Répteis - Reino Animal

Répteis - Reino Animal

Criado e Desenvolvido por:

Todos os direitos são reservados ©2017 tioronnicabral.blogspot.com.br

CARACTERÍSTICAS GERAIS • Tetrápodes.

• Gnatostomatas.

• Ectotérmicos.

• Anexos embrionários: Saco Vitelino, âmnio, cório e alantóide. • Primeiros vertebrados a conquistar definitivamente.

• Na terra firme.

• Conquista definitiva do meio terrestre .

• O meio aquático favorece a locomoção e alimentação de muitas espécies.

ADAPTAÇÕES EVOLUTIVAS • Pele impermeável queratinizada (evita desidratação) .

• Excreção de ácido úrico (pouco tóxico, requer menos água na sua eliminação). • Pulmões.

• Fecundação interna.

• Ovo grande e com casca(proteção e nutrição ao embrião).

• Chelonia (testudinea). • Crocodilia.

• Squamata: Lacertilia , Ofidia (Serpentia), Amphisbaenia, Iguanidea.

• Rhynchoncephalia.

ORDEM • Chelonia (testudinea).

ORDEM: Squamata – SUBORDEM: Sauria.

ORDEM: Squamata – SUBORDEM: Serpentes.

ORDEM: Squamata – SUBORDEM: Serpentes.

- Percepção do calor irradiado de animais homeotermos (“sangue quente”) - Hábitos predatórios noturnos. - Fosseta: termorreceptor.

- Língua bífida: capta odores.

ORDEM: Ofidia.

As cobras não possuem pernas, então locomovem se rastejando. Não possuem pálpebras. Como nos lagartos, a pele apresenta fileiras de escamas. Os olhos são cobertos por uma cutícula. As cobras normalmente engolem seu alimento inteiro, graças a inúmeras modificações no seu corpo. As cobras vivem isoladas. Podemos classificá-las segundo o tipo de dente de veneno:

Áglifas: Não possuem dentes de veneno, todos os dentes são iguais, de mesmo tamanho. Exemplos: sucuri e a caninana.

Opistóglifas: Os dentes de veneno estão localizados na parte posterior da boca. Possuem um sulco por onde o veneno corre. Dificilmente conseguem inocular o veneno com eficiência. Exemplo: Falsa coral.

Proteróglifas: Os dentes de veneno estão localizados na parte posterior anterior da boca e possuem um sulco por onde o veneno corre. Exemplo: coral verdadeira.

Solenóglifas: Os dentes de veneno estão localizados na parte posterior anterior da boca e o veneno corre por um canal do dente.

ORDEM: Crocodilia.

Gavial, crocodilo e jacaré.

ORDEM: Crocodilia.

ORDEM: Rhynchocephalia.

Tuaturas

ORDEM: Rhynchocephalia.

- Queratina. - Sem glândulas.

- Impermeável.

- Cobras e lagartos: escamas.

- Crocodilos: placas córneas.

- Tartarugas: carapaça óssea.

Morfologia externa de uma tartaruga terrestre

Não possuem dentes, apresentam um bico córneo

Todas as vértebras, exceto as cervicais e caudais, estão fundidas com as placas dérmicas da carapaça

- Completo. - Boca com dentes (exceto tartarugas).

- Cloaca.

- Glândulas salivares modificadas produzem veneno.

- Pulmonar (todos). - Tartarugas marinhas (cloaca) quando mergulham.

- Fechado. - Coração: 2 átrios e 2 ventrículos incompletamente separados (septo de Sabatier) Crocodilianos: 4 cavidades completamente separadas. Ocorre mistura de sangue venoso e arterial pelo Forâmen de Panizza. - Hemácias nucleadas e ovais.

- Rins metanefros. - Ácido úrico.

- 12 pares de nervos cranianos. - 1 côndilo occipital.

- Ouvido interno, médio e externo.

- Órgão de Jacobson.

- Fosseta loreal ou lacrimal: cobras peçonhentas.

- Dioicos. - Fecundação interna.

- Desenvolvimento direto.

- Ovíparos (maioria).

- Anexos embrionários: saco vitelino, âmnio, cório e alantoide.

Comentários