LIVRODiagnóstico Diferencial em Fisioterapia Goodman Snyder 4ª ed PT

LIVRODiagnóstico Diferencial em Fisioterapia Goodman Snyder 4ª ed PT

(Parte 1 de 6)

Diagnóstico Diferencial em FISIOTERAPIA

Quarta edição

Catherine Cavallaro Goodman, MBA, PT

Medical Multimedia Group, Faculty Affiliate, University of Montana, Missoula, Montana

Teresa E. Kelly Snyder, MN, RN, OCN Oncology Treatment Area, Montana Cancer Specialists, Missoula, Montana

Front Matter

Diagnóstico Diferencial em FISIOTERAPIA

Traduçã da 4ª edição

Catherine Cavallaro Goodman, MBA, PT

Medical Multimedia Group

Faculty Affiliate

University of Montana

Missoula, Montana

Teresa E. Kelly Snyder, MN, RN, OCN

Oncology Treatment Area

Montana Cancer Specialists Missoula, Montana

Copyright

Do original: Differential Diagnosis for Physical Therapists – Screening for

Referral, 4 th edition

© 2007 por Saunders Tradução autorizada do idioma inglês da edição publicada por Saunders – um selo editorial Elsevier Inc. ISBN: 978-0-7216-0619-4 © 2010 Elsevier Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. Nenhuma parte deste livro, sem autorização prévia por escrito da editora, poderá ser reproduzida ou transmitida sejam quais forem os meios empregados: eletrônicos, mecânicos, fotográficos, gravação ou quaisquer outros. ISBN: 978-85-352-2648-5 Capa Mello & Mayer Design Ltda. Editoração Eletrônica Rosane Guedes Elsevier Editora Ltda. Conhecimento sem Fronteiras Rua Sete de Setembro, n° 1 – 16° andar 20050-006 – Centro – Rio de Janeiro – RJ Rua Quintana, n° 753 – 8° andar 04569-011 – Brooklin – São Paulo – SP Serviço de Atendimento ao Cliente 0800 026 53 40 sac@elsevier.com.br Preencha a ficha de cadastro no final deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos e promoções da Elsevier. Consulte também nosso catálogo completo, os últimos lançamentos e os serviços exclusivos no site w.elsevier.com.br

O conhecimento médico está em permanente mudança. Os cuidados normais de segurança devem ser seguidos, mas, como as novas pesquisas e a experiência clínica ampliam nosso conhecimento, alterações no tratamento e terapia à base de fármacos podem ser necessárias ou apropriadas. Os leitores são aconselhados a checar informações mais atuais dos produtos, fornecidas pelos fabricantes de cada fármaco a ser administrado, para verificar a dose recomendada, o método e a duração da administração e as contraindicações. É responsabilidade do médico, com base na experiência e contando com o conhecimento do paciente, determinar as dosagens e o melhor tratamento para cada um individualmente. Nem o editor nem o autor assumem qualquer responsabilidade por eventual dano ou perda a pessoas ou a propriedade originada por esta publicação. O Editor

CIP-BRASIL. CATALOGAÇÃO-NA-FONTE SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS, RJ G66d Goodman, Catherine Cavallaro Diagnóstico diferencial em fisioterapia /

Catherine Cavallaro Goodman, Teresa E. Kelly Snyder; [tradução Fernando Diniz Mundim]. - Rio de Janeiro : Elsevier, 2010.

Tradução de: Differential diagnosis for physical therapists : screening for referral Inclui bibliografia ISBN 978-85-352-2648-5 1. Fisioterapia. 2. Diagnóstico diferencial. I. Snyder, Teresa E. Kelly. I. Título. 09-3963. CDD: 615.82 CDU: 615.8 06.08.09 14.08.09 014360

Revisores Científicos e Tradutores

Supervisão da Revisão Científica

Victor Hugo do Vale Bastos

Professor-pesquisador e Colaborador no Laboratório de Mapeamento Cerebral e Integração Sensório-Motora do Instituto de Psiquiatria da UFRJ

Professor-pesquisador da Associação Brasileira de Ensino Universitário (UNIABEU) do Programa de Apoio à Pesquisa e à Extensão (PROAPE) Doutor em Saúde Mental pelo IPUB-UFRJ

Especialista em Neurofisiologia pelo Instituto Brasileiro de Medicina de Reabilitação (IBMR)

Revisão Científica

Cláudio Elídio Almeida Portela (Caps. 9, 12 e 18)

Doutorando em Saúde Mental pelo Laboratório de Mapeamento Cerebral e Integração Sensório-Motora do IPUB-UFRJ

Mestre em Saúde Mental pelo Laboratório de Mapeamento Cerebral e Integração Sensório-Motora, IPUB/UFRJ

Fisioterapeuta pela UNIABEU Dionis de Castro Dutra Machado (Caps. 2 e 10) Doutoranda em Saúde Mental - IPUB/UFRJ Mestre em Saúde Mental pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Especialista em Anatomia e Biomecânica Humana (UCB) Especialista em Fisioterapia em Traumato-Ortopedia (UCB) Fisioterapeuta da SMSDC-RJ Juliana Bittencourt Marques (Caps. 5 a 7 e 17) Fisioterapeuta pelo Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO)

Formação em Reeducação Postural Global pelo método RPG/RPM Julio Guilherme Silva (Caps. 13, 14, 16)

Professor Adjunto do Curso de Fisioterapia do Centro Universitário Augusto Motta (UNISUAM)

Professor Adjunto do Departamento de Anatomia Humana da UGF Doutor em Saúde Mental/Aprendizagem Motora pela UFRJ

Coordenador dos Cursos de Especialização em Fisioterapia Traumato-ortopédica e Fisioterapia Neurofuncional na UGF

Luiz Cláudio Miana de Faria Furtado (Caps. 8, 1 e 15)

Mestre em Ciência da Motricidade Humana pela Universidade Castelo Branco (UCB)

Osteopata pela Escola Brasileira de Osteopatia e Terapias Manuais (EBOM) Fisioterapeuta pela Universidade Gama Filho Marcos Antonio Orsini Neves (Cap. 4)

Doutorando em Neurologia/Neurociências do Hospital Universitário Antônio Pedro da Universidade Federal Fluminense (UFF). Mestrado em Medicina Preventiva - Núcleo de Estudos de Saúde Coletiva (NESC) da UFRJ Graduando em Medicina pela Universidade do Grande Rio - UNIGRANRIO.

Victor Hugo do Vale Bastos (Caps. 1, 3, Índice e Tabelas com Valores de Referência)

Tradução

Aldacilene Souza da Silva (Cap. 4)

Mestre em Imunologia pelo Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (USP)

Doutora em Imunologia pelo Instituto de Ciências Biomédicas da USP Alexandre Vianna Aldighieri Soares (Cap. 1) Médico pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Residência em Clínica Médica pelo Hosdpital Naval Marcílio Dias e em

Endocrinologia pelo Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia Luiz Capriglione (IEDE - RJ)

Andreia Oliveira Bento Alves (Cap. 9 e Tabelas com Valores de Referência) Pós-Graduada em Fisioterapia em Unidade de Terapia Intensiva Pós-Graduada em Acupuntura Especialista em Auriculoterapia Especialista em Reeducação Postural Global Graduada em Fisioterapia pela UFRJ Douglas Arthur Omena Futuro (Caps. 2 e 3) Médico Ortopedista – RJ Fernando Diniz Mundim (Índice) Professor Adjunto do Instituto de Psiquiatria da UFRJ. Especialização e Mestrado pelo IPUFRJ Graduado em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Jaqueline Almeida Pereira (Caps. 14 e 15)

Professora Assistente de Fisioterapia Neuropediátrica do Curso de Fisioterapia da UFRJ

Chefe do Serviço de Fisioterapia do Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira - IPPMG/UFRJ

Lêda Shizuka Yogi (Cap. 18)

Mestre em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo

(USP) Supervisora do Curso de Aprimoramento da Capes no Instituto de Ortopedia e Traumatologia do HCFMUSP

Graduada pelo Curso de Fisioterapia da Faculdade de Medicina da USP Lisley Alves de Oliveira (Cap. 10) Professora Titular do Centro Universitário Adventista São Paulo Fisioterapeuta Especialista em Didática do Ensino Superior Mônia Claudia Sartoratto (Cap. 12)

Fisioterapeuta pela Universidade Adventista de São Paulo (Unasp) Marcelo Viana Marques Ferreira (Cap. 16) Especialista em Osteopatia Musculoesquelética pela Unigranrio Professor da Pós-graduação da Universidade Castelo Branco (UCB)

Professor Credenciado Internacionalmente de Neurodinâmica Clínica pelo NDS (Neurodynamic Solutions)

Renata Scavone de Oliveira (Caps. 8 e 13)

Doutora em Ciências (Imunologia) pelo Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (USP)

Médica Veterinária pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP Sílvia Mariangela Spada (Caps. 1 e 17)

Bacharel em Letras pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP)

Certificação em Tradução (Curso Extracurricular) pela USP Vilma Ribeiro de Souza Varga (Caps. 5 a 7) Graduada em Ciências Médicas pela Universidade de Campinas, SP

Residência Médica em Neurologia Clínica no Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo

Dedicatória

Só para você, Príncipe Poo Poo da Princesa PePe… é o Pay-Pay! (Jackie Chan)

Ao meu marido, R.C.; meu filho, Jim; e minha filha, Deann, que preenchem minha vida com sorrisos e aventuras sem fim.

Agradecimentos

Nunca imaginamos que nosso pequeno livro ultrapassasse a primeira edição. A primeira edição foi o resultado direto da nossa experiência nas Forças Armadas como enfermeira (Teresa) e fisioterapeuta (Catherine), apesar de não nos conhecermos naquela época. Assim, agradecemos aos muitos homens e mulheres das Forças Armadas dos Estados Unidos que trabalharam como praticantes autônomos e refinaram este material. Além disso, agradecimentos especiais vão para muita gente boa (passado e presente) na Elsevier:

Andrew Allen

Christie M. Hart Louise Beirig

Kathy Macciocca

Julie Burchett Jacqui Merrill

Amy Buxton

RF Schneider, depart. de permissões Linda Duncan

David Stein

Sue Hontscharik

Marion Waldman

Não nomeamos, mas lembramos dos apreciados copidesques, dos responsáveis pela produção, da equipe de marketing, dos representantes de venda, dos assistentes editoriais, e muitos mais que nem conhecemos! Por favor, considerem nossa estima e agradecimento.

Para todos os outros, como:

Maj. Richard E. Baxter Nancy Bloom

Bill Boissonnault

Chuck Ciccone

Nancy Ciesla Brent Dodge

Kenda Fuller

Brant Goode Janet Hulme

Michael Keith, Administrador da APTA

Leanne Lenker Pam Little

Charles L. McGarvey, I

Brian Murphy Barbara Norton

Cindy Pfalzer

Sue Queen Shirley Sahrmann

Hospital Saint Patrick e Centro de Ciências da Saúde, Centro de Informações da Saúde (Dana Kopp, Ginny Bolten e Marianne Farr)

Universidade de Montana: Steve Fehrer, Dave Levison, Beth Ikeda Ken Saladin

Jason Taich Steve Tepper

Peg e Doug Waltner

Valerie Wang

Karen Wilson

E para qualquer outro membro da família, amigo ou colega cujo nome deveria estar nesta lista, mas que inadvertidamente não está nela… um especial abraço de agradecimento.

Apresentação

Catherine Goodman e Teresa Snyder devem ser elogiadas por suas contribuições para o papel do fisioterapeuta no diagnóstico com esta revisão deste texto clássico. O primeiro passo para o processo diagnóstico é determinar se as condições do paciente necessitam um encaminhamento ao médico. Logo, este livro é um guia valioso porque as autoras forneceram um modelo que é direcionado e completo. Apesar de o foco do texto estar na identificação das condições mais comuns que simulam problemas musculoesqueléticos, Goodman e Snyder também notaram que este é somente o primeiro passo no processo diagnóstico e fizeram sugestões para direcionamentos futuros. Deste modo, as autoras fornecem um guia oportuno para a prática e desenvolvimento profissional direcionando a questão da terminologia associada ao diagnóstico.

Como a fisioterapia aspira esclarecer suas responsabilidades profissionais dando educação no nível de doutorado clínico, enfatizando perícias diagnósticas e dando cuidado direto na admissão, um componente necessário é a acurácia na comunicação destas responsabilidades. Por muitos anos, a questão da terminologia adequada e/ou o contexto no qual ela é usada com respeito ao diagnóstico em fisioterapia tem sido objeto de confusão. A extensão da confusão se reflete em uma variedade de editoriais, 1-7 livros-texto e anúncios que são inconsistentes no seu uso de diagnóstico diferencial.

Goodman e Snyder produziram um modelo para abordar essa questão.

Apropriadamente, o título deste livro, Diagnóstico Diferencial para Fisioterapeutas, esclarece que a responsabilidade primária do fisioterapeuta é reconhecer a possível presença de uma condição médica que tome o lugar ou simule uma condição que requeira tratamento de fisioterapia. O esclarecimento de que este diagnóstico diferencial não significa identificar uma doença específica é importante em nosso relacionamento com médicos e na manutenção de nosso espaço de prática legal, como fisioterapeutas assumindo um amplo papel em direção à admissão e aos cuidados primários. 1

Como foi exposto neste texto, o primeiro passo no processo diagnóstico é o fisioterapeuta ser capaz de identificar condições médicas que necessitem ser encaminhadas a um especialista apropriado. Claramente, esta é uma habilidade que qualquer fisioterapeuta precisa ser capaz de demonstrar. Este livro fornece não somente a informação necessária, mas também a maneira pela qual o material é apresentado, que deve habilitar o leitor a alcançar um alto nível de habilidade. Este livro tem a intenção de aumentar tanto a habilidade do leitor na triagem por condições médicas quanto a habilidade de navegar no processo diagnóstico inteiro. O formato altamente fácil e interessante deste livro é uma entre muitas razões pelas quais todo estudante e fisioterapeutas devem incluir este livro nas suas bibliotecas pessoais.

Mas, como Catherine Goodman e Teresa Snyder colocaram sabiamente no prefácio, o foco principal deste livro é somente o primeiro passo em uma avaliação que deve finalmente conduzir a um diagnóstico que direcione a intervenção fisioterapêutica. Também é crédito delas ter fornecido uma introdução sobre os próximos passos no processo diagnóstico completo. De acordo com o Guide to Physical Therapist Practice, Goodman e Snyder direcionaram a importância do conceito do sistema motor para a fisioterapia e assim, para outro nível de diagnóstico diferencial. Elas direcionaram nossa atenção para um sistema de desenvolvimento de diagnóstico de deficiências no sistema motor. Este processo necessita ser diferenciado entre as condições de deficiência do sistema motor tanto no tecido quanto no nível do movimento e, então, pode ser usada esta informação para estabelecer um diagnóstico que direcione o tratamento de fisioterapia.

Além de prover informações para fisioterapeutas, Goodman e Snyder tentaram também ajudar outros profissionais da saúde na identificação das condições que devem ser encaminhadas ao fisioterapeuta. Este esforço é outra reflexão do reconhecimento presciente delas na direção da prática. As habilidades do exame e diagnóstico do fisioterapeuta, tanto para conceituar quanto para identificar uma condição médica ou determinar convincentemente uma síndrome de deficiência de movimento, devem se tornar os aspectos mais altamente visíveis do papel da profissão na área da saúde.

Historicamente, a profissão tem sido considerada, em sua essência, uma função na qual o praticante realiza um tratamento com base no diagnóstico do médico. A

avaliação, o exame, o diagnóstico e o planejamento do programa são a necessária direção para a profissão se assumirmos nosso papel na promoção da saúde, manutenção e/ou reparação, quer sejamos procurados por um cliente, um médico ou outro profissional da saúde. O exercício, que é a forma predominante de tratamento de fisioterapia, continua a receber atenção cada vez maior como a forma mais eficaz de cuidado preventivo e restaurador para doenças induzidas pelo estilo de vida. Os fisioterapeutas ainda não são prontamente consultados pela sua perícia em desenvolver programas que possam não somente direcionar doenças induzidas pelo estilo de vida, mas que possam prevenir a indução de problemas musculoesqueléticos.

(Parte 1 de 6)

Comentários