revista processos quimicos

revista processos quimicos

(Parte 5 de 12)

Figura 3: Curva característica de operação (1 - α) e função poder (1 - β) para o procedimento com n = 20, n = 40 e n = 299

Artigo 1

Revista Processos QuímicosJan / Jul de 2007 18

Perceba que para n = 299, o poder discriminatório do plano amostral aumentou de forma considerável, e o ponto de equilíbrio neste caso é uma fração de defeituosos de aproximadamente 0.0025, sendo que estes resultados são garantidos para todo o lote.

Considerando alguns níveis para o PADL e fi xados os erros tipo I (β) e o tipo I (α) e utilizando as Equações (4) e (5) foram construídas tabelas indicativas para o tamanho amostral e o respectivo nível NQA, Tabela 2.

Conclusões

Pela Tabela 2 e a Figura 3, percebe-se uma insufi ciência no tamanho da amostra para os procedimentos adotados atualmente, quando aplicados à validação de processos, desejando inferir os resultados para todo o lote produzido, principalmente quando se considera um nível PADL compatível com a problemática envolvida a questões relacionadas ao risco sanitário. Dessa forma sugere-se adequar os procedimentos farmacopéicos existentes,

Tabela 2: Tamanhos Amostrais e NQA para níveis PADL especifi cados a priori.

Jan / Jul de 2007 Revista Processos Químicos19 aumentando o tamanho da amostra para a inspeção, utilizando a metodologia proposta, no sentido de melhorar a efi cácia do procedimento.

Uma nova discussão deve ser feita quanto ao estabelecimento dos níveis PADL, erro tipo I (β), erro tipo I (α) e o NQA. Deve-se levar em consideração que os erros podem prejudicar os consumidores fi nais, quanto se aceita lotes com PADL altos, ou seja, se valida um processo não efi ciente. E para a indústria, quando rejeitamos lotes bons, ou seja, não se valida processos efi cientes. Nesse sentido, trabalhos voltados para a estimação da fração de defeituosos produzidos, devem ser propostos, auxiliando dessa forma no estabelecimento desses índices, e por conseqüência no aprimoramento dos processos de controle de qualidade existentes.

Brasil. Comissão Permanente de Revisão da 1.

Farmacopéia (Org.). Farmacopéia Brasileira: Parte I. 4. ed. Brasilia: Atheneu, 1988.

Bolfarine, H. E Sandoval, C. 2. Introdução à Inferência

Estatística. Rio de Janeiro, IMPA. Coleção Matemática Aplicada, 2001.

Montgomery, D.C.3. Introdução ao Controle

Estatístico de Qualidade, 4º edição. Rio de Janeiro,RJ, LTC, 2004.

Bussab, W.B. E Moretin, P.A. 4. Estatística Básica. São Paulo, Editora Atual, 1987

Hald,A. 5. Statistics Theory of Sampling Inspection by Attributes. New York, Academic Press, 1981.

DUNCAN,A.J. 6. Quality Control and Industrial

Statistics. 5th edition, Chicago, Richard D. Irwin,Inc, 1986.

Johnson,N.L.; Kotz,S. & Balakrishnan,N. 7. Univariate

Discrete Distributions. 2 ed.,New York, John Wiley & Sons, Inc (1992).

Costa, A.F.B.; Epprecht,E.K.;Carpinetti,L.C.R. 8.

Controle Estatístico de Qualidade. São Paulo: Atlas,2004.

Emerson Wruck1,2 *, Fabio S.

Julião2 Unidade Universitária de Ciências Exatas e Tecnológicas, UEG, CP

459, CEP 75001-970, Anápolis, GO, Brasil Faculdade de Tecnologia SENAI Roberto Mange, CEP 75113-630, Anápolis, GO Brasil.

* E-mail: wruck.senai@sistemafi eg.org.br

Revista Processos QuímicosJan / Jul de 2007 20

Estudo teórico químico- quântico das propriedades geométricas e físico-químicas das Ftalocianinas de Co, Cr, Cu, Mn, Ni, Fe, Sc, Ti, VO

Artigo 2

Por Ademir Camargo, Hamilton Napolitano e Solemar Oliveira

As ftalocianinas constituem uma importante classe de materiais orgânicos com interessantes propriedades eletroativas e fotoativas, as quais são intensamente utilizadas como pigmentos na coloração de plásticos e tecidos, catalisadores, no desenvolvimento de sensores de gases e na terapia fotodinâmica. Neste artigo, são discutidos os resultados dos cálculos teóricos usando a teoria do funcional da densidade (DFT) e o método semiempírco INDO/s para os complexos for CoPc, CrPc, CuPc, MnPc, NiPc, FePc, ScPc1+, TiOPc, VOPc and CuTBP. Os cálculos das freqüências vibracionais, juntamente com os respectivos assinalamentos, foram realizados usando o nível de teoria DFT/B3LYP/6-31G* com o programa g98. A análise populacional e os espectros de UV/visível foram obtidos com o método semiempírico INDO/s implementado no programa ZINDO.

Palavras-chave: Ftalocianinas, CoPc, CrPc, CuPc, MnPc, NiPc, FePc, ScPc1+, TiOPc, VOPc, CuTBP

Phthalocyanines (Pc) are an important class of electroactive and photoactive organic materials with a wide range of applications such as pigments for plastic and cloths, photocondoctors, catalysts, gas sensors and photodynamic therapy (PDT). This work describes the calculation results using the DFT and INDO/s theories for CoPc, CrPc, CuPc, MnPc, NiPc, FePc, ScPc1+, TiOPc, VOPc and CuTBP complexes. The vibrational frequencies and their assignments for CuPc and CuTBP were carried out using DFT/B3LYP/6-31G* theory with g98 program suite. The population analysis and UV/visible spectra were performed using the ZINDO program with INDO/s Hamiltonian.

Keywords: Phthalocyanines, CoPc, CrPc, CuPc, MnPc, NiPc, FePc, ScPc1+, TiOPc, VOPc, CuTBP

Jan / Jul de 2007 Revista Processos Químicos21

Introdução

As metaloftalocianinas (MPc) são complexos inorgânicos, não encontrados naturalmente, que apresentam alta simetria molecular com cerca de dezoito elétrons π. As MPc’s apresentam um anel formado por átomos de N e C, que se alternam, e um átomo metálico (M) no centro do anel coordenando com os átomos de nitrogênios (veja Figura 1). São complexos muito estáveis tanto quimicamente quanto termicamente. São largamente utilizadas como corantes em plásticos/ tecidos e em impressora de alta velocidade1,2,3,4,5,6,7,8. As ftalocianinas também estão sendo intensivamente investigadas quanto à suas potencialidades como agentes em terapia fotodinâmica (PDT), – uma nova modalidade no tratamento do câncer 9,10,1,12. Neste caso, as ftalocianinas são absorvidas pelos tecidos e, posteriormente, são fotossensibilizadas (excitadas) usando laser, gerando radicais livres citotóxicos e oxigênio singlete (1O2), matando seletivamente as células cancerosas. São também utilizadas em semicondutores, fotocondutores, catalisadores e sensores para gases 13,14,15.

O presente trabalho tem por objetivo investigar, usando métodos de mecânica quântica molecular, as propriedades geométricas e físico-química das ftalocianinas de Fe Co, Cr, Cu, Mn, Ni, Sc, TiO, VO.

Procedimento computacional

A teoria do funcional da densidade (DFT – Density

Functional Theory) com o funcional de troca e correlação B3LYP foi usada na investigação teórica da tetrabenzoporfi rina de cobre (CuTBP) e da ftalocianina de cobre (CuPc). Neste estudo, empregaram-se os conjuntos de base 6-31G e 6-31G(d). Na investigação das demais metaloftalocianinas usou-se o método semiempírico INDO (Intermediate Neglect of Differential Overlap) implementado no programa ZINDO16,17. Este programa tem apresentado bons resultados para o cálculo de propriedades moleculares envolvendo a primeira fi la dos metais de transição18,19,20. A versão empregada foi a 3.5, usando a interface gráfi ca Cerius 3.8 desenvolvida pela Molecular Simulation Inc. (MSI). O Hamiltoniano empregado para a otimização molecular foi o ZINDO/121, com a aproximação ROHF (Restric Open-Shell Hartree- Fock) para os estados com multiplicidade maior do que o singlete. Para o estado singlete, foi usada a aproximação RHF (Restric Hartree-Fock). As otimizações moleculares usando o programa ZINDO 3.8 foram feitas usando o algoritmo BFGS (Broyden Fletcher Goldfarb Shanno) com o procedimento de atualização da Hessiana e com critério de convergência de 10-8. Todos os cálculos de interações de confi gurações (CI – Confi guration Interaction) foram feitos usando o hamiltoniano ZINDO/S22 com a mesma multiplicidade empregada durante a otimização. Para estados com multiplicidades maiores do que o singlete, foi usado o Rummer CI. A simetria foi incluída nos cálculos e somente monoexcitações foram usadas.

Resultados e discussões

TETRABENZOPORFIRINA DE COBRE (CuTBP) E FTALOCIANINA DE COBRE (CuPc)

As tetrabenzoporfi rinas possuem os quatro nitrogênios

Nβ substituídos por átomos de carbono, i.e., são porfi rinas com quatro anéis benzênicos ligados aos quatro pirróis. A Tabela 1 mostra os parâmetros geométricos calculados para a CuPc e CuTBP usando o nível de Figura 1: Metaloftalocianinas (MPc)

Artigo 2

Revista Processos QuímicosJan / Jul de 2007 2 teoria B3LYP/6-31G(d). A nomenclatura adotada para os átomos é a mesma defi nida na Figura 1. Neste estudo, o cobre foi considerado em seu estado de oxidação +2, enquanto a ftalocianina e a tetraazobenzoporfi rina foram consideradas como sendo diânions. Ambos os compostos apresentaram simetria D4H.

CuPc CuTBP

(Parte 5 de 12)

Comentários