PMT2100 - Corrosão e Degradação dos Materiais

PMT2100 - Corrosão e Degradação dos Materiais

(Parte 4 de 4)

•Em altas temperaturas, a corrosão desses materiais se dá através de processos de formação de fases vítreas e de dissolução.

•Ex.: corrosão de refratários usados em fornos de fusão de vidro (formação de fases vítreas).

•A corrosão por dissolução em meios ácidos específicos (HF, por exemplo) ou em meios alcalinos é favorecida, principalmente com o aumento da temperatura do sistema.

•Na temperatura ambiente, o processo de degradação de vidros não tratados pode se iniciar com gotas d’água que se condensam na superfície deles (esse fenômeno é conhecido como intemperismo). Exemplo: imagem de santa formada no vidro de um casarão antigo, que teve ampla divulgação na imprensa de São Paulo.

PMT 2100 Introdução à Ciência dos Materiais para Engenharia EPUSP - 2008 (versão 2007)

27Degradação de polímeros

•A degradação dos materiais poliméricos ocorre por processos físico químicos.

•Ela pode ocorrer por:

–Inchamento seguido de dissolução do polímero. Isto ocorre quando o polímero está em contato com um líquido, principalmente de natureza orgânica (querosene, desengraxante, ...)

–Ruptura (cisão) das ligações decorrente de radiação eletromagnética (p.ex. luz), calor, agentes químicos (p.ex. ozone) . Ocorre diminuição do peso molecular, o que afeta negativamente as propriedades do polímero.

–Ação do clima (intemperismo) : combinação da ação de agentes químicos (água, ácidos, ...) com radiação (luz) e variação de temperatura.

PMT 2100 Introdução à Ciência dos Materiais para Engenharia EPUSP - 2008 (versão 2007)

Abrasão: o desgaste abrasivo ocorre quando há remoção de material provocado por partículas de alta dureza existentes entre as duas superfícies em movimento ou embebidas em uma ou nas duas superfícies em movimento.

As partículas de alta dureza podem ter várias origens:

o produto do processamento de minérios (sílica, alumina, etc.),

fragmentos metálicos altamente encruados removidos da superfícies em contato,

asperezas de usinagem de uma das superfícies em contato.

Desgaste mecânico Abrasão a 2 corposAbrasão a 3 corpos

PMT 2100 Introdução à Ciência dos Materiais para Engenharia EPUSP - 2008 (versão 2007)

29 Desgaste mecânico

Cavitação: o escoamento de líquidos através de tubulações provoca a formação de bolhas de vapor nas regiões em que a pressão é menor do que pressão de vapor do líquido. Essas bolhas colapsam (implodem) e geram pressões de impacto na parede da tubulação ou de uma hélice que podem alcançar até 15.000 MPa. O desgaste decorrente desse processo é chamado cavitação.

Erosão: –por escoamento de fluidos

–por partículas sólidas contidas em líquidos ou gases

–por partículas líquidas contidas em líquidos ou gases

–por jatos de líquidos ou de gases (impingimento).

A erosão pode ser de pequeno ângulo ou de grande ângulo

PMT 2100 Introdução à Ciência dos Materiais para Engenharia EPUSP - 2008 (versão 2007)

30 •Capítulos do Callister tratados nesta aula

–Capítulos 18 : completo.

–Capítulos 24

•Considerações a respeito da vida dos materiais – seções 24.1 a 24.4 .

(Parte 4 de 4)

Comentários