(Parte 6 de 7)

A-7 Indicação de sentido ascendente nas escadas e rampas

A-7.1 Desenho a grafite, conforme exemplos:

A-7.2 Desenho a tinta, conforme exemplos:

16NBR 6492/1994

A-8 Indicação de inclinação de telhados, caimentos, pisos, etc.:

A-9 Cotas A-9.1 Generalidades

As cotas devem ser indicadas em metro (m) para as dimensões iguais e superiores a 1 m e em centímetro (cm) para as dimensões inferiores a 1 m, e os milímetros (m) devem ser indicados como se fossem expoentes, conforme os exemplos de A-9.1.1 e A-9.1.2. As cotas devem, ainda, atender às seguintes prescrições:

a)as linhas de cota devem estar sempre fora do desenho, salvo em casos de impossibilidade; b)as linhas de chamada devem parar de 2 m a 3mm do ponto dimensionado; c)as cifras devem ter 3 m de altura, e o espaço entre elas e a linha de cota deve ser de 1,5 m; d)quando a dimensão a cotar não permitir a cota na sua espessura, colocar a cota ao lado, indicando seu local exato com uma linha; e)nos cortes, somente marcar cotas verticais; f)evitar a duplicação de cotas. A-9.1.1 Desenho a grafite, conforme exemplo:

A-9.1.2 Desenho a tinta, conforme exemplo:

A-9.2 Dimensão dos vãos de portas e janelas

A cota é indicada no vão acabado pronto para receber as esquadrias, conforme exemplo:

NBR 6492/199417

A-10 Cotas de nível A-10.1 As cotas de nível são sempre em metro. A-10.2 Indicar: a) N.A. - Nível acabado; b) N.O. - Nível em osso.

A-10.3 As cotas de nível têm duas representações, como as indicadas a seguir:

A-10.3.1 Desenho a grafite, conforme exemplos:

A-1 Marcação de coordenadas

Nota:A marcação de coordenadas indica o eixo de estrutura ou modulação especial.

A-1.1 Utilizar sempre numeração 1, 2, 3, etc. nos eixos verticais do projeto e o alfabeto A, B, C nos eixos horizontais do projeto.

A-10.3.2 Desenho a tinta, conforme exemplos:

18NBR 6492/1994 A-1.1.1 Desenho a grafite, conforme exemplo:

A-1.1.2 Desenho a tinta, conforme exemplo:

A-12 Marcação dos cortes gerais

A-12.1 A marcação da linha de corte deve ser suficientemente forte e clara para evitar dúvidas e mostrar imediatamente onde ele se encontra.

Nota:Quando o desenho indicado estiver na mesma folha, deixar em branco o local designado para o número da folha.

NBR 6492/199419 A-12.1.1 Desenho a grafite, conforme exemplo:

A-12.1.2 Desenho a tinta, conforme exemplo:

20NBR 6492/1994

A-13 Marcação de detalhes A-13.1 Ampliação e detalhes

A-13.1.1 Desenho a grafite, conforme exemplos:

NBR 6492/199421 A-13.1.2 Desenho a tinta, conforme exemplos:

22NBR 6492/1994

A-14 Numeração e títulos dos desenhos

A-14.1 Em cada folha, os desenhos, sem exceção, devem ser numerados a partir do nº 1 até “n”.

A-14.1.1 Desenho a grafite, conforme exemplo:

A-14.1.2 Desenho a tinta, conforme exemplo:

A-15 Indicação das fachadas e elevações

A-15.1 As elevações devem ser indicadas nas plantas, em escalas convenientes.

A-15.1.1 Desenho a grafite, conforme exemplo:

A-15.1.2 Desenho a tinta, conforme exemplo:

NBR 6492/199423

A-16 Designação das portas e esquadrias

A-16.1 Utilizar para portas P1, P2, P3 e Pn e para janelas J1, J2, J3 e Jn.

A-16.1.1 Desenho a grafite, conforme exemplos:

A-16.1.2 Desenho a tinta, conforme exemplos:

A-17 Designação dos locais para referência na tabela geral de acabamentos

A-17.1 Todos os compartimentos devem ser identificados nas plantas gerais pelo nome correspondente e, quando necessário, por um número de referência.

A-17.1.1 Desenho a grafite, conforme exemplo:

A-17.1.2 Desenho a tinta, conforme exemplo:

24NBR 6492/1994

A-18 Quadro geral dos acabamentos (facultativo)

(Parte 6 de 7)

Comentários