Passe Já - 5.000 Questões Comentadas - Carreiras Policiais

Passe Já - 5.000 Questões Comentadas - Carreiras Policiais

(Parte 1 de 7)

Giancarla Bombonato Sérgio Altenfelder

João Paulo Colet Orso

Thállius Moraes

Allan Hirata Evandro Guedes

Ungua Portuguesa

RLM Informática

Direito Administrativo Direito Constitucional

Direito Penal Direito Processual Penal

Leis Especiais Administração

AFO Arquivologia

Contabilidade Legislação de Trânsito

Flsica lrineu Ruiz Oliveira Soares

Agamenon Franco

Germana Chaves Maurício Cazarotto Damel Lustosa

Conselho Editorial

Diretor Pedagógico Evandro Guedes

Diretor de Operações Javert Falco

Diretor de Marketing Jadson Siqueira

Coordenado\ra Editorial Wilza Castro

Supervisão de Editoração Alexandre Rossa

Revisão Equipe AlfaCon

Analista de Conteúdo Mateus Ruhmke Vazzoller

G957qcp

Assistente Editorial Heloísa Perardt I Mariana Castro

Revisão de Texto Juliany Zanella

Logística Jorge Augusto Silva

Capa Alexandre Rossa I Nara Azevedo

Projeto Gráfico e Diagramação Alexandre Rossa I Nara Azevedo I Roberto Pereira I Pessoa & Moraes

Organização do original Giancarla Bombonato

Impressão e Acabamento EGB-Editora Gráfica Bernardi Ltda

CASTRO, Wilza. Coleção Passe Já Carreiras Policiais -5000 questões comentadas. Editora AlfaCon: Cascavel, 2016.

2336 p. 17 x 24 em ISBN: 978-85-8339-238-5

Passe Já. Carreiras Policiais. Qtestões Comentadas. Concurso Público. CDU 657.34.35

Proteção de direitos

Direitos autorais: todos os direitos autorais desta obra são reservados e protegidos pela Lei n° 9.610/98. É proibida a reprodução de qualquer parte deste livro, sem autorização prévia expressa por escrito do autor e da editora, por quaisquer meios empregados, sejam eletrônicos, mecânicos, videográficos, fonográficos, reprográficos, microfílmicos, fotográficos, gráficos ou quaisquer outros que possam vir a ser criados. Essas proibições também se aplicam à editoração da obra, bem como às suas características gráficas.

Atualizações e erratas: esta obra é vendida como se apresenta. Atualizações -definidas a critério exclusivo da Editora AlfaCon, mediante análise pedagógica-e erratas serão disponibilizadas no site w.alfaconcursos.com.br/codigo, por meio do código disponível no final do material didático. Ressaltamos que há a preocupação de oferecer ao leitor uma obra com a melhor qualidade possível, sem a incidência de erros técnicos e/ou de conteúdo. Caso ocorra alguma incorreção, solicitamos que o leitor, atenciosamente, colabore com sugestões, por meio do setor de atendimento do AlfaCon Concursos Públicos: atendimento@alfaconcursos.com.br

Endereço: Rua Paraná, 3193, Cascavei-PR. w.alfaconcursos.eom.br/apostilas

Na organização desta obra, há uma distribuição diferente para cada disciplina quanto ao número de questões. Para fazer essa divisão; colocamos uma carga extra em matérias que têm um peso maior e são comumente cobradas em praticamente todas as provas de concursos públicos. Nesse sentido, temos a seguinte disposição:

Língua Portuguesa: 600.questões RLM: 400 questões

Informática: 400 questões Direito Administrativo: 600 questões Direito Constitucional: 600 questões Direito Penal: 714 questões Direito Processual Penal: 300 questões Leis Especiais: 500 questões Administração: 100 questões Administração Financeira e Orçamentária: 200 questões Arquivologia: 200 questões Contabilidade: 186 questões Legislação de Trânsito: 150 questões Física: 50 questões

Perceba, então, que a distribuição busca orientar o concursando para que ele domine as matérias em que a dificuldade é maior.

Além disso, você encontrará, ao final de cada capítulo, a seção "Faça Já", que é uma atividade de fixação dos principais conteúdos abordados nas questões selecionadas.

E você, leitor, contará, ainda, com conteúdos exclusivos on-line, disponíveis no formato de videoaulas.

Nossa experiência em concursos públicos nos mostra que dominar as disciplinas que se repetem na maioria das provas é um diferencial e faz com que o candidato tenha um rendimento e um aproveitamento muito maior em re- lação aos concorrentes. O fato de tal conhecimento incluir as áreas específicas fará, com certeza, a diferença para o caminho de sua aprovação.

Bons estudos e sucesso!

Passe Já 3

41 Passe Já

Cabeçalho da Questão

As referências servem de orientação ao leitor, para que saiba que são as mais recentes e abrangentes possíveis. Apesar de haver uma especificação de cargos, as questões também podem servir de referências para diversos processos seletivos.

08. (loll. Mantêm-se informações originais o dos seguintes:

,No

Grau de Complexidade

Este ícone indica o grau de complexidade da questão, que pode ser classificada como fácil, média, difícil e muito difícil.

Fácil '~ e Média '' ~o ~o Atribuir um grau de dificuldade como "fácil" ou "média" não significa di- zer que na questão constem apenas conceitos ou definições muito simples, e sim que ela permite a você chegar à resposta correta por meio de raciocínios lógicos e rápidos, ou ainda, que os assuntos são básicos e necessários para a compreensão dos conteúdos das disciplinas solicitadas em concursos públicos.

Dificil ~)

Uma pergunta classificada como difícil consiste em inter-relacionar assuntos ou tópicos que não apresentam relação direta ou até que não tenham relação entre si. Isso faz com que o aluno aceite ou rejeite de imediato as assertivas e, assim, fique na dúvida. Ademais, uma questão de "difícil" complexidade pode ser composta por diversos elementos, pode abranger várias definições, ações ou ideias, ou ainda, pode ser interpretada por diferentes pontos de vista, tornando-se, assim, de entendimento intrincado ou complicado.

Muito Dificil ()

Qyestões que pedem legislação são quase sempre "muito difíceis" por tratarem de temas em que não se interpreta ou analisa a questão como um todo, haja vista a resposta ser literal em relação à lei exigida. Por isso, há a necessidade de que o candidato se mantenha atualizado quanto às ções pertinentes à disciplina e tenha como hábito a leitura de tais legislações.

Professor Resolve

Este ícone indica que o leitor pode acessar a resolução da questão por meio de um vídeo disponível no si te (https:/ /w.alfaconcursos.com.br/ co digo).

fi

39. · No último período, construído acordo com o princípio do para· lclismo sintático, o sujeito orações dassiflca·se como indeterminado .

~ Há presença de sujeito determinado, pois os verbos estão na voz passiva (são com- V' pradas, acompanham-se, são postadas). Ou seja, sempre que houver passiva, há sujeito determinado .

Comentários

Explicações do autor em relação ao gabarito da questão. Podem conter legislações e/ou obras de referência que fundamentem as justificativas.

(;,\1!.\RITO, CERTO.

O emprego da fonna verbal composta (com o gerúndio) mostra que há uma conti- nuidade da ação expressa pelo verbo. Ou seja, antes do Brasil República, a idcia de que o homem era superior à mullier já existia.

São atividades de fi.xação dos conteúdos selecionados para esta obra, as quais aparecem ao final de cada capítulo. Vale destacar que foi respeitada a originalidade e a didática de cada professor, razão pela qual ela se apresenta de formas diversas e não segue um padrão em toda a obra.

Gabarito e

Esta seção traz os textos que compõem o "Faça Já". Todos vêm com as lacunas completadas para que você possa conferir as respostas.

Morfologht a dedicada ao estudo ~. Enquanto a semãmica a significação, a especialmente, formação e classificação das~.

Estrutura

Passe Já 5

o. o. •••• o. ••• ••••• ••••••• •••••• ••••• •• ••• •••••••••• o.
Língua Portuguesa7
I RLM235
Informática517
Direito Administrativo679
Direito Constitucional861
Direito Penal1029
Direito Processual Penal1281
Leis Especiais1509
Adm1n1straçao ........................................................................... 1729
Administração Financeira e Orçamentária1773
Arquivologia1847
Contabilidade1933
Legislação de Trânsito2057
Física2161

SUMARIO Faça Já -Gabarito ................................................................... 2183

A disciplina de Língua Portuguesa costuma ter um grande peso em provas relacionadas às Carreiras Policiais. Por isso, para que você tenha um aproveitamento satisfatório, é essencial que se tenha contato com questões aplicadas em concursos.

Por isso, você tem em mãos esta obra, que busca dar a você uma visão de como são elaboradas as provas e como os assuntos são cobrados. Sobre essa disciplina, para que você entenda como ela foi organizada, fique atento ao seguinte:

1. As questões foram separadas por assuntos em capítulos diferentes.

2. Você pode encontrar questões parecidas e textos repetidos. Isso se deve ao fato de que as questões de provas são feitas a partir de um texto de referência. Assim, um mesmo texto serve como apoio para várias questões.

3. Cada capítulo tem um enfoque em relação à seleção de cada item:

Capítulo 1: a intenção é apresentar ao leitor o assunto "morfossintaxe", o qual traz questões em que são cobradas, simultaneamente, noções de morfologia e sintaxe.

Capítulo 2: a finalidade é entender como uma questão de correção gramatical é complexa, porque pode tratar de diversos assuntos num só enunciado, como: concordância, regência, crase, pontuação, acentuação, colocação pronominal.

Capítulo 3: o intuito é tratar de um tipo de item que tem sido muito cobrado: a reescrita. Fique atento para o enunciado, pois a reescrita pode cobrar tanto a correção gramatical como a semântica.

Capítulo 4: o foco é trabalhar ainda com textos, mas no sentido de entender aspectos específicos, como: tipologia textual, significação contextual, denotação, conotação, coesão, coerência.

Capítulo 5: o objetivo é mostrar ao leitor questões de interpretação e compreensão textual.

Capítulo 6: o enfoque é perceber que as questões de redação oficial podem cobrar dois aspectos. Um deles é analisar se um trecho está adequado para compor um texto oficial. Outro é verificar se o conceito apresentando está de acordo com o Manual de Redação da Presidência da República.

Essa organização foi feita com base em minha experiência em sala de aula, especificamente em relação às aulas ministradas em turmas que estão preparando-se para concursos. Além disso, foram considerados relatos de alunos sobre as maiores dificuldades ao estudar a disciplina de língua portuguesa.

Um grande abraço, Giancarla Bombonato

" Não deixe que o medo de errar te impeça de tentar. Acreditar em você já é metade do caminho. ,

Sobre o autor: Mestre em Letras, especialista em Língua Portuguesa e Literatura Brasileira, e licenciada em Letras Português/Espanhol. Atua na área de concursos públicos desde 2008. Tem experiência em LÍngua Portuguesa e Redação. Passou a fazer parte da Equipe AlfaCon em 2012.

Giancarla Bombonato 7

8 Passe Já

Capítulo 19
Morfossintaxe10
Faça Já42
Capítulo 2, ........... c•••·········fl········••••c-•••························45
Acentuaçao. Colocaçao Pronommal46
Faça Já76
Capítulo 37
Reescrita78
Faça Já102
Capítulo 4105

Correção_ Gramatica!: Concord_ância. Regência. Crase. Pontuação.

Coesão. Coerência106
Faça Já144
Capítulo 514 7
Interpretação Textual e Compreensão Textual148
Faça Já199
Capítulo 6202
Redação de Correspondências Oficiais202

Tipologia Textual. Significação Contextual. Denotação e Conotação. Faça Já ............................................................................................ 232

Morfossintaxe

10 I Língua Portuguesa

Morfossintaxe

Ninguém sabia, nem pretendia saber, por que ou como Lanebbia e seus associados se interessavam por um bando de maníacos como nós, gente estranha, supostamente inteligente, que passava horas lendo ou discutindo inutilidades. Gente, dizia-se, que brilharia no corpo docente de qualquer universidade; especialistas que qualquer editora contrataria por somas astronômicas (certos astros são muito grandes). Era um enigma também para nós; mas, lamentações à parte, sabíamos de nossa incompetência, também astronômica (alguns astros são bastante grandes), para lidar com contratos, chefes, prazos e, sobretudo, reivindicações salariais. Tínhamos, além disso, algumas doenças comuns a todo o grupo, ou quase todo: a bibliomania mais crônica que se possa imaginar, uma paixão neurótico-deliquencial por textos antigos, que nos levava frequentemente a visitas subservientes a párocos, conventos, igrejas e colégios. Procurávamos criar relacionamentos que facilitassem o acesso a qualquer velharia escrita. 01te poderia estar esperando por nós, por que não?, desde séculos, ou décadas. Conhecíamos armários, sótãos, porões e cofres de sacristias, bibliotecas, batistérios ou cenáculos, bem melhor do que seus proprietários ou curadores. Tínhamos achado preciosidades que muitos colecionadores cobiçariam.

Descobrir esses esconderijos era uma espécie de hobby nosso nos fins de semana, quando saíamos atrás de boa comida, bons vinhos e velhos escritos.

Isaías Pessotti. Aqueles cães malditos de Arquelau. Rio de Janeiro: Ed. 34, 1993, p. 1 (com adaptações).

(2014-CADE-Agente Administrativo) Seria mantida a correção gramatical do texto caso a expressão "melhor do que", em destaque no texto, fosse substituída por melhor que.

Ambas as expressões estão corretas e são adjetivos que estão em grau comparativo. Pode-se empregar qualquer uma delas.

(2014-CADE-Agente Administrativo) O emprego de formas verbais no pretérito imperfeito, como, por exemplo, "Procurávamos" e "Conhecíamos", em destaque no texto, está associado à ideia de habitualidade, continuidade ou duração.

Os termos "procurávamos" e "conhecíamos" estão no pretérito imperfeito. Sobre os tempos verbais, é importante saber que eles expressam sentidos. Para o pretérito imperfeito, o sentido é de algo repetitivo, contínuo, habitual.

(2014 -CADE -Agente Administrativo) Nos trechos "que qualquer editora contrataria por somas astronômicas" e "que muitos colecionadores cobiçariam", em destaque no texto, o vocábulo "que" introduz orações adjetivas restritivas, nas quais exerce a função de complemento verbal.

Como ambas as orações não estão iniciadas com vírgula, há duas orações adjetivas restritivas. E ambas são complementos verbais. Para entender a função da pala- vra que, é preciso verificar como o período foi construído. 1: Eis os especialistas.

Qyalquer editora contrataria especialistas. (especialistas é complemento verbal de contrataria). 2: Tínhamos achado preciosidades. Muitos colecionadores cobiça- riam preciosidades. (preciosidades é complemento verbal de cobiçaram).

Permanece inquietante a (questão de formar a criança e o jovem para valores que ainda constituem o ideal do nosso tão sofrido bípede implume. O malogro da educação liberal-capitalista nos aflige como, em outro contexto, nos teria afligido um projeto de educação totalitária. Esta impõe, mediante a violência do Estado, a passividade inerme do cidadão, ao qual só resta obedecer aos ditames do partido dominante. Conhecemos o que foi a barbárie nazifascista, a barbárie stalinista, a barbárie maoísta. De outra natureza é a barbárie que vivemos no aqui-e-agora do consumismo irresponsável, dos lobbies farmacêuticos, do desrespeito ao ambiente, das violações dos direitos humanos fundamentais, da imprensa facciosa e venal, dos partidos de aluguel, da intolerância ideológica dos grupelhos, da arrogância dos formadores de opinião espalhados pela mídia e pelas universidades.

Um plano oficial de educação pouco poderia fazer para alterar esse iminente riscc de desintegração que afeta a sociedade civil, atingindo classes e estamentos diversos; mas que ao menos se faça esse pouco!

Alfredo Bosi. A valorização dos docentes é a única forma de construir uma escola eficiente. Chega de proletários do giz. In:

os.

Carta Capital. Ano XIX, n.781, p. 29 (com adaptações).

(2014-CADE-AgenteAdministrativo) A preposição "para", tanto em "para valores que ainda constituem o ideal do nosso tão sofrido bípede implume" quanto em "para alterar esse iminente risco de desintegração que afeta a sociedade civil", introduz orações que exprimem finalidade.

(Parte 1 de 7)

Comentários