Cocos gram-positivos2009

Cocos gram-positivos2009

COCOS GRAM-POSITIVOS Gêneros: Staphylococcus

  • INFECÇÕES ESTAFILOCÓCICAS

COCOS GRAM-POSITIVOS Gênero: Staphylococcus

  • Família Micrococcaceae

    • 35 sp – 8 de interesse clínico
    • Coagulase positivo – Staphylococcus aureus
    • Coagulase negativo – S. epidermidis, S. saprophyticus, S. haemolyticus (outros)
    • Células esféricas (0,5 a 1,5 nm) imóveis - isolados, aos pares, e grupos irregulares (cachos)
  • Habitat: solo, agua, poeiras, alimentos, pele, glândulas, boca, trato gastrointestinal, vias urinárias e respiratórias

  • Resistente às condições ambientais

  • Sensíveis aos desinfetantes – (clorexidina, e fenois sintéticos), calor (60°C por 30 min)

INFECÇÕES ESTAFILOCÓCICAS

  • Endógena – adquirida na comunidade

    • Cutânea, Superficial, Profunda, Sepsis, Pneumónias e Endocardites
    • Foco de transmissão: narinas e pele
    • Portas de entradas – lesão e trauma
  • Nosocomial – ambiente hospitalar

    • Foco de transmissão – mãos dos profissionais de saúde
    • Contato direto – acompanhantes
  • Colonizam rapidamente:

    • Roupa de cama, móveis, equipamentos, etc.

FATORES DE VIRULÊNCIA

  • Proteína A = Fc da IgG – antifagocitária

  • Proteína de ligação à fibronectina (FnBP) -

  • Catalase = impede digestão intracelular

  • Coagulase = producão de fibrina

  • Estafiloquinase= lisa depósitos de fibrina - fator de disseminação

  • Leucocidina = destrói leucócitos

  • Exotoxina citolítica: alfa, beta e gama - hemolisinas (leucocida, dermonecrótica)

  • Exotoxinas superantígenos: aumenta a resposta do LT

  • Enterotoxina termoestável - intoxicacão: vômitos e diarréia líquida s/sangue

Infecções por Staphylococcus aureus capacidade invasivas e produção de toxinas

  • Infeção invasiva: Abscesso

    • Infecção aguda – afluxo de neutrófilos
    • Processo supurativo
    • Acúmulo de pus e bactérias na região central
    • Drenar para superfície cutânea ou estender para tecidos adjacentes
    • Formar fístulas ou abscessos secundários
    • Disseminação por via hematogênica

Infecções por Staphylococcus aureus infecções cutâneas

  • Foliculite

    • Infecção dos folículos pilosos
    • Pápulas eritematosas ao redor do pêlo
    • Formam pústulas – crostas
    • Locais acometidos: coxas, tórax e braços, face
  • Furúnculo: face, pescoço, axila, coxas e nádegas

    • Infecção folicular mais extensa – glândulas sebáceas, comprometendo tecido subcutâneo
    • Nódulo pustuloso quente e doloroso – rompe eliminando o conteúdo necrótico e purulento

Infecções por Staphylococcus aureus infecções cutâneas

  • Hidralite supurativa

    • Infecção progressiva e recorrente das glândulas sudoríparas apócrinas – axilas, genitais, períneo, aréola mamária
    • Nódulos inflamatórios e dolorosos – drenam espontaneamente em trajetos fístulas e coleções purulentas
  • Hordéolo - tersol

    • Infecções das pálpebras
    • Cílios e seus anexos
    • Edema doloroso

Infecções por Staphylococcus aureus infecções cutâneas

  • Paroníquia

    • Infeção piogênicas periungueais
    • Traumas
    • Pessoas que manipulam água, sabão, e detergentes
    • Associações: Candida albicans
    • Diabéticos
  • Panarício

    • Infecção da extremidade do dedo com formação de abscesso

Infecções por Staphylococcus aureus infecções cutâneas

  • Impetigo bolhoso estafilocócico

    • Toxinas estafilocócica - exfoliativa
    • Máculas eritematosas – bolhas com conteúdo seroso
    • Crostas
  • Celulite

    • Infecção dos tecidos subcutâneo
    • Eritema e edema
    • Processo supurativo - secreção purulenta
    • Evoluir – meningite aguda

Infecções por Staphylococcus aureus infecções toxigênicas

  • Toinfecção alimentar

    • Exotoxinas difunde-se nos alimentos em temperatura ambiente
    • Cozimento não destrói as toxinas – resistente à temperatura
    • 1 a 6 horas de ingestão do alimento contaminado – absorção da toxina
  • Mecanismo de ação

    • atua no sistema nervoso central – aumenta a peristalse
    • Sintomas: náuseas, vômitos cólicas abdominais, diarréias, prostração

Infecções por Staphylococcus aureus infecções toxinas exfoliativa

  • Síndrome da pele escaldada – Ritter 1878

    • Febre, eritrema com evolução rápida
    • Vesículas superficiais – descamação da pele

Infecções por Staphylococcus aureus infecções toxinas superantígenos

  • Síndrome do choque tóxico – Toldd 1978

    • Mulheres durante período menstrual – tampões vaginais
    • Homens e crianças – infecções em feridas cirúgicas, abscesso, traumas, osteomielite, pneumonias
    • Aguda, febre, vômito, dor abdominal, diarréia, e mialgia
    • Exantema escarlatiforme, hipotensão
    • Descamação palmoplantar e comprometimento renal

Síndrome do choque tóxico Critérios para diagnóstico diferencial

  • Temperatura maior que 38.9°C

  • Pressão arterial sistólica menor que 90 mmHg

  • Exantema com descamação subsequente e descamação palmoplantar

  • Comprometimento de pelo menos três dos seguintes sistemas orgânicos

    • Gastrintestinal: vômitos e diarría
    • Muscular: mialgia severa ou creatinina fosfoquinase
    • Membrana mucosa (vagina, conjuntiva e faringe) com enantema
    • Infuslficiência renal: uréia e creatinina no mínimo acima do normal
    • Sangue: trombocitopenia (menos que 100.000 plaquetas/mm³)
    • Sistema nervoso central: desorientação sem sinais neurológico
    • Resultado negativo para: febre maculosa, leptospirose e sarampo

Infecções por Staphylococcus aureus oportunistas – vias hematogênicas

  • Osteomielite

  • Artrite séptica

  • Meningite

  • Abscesso cerebral

  • Infecção do trato urinário

Infecções por Staphylococcus cogulase negativa

  • Importância nos surtos hospitalares

  • 27 sp – capazes de causar doenças humanas

  • Fatores predisponentes – dispositivos intravasculares

  • Mecanismo: contaminação durante a implantação e a progressão

    • Endocardites natural e protética
    • Infecções de cateteres intravasculares
    • infecções em próteses
    • Infecção do trato urinário

CULTURA E ISOLAMENTO

  • Meios de cultura

    • Sólidos: ágar sangue, ágar manitol
    • Líquido: caldo BHI, caldo tioglicolato
  • Identificação:

    • Atividade enzimática
      • Catalase
      • Coagulase
      • Urease
    • Resistência à antibiótico - novobiocina
    • Produção de ácidos – carboidratos
    • Métodos automotatizados

Padrão de Hemólise

Padrão de hemólise

Identificação de cocos gram-positivos

Prova da catalase

Prova da coagulase

Comentários