas. Observe que o valor, colocado no Numeric c. Salve a tela como test. Clique em OK.

b. Salve a tela pressionando na barra de ferramentas ou pressionando Ctrl+S em seu teclado.

c. Selecione a guia Label, digite “Exit” como Caption.

d. Clique em OK.

b. Clique no botão Edit Display para parar o teste.

26 de 133

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition

Agora, vamos testar a aplicação completa. Antes que a aplicação possa ser executada na área de trabalho ou em um terminal, você deve configurar a configuração Startup. Esta configuração permite a você especificar quais componentes de projeto iniciar em runtime. O set up da tela inicial é uma etapa essencial.

1. Abra Startup Editor

Execução na área de trabalho

Running Man para testar a operação. Ou você pode clicar no botão Exit para fechar a aplicação

Observe que pressionar “X” no seu teclado, encerra a aplicação em execução quando você usar

Conforme dito anteriormente, vamos trabalhar com a aplicação rodando no computador. Não utilizaremos a IHM física neste laboratório.

a. Selecione Test Application no menu Application. Ou simplesmente, pressione o botão Running Man.

a. Clique duas vezes em Startup para abrir Startup Editor.

b. Marque Initial graphic e selecione test.

c. Clique em OK.

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition 27 de 133

Sendo assim, as instruções contidas nas páginas 27 e 28 não devem ser seguidas neste laboratório, porém podem ser utilizadas para futuras consultas.

Execução em um PanelView CE d. Clique em para navegar para o arquivo runtime.

b. Certifique-se de que Runtime 5.0 Application está selecionado para o tipo MER. Clique em Save.

aVocê precisa criar um arquivo de runtime e

descarregá-lo no termina CE. Selecione Application -> Create Runtime Application….

c. Ao terminar de compilar o arquivo runtime, abra File Transfer Utility na barra de ferramentas.

28 de 133
O arquivo está agora sendo transferido ao terminal. Ao terminar, volte ao terminal

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition

Na tela de configuração FactoryTalk View ME Station, clique em Load Application e selecione test.mer. Em seguida, clique em Load. Clique em Yes para substituir os ajustes de comunicação existentes.

Clique em Run Application para iniciar o Projeto.

Você aprendeu as 5 principais etapas para configurar uma aplicação ME. Vamos continuar com a criação da aplicação Fantasea.

e. Selecione o arquivo test.mer e clique em Open.

f. Navegue na EtherNet e selecione o terminal atribuído a você.

g. Clique em Download.

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition 29 de 133

Configuração dos Ajustes Iniciais do Sistema

Configure esta aplicação para o tamanho da tela do terminal no qual o projeto será implantado.

Se o aplicativo estiver sendo executado, pressione “X” para fechá-lo e assim você poderá retornar ao ambiente de configuração.

Configuração iniciais do projeto 1. Abra Project Settings seguindo as etapas "a" e "b".

2. Agora, você está pronto para configurar o tamanho da janela do projeto para a aplicação Fantasea.

a. Clique duas vezes em Project Settings.

b. Na lista drop down para Project window size, selecione 800x600.

a. Certifique-se de que a guia General foi selecionada.

30 de 133

PV02 — FactoryTalk View Machine Edition

Como referência…

Terminal Type Project Window Size

PanelView Plus 400 320x240 PanelView Plus 600 320x240 PanelView Plus 700 ou PanelView Plus CE 700 640-480 PanelView Plus 1000 ou PanelView Plus CE 1000 640-480 PanelView Plus 1250 ou PanelView Plus CE 1250 800-600 PanelView Plus 1500 ou PanelView Plus CE 1500 1024-768

3. Configure o projeto runtime para exibir uma barra de título denominada Fantasea. Siga as etapas de "a" a "d".

4. Como o tamanho da janela de projeto foi alterado, você verá a janela Graphic Display Scaling. Não precisamos nos preocupar com a escala da janela neste momento. Simplesmente, clique em OK.

(Parte 1 de 2)

Comentários