Corantes e Pigmentos Orgânicos

Corantes e Pigmentos Orgânicos

(Parte 1 de 3)

Corantes e Pigmentos Orgânicos

GRUPO VIII: Daniel Machado Elaine Melo Juliana Cristina Júlio César Moisés Malaquias Roberto Carlos

Corantes e Pigmentos Orgânicos

Percepção da Cor

A cor é percebida através da visão pelas celulas cones, e é muito importante para a compreensão de um ambiente.

Sem a cor teríamos muita dificuldade para diferenciarmos objetos e lugares.

Corantes e Pigmentos Orgânicos

Teoria da Cor

Os objetos na realidade não “possuem” cor. A cor é uma sensação interna produzida por estímulos físicos de natureza distinta, que dão origem a percepção da mesma pelo ser humano.

Ou seja, a cor é definida por um “filtro óptico” o qual deixa passar apenas a luz da cor com ele relacionada, bloqueando as demais.

Corantes e Pigmentos Orgânicos

História

O homem utiliza os

corantes e pigmentos há mais de 20 mil anos.

O primeiro corante a ser conhecido foi o negro-de-fumo

Corantes e Pigmentos Orgânicos

Sabe-se que os caçadores do

Período Glacial pintavam as paredes das cavernas com fuligem, ocre, terras, argilas, sangue de animais, ou sumo de frutos e plantas esmagados.

Os egípcios, desenvolveram a arte da pintura e , por volta de 1500 a.C. descobriram o vernizes atuais, usando resinas naturais ou cera de abelha como ingrediente formador de película, para fixação das cores.

Corantes e Pigmentos Orgânicos

Com o tempo, muitos corantes naturais foram sendo descobertos.

O vermelho das capas dos centuriões romanos era obtido de um molusco chamado Murex, um caramujo marinho.

O índigo (anil) era muito conhecido pelos hindus e dava um tom de azul muito desejado pelos nobres europeus.

Corantes e Pigmentos Orgânicos

Corantes

Foi apenas nos anos mais recentes, que a indústria de corantes e pigmentos obteve os maiores avanços.

O primeiro corante orgânico sintetizado com uma técnica mais apurada foi a Mauve (malva ou mauveína) criada em 1856, William Henry Perker.

Corantes e Pigmentos Orgânicos Fórmula Estrutural da Mauveína

Corantes e Pigmentos Orgânicos

Corante -Definições

Por definição, coranteé toda substância que, se adicionada a outra substância, altera a cor desta.

O corantepode ser uma tintura, pigmento, tinta ou um composto químico.

Corantes e Pigmentos Orgânicos Corantes e Pigmentos Orgânicos

Corantes e Pigmentos Orgânicos

Corantes - Classificação

Os corantes são classificados como:

Corante Orgânico Natural Corante Orgânico Sintético

Corante Artificial

Corante Orgânico Sintético Idêntico ao Natural

Corante Inorgânico

Caramelo

Caramelo (processo amônia)

Corantes e Pigmentos Orgânicos

Matérias Primas -Produtos Intermediários

São as Matérias Primas com as quais se produzem os corantes, os medicamentos, os plásticos, as borrachas e as fibras sintéticas.

A produção dos intermediários, de forma econômica e pura, é o fundamento essencial das indústrias de processos químicos orgânicos.

Corantes e Pigmentos Orgânicos

Matérias Primas -Processos de Conversão

Nitração Aminação por Redução

Aminação por Amonólise

(Parte 1 de 3)

Comentários