ATPS de Contabilidade Geral2013pronta

ATPS de Contabilidade Geral2013pronta

(Parte 1 de 2)

UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP

POLO PRESENCIAL: Teresina/PI - DIRCEU

Curso: Ciências Contábeis

ATPS DE CONTABILIDADE GERAL

Tutor (a) à distância: Gisele Zanardi

Tutor (a) presencial: Eliana Linhares

NOME RA

Ana Paula de Sousa Vera

389462

Carmem Elivanda Soares Alves

392222

Klésio Kennedy Oliveira Leal

372371

Oziel Ferreira da Costa

399228

Taismara Lopes de Araújo

397235

Teresina/PI, Abril de 2013

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 03

2. BALANÇO PATRIMONIAL 04

2.1. Reorganização das contas Inovação & Desafio Com. Ltda. 04

2.2. Classificação dos Bens e definição dos valores específicos e totais 06

2.3. Determinar o Patrimônio Líquido e situação da mesma 07

2.4. Exemplo de Balanço publicado com a mesma situação líquida da Inovação & Desafio Com. Ltda. 08

3. ESTRUTURA DO BALANÇO 08

3.1. Determinar o valor do Capital Social 09

3.2. Verificar se o Balanço e a Estrutura atendem às Leis nº 11.638/07 e nº11. 941/09 10

3.3. Resenha sobre o Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido com base no CPC 11

4. CONTAS DE RESULTADOS 13

4.1. Valores Custo das Mercadorias, do Resultado Bruto e do Resultado Líquido do período 14

4.2. Conceitos sobre DRE, Receitas, Lucro Bruto, Lucro Operacional e Lucro Líquido 15

5. O PLANO DE CONTAS 16

5.1. Balancete de verificação 17

5.2. Apuração do Resultado do Exercício 17

CONSIDERAÇÕES FINAIS

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. INTRODUÇÃO

Hoje em dia há uma crescente preocupação por parte dos vários países em harmonizar as normas contábeis para facilitar as transações internacionais bem como melhorar o fluxo de informações permitindo a comparabilidade e confiabilidade das informações de natureza econômico-financeira em nível nacional e internacional.

Através da Legislação Contábil, as organizações podem progredir de forma segura e transparente diante da sociedade, organizando seu patrimônio e obtendo resultados desejados.

Em nosso trabalho acadêmico iremos elaborar um Balanço Patrimonial e a Demonstração de Resultado do Exercício da empresa fictícia Inovação & Desafio Com. Ltda.

Onde sua atividade econômica é a venda de eletrodomésticos, e que atualmente necessita de uma revisão geral em sua contabilidade, com o objetivo de apurar o resultado do exercício de 2009, visto que a mesma tem um ano de atividade. Bem como reorganizar seus registros contábeis que apresentam inúmeros erros de observância em relação às praticas contábeis vigentes.

2. BALANÇO PATRIMONIAL

Para darmos início ao trabalho, faremos um breve resumo do que é, e para que serve o Balanço Patrimonial.

O Balanço patrimonial é a apresentação dos saldos respectivos de todas as contas da contabilidade de uma companhia em uma determinada data, dispostos ou arrumados de uma forma relativamente padronizada, com a finalidade de permitir, a quem o analisa, uma visualização rápida da posição econômico-financeira dessa companhia naquela data. Assim, temos a conceituação definida pelo Conselho Federal de Contabilidade:

"O Balanço patrimonial é a demonstração contábil destinada a evidenciar, quantitativa e qualitativamente, numa determinada data, a posição patrimonial e financeira da Entidade".

O termo “Balanço” origina-se de balança, que nos dá a ideia de equilíbrio entre os dois lados (origem=aplicação). Sendo o Balanço constituído por duas colunas. A da direita (Passivo e Patrimônio Líquido) nos mostra a origem, ou seja, a fonte de recursos da empresa. A coluna da esquerda (Ativo) nos mostra onde os recursos da empresa estão sendo investidos.

Em resumo, significa demonstração, de forma equilibrada, dos bens, direitos e obrigações em um único relatório, em que estão claramente evidenciados o Ativo, o Passivo e o Patrimônio Líquido da entidade.

2.1. Reorganização das contas Inovação & Desafio Com. Ltda.

Para estudarmos em qual situação patrimonial da empresa Inovação & Desafio Com. Ltda. se encontra no momento, precisamos definir o seu Patrimônio, organizar suas contas em conjunto de: Bens (pertence à entidade), Direitos (valores a receber) e Obrigações (dívidas a pagar).

Agrupados as contas em conjuntos respectivamente, classificaremos as mesmas em:

ATIVO correspondente aos Bens e Direitos que representa os itens positivos do patrimônio; os que trazem benefícios e proporcionam ganhos para a empresa.

E o PASSIVO referente às Obrigações exigíveis da empresa, isto é, as dívidas que serão cobradas, reclamadas, pelos seus credores (terceiros) a partir da data de seu vencimento.

Reorganização das contas em Bens, Direitos e Obrigações.

Inovação & Desafio Com. Ltda. – em 20/08/2009 (em milhares de reais)

ATIVO

Bens

Caixa 6.000

Imóveis 185.000

Instalações 40.000

Veículos 75.000

Estoques-mercadorias 280.000

Estoques-material de escritório 8.500

Estoques-material de limpeza 1.200

Material de embalagem 7.000

Móveis e utensílios 43.000

Terrenos 50.000

Computadores e periféricos 25.000

Marcas e patentes 15.600

PASSIVO

Obrigações

Fornecedores 480.000

Empréstimos a pagar 150.000

Alugueis a pagar 3.000

Contas a pagar 55.000

Impostos e taxas a recolher 101.000

Energia elétrica a pagar 800

Seguros a pagar 4.000

TOTAL DOS BENS R$ 736.300

Direitos

Banco conta movimento 250.000

Duplicatas a receber 380.000

Títulos a receber 15.000

Impostos a recuperar 70.000

Aplicações a curto prazo 24.000

Adiantamento a fornecedores 127.500

Adiantamento a funcionários 60.000

Despesas pagas antecipadamente 300

Diferido* 25.000

Gastos de constituição 145.500

TOTAL DOS DIREITOS R$ 1 097.300

TOTAL DAS OBRIGAÇÕES R$ 793.800

* base na Lei nº 11.941/2009.

2.2. Classificação dos Bens e definição dos valores específicos e totais

Bens são coisas capazes de satisfazer as necessidades humanas e suscetíveis de avaliação econômica. Do ponto de vista contábil, Bem é tudo o que uma empresa possui, seja para uso, troca ou consumo.

Bens Imateriais ou Intangíveis não possuem existência física, porém, representam uma aplicação de capital indispensável aos objetivos sociais, como marcas e patentes, fórmulas ou processos de fabricação, direitos autorais, autorizações ou concessões, ponto comercial e fundo de comércio.

Bens de Consumo são bens não duráveis ou que são gastos ou consumidos no processo produtivo - depois de consumidos, representam despesas, tais como: combustíveis e lubrificantes, material de escritório, material de limpeza, etc.

Bens de Uso, Imobilizados ou Fixos são também chamados bens de capital, são todos aqueles que têm durabilidade maior que um ano e que fazem parte da rotina operacional da empresa. Temos como exemplos: imóveis, maquinário, veículos, entre outros.

Bens de Troca são bens que a empresa possui em estoque de mercadorias destinadas à venda, como também dinheiro disponível em caixa.

Inovação & Desafio Com. Ltda. (em milhares de reais)

BENS

Valores específicos

Bens de Troca

Caixa

6.000

Estoques-Mercadoria

280.000

Bens de Consumo

Estoques-Material de limpeza

1.200

Estoques-Materiais de escritório

8.500

Material de Embalagem

7.000

Bens de Uso

Terrenos

50.000

Computadores e Periféricos

25.000

Veículos

75.000

Móveis e Utensílios

43.000

Imóveis

185.000

Instalações

40.000

Bens Intangíveis

Marcas e Patentes

15.600

TOTAL DOS BENS

736.300

2.3. Determinar o Patrimônio Líquido e situação da mesma

Esta fase determinará o Patrimônio Líquido da empresa fictícia Inovação & Desafio Com. Ltda. Através da diferença do total do ATIVO entre o total do PASSIVO, encontraremos o valor do Patrimônio Líquido. Como mostra a seguinte equação contábil:

PATRIMÔNIO LÍQUIDO= ATIVO (1 833.600) – PASSIVO (793.800)

PATRIMÔNIO LÍQUIDO= 1 039.800

Inovação & Desafio Com. Ltda. em 20/08/2009 (em milhares de reais)

ATIVO

PASSIVO

Bens 736.300

Obrigações 793.800

Direitos 1 097.300

PATRIMÔNIO LÍQUIDO 1 039.800

TOTAL 1 833.600

TOTAL 1 833.600

Analisando os dados da empresa Inovação & Desafio Com. Ltda. mostra que a situação patrimonial encontra-se no momento com sua riqueza líquida positiva, tendo seus Bens e Direitos (Ativo) com valor superior a suas Obrigações (Passivo), demonstrando pontualidade e equilibro econômico-financeiro, e também evidenciando um grau de endividamento da empresa controlado.

Assim, temos:

B + D > OB

PL > O ou positivo (saldo credor)

2.4. Exemplo de Balanço publicado com a mesma situação líquida da Inovação & Desafio Com. Ltda.

Ao analisarmos o Balanço Patrimonial da empresa Makro Atacadista S.A. concluímos que o resultado da mesma foram respectivamente positivos, ou seja obtiveram lucro no final de cada um dos exercícios. Estes resultados mostram que a empresa acima está com uma boa projeção de crescimento assim também como a empresa Inovação & Desafio Com. Ltda.

3. ESTRUTURA DO BALANÇO

Nesta fase apresentaremos as contas da empresa de acordo com a lei nº 6.404/76 das S.A. alteradas pelas leis nº 11.638/07 e 11.941/09, no Art. 178, estabelece as regras a serem observadas para elaboração do Balanço Patrimonial, no que se refere ao conteúdo de cada grupo de contas do Balanço:

O ativo circulante, as contas estão dispostas em ordem decrescente de grau de liquidez; e o ativo não circulante, composto por: realizável a longo prazo, investimentos, imobilizado e intangível.

No passivo as contas será disposta em ordem de exigibilidade; e serão classificadas nos seguintes grupos: passivo circulante, passivo não circulante e patrimônio líquido; o patrimônio líquido está dividido em capital social, reservas de capital, ajustes de avaliação patrimonial, reservas de lucros, ações em tesouraria e prejuízos acumulados.

3.1. Determinar o valor do Capital Social

Inovação & Desafio Com. Ltda. em 20/08/2009 (em milhares de reais)

ATIVO

Circulante

Caixa 6.000

Banco conta movimento 250.000

Aplicações a curto prazo 24.000

Duplicatas a receber 380.000

Títulos a receber 15.000

Impostos a recuperar 70.000

Adiantamento a funcionários 60.000

Adiantamento a fornecedores 127.500

Gastos de constituição 145.500

Estoques-Mercadorias 280.000

Material de escritório 8.500

Material de limpeza 1.200

Material de embalagem 7.000

Despesas pagas antecipadamente 300

Não Circulante

Realizável a longo prazo

Investimentos

Imobilizado

Terrenos 50.000

Imóveis 185.000

Veículos 75.000

Móveis e utensílios 43.000

Computadores e Periféricos 25.000

Instalações 40.000

Intangível

Marcas e Patentes 15.600

Diferido 25.000

PASSIVO

Circulante

Fornecedores 480.000

Empréstimos a pagar 150.000

Alugueis a pagar 3.000

Contas a pagar 55.000

Impostos e taxas a recolher 101.000

Energia elétrica a pagar 800

Seguros a pagar 4.000

Não Circulante

Total do Passivo R$ 793.800

PATRIMÔNIO LÍQUIDO 1 039.800

Capital Social 950.300

Reservas de Capital

Ajustes de Avaliação Patrimonial

Reservas de Lucros 89.500

Ações em Tesouraria

Prejuízos Acumulados

TOTAL DO ATIVO R$ 1 833.600

TOTAL DO PASSIVO R$ 1 833.600

O Capital Social corresponde à parte do Patrimônio Líquido formada por ações subscritas pelos sócios na constituição ou no aumento do capital de uma sociedade anônima.

As Reservas de Lucros representam a retenção de parcelas provenientes de ganhos do período, com o objetivo de preservar o Patrimônio Líquido de uma sociedade, para posterior destinação.

3.2. Verificar se o Balanço e a Estrutura atendem às Leis nº 11.638/07 e nº11. 941/09

A seguir apresentaremos dois quadros comparativos. O primeiro demonstra as alterações ocorridas a partir da implementação da lei n° 11.638/07. Por sua vez, o segundo quadro apresenta as mudanças decorridas com a lei n° 11.941/09.

Quadro 1: Balanço Patrimonial - comparação entre Lei n° 6.404/76 e Lei n° 11.638/07

Quadro 2: Balanço Patrimonial - comparação entre Lei n° 11.638/07 e Lei n° 11.941/09

Ao analisarmos os quadros apresentados possibilitará a identificação das alterações referentes à estruturação do Balanço Patrimonial. Dessa forma, é mostrada uma síntese dos efeitos das mudanças societárias implementadas na lei n° 6.404/76, a lei das sociedades anônimas.

Diferido (extinto pela Lei no 11.941/09)

De acordo com a Resolução no 1.152/09, que aprovou a NBC T 19.18 – Adoção Inicial da Lei no 11.638/07 e da Lei no 11.941/09: os gastos ativados que não possam ser reclassificados para outro grupo de ativos, devem ser baixados no balanço de abertura, na data de transição, mediante o registro do valor contra lucros ou prejuízos acumulados, líquido dos efeitos fiscais ou mantidos nesse grupo até sua completa amortização.

Contas do Ativo Diferido:

1 - Que puderem ser classificadas em outro grupo de contas: serão alocadas para esse grupo (Ex: Ativo Não Circulante - Intangível);

2 - Caso não possam ser classificadas em outro grupo de contas:

Poderão permanecer no Ativo Diferido até sua completa amortização.

Lançamento:

Despesas com Amortização (Despesa) a Amortização Acumulada (Ativo Diferido - Retificadora) Poderão ter seus saldos baixados em contrapartida à conta "Lucros ou Prejuízos Acumulados".

Lançamento:

Lucros ou Prejuízos Acumulados (Patrimônio Líquido) a Conta do Ativo Diferido (Ativo Diferido)

3.3. Resenha sobre o Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido com base no CPC

ATIVOS

Ativo, compõe-se de bens e direitos à disposição dos sócios, gerentes, e administrador de uma empresa, no ativo são aplicados os recursos indispensáveis para o gestor aplicar no desenvolvimento da entidade.

Beneficio econômico futuro incorporado a um ativo é o seu potencial em contribuir, direta ou indiretamente, para o fluxo de caixa ou equivalentes de caixa para a entidade. Tal potencial pode ser produtivo, quando o recurso for parte integrante das atividades operacionais da entidade.

A entidade geralmente emprega os seus ativos na produção de bens ou na prestação de serviços capazes de satisfazer os desejos e as necessidades dos consumidores que se predispõem a pagar por eles. Muitos ativos, como, por exemplo, itens do imobilizado, têm forma física. Entretanto, a forma física não é essencial para a existência de ativo. Assim sendo, as patentes e os direitos autorais, por exemplo, são considerados ativos, caso deles sejam separados que benefícios econômicos futuros fluam para a entidade e caso eles sejam por ela controlados.

PASSIVO

Passivo, corresponde a um conjunto de obrigações exigíveis da empresa (parte negativa para que o ativo possa aumentar), ou seja, as dívidas que serão cobradas, reclamadas, pelos seus credores (terceiros) a partir da data de seu vencimento, o passivo é tão importante como o ativo, uma fatia da entidade complicada de se lhe dá, pois estão mexendo no caixa de uma entidade.

Deve-se fazer uma distinção entre obrigação presente e compromisso futuro. A decisão da administração de uma entidade para adquirir ativos no futuro não da origem, por si só, a uma obrigação presente. A obrigação normalmente surge somente quando um ativo é entregue ou a entidade ingressa em acordo irrevogável para adquirir o ativo.

Alguns passivos somente podem ser mensurados por meio do emprego de significativo grau de estimativa. No Brasil, denominam-se esses passivos de provisões. A definição de passivo segue uma abordagem ampla. Desse modo, caso a provisão envolva uma obrigação presente e satisfaça os demais critérios da definição, ela é um passivo, ainda que seu montante tenha que ser estimado.

PATRIMÔNIO LÍQUIDO

Patrimônio líquido, tem sentido amplo: por um lado, significa o conjunto de bens e direitos pertencentes a uma pessoa ou empresa; por outro lado, inclui as obrigações a serem pagas. Embora o patrimônio líquido seja definido como algo residual, ele pode ter subclassificações no balanço patrimonial. Por exemplo, na sociedade por ações, recursos aportados pelos sócios, reservas resultantes de retenções de lucros e reservas representando ajustes para manutenção do capital podem ser demonstrados separadamente. Tais classificações podem ser relevantes para a tomada de decisão dos usuários das demonstrações contábeis quando indicarem restrições legais ou de outra natureza sobre a capacidade que a entidade tem de distribuir ou aplicar de outra forma os seus recursos patrimoniais. Podem também refletir o fato de que determinadas partes com direitos de propriedade sobre a entidade tem direitos diferentes com relação ao recebimento de dividendos ou ao reembolso de capital.

O montante pelo qual o patrimônio líquido é apresentado no balanço patrimonial depende da mensuração dos ativos e passivos. Normalmente, o montante agregado do patrimônio líquido somente por coincidência corresponde ao valor de mercado agregado das ações da entidade ou da soma que poderia ser obtida pela venda dos seus ativos líquidos numa base de item por item, ou da entidade como um todo, tomando por base a premissa da continuidade.

4. CONTAS DE RESULTADOS

Inovação & Desafio Com. Ltda. em 21/08 a 21/09/2009 (em milhares de reais)

NÃO É

CONTA DE RESULTADO(X)

CONTAS

VALOR (R$)

Outras receitas

75.250

Devolução de vendas

10.290

X

Fornecedores

680.000

Provisão para imposto de renda pessoa jurídica e Contribuição Social

81.700

Vendas e mercadorias

700.000

X

Estoque inicial de mercadorias

285.000

X

Despesas pagas antecipadamente

700

Despesa com salários

45.800

Outras despesas operacionais

15.950

X

Contas a pagar

55.000

Juros ativos

23.000

Abatimentos s/vendas

11.900

ICMS sobre vendas

131.200

X

Compras de mercadorias

170.500

Despesas com publicidade & propaganda do mês

35.000

Despesa com energia elétrica da loja

1.800

X

Empréstimos a pagar

315.600

Juros passivos

47.090

Despesa de aluguel

5.500

X

Estoque final de mercadorias

211.600

4.1 Valores Custo das Mercadorias, do Resultado Bruto e do Resultado Líquido do período

A apuração do CMV se dá mediante o controle do inventário periódico, e logo, com as informações da conta estoque.

Fórmula:

CMV = EI + C – EF

Onde:

CMV = Custo das Mercadorias Vendidas

EI = Estoque Inicial das mercadorias

C = Compras de mercadorias

EF = Estoque final de mercadorias

Assim, temos: CMV = 285.000 + 170.500 – 211.600

CMV = 243.900

Demonstração do Resultado do Exercício da empresa

Inovação & Desafio Com. Ltda. em 21/08 a 21/09/2009 (em milhares de reais)

Receita Bruta de Vendas

Venda de Mercadorias 700.000

(-) Devoluções de vendas (10.290)

Abatimento sobre vendas (11.900)

ICMS sobre vendas (131.200)

= Resultado Líquido das Vendas 546.610

(-) Custo das Mercadorias vendidas (243.900)

= Lucro Bruto 302.710

(-) Despesa com salários (45.800)

Despesas com publicidade & propaganda do mês (35.000)

Despesa com energia elétrica da loja (1.800)

Despesa com aluguel (5.500)

Juros ativos (23.000)

Juros passivos (47.090)

Outras despesas operacionais (15.950)

Outras receitas (75.250)

(Parte 1 de 2)

Comentários