Centro Universitário de Brasília – UniCEUB

Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia – FAET

Projeto de Software e Análise de Desempenho

Professor: Roberto Schaefer

Aluno: Tábata Julio Ferreira

RA: 20514740

Resenha – Framework

Brasília, 06 de março de 2008.

Atualmente no mercado exitem diversos frameworks que foram criados com o proposito de auxiliar no desenvolvimento de sistemas, habilitando designers e programadores a gastarem mais tempo determinando as exigências do software do que com detalhes de baixo nível do sistema.

No desenvolvimento do software, um framework é uma estrutura de suporte definida em que um outro projeto de software pode ser organizado e desenvolvido. Um framework pode incluir programas de suporte, bibliotecas de código, linguagens de script e outros softwares que pode ajudar a desenvolver e juntar diferentes componentes de um projeto de software.

Com isso, podemos listar as caracteristicas básicas dos frameworks

  • Um framework deve ser reusável, esse é um dos propósitos finais dos frameworks, além disso deverá ser bem documentado para facilitar seu uso;

  • Deve ser extensível, pois o framework contém funcionalidade abstrata (sem implementação) que deve ser completada;

  • Deve ser de uso seguro, evitando que algum desenvolvedor de aplicações não destrua o framework

  • Deve ser eficiente, devido ao seu uso em muitas situações, algumas das quais poderão necessitar de eficiência

  • Deve ser completo para poder endereçar o domínio do problema pretendido

Os principais frameworks que estão no mercado hoje são:

  • Struts (J2EE) - um dos frameworks mais usados em ambientes corporativos para construção de aplicações web. Usa o modelo MVC e caracterizado por uma camada de controle com uso de J2EE e XML.

  • JavaServer Faces (J2EE) - baseado em tecnologia de servlets e JSP, pode ser usado como uma opção ao Struts.

  • Spring (POA) - framework baseado em orientação a aspectos. Possibilidade de uso em conjuntos com outros frameworks MVC, como o Struts e JSF.

  • Hibernate (Persistência de Dados) - conhecido framework de persistência de dados, que usa conceitos de banco de dados, além do mapeamento objeto-relacional (classes Java para tabelas de databases).

  • JUnit (testes) - talvez o mais usado framework Java, incluído em IDEs free ou comerciais. Para testes unitários em geral.

  • jQuery - é um framework para ajudar os desenvolvedores a se concentrarem na lógica dos sistemas da web e não nos problemas de incompatibilidade dos navegadores atuais. Seu lema é escrever menos e fazer mais. Poderiamos destacar tambem a quantidade de plugins adcionais a este framework que vai desde efeitos visuais na página da web até controle de dados via ajax.

  • Ruby on Rails - é um framework gratuito que promete aumentar velocidade e facilidade no desenvolvimento de sites orientados a banco de dados (database-driven web sites), uma vez que é possível criar aplicações com base em estruturas pré-definidas

Além dos citados acima existem varios outros que dão suporte as diversar linguagens de programação existentes no mercado.

Comentários