RESUMÃO ENFERMAGEM 2 PERIODO1 (1) df

RESUMÃO ENFERMAGEM 2 PERIODO1 (1) df

SOCIOLOGIA APLICADA A SAUDE 1ª VERIFICAÇÃO

Sociologia Geral

A Sociologia é uma perspectiva útil para compreendermos a sociedade, as mudanças e os problemas sociais.

Prof. MSC Gilberto Borges

A Sociologia como disciplina acadêmica emprega uma determinada abordagem no esforço de entender o homem.

Essa abordagem salienta nossa natureza social, padrões sociais e socialização.

•Somos atores sociais, interagimos socialmente e formamos organizações sociais.

•A organização social compõe-se de três padrões:

•estrutura social;

•cultura;

•Instituições.

Como a ordem é estabelecida na organização social?

O que é poder social e como atua na organização social?

Os indivíduos mudam, a sociedade muda.

Os seres humanos fazem escolhas e são até certo ponto, atores livres.

Apesar de a sociedade apresentar padrões que se consolidam ao longo do dos anos, sempre ocorrem mudanças.

Início do século XIX

Época de plenitude da Revolução Industrial

Dos métodos das Ciências Naturais

Ambos transformaram radicalmente a vida material do ser humano da época.

Sociologia é uma tentativa de compreender o ser humano.

Concentra-se em nossa vida social.

Não enfoca a personalidade do indivíduo como causa do comportamento, mas examina a interação social e os padrões sociais ( papéis, classes, cultura, poder e conflito) e a socialização em processo.

1.O QUE SOMOS AFINAL?

2. O QUE MANTÉM A SOCIEDADE COESA? 3. POR QUE EXISTE DESIGUALDADE SOCIAL?

1.SOCIEDADE Entidade abstrata na qual os seres existem

2. ORGANIZAÇÃO SOCIAL

Maior: a sociedade Menor: um par de indivíduos interagindo

3. INSTITUIÇÕES SOCIAIS Estruturas cujas leis e valores regem a sociedade

4. INTERAÇÃO FACE A FACE

Modo como moldamos a organização e compartilhamos a visão de mundo

5. PROBLEMAS SOCIAIS

Pobreza, desagregação familiar, discriminação, violência, conflitos etc.

Saint-Simon: O precursor da Sociologia

•Claude-Henri de Rouvroy, Conde de Saint- Simon(1760- 1825)

•Viveu o apogeu da Revolução Francesa.

•Transição do Antigo regime e a ascensão da burguesia.

•Pregava o fim absoluto dos resquícios da sociedade feudal.

•Viveu uma inquietação intelectual motivada pela racionalidade científica. *

Pensamento

•Influenciado pelas idéias revolucionárias burguesas e pelo aparato teórico desenvolvido por filósofos iluministas.

•Ponto de partida de duas formasopostas

de compreensão da sociedade:

1.positivista 2.Socialista*

Tema central de sua obra

•Crença que a nova sociedade que nascia

(racionalidade econômica burguesa) suplantaria a dominação política da nobreza (resquício do feudalismo)*

Elemento Básico A indústria

Sistema industrial

Profissão de fé que criou:

1. uma doutrina: industrialismo 2. seguidores: saint-simonistas.*

Princípio Industrialista

1.Tecnocráticos fundamentados no esclarecimento pela razão científica.

2. Nação: uma oficina produtiva que anulava as antigas distinções pela condição do nascimento.

Continuação...

3. Diferenças de capacidade entre os integrantes dessa fábrica social.

familiar da mão-de-obrae interesse na

4.Para a indústria falta de interesse na origem estratificação a partir das diferentes capacitações

Imaginário de Saint-Simon

•A sociedade industrial conquistaria algo inédito para a humanidade:

1.Transformação da natureza de forma ordeira e pacífica;

2.Os frutos do progresso obtido pelo avanço da produção geraria satisfação de necessidades materiais e espirituais.*

Sistema Positivo

•Comando por uma elite intelectual e econômica (cientistas e industriais)

•Caberia a responsabilidade de:

1.prover condições para a vida à classe trabalhadora, via normas justas de comportamento coletivo.

2.remuneração adequada para minimizar conflitos de classes.

(ordem, paz e progresso).*

Realidade

•Não concretização desses preceitos, via processo de desenvolvimento do capitalismo.

•A continuidade da miséria que atingiu a classe trabalhadora, aproximou a nascente visão socialista.

•A concepção de sociedade, influenciou a primeira geração de sociólogos clássicos. (positivistas)*

Auguste Comte – O Fundador da Sociologia

Filósofo e Sociólogo, natural de Montpellier França. Nasceu em 1798 e faleceu em Paris em 1857.

Discípulo do conde Claude-Henri de Saint Simon.

Emprego dos Termos

Criador da SOCIOLOGIA e do POSITIVISMO após exaustivos estudos da estática e dinâmica sociais, idealizou uma sociedade modelo, tendo o amor como princípio, a ordem como base e o progresso como fim.

Campo de Pesquisa

•A herança francesa do iluminismo e as ondas de choque da Revolução Francesa levaram Comte a examinar a sociedade a partir de um estudo científico.(Curso de Filosofia Social (1830-1842).

•Filosofia Social no princípio, depois o termo híbrido grego-latino Sociologia.

Etapas do Pensamento

•Lei dos três Estados, no qual o conhecimento está sujeito, em sua evolução passar por três estados diferentes.

•Segundo essa Lei, o espírito humano teria passado por três fases sucessivas.*

1º Estado - Teológico

•Pensamento místico, em que o mundo é dominado pelas considerações do sobrenatural, religião e Deus.*

•Fetichismo (culto de objetos materiais - magias)

•Politeísmo (presença de vários deuses)

•Monoteísmo (presença de um único Deus) *

2º Estado - Metafísico

•As atrações do sobrenatural são substituídas pelo pensamento filosófico sobre a essência dos fenômenos.

•Reunião de todas as forças numa só chamada natureza. (panteísmo)*

3º Estado: Positivo

•A ciência, ou a observação cuidadosa dos fatos empíricos, o teste sistemático de teorias tornam-se modos dominantes para se acumular conhecimentos.*

•Uso das leis científicas da Matemática,

Astronomia, Física, Química, Biologia e Lógica)*

Herbert Spencer: O primeiro Sociólogo Inglês

Sociólogo do século XIX a prosseguir com a sociologia como Ciência.

Clássico de três volumes – teoria da organização social baseada em dados históricos e etnográficos. (estudo dos povos: raça, língua, religião)*

Spencer retorna Comte

O que mantém unida a sociedade quando esta se torna maior, mais heterogênia, mais complexa, mais diferenciada?

Em termos gerais as sociedades complexas desenvolvem:

1.Interdependência dentre seus componentes especializados;

2.Concentrações de poder para controlar e coordenar atividades dentre unidades.*

Estrutura das Sociedades Complexas

A complexidade das sociedades revelam divisões e padrões de especialização.

Estas funções-chave tornam-se distintas ao longo de três linhas:

1operacional (reprodução e produção)

2. distribuidora (fluxo de materiais e informações)

3. reguladora (concentração de poder para controlar e coordenar)*

Teoria Funcionalista

Essa teoria expressa a idéia de que tudo o que existe em uma sociedade contribui para o seu funcionamento equilibrado e que tudo o que nela existe tem um sentido, um significado.*

Émile Durkheim – A tradição Francesa

•Como Spencer, Durkheim defendeu a pesquisa por leis sociológicas.

•Durkheim adotou a posição Comteana de que o conhecimento sociológico poderia ser usado para construir uma sociedade melhor.*

•Nasceu em Épinal- França - Família judaica •Educado na França e na Alemanha

•Cursou: direito, filosofia, ciências sociais, psicologia das sociedades arcaicas e antropologia.

•1892 – Universidade de Paris - Tese de doutorado: A divisão do trabalho social

•Relação entre o indivíduo e a coletividade.*

Biografia

Explicar sociologicamente o que é um fato social. *

Objetivo

Objetividade Cientifica

Os fatos sociais devem ser tratados como coisas exteriores pelo investigador.

Pesquisador “Se coloque num estado de espírito semelhante ao dos físicos, químicos, fisiologistas, quando se aventuram numa região ainda inexplorada de seu domínio cientifico.” *

Fatos Sociais Representações Coletivas

"O fato social é tudo o que se produz na e pela sociedade, ou ainda, aquilo que interessa e afeta o grupo de alguma forma” * http://www.uol.com.br/folha/galeria/index.shtml

Fato Social

•Maneiras de agir, de pensar e de sentir

•Inclui as representações coletivas.*

Garoto paquistanês segura o Alcorão, livro sagrado para os muçulmanos, durante protesto anti-EUA, e em apoio à Osama bin Laden

http://www.uol.com.br/folha/galeria/index.shtml

Representações Coletivas

•São exteriores à consciência individual;

•Possuem uma capacidade de coação sobre os indivíduos;

•São ao mesmo tempo gerais e numa, dada sociedade, independentes de suas expressões individuais.*

Indivíduo e Sociedade

•A sociedade não é mera soma de indivíduos, ao contrário, o sistema formado por sua associação representa uma realidade específica que tem suas próprias características.*

Dentro da concepção de Durkheim, normal também tem uma concepção de generalidade.

O fato social é encontrado em todas as sociedades de todos os tempos. (sociedades semelhantes). *

Duas Formas de Solidariedade Social ORGÂNICA MECÂNICA

Solidariedade Mecânica

•É o princípio que preside a organização das sociedades ditas primitivas como as tribais – onde se observa realmente uma extraordinária homogeneidade econômica e cultural entre clãs, famílias e os próprios indivíduos.*

Índios realizam manifestação em frente ao Tribunal do Júri em Brasília, onde ocorre o julgamento dos acusados de atear fogo no índio pataxó Galdino Jesus dos Santos.

2001. http://www.uol.com.br/folha/galeria/index.shtml

Solidariedade Mecânica

•“O indivíduo não se pertence, ele é literalmente uma coisa, da qual a sociedade dispõe.”*

Solidariedade Orgânica

•Sistema de funções diferentes e especiais, que unem relações definidas produzida pela divisão de trabalho. *

Modelo Orgânico

•Era os seres vivos que Durkheim tinha em mente quando pensava em integração entre as várias “funções” no interior da sociedade.*

Fato Social Normal e Patológico

•É normal o indivíduo cujos traços se enquadram num padrão de saúde, e patológico aquele que se afasta significativamente dele.*

Normal e o Patológico

Herança Francesa

•Ênfase na importância das idéias comuns como força unificadora.

•Durkheim adotou uma postura funcionalista.

•Comte enfatizou apenas a necessidade de integrar os membros da sociedade num todo coerente.*

Contribuição de Durkheim

•Reconhecimento de que os sistemas de símbolos culturais são base importante para a integração da sociedade.

•À medida que as sociedades se tornam complexas, a natureza dos símbolos culturais (consciência coletiva) muda.*

Consciência Coletiva

•Em sociedades simples, todos os indivíduos têm um consciência coletiva comum que regula seus pensamentos e ações.

•Em sociedades complexas consciência coletiva torna-se mais generalidade e abstrata.*

Comentários