Reações à doença e àhospitalização

Reações à doença e àhospitalização

(Parte 5 de 6)

Pol Políí ticas de sa ticas de saúú de de

Acesso ao servi

Acesso ao serviçço o

Distância Distância

Tempo de espera Tempo de espera

Dura Duraçç ão do atendimento ão do atendimento

•• É assinto m assinto máá tica ou não incomoda muito tica ou não incomoda muito

Tem sintomas que dificultam o cuidar Tem sintomas que dificultam o cuidar-- se (EX: psicose) se (EX: psicose)

5. Profissional

Distante, pouco cordial, desinteressado, inacess Distante, pouco cordial, desinteressado, inacessíí vel, vel, impessoal, formal impessoal, formal

Parece sempre ocupado, com pressa, atende com v Parece sempre ocupado, com pressa, atende com váá rias rias interrup interrupçç ões ões

Uso de jargão, não considera as d Uso de jargão, não considera as dúú vidas e preocupa vidas e preocupaçç ões do ões do paciente paciente

Não informa, ou o faz de maneira imprecisa Não informa, ou o faz de maneira imprecisa

Não oferece aten Não oferece atençç ão cont ão contíí nua, personalizada com retornos nua, personalizada com retornos progra mados progra mados

Simplificar o esquema, dividir em passos Simplificar o esquema, dividir em passos

5. Profissional

Pragm Pragmáá tico: o que, como, quando, durante quanto tempo tico: o que, como, quando, durante quanto tempo

Pequena quantidade de informa Pequena quantidade de informaçç ões a cada consulta ões a cada consulta

Infor ma Infor maçç ões claras, sem jargões ões claras, sem jargões

Uso de ilustra Uso de ilustraçç ões, esquemas, analogias ões, esquemas, analogias

Comprovar a compreensão Comprovar a compreensão

Empregar ajudas para a mem Empregar ajudas para a memóó ria ria

3. Doentes Terminais 3. Doentes Terminais

Atitudes r Atitudes ríí gidas (contar sempre, nunca contar) gidas (contar sempre, nunca contar) = = desfavor desfavoráá veis veis

Interdi Interdiçç ão de parentes ão de parentes

Intui Intuiçç ão do paciente (compactuar com o silêncio ão do paciente (compactuar com o silêncio ou reagir intensamente) ou reagir intensamente)

O que e como revelar O que e como revelar o mau progn o mau prognóó stico? stico?

A A proximidade da morte proximidade da morte desperta in desperta inúú meras defesas meras defesas contra emo contra emoçç ões e sentimentos angustiantes, a ões e sentimentos angustiantes, a rea reaçç ão vai depender: ão vai depender:

Mecanismos de defesa e enfrentamento mais utilizados Mecanismos de defesa e enfrentamento mais utilizados pela pessoa em situa pela pessoa em situaçç ão de crise ão de crise

Condi Condiçç ões f ões fíí sicas sicas

Maneira de conceber a morte Maneira de conceber a morte

Apoio de pessoas queridas Apoio de pessoas queridas

“Não éa morte, e sim o morrer que se teme, com o medo da dor, do desfiguramento, da mutilação, da falta de ar, além do isolamento e do abandono”

4. Pacientes 4. Pacientes--

Proble ma Proble ma

Não se ajustam Não se ajustam à situa situaçç ão ão de doen de doençç a e hospitaliza a e hospitalizaçç ão ão

Raiva na equipe e no m Raiva na equipe e no méé dico por dico por atrapalhar a rotina atrapalhar a rotina

Muito dependentes Muito dependentes

Muito independentes Muito independentes

Inst Instáá veis veis

Freq Freqüü entemente decorrente da presen entemente decorrente da presençç a de transtorno a de transtorno mental ou de personalidade (anti mental ou de personalidade (anti-- social,narcisista, social,narcisista, borderline), al borderline), aléé m de uso de m de uso de á lcool ou outras substâncias, lcool ou outras substâncias, depressão, ansiedade depressão, ansiedade

Desconsidera Desconsideraçç ão pelo pr ão pelo próó ximo ximo

Viola Violaçç ão de regras ão de regras

Acusa Acusaçç ões e amea ões e ameaçç as as

Dependência excessiva Dependência excessiva

Impulsividade Impulsividade

Tendência a manipular pessoas Tendência a manipular pessoas

Egocentris mo Egocentris mo

Instabilidade (auto Instabilidade (auto-- imagem, imagem, afetos e rela afetos e relaçç ões) ões)

Grandiosidade Grandiosidade

(Parte 5 de 6)

Comentários