Protocolo de enfermagem

Protocolo de enfermagem

CENTRO DE EDUCAÇÃO TENOLÓGICA DE TERESINA FACULDADE TECNOLÓGICA DE TERESINA – CET DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM PROFESSORA: PATRICIA

PROTOCOLO DE ENFERMAGEM EM UM HOSPITAL DE PEQUENO PORTE

TERESINA(PI)

MAIO/2013

COMPONENTE:

  • SOLANGE MARIA LEITA DE SÁ

MENSAGEM

A atividade do cuidar, além de complexa, exige confiabilidade à assistência prestada por meio de procedimentos seguros. A construção de protocolos é imprescindível para a execução das ações nas quais a enfermagem está envolvida.

PROTOCOLO

  • CONCEITO:

  • É o conjunto de dados que permitem direcionar o trabalho e registrar oficialmente os cuidados executados na resolução ou prevenção de um problema.

  • É uma proposta de padronização de procedimentos feitos pela equipe de enfermagem.

FINALIDADES

  • Padronizar as técnicas e os procedimentos realizados pela equipe de enfermagem em toda a rede de assistência hospitalar;

  • Fornecer conteúdos teóricos necessários, como: finalidade, indicação, contra-indicação, responsabilidade,risco e pontos críticos;

  • Fornecer materiais necessários, descrição da técnica, recomendações e referências.

ATRIBUIÇÕES DO ENFERMEIRO(A)

  • As atribuições específicas do enfermeiro são as determinadas na PORTARIA Nº 2.488/2011 e as especificadas:

  • -Realizar a Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) no âmbito ambulatorial, com atendimento feito através da Consulta de Enfermagem;

  • -Realizar diagnóstico de enfermagem e prescrições das ações e intervenções de enfermagem de acordo com problemas de saúde detectados.

  • -Participar de ações de Educação em saúde realizando grupos educativos;

  • - Participar das atividades em vigilância à saúde;

  • -Participar do núcleo de saúde coletiva;

  • -Integrar a equipe de acolhimento, recebendo, executando, resolvendo e realizando o encaminhamento necessário;

  • - Apoiar a equipe de saúde;

  • -Participar da discussão e elaboração de projetos terapêuticos;

  • -Participar do processo de cadastramento e adscrição de clientela;

  • -Executar procedimentos básicos de enfermagem;

  • -Participar de atendimentos programáticos prestando assistência integral à saúde individual e coletiva ao longo do ciclo vital;

  • -Participar e estimular o controle social ;

  • -Promover a intersetorialidade;

  • - Produzir conhecimentos técnicos através da realização de pesquisas e estudos da ação profissional e utilizá-los como subsídios nas intervenções em saúde;

  • -Prescrever medicamentos e solicitar exames laboratoriais previstos em protocolos de saúde pública.

ATRIBUIÇÕES DO(A) AUXILIAR OU TÉCNICO(A) DE ENFERMAGEM

  • As atribuições do Auxiliar ou Técnico de enfermagem são as determina das na PORTARIA Nº 2.488/2011 e as especificadas:

  • Executar atividades prescritas pelo enfermeiro com vistas a Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE);

  • Realizar procedimentos básicos de enfermagem (verificação de sinais vitais, punção venosa periférica, curativo, administração de medicamento via oral, nasal, tópica, retal e parenteral, de inalação, oxigenoterapia, coleta de exames);

  • Executar e orientar ações do projeto terapêutico;

  • Promover ações de higiene e conforto;

  • Efetuar controle de pacientes e comunicantes em doenças transmissíveis;

  • Realizar esterilização e desinfecção;

  • Participar de ações de educação em saúde;

  • Participar no acolhimento;

  • Preencher todos os formulários e fichas de atendimento necessário

ao bom andamento das consultas de enfermagem e médica.

Comentários