marketing global

marketing global

(Parte 6 de 6)

PDI Índice de Distância de Poder (Power Distance Index) IDV Individualismo MAS Masculinidade UAI Índice Fuga das Incertezas (Uncertainty Avoidance Index) LTO Orientação a Longo Prazo (Long-Term Orientation)

País PDI IDV MAS UAI LTO

República Checa

* Valores Estimados ** Valores Regionais Estimados: ‘Mundo Arabe Egito, Iraque, Kuwait, Libano, Libia, Arábia Saudita, Emirados Arabes

‘Leste da Africa Etiopia, Kenia, Tanzania, Zambia

‘Oeste da Africa Gana, Nigeria, Serra Leao Fonte: Hofstede, 2003.

De acordo com a classificação de Hofstede, pode-se verificar que a sociedade e cultura brasileira são similares a cultura de muitos países latinos americanos. O Brasil possui um alto grau de fuga a incerteza (76), indicando assim o baixo nível de tolerância à incerteza por parte do povo brasileiro. Com o intuito de minimizar e reduzir o grau de incerteza, regras rígidas, leis, políticas e regulamentos foram adotados e implantados. A cultura brasileira tem como objetivo controlar ou eliminar o inesperado. Como resultado da fuga à incerteza, a sociedade não aceita mudanças facilmente e pode ser considerada avessa ao risco. A cultura brasileira tem um pequeno grau de individualismo (38) se comparado a outros países latinos. Entretanto, no geral, países latinos são considerados coletivistas se comparados à culturas individualistas. A lealdade destaca-se como característica marcante da sociedade coletivista. Possuem alto grau de distância de poder, em que se pode notar uma concentração de renda e poder. Gostam de planejar, focando em orientação a longo-prazo.

Figura 3: Posição do Brasil na classificação de Hofstede Fonte: Hofstede, 2003.

Figura 4: Posição dos Países Latino Americanos na classificação de Hofstede Fonte: Hofstede, 2003.

2.2.6 Influência das dimensões culturais de Hofstede na aceitação de novos produtos em novos mercados.

A globalização de mercados está aumentando, bem como a freqüência e quantidade de concorrentes que entram no mercado. As empresas estão cada vez mais dependentes de novos produtos para gerar receita, lucros, ampliar sua participação de mercado e criar vantagem competitiva. O sucesso da entrada de novos produtos no mercado internacional depende de uma série de fatores, os quais alguns podem ser controláveis (endógeno, ex. composto mercadológico, conhecimento do mercado, capacidade de pesquisa e desenvolvimento) e outros que não são controláveis (exógenos, ex. fatores externos: tecnologia, concorrentes, leis, políticas, cultura.). A globalização tem criado progressivamente uma homogeneização de mercado, aumentando o número de consumidores de diversas regiões geográficas e diferentes culturas, com as mesmas preferências, aumentando o número de marcas globais e padronizando estratégias de marketing (YENIYURT; TOWNSEND, 2003).

Embora exista evidência que suporte um comportamento consumidor global, com mesmas preferências e gostos, há também evidências que mostram um aumento de divergência de gostos, hábitos e comportamentos de compra entre países. Além disso, após uma grande exposição à globalização, consumidores de diferentes

(Parte 6 de 6)

Comentários