DATY Meios de Cultura Empregados nos Exames Microbiológicos ANVISA

DATY Meios de Cultura Empregados nos Exames Microbiológicos ANVISA

(Parte 3 de 18)

    1. Meio comercial: Ágar SS.

Procedimentos

  • Pesar e hidratar o meio conforme instruções do fabricante;

  • Aquecer o meio até fundir o ágar;

  • Não autoclavar;

  • Resfriar até 50°C e distribuir 20 a 25 ml em placas de Petri 90 mm estéreis;

  • Deixar em temperatura ambiente até resfriar;

  • Embalar as placas com plástico PVC transparente e guardar em geladeira de 4 a 8°C.

Controle de qualidade

  • Positivo: Salmonella typhimurium ATCC 14028.

  • Negativo: Staphylococcus aureus ATCC 25923.

Inoculação

  • Inocular as placas e incubar por 18 a 24 horas;

  • Se negativo após 24 horas, reincubar por mais 24 horas.

Interpretação

    1. Cor original do meio: vermelho alaranjado.

    2. Colônias com centro negro (H²S) ou colônias incolores: suspeita de Salmonella.

    3. Colônias incolores: suspeita de Shigella spp.

    4. Colônias cor de rosa ou vermelho: suspeita de Escherichia coli ou Klebsiella spp.

    5. As bactérias não fermentadoras de lactose são incolores.

    6. As bactérias fermentadoras de lactose aparecem na cor rosa.

Conservação e validade

  • Conservar embalado de 4 a 8°C por 3 meses.

Recomendações

  • Ausência de crescimento ou crescimento escasso, reincubar a placa mais 24 horas.

  • Não autoclavar, pois a alta temperatura degrada o açúcar contido no meio.

CALDO SELENITO

Princípio

  • Tem propriedades que inibem coliformes e outras espécies da flora intestinal como estreptococos.

Utilidade

  • Utilizado para o enriquecimento e isolamento de Salmonella spp. e Shigella spp.em amostras de fezes, urina e alimentos.

Fórmula / Produto

  • Meio comercial: Selenito

  • Novobiocina

Procedimentos

  • Pesar e hidratar o meio conforme instruções do fabricante;

  • Aquecer até levantar fervura, homogeneizando de vez em quando;

  • Não autoclavar;

  • Aguardar esfriar e adicionar 0,04 g de novobiocina por litro de meio (novobiocina inibe o véu de Proteus spp.);

  • Distribuir 7 ml em tubos estéreis de 15x150 mm com tampa de rosca.

Controle de qualidade

Crescimento:

  • Preparar uma suspensão de Escherichia coli ATCC 25922 e Salmonella typhimurium ATCC 14028 na escala 0,5 de Mac Farland;

  • Semear 0,01 ml da suspensão na placa de SS;

  • Incubar a placa a 35 ±1°C por 12 a 18 horas.

  • Positivo: crescimento da Salmonella typhimurium.

  • Negativo: não á crescimento de Escherichia coli.

Inoculação

  • Inocular 3 a 4 alçadas da amostra de fezes no meio de cultura;

  • Incubar a 35±1°C por 12 a 18 horas.

Interpretação

  • Cor original do meio: vermelho tijolo.

  • Após incubação, semear com o auxílio de uma alça bacteriológica em meios seletivos e enriquecidos (SS, Mac Conkey, XLD, Hectoen).

CALDO TETRATIONATO

Princípio

  • Os sais de bile contidos no meio de tetrationato inibem microrganismos Gram positivos e a adição da solução de iodo inibe a flora intestinal normal de espécies fecais.

Utilidade

  • Meio de enriquecimento para Salmonella spp.

Fórmula / Produto

  • Meio comercial: Caldo Tetrationato.

  • Solução de Iodo para tetrationato: para ser adicionado no caldo antes de semeada a amostra de fezes.

  • Iodo metálico 6,0 g

  • Iodeto de potássio 5,0 g

  • Água destilada 20,0 ml

Procedimentos

Caldo tetrationato

  • Pesar e hidratar o meio segundo instruções do fabricante;

  • Aquecer até ferver;

  • Distribuir 10 ml em tubos estéreis com tampa de rosca;

  • Não autoclavar.

Solução de iodeto de potássio

  • Macerar o iodeto de potássio e o iodo em um graal;

  • Adicionar água aos poucos até dissolver completamente;

  • Colocar em frasco âmbar.

Controle de qualidade

Crescimento:

  • Preparar uma suspensão de Salmonella typhimurium ATCC 14028 e uma cepa de Escherichia coli ATCC 25922 na escala 0,5 de Mac Farland;

  • Semear 0,01 ml da suspensão em uma placa de SS;

  • Se houver crescimento de Salmonella e inibição de Escherichia coli, liberar o lote para uso.

Inoculação

  • Adicionar 0,2 ml da solução de iodo no tubo;

  • Inocular 1a 3 g da amostra de fezes e homogeneizar vigorosamente;

  • Incubar a 35 ±1°C por 12 a 18 horas.

Interpretação

  • Cor original do meio: límpido com precipitado branco.

  • O crescimento é indicado pela turbidez do meio.

  • Após incubação, semear 3 a 4 alçadas da amostra em uma placa de SS e/ou Mac Conkey.

Conservação e validade

  • Tetrationato: Conservar de 4 a 8°C por até 4 meses.

  • Solução de iodo: Conservar em frasco âmbar a temperatura ambiente por até 12 meses.

Controle de qualidade

  • Positivo: Neisseria gonorrhoeae 43069 e Neisseria meningitidis 13090.

  • Negativo: Staphylococcus aureus ATCC 25923.

Conservação e validade

  • Conservar embalado de 4 a 8°C por até 3 meses.

Inoculaçao

  • Usar a técnica de semeadura por esgotamento;

  • Incubar em CO2 e umidade (jarra com vela acesa e um chumaço de algodão embebido em água);

  • Incubação por 48 horas.

Interpretação

  • Cor original do meio: castanho escuro (chocolate).

  • Colônias pequenas com pigmento creme: sugestivo de Neisseria gonorrhoeae e Neisseria meningitidis.

  • Fazer esfregaço de todas as colônias suspeitas e corar pela técnica de Gram, para confirmar se trata-se ou não de Neisseria (diplococos Gram negativos reniformes).

  • Confirmando a morfologia pelo Gram, seguir identificação com testes de oxidase e provas de fermentação.

Recomendações

  • Antes de semear o material biológico aquecer o meio de cultura em estufa à 35ºC, pois temperaturas baixas podem inibir o crescimento de Neisserias;

  • Não usar meio, suplementos e sangue vencidos;

  • Se não for incubado em CO2 e não houver crescimento, pode ser um resultado falso - negativo, pois as Neisserias necessitam de atmosfera com o CO2 para o crescimento;

  • Se não houver crescimento, incubar até 5 dias.

CALDO TIOGLICOLATO COM INDICADOR

Princípio

  • O meio de Tioglicolato dá suporte para o crescimento de vários microrganismos. O potencial de oxidação e redução baixo do meio neutraliza efeitos antibacterianos das espécies preservadas com mercúrio.

  • A resazurina e o azul de metileno são indicadores da posição de oxidação de aeróbios e a dextrose incluída na fórmula é para os microrganismos que tem crescimento vigoroso na presença do carboidrato.

Utilidade

(Parte 3 de 18)

Comentários