Fisiologia endócrina

Fisiologia endócrina

(Parte 9 de 10)

FIGURA 25 PUBERDADE

Um a dois anos,antesda puberdade,os níveisdos androgênios adrenaisaumentam(adrenarca).Essesandrogêniosadrenaissão responsáveis,nos dois sexos,pelo desenvolvimentoinicial dos pêlos pubianose axilares,e pelo aumentodo crescimento.Na puberdade,o hipotálamoaumentaafreqüênciae a quantidade de hormônio liberadorde gonadotropinas(GnRH) liberada.Por suavez, o GnRH estimulaa liberaçãodo hormônio luteinizante

(LH) e do hormônio folículo-estimulante(FSH) pela hipófise anterior.No sexomasculino,o LH atuasobreascélulas intersti- ciais de Leydigdo testículo,paraestimulara produção de testos- terona.O FSH, junto com a testosterona,atuasobreascélulas de Sertolido testículo,importantesparaa sustentaçãoe o desenvolvimentodos espermatozóides.No sexofeminino, o LH atuasobreascélulas da tecae da granulosado ovário. Emres- postaao LH, ascélulastecaisproduzemandrogênios,que são entãoconvertidosem estrogêniospelascélulas da granulosa.O LH atuasobreas células da granulosaparaestimulara produção de progesterona.O FSH atuasobreas células da granulosapara estimulara produção de estrogêniosa partirdos androgênios.

Inibina FSH

Hipófise LH FSH

Hipotálamo GnRH

Célula de Leydig

Testosterona

Célula de Sertoli

Proteínafixadoradeandrogênios Espermatogênese

J. Perkins MS, MFA

FIGURA 26 CONTROLE DA FUNÇÃO TESTICULAR

Os testículosestãosob o controle do hormônio luteinizante(LH) e do hormônio folículo-estimulante(FSH);suasecreção,pela hipófise anterior,é controladapelo hormônio liberadorde gonadotropinas(GnRH), do hipotálamo.O LH atuasobreascélulas intersticiaisde Leydig,paraestimularsua produção de testosterona. O FSH atuasobreascélulas de Sertoli,paraestimularsua produção da proteínafixadorade androgênios,que, por suavez, concentraa testosteronanostúbulosseminíferos,sustentandoe promovendoa espermatogênese.A testosteronaexerceuma retroalimentaçãonegativa,inibitória, sobrea liberaçãode LH, enquantoa inibina, produzida pelascélulas de Sertoli,exerce retroalimentaçãoinibitóriasobrea secreçãode FSH.

I , , p:t! FISIOLOGIA ENDOCRINA oCiclo Menstrual

Fase FOLlCUlAR OVUlATÓRIA ~-==--=

FolículosemdesenvolvimentoFolículo maduro

Ciclo ovariano

Ciclo uterino

20] O Ec -...10<li ';: c<li Progesterona> O O

E •.. EstradiolO .co"1:l 40j

FIGURA 27 () CICLO MENSTRUAL ociclo menstrualé dividido em trêsfases:folicular, ovulatóriae lútea.A fasefolicular começa durantea menstruação,com pro- liferaçãodascélulasda granulosaem umfolículo selecionado. Issoestáassociadoa níveiscrescentesde estradiole, em menor grau,de progestinas,que exercemretroalimentaçãosobreo hipotálamoe a hipófise,paraestimular(istoé, uma retroalimentaçãopositiva)um surtode secreçãodo GnRH, seguidopor picos de secreçãodos hormônios iutenizante(LH) e folículo- estimulante(FSH),que, em seguida,induzem a ovulação (consultea Figura8.28).

Após a ovulação, as célulasfolicularesse transformamno corpo lúteo (amarelo),que produz grandesquantidadesde progesteronae de estradiol.Duranteessafaselútea,ascélulas da granu- losatambémproduzem inibina. Emconjunto, a progesterona,o estradiole a inibina exercemretroalimentaçãosobrea hipófise, parasuprimira secreçãode LH e de FSH (consultea Figura28). Na ausênciade fertilização do ovo liberado,o corpo lúteo regridee começaa menstruação.

Célula da teca

Célula da teca

Hipotálamo GnRH

Hipotálamo " GnRH

Progestinas

Estrogênios J. Perkins

FIGURA 28 REGULAÇÃO HORMONAL DO CICLO MENSTRUAL

Painelsuperior:durantea fasefolicular, ascélulas da granulosa, em umfolículo selecionado,proliferame produzem estradiol, em respostaao hormôniofolículo-estimulante(FSH).Ao mesmo tempo, o hormônio luteinizante(LH) estimulaas célulastecaisa produzir androgênios.Os androgênios,produzidos pelascélulas tecais,sedifundem paraascélulas da granulosa,onde sãocon- vertidosem estradiol.Issolevaa um grandeaumentoda produção de estradiol.Os níveiscrescentesde estradiol,e, em menor grau,de progestinas(porexemplo, progesterona),exercem retroalimentaçãosobreo hipotálamoe sobrea hipófise,para estimular(istoé, uma retroalimentaçãopositiva)um surtode secreçãode GnRH, seguidopor picos de secreçãode Lh e de

FSH, que, então,induzem a ovulação. Painelinferior:apósa ovulação, as célulasfoliculares remanescentessetransformam no corpo lúteo,em respostaao LH, produzindo grandesquantidadesde progesteronae de estradiol.Duranteessafaselútea,as células da granulosatambémproduzem inibina. Emconjunto, a progesterona,o estradiole a inibina exercemretroalimentação sobrea hipófise,parasuprimira secreçãode LH e de FSH. Na ausênciade fertilizaçãodo ovo liberado,o corpo lúteo regridee começaa menstruação.

':'j: FISIOLOGIA ENDÓCRINA Prolactina .!,I

Retroalimentação de alçacurta Outros fatores moduladores

Horas rTTlTl V\NVV

Prolactina

Proiactina TRH

Prolactina Dopamina , (PIF)

,J do PIF Estrogênio

\)~!'I Inibiçãopela~, ) -"";l( retroalimentação

O fatorinibidor da prolactina(PIF),adopamina,modulaasecreçãode prolactina.Os níveiselevadosde prolactinaaumentamasecreçãode PIF,causandoinibição,por retroalimentação,dasecreçãode prolactina (inibiçãopor retroalimentaçãodealçacurta).O estrogênioeo TRH estimulamasecreçãode prolactina

~ogesterona • Corticóidesadrenais

A prolactina,junto com o GH , o estrogê- nio, a progesteronaeos corticóidesadre- nais,é necessáriaparao desenvolvimento mamário

Na gravidez,os níveisaumentadosde prolactina,de estrogênioe de progesteronaaumentamo desenvolvimento alvéolo-Iobular.Níveis muitoelevados

de estrogênioinibemalactação lactação ~'""t Prolactina

Estrogênio•.

A reduçãoabruptado estrogênioeda progesterona,em presençade prolac- tina,resultaemprodução de leite.A ocitocina estimulaa liberaçãode leite

Menopausa

Pós-parto

Sem amamentarI-

\ tando

Gravidez

Fasede expulsão

/' Início do trabalho de parto

(Parte 9 de 10)

Comentários