postos de combustiveis

postos de combustiveis

(Parte 1 de 3)

Gerenciamento Ambiental Gerenciamento Ambiental de Postos de Serviços de Postos de Serviços At tiAt tiAutomo ti vosAutomo ti vos

I Seminário de Gestão de Riscos AmbientaisI Seminário de Gestão de Riscos Ambientais

Belo Horizonte Belo Horizonte ––Dezembro/2007Dezembro/2007

Jomar Martins Giovanni Weber Scarascia feam GOVERNO minaspetr o Ministério Publico-MG

Oportunidade de discutir meios para a Oportunidade de discutir meios para a adequação adequação bitldbitldtdddtdddambiental dosambiental dospostos de revenda de postos de revenda de combustíveiscombustíveis, especialmente considerando o , especialmente considerando o contexto atual da nossa história , quando a contexto atual da nossa história, quando a ,q,q manutenção da disponibilidade manutenção da disponibilidade qualitativa qualitativa dos dos

Recursos Hídricos, compreendidos como recurso Recursos Hídricos, compreendidos como recurso naturalrenovávelporémnaturalrenovávelporémlimitadolimitadoassumeassumenatural renovável porém natural renovável porém limitadolimitado, assume , assume importância estratégica.importância estratégica.

Um vazamento de óleo dieselacabou contaminando um trecho do rio

deumrompimentonoreservatóriodoprodutodopostodegasolinaOde um rompimento no reservatório do produto do posto de gasolinaO

Canhanduba na noite desta terça-feira (26). O incidente aconteceu em virtude rio Canhanduba abastece um dos pontos de captação de água do Serviço Municipal de Águas, Infraestrutura e Saneamento (Semasa).

Para garantir que não ocorra acontaminação da água captada para o consumoforam instaladas barreiras de poliuretano. Todo o tanque que tihóldiltbéfiidfidittilcontinha o óleo diesel também foi esvaziado, a fim de evitar que o material continuasse escoando para o rio.

Na ocasião, foi também interditada a lavação de carros KM 1, que funciona ao lado do posto,pois não continha filtro de separação entre a água e o óleo e outros produtos químicos que eramdespejados diretamente no riopqqpj

Canhanduba.

AFamaideveráaplicarumamultaaoresponsávelpelopostodadaaA Famai deverá aplicar uma multa ao responsável pelo posto, dada a confirmação da responsabilidade pelo vazamento. "Encontramos uma lama contaminada, aparentemente mais antiga, que pode ser resultado de um vazamentodelongadataoquepretendemosaveriguar"arremataSantosvazamento de longa data,o que pretendemos averiguar, arremata Santos.

Fonte: Famai –348-8031/Texto: Giselle Leal. –27/07/2005

Preocupação apenas quando níveis Preocupação apenas quando níveis alarmantesdepoluiçãosobreaáguasoloealarmantesdepoluiçãosobreaáguasoloealarmantes de poluição sobre a água, solo e alarmantes de poluição sobre a água, solo e ar são atingidosar são atingidos

EfeitoreconhecidomuitasvezesnolongoEfeitoreconhecidomuitasvezesnolongo Efeito reconhecido muitas vezes no longo Efeito reconhecido muitas vezes no longo prazo e já então em grandes proporçõesprazo e já então em grandes proporções

ResíduostóxicospodempenetrarnosoloResíduostóxicospodempenetrarnosoloResíduos tóxicos podem penetrar no solo Resíduos tóxicos podem penetrar no solo e atingir o lençol freático da região, e atingir o lençol freático da região, espalhandoseusefeitosemespalhandoseusefeitosemespalhando seus efeitos em espalhando seus efeitos em profundidade e tamanho não profundidade e tamanho não estimáveis estimáveis –– Passivos Ambientai sPassivos Ambientai s

Ocorre quando uma ação ou atividade Ocorre quando uma ação ou atividade ddltãfálãltãfálãproduz uma produz uma alteração, favorável ou não, ao alteração, favorável ou não, ao meiomeioou em algum dos componentes do ou em algum dos componentes do iimeio.meio.

É a diferença entre a É a diferença entre a situação futura do situação futura do meio modificado e as manifestações das meio modificado e as manifestações das conseqüênciasconseqüênciasda realização de um projeto da realização de um projeto comparada a evolução do meio sem esta comparada a evolução do meio sem esta atuaçãoatuação

Disposições antigas e sítios contaminados Disposições antigas e sítios contaminados ddibibtdtdque produzem que produzem riscos para o bemriscos para o bem--estar da estar da coletividadecoletividade, segundo avaliação , segundo avaliação titldddtitldddtecnicamente respaldada, das tecnicamente respaldada, das autoridades competentesautoridades competentes

AcúmulodeAcúmulodedanosambientaisquedevemdanosambientaisquedevem Acúmulo de Acúmulo de danos ambientais que devem danos ambientais que devem ser reparadosser reparadosa fim de que seja mantida a fim de que seja mantida aqualidadeambientaldedeterminadoaqualidadeambientaldedeterminadoa qualidade ambiental de determinado a qualidade ambiental de determinado local. local.

AcidentesAcidentesAcidentes Acidentes Ambientais Ambientais

Vazamento Rio Canhanduba – itajaí/SC 2005j/

Rompimento Reservatório Óleo Diesel Posto Serviços a 1 km

Vazamento de 4 milhões de litros de óleo cru do dutodaPetrobrásduto da Petrobrás

Rio Iguaçu/PR 2000

Acidentes Ambientais no Estado deSãoPaulo–1978a1999de São Paulo 1978 a 1999

2002 2002 ––CETESB divulga cadastro de 255 áreas CETESB divulga cadastro de 255 áreas contaminadas no Estado de São Paulo contaminadas no Estado de São Paulo ––A maioria das A maioria das áreas é de postos de gasolinaáreas é de postos de gasolina

20032003CETESBatualizalista:727áreasCETESBatualizalista:727áreascontaminadascontaminadas 2003 2003 ––CETESB atualiza lista: 727 áreas CETESB atualiza lista: 727 áreas contaminadas, contaminadas, sendosendo464 postos de gasolina 464 postos de gasolina ––63%63%

2006 2006 ––CETESB atualiza lista: 1822 áreas CETESB atualiza lista: 1822 áreas contaminadas, sendo contaminadas, sendo 1352 postos de gasolina 1352 postos de gasolina ––74%74%

Avaliação PreliminarAvaliação Preliminar––contaminação existente e contaminação existente e riscodecontaminaçãofuturariscodecontaminaçãofuturapotencialderiscopotencialderiscorisco de contaminação futura risco de contaminação futura ––potencial de riscopotencial de risco

Confirmação e Caracterização da ContaminaçãoConfirmação e Caracterização da Contaminação–– amostragemerealizaçãodetestesamostragemerealizaçãodetestesextensãodaextensãodaamostragem e realização de testes amostragem e realização de testes ––extensão da extensão da área contaminadaárea contaminada

DefiniçãodatécnicaderemediaçãoDefiniçãodatécnicaderemediação Definição da técnica de remediaçãoDefinição da técnica de remediação––

––Uso futuro da área,Uso futuro da área, –– Nível de descontaminação requeridoNível de descontaminação requerido–– Nível de descontaminação requerido ,Nível de descontaminação requerido ,

–– Melhor técnicaMelhor técnica- -econômicaeconômica- -ambientalambiental

RemediaçãoRemediação––usodatécnicapararecuperaçãodousodatécnicapararecuperaçãodo RemediaçãoRemediação––uso da técnica para recuperação do uso da técnica para recuperação do locallocal

– Borracharia

– Lavagem

–Oficinas Mecânicas

– Restaurantes

–Lojas de Conveniência

–Outras Atividades Comerciais (vendas de gás de cozinha, etc)

–Tanques subterrâneos de armazenamento de combustíveis

–Bombas para abastecimento

–Boxparatrocadeóleo–Box para troca de óleo

–Box para lavagem de veículos

Principais Fontes de ContaminaçãoPrincipais Fontes de Contaminação

––DerramamentosDerramamentosdurante as operações de carga e durante as operações de carga e descargadescarga

Tb d tTb d t–– Trans bor damen tosTrans bor damen tos

––VazamentosVazamentosno sistema (corrosão dos tanques e/ou no sistema (corrosão dos tanques e/ou tubulações subterrâneas)tubulações subterrâneas)tubulações subterrâneas)tubulações subterrâneas)

––Falhas estruturaisFalhas estruturais(tanques, conexões e tubulações)(tanques, conexões e tubulações)

It l õ I d dIt l õ I d d–– Ins talaç ões Ina dequa dasIns talaç ões Ina dequa das

––Armazenagem e destinaçãoArmazenagem e destinação: Óleo Lubrificante e : Óleo Lubrificante e filtrodomotorusadosfiltrodomotorusadosfiltro do motor usadosfiltro do motor usados

Atividades e Fontes de Contaminação e Atividades e Fontes de Contaminação e ç Resíduos GeradosResíduos Gerados

AtividadeAtividadeFonte de ContaminaçãoFonte de ContaminaçãoTipo de ResíduoTipo de Resíduo

TdflídTdflídÓllbifitfliddÓllbifitfliddHidbttiHidbttiTroca de fluídosTroca de fluídosÓleo lubrificante, fluido de Óleo lubrificante, fluido de transmissão e filtro do motortransmissão e filtro do motor

Hid ro carbone tos,me tais Hid ro carbone tos,me tais pesados e pesados e hidrocarbonetos hidrocarbonetos aromáticos policíclicos aromáticos policíclicos (P AH)(P AH)

Fluído Refriger anteFluído Refriger ante Clor ofluor carbono (CFC)Clor ofluor carbono (CFC)Fluído Re frigeranteFluído Re frigerante Clor ofluor carbono (CFC)Clor ofluor carbono (CFC)

AbastecimentoAbastecimentoVazamentos e derramamentos de Vazamentos e derramamentos de Hidrocarboneto e PAHHidrocarboneto e PAH combustív eiscombustív eis

LLEfldEfldSdiólSdiólLavagemLavagemEfluentes com detergentes e Efluentes com detergentes e agentes de Limpezaagentes de Limpeza

Sedimentos, óleos e Sedimentos, óleos e graxas e ácidosgraxas e ácidos

Atividades e Fontes de Contaminação e Atividades e Fontes de Contaminação e ç Resíduos GeradosResíduos Gerados

AtividadeAtividadeFonte de ContaminaçãoFonte de ContaminaçãoTipo de ResíduoTipo de Resíduo

Substituição deSubstituição de Óleos lubrificantes, filtr os doÓleos lubrificantes, filtr os do Hidr ocarbonetos, metaisHidr ocarbonetos, metaisSubstituição de Substituição de peçaspeças

Óleos lubrificantes, filtros do Óleos lubrificantes, filtros do motor, fluídos de transmissãomotor, fluídos de transmissão

Hidrocarbonetos, metais Hidrocarbonetos, metais pesados, ácidos, PAH, pesados, ácidos, PAH, etilenoetileno--glicol, sedimentos, glicol, sedimentos, óéos e graxasóéos e graxas

Vazamentos de combustíveisVazamentos de combustíveis óéos e graxasóéos e graxas

Baterias, pneus, freios, Baterias, pneus, freios, mangueiras, conexões e peças do mangueiras, conexões e peças do motormotormotormotor

Limpeza das Limpeza das InstalaçõesInstalações

Estopas sujas, materiais Estopas sujas, materiais absorventes, efluentes com absorventes, efluentes com

Metais pesados, óleos e Metais pesados, óleos e graxas, álcalis e solventesgraxas, álcalis e solventes detergentes, lodo do separador detergentes, lodo do separador de óleo e águade óleo e água

Limpeza deLimpeza de Solv ente e efluentes comSolv ente e efluentes com Hidr ocarbonetos óleos eHidr ocarbonetos óleos eLimpeza de Limpeza de peçaspeças

Solvente e efluentes com Solvente e efluentes com detergentesdetergentes

Hidrocarbonetos, óleos e Hidrocarbonetos, óleos e graxas, PAH, compostos graxas, PAH, compostos clor adosclor ados

Sistema de Abastecimento Sistema de Abastecimento

SbâdSbâdSubterrâneo de Subterrâneo de CombustíveisCombustíveisCombustíveisCombustíveis

Falhas em um SASC Falhas em um SASC decorrem:decorrem:decorrem:decorrem:

––Idade do TanqueIdade do Tanque

MateiaistiliadosnaMateiaistiliadosna––Materiais utilizados na Materiais utilizados na construçãoconstrução

SistemadeproteçãoSistemadeproteção––Sistema de proteção Sistema de proteção contra a corrosãocontra a corrosão

––CaracterísticasdaCaracterísticasdaCaracterísticas da Características da construção do sistemaconstrução do sistema

Todos os Todos os descartes e disposição descartes e disposição pçpç inadequados de resíduosinadequados de resíduos

PossíveiscontaminaçõesdosoloelençolPossíveiscontaminaçõesdosoloelençol Possíveis contaminações do solo e lençol Possíveis contaminações do solo e lençol freático freático

VazamentosVazamentosdostanquessubterrâneosededostanquessubterrâneosede––VazamentosVazamentosdos tanques subterrâneos e de dos tanques subterrâneos e de tubulaçõestubulações

Emissões atmosféricasEmissões atmosféricas provocadas peloprovocadas pelo–– Emissões atmosféricasEmissões atmosféricas provocadas pelo provocadas pelo respiro dos tanquesrespiro dos tanques

Mais de 27.0 postos em operaçãoMais de 27.0 postos em operação

––Sem cuidados para monitoramento e controleSem cuidados para monitoramento e controle ––Tanques com vida útil esgotadaTanques com vida útil esgotadaqgqg

Gerenciamento AmbientalGerenciamento Ambiental

––Limitado a ações corretivasLimitado a ações corretivastadoaaçõescoetastadoaaçõescoetas ––Programas de prevenção ineficientesProgramas de prevenção ineficientes

PresençadeEtanoldaGasolinaBrasileiraPresençadeEtanoldaGasolinaBrasileiraPresença de Etanol da Gasolina Brasileira Presença de Etanol da Gasolina Brasileira (20%)(20%)

––CoCo--solvência potencializa probabilidade BTEX solvência potencializa probabilidade BTEX p atingir lençol freático em caso de vazamentosatingir lençol freático em caso de vazamentos

Potencial Poluidor Potencial Poluidor -- ÁÁÁguaÁgua

Vazamento de 10 mL / dia (1 colher de chá)Vazamento de 10 mL / dia (1 colher de chá)

Densidade gasolina: Densidade gasolina: 0,8 kg/L0,8 kg/L

FraçãomédiaBenzenonaGasolina:10%FraçãomédiaBenzenonaGasolina:10%Fração média Benzeno na Gasolina: 1,0 %Fração média Benzeno na Gasolina: 1,0 %

Padrão potabilidade Benzeno Padrão potabilidade Benzeno ––Ministério da Ministério da

Saúde Saúde ––Valor máximo de referênciaValor máximo de referência

PortarianPortarian°°36de19/01/1990:36de19/01/1990:1010μμg/Lg/LPortaria nPortaria n36 de 19/01/1990: 36 de 19/01/1990: 10 10 μμg/Lg/L

Portaria nPortaria n°°1469 de 29/12/2000: 5 1469 de 29/12/2000: 5 μμg/Lg/L

Quantidade de gasolina vazada por ano: 2,92 kgQuantidade de gasolina vazada por ano: 2,92 kg

FraçãoBenzenoLiberada:FraçãoBenzenoLiberada:29,2g29,2gFração Benzeno Liberada: Fração Benzeno Liberada: 29,2 g29,2 g

Potencial de contaminação: Potencial de contaminação: 3 milhões de litros (Portaria 36)3 milhões de litros (Portaria 36) 6 milhões de litros (Portaria 1469)6 milhões de litros (Portaria 1469)()()

Potencial Poluidor Potencial Poluidor --ÁguaÁgua

Vazamento de 10 mL / dia (1 colher de chá)Vazamento de 10 mL / dia (1 colher de chá)

Densidadegasolina:Densidadegasolina:08kg/L08kg/LDensidade gasolina: Densidade gasolina: 0,8 kg/L0,8 kg/L

Fração média Benzeno na Gasolina: 1,0 %Fração média Benzeno na Gasolina: 1,0 %

Padrão potabilidade Benzeno Padrão potabilidade Benzeno ––Ministério da Saúde Ministério da Saúde

–– Valor máximo de referênciaValor máximo de referênciaaoáodeeeêcaaoáodeeeêca

Portaria nPortaria n°°36 de 19/01/1990: 36 de 19/01/1990: 10 10 μμg/Lg/L

Portaria nPortaria n°°1469 de 29/12/2000: 5 1469 de 29/12/2000: 5 μμg/Lg/L

Quantidade de gasolina vazada por ano: 2,92 kgQuantidade de gasolina vazada por ano: 2,92 kgQgp,gQgp,g

Fração Benzeno Liberada: Fração Benzeno Liberada: 29,2 g29,2 g

Potencial de contaminação: Potencial de contaminação: 3 milhões de litros (Portaria 36)3 milhões de litros (Portaria 36) 6 milhões de litros (Portaria 1469)6 milhões de litros (Portaria 1469)

Pt i l Pl idPt i l Pl idPotenc ial Poluid orPotenc ial Poluid or

CETESB CETESB ––Valores de Referência de Valores de Referência de

Qualidade e de Intervenção para o Qualidade e de Intervenção para o Estado de São PauloEstado de São Paulo

VldRfêiBTXáVldRfêiBTXá––Valor de Referência para BTX na água Valor de Referência para BTX na água subterrânea (substância naturalmente subterrânea (substância naturalmente t)t)1/L/Lausente)ausente)1 1 μμg/Lg/L

--Evitar impactosEvitar impactosao meio ao meio ambiente e à saúde humanaambiente e à saúde humana

(Parte 1 de 3)

Comentários