PROCESSOS DE FABRICAÇÃO - BROCHAMENTO pag. 2

BROCHAMENTO é um processo

BROCHAMENTO de usinagem onde o movimento de corte é linear. A ferramenta possui multiplos dentes com altura crescente, dispostos em série cada um cortando uma profundidade pi. A ferramenta tem um comprimento grande podendo ser forçada por tração ou compressão dentro ou fora da peça.

A operaçao consiste em remover cavaco de um material com a finalidade de construir superficies planas retilineas ou com uma determinada forma internamente ou externamente a uma peça.

Apresentamos abaixo algumas operações com brochas:

Brochas

O brochamento pode ser interno com a ferramenta atuando em um furo executado anteriormente na peça ou externamente com a ferramenta atuando na periferia da peça. As penetrações de avanço (asf) são da ordem de 0,06 a 0,15 m de modo que as espessuras maiores resultam em um número elevado de dentes em série tendo portanto a necessidade de máquinas com um curso elevado.

Para o brochamento interno é necessário que a péça possua um furo previo obtido por fundição,

PROCESSOS DE FABRICAÇÃO - BROCHAMENTO pag. 3 furação ou torneamento com as dimensões para a inserção da brocha. A superficie a ser brochada deve ser paralela ao movimenmto de corte e nada deve bloquear a passagem da brocha. Furos cegos podem ser brochados desde que tenham excesso de comprimento para alojamento do cavaco. Exemplo e dimensões de uma brocha para internos:

Podemos tambem executar o brochamento helicoidal onde a máquina deve prover o movimento giratório da brocha. Como toda operação de usinagem o brochamento é executado em desbaste e depois em acabamento. O desenho da brocha acima é provida de dentes de desbaste, acabamento e possui tambem dentes de reserva para garantir que a brocha tenha uma vida após algumas afiaçóes.

PROCESSOS DE FABRICAÇÃO - BROCHAMENTO pag. 4 Formas para brochamento interno:

Formas para brochamento externo:

PROCESSOS DE FABRICAÇÃO - BROCHAMENTO pag. 5

Vantagens do brochamento:

1- Tolerancias estreitas de usinagem e bom acabamento 2- Capacidade de produzir formas variadas esternas e internas 3- Vida longa da ferramenta. A produção pode atingir 2000 a 10000 peças entre afiações. 4- Produção economica . O custo da ferramenta é alto porem o custo por peça é baixo. 5- Alta produtividade. A remoção do cavaco é bem rápida pois varios dentes atuam ao mesmo tempo em sequencia continua.A operação é realizada em uma só passada fazendo desbaste e acabamento.

Brochadeira HorizontalBrochadeira Vertical

Classificação das Brochas

1- Brochas de Compressão: São forçadas através do furo, manualmente ou por prensa. São ferramentas curtas para evitar flambagem comprimento max. 25 diametros. São utilizadas também para brochamento de furos cegos. 2- Brochas de Tração: São puxadas através do furo permitindo um maior comprimento, tendo assim a possibilidade de realizar operações completas de desbaste e acabamento. 3- Brochas Giratórias: Utilizadas na produção de formas helicoidais (ex: ranhuras de armas). 4- Brocha de Sólida: Fabricada em uma só peça em geral de aço rápido incluindo os dentes, são a maioria das brochas internas. 5- Brochas tipo Pote: É uma brocha de superficie, envolve toda a peça. ( ex: eixos rtanhurados, engrenagens)

PROCESSOS DE FABRICAÇÃO - BROCHAMENTO pag. 6 PROCESSOS DE FABRICAÇÃO - BROCHAMENTO pag. 6

PROCESSOS DE FABRICAÇÃO - BROCHAMENTO pag. 7

Tempo de operação: Dimensões principais de uma Brocha:

() .minVc LbTt =

Observação:Para Vc em m/min

utilizar Lb em metros

PROCESSOS DE FABRICAÇÃO - BROCHAMENTO pag. 8 Relação de dimensões da Brocha:

PROCESSOS DE FABRICAÇÃO - BROCHAMENTO pag. 9 Tipos de garras para fixação da brocha na brochadeira

Esforço no brochamento

Passo dos dentes ‘‘ p’’ : O passo é depende de 1) Comprimento a ser brochado “L” 2) Da espessura do cavaco “ profundidade de corte” 3) Material da peça

)(Np

LaaKcFc psf= onde: Kc = Pressão especifica de corte ( vide tabela pag seguinte) asf = Penetração de avanço por gume da ferramenta (m) ap = Penetração passiva L/p = Número de dentes em corte simultaneo

Determinação do passo da brocha:

PROCESSOS DE FABRICAÇÃO - BROCHAMENTO pag. 10 Tabelas

Bibliografia:

Caspar E. Stemmer, “Ferramentas de Corte I”, Editora da UFSC, Brasil ,1992 Telecurso 2000 Fiesp,Ciesp,Senai ,Processos de Fabricação Volume, 3 e 4, Editora Globo, Brasil, 2000

Comentários