0 2009 histologia vegeta

0 2009 histologia vegeta

CÉLULA VEGETAL- PROTOPLASMA

  • FARMACOBOTÂNICA

  • UNICEUMA

CÉLULA VEGETAL

  • As células vegetais se assemelham às animais em muitos aspectos de sua morfologia, como estrutura molecular das membranas e várias organelas

  • Semelhantes em mecanismos moleculares básicos: replicação do DNA, síntese protéica, transformação de energia via mitocôndrias

  • Algumas diferenças: parede celular rígida e desenvolvimento de um grande vacúolo utilizado para vários fins; presença de plastídeos.

PAREDE CELULAR VEGETAL

  • Presença de parede celular rica em polissacarídeos é a principal diferença que distingue a célula vegetal da animal. Denominada de matriz extracelular

  • Funções da parede celular:

    • impede a mobilidade das células, participa da aderência, da aglutinação celular, interação com as células vizinhas e influi no crescimento, nutrição, reprodução e defesa.
    • Mantém a integridade osmótica da célula
    • Dá sustentação,determina o formato da planta
    • Tem importância econômica

PAREDE CELULAR VEGETAL

  • Tipos de parede celular : primária e secundária

  • PRIMÁRIA: é a 1ª que se desenvolve numa célula jovem. È a única parede nas células que se dividem ativamente ou nas células maduras envolvidas em processos metabólicos, como fotossíntese, respiração e secreção. São células vivas.Entra em contato com o protoplasma vivo

  • SECUNDÁRIA: forma-se na superfície da parede primária. É importante, principalmente em células especializadas na função de sustentação. É formada nas células adultas. Não entra em contato com protoplasma vivo.

COMPONENTES DA PAREDE CELULAR

  • Lamela média, parede primária e parede secundária- difíceis de serem diferenciadas ao microscópio de luz comum.

  • Lamela média- chamada de cimento intercalar(composta de um polissacarídeo-pectina): fica entre as paredes das células vizinhas

COMPOSIÇÃO QUÍMICA DA PAREDE CELULAR

  • Varia consideravelmente de célula para célula e de espécie para espécie

  • Principais componentes são os polissacarídeos estruturais: longas cadeias de açúcares ligados por ligações glicosídicas

  • Polissacarídeos mais comuns são: celulose, hemicelulose e pectinas ou compostos pécticos

  • Proteínas, minerais, lignina

  • Componentes lipídicos: ceras, cutina e suberina

CELULOSE

  • Polissacarídeo estrutural mais abundante

  • Constituída por unidades repetidas de glicose(C6H12O6), através de ligações do tipo 1-4

  • Polímero linear e não ramificado

  • É hidrolisada pelo HCl concentrado dando dextrinas, celubiose e glicose

  • Insolúvel em água, éter e clorofórmio

Como se forma a parede celular

  • Como se forma a parede celular

HEMICELULOSE

  • Classe heterogênea de polímeros de pentose, além da glicose

  • Cadeias são ramificadas com cadeias laterais curtas

  • As hemiceluloses são classificadas de acordo com as cadeias que os compõem

  • Xiloglicanos: xilose

  • Glicomananos: glicose e manose

  • Glicuronoarabinoxilanos: xilose, arabinose, ácido urônico e galactose

  • Gomas: exsudatos de folhas, raízes, caules ou frutos.Ex: goma arábica

PECTINA

  • Ou compostos pécticos: polissacarídeos complexos, altamente ramificados e hidrófilos, caracterizadas pela presença de resíduos do ácido galacturônico unidos por ligações (1-4)

  • Grupos: poligalacturonanos; ramnogalacturonanos; pectinas ácidas e pectinas neutras

  • Gel que preenche o espaço entre as camadas de células e controla a passagem de íons e moléculas, atuando como barreira

  • Utilidade comercial:fabricação de doces e geléias

PROTEÍNAS

  • Principal-extensina que é rica em hidroxiprolina(aa)

  • A EXTENSINA é formada quando há algum ferimento, infecção ou congelamento, ajudando a proteger ou reparar as células.

  • EXPANSINA ajuda as paredes a aumentar a superfície

LIGNINA

  • Componente não polissacarídico. É um polímero fenólico complexo, que consiste em álcoois fenilpropanóides e seus ácidos correspondentes, de estrutura pouco conhecida.

  • Supõem-se que sua presença seja resultante de um mecanismo de desintoxicação de substâncias fenólicas, que reagem entre si formando lignina

  • Nas paredes primárias seu conteúdo é baixo, mas nas paredes secundárias é abundante.E tb em tecidos como xilema e floema

  • Lignificação serve para: cimentar e ancorar as fibrilas de celulose e impedir que a célula seja danificada. Pouco permeável à água

CERAS, CUTINAS E SUBERINAS

  • Componentes lipídicos,localizados nas paredes externas da maioria das células epidérmicas ou de revestimento

  • Cutina e suberina são formados por vários ácidos graxos de cadeia longa

  • Cutina+ cera= cutícula: tb cobre as paredes externas da epiderme

  • Camadas protetoras, duras, hidrofóbicas, disciplinam a evaporação de água e protegem as células contra lesões.

PROTOPLASMA DA CÉLULA VEGETAL

  • FARMACOBOTÂNICA

  • UNICEUMA

PROTOPLASMA

  • Constituído de duas partes

    • Citoplasma e núcleo
  • Núcleo globoso- transmissão dos caracteres hereditários.Envolto pelo citoplasma

  • Citoplasma- material de aspecto viscoso e que engloba: vacúolos,plastos e ribossomos

Protoplasma

VACÚOLOS

  • Bolsas citoplasmáticas contendo substâncias minerais e orgânicas em solução, constituindo o SUCO VACUOLAR

VACÚOLOS

PLASTOS OU PLASTÍDEOS

  • Corpúsculos encontrados nas células vegetais

  • Geralmente contém pigmentos(cromatóforos)

  • Divisão feita de acordo com a presença de pigmentos:

    • Cromatoplastos(cloroplastos, eritroplastos, e xantoplastos)
    • Leucoplastos(não têm pigmentos- amilo ou amido)

CLOROPLASTOS

  • Em plantas vasculares medem 4-8 micrômetros,

  • Observados no MO em forma de grânulos

  • Estão bem desenvolvidos nas folhas

  • Função: fotossíntese

CONDRIOMA

  • Conjunto de corpúsculos granulosos ou em bastonetes,que podem ser evidenciados através de coloração

  • Podem estar na forma de granulações ou pigmentos

  • Relacionado com os fenômenos respiratórios

INCLUSÕES CELULARES

  • SUBSTÂNCIAS ERGÁSTICAS

SUBSTÂNCIAS ERGÁSTICAS

  • Do grego “ ergon” = trabalho

  • Produto do metabolismo celular, de reserva ou armazenamento,

  • Acumulam-se na parede celular, vacúolos ou plastídios

  • Natureza orgânica ou inorgânica

NATUREZA ORGÂNICA

  • Grãos de amido

  • Grãos de aleurona

  • Inulina

  • Óleo fixo

NATUREZA INORGÂNICA

  • Oxalato de cálcio

  • Carbonato de cálcio

cristais

AMIDO OU AMILO

  • Polímero de condensação da glicose, formada durante a fotossíntese

  • Formado de dois polissacarídeos: amilose e amilopectina

AMIDO OU AMILO

  • Principal substância de reserva dos vegetais, sendo de importância relevante na alimentação dos animais

  • Amido- frutos e sementes

    • Amido de trigo, de arroz, de milho
  • Fécula- órgãos subterrâneos

    • Fécula de batata, de mandioca

AMIDOS

  • Pós finos, brancacentos

  • Grânulos de tamanhos, formas e estratificações variáveis

IMPORTÂNCIA FARMACÊUTICA

  • A Farmacopéia Brasileira incluiu cinco tipos de amilos, a saber:

    • Milho, arroz, trigo, mandioca e batata
  • Utilizados na obtenção de formas farmacêuticas tais como: comprimidos e pomadas

ALEURONA

  • Do greo Aleuron- significa farinha

  • Reserva protéica das sementes

  • São corpúsculos formados no interior de vacúolos e com a diminuição da água dentro da semente madura esses corpúsculos se solidificam

ALEURONA

  • Os grãos de aleurona contém fitina (complexo de fósforo, cálcio e magnésio)

  • Pode ser utilizada como fonte de fósforo para medicamentos

  • Diminui a calciúria

  • Exemplos: erva doce, sementes de abóbora, linho, mostarda,linho.

Comentários