(Parte 2 de 2)

O corte a fio Ø programado por computador, que permite o corte de perfis complexos e com exatidªo.

Em alguns equipamentos, um ploterploterploterploterploter, isto

Ø, um traçador grÆfico, possibilita a conferŒncia da execuçªo do programa pela mÆquina, como mostra a ilustraçªo.

Atualmente, a eletroerosªo a fio Ø bastante usada na indœstria para a confecçªo de placas de guia, porta-punçıes e matrizes (ferramentas de corte, dobra e repuxo).

A figura mostra alguns exemplos de peças usinadas por eletroerosªo a fio.

AULAEletrodo: a ferramenta da eletroerosªo

Como vocŒ jÆ sabe, na eletroerosªo por penetraçªo, a ferramenta usada Ø o eletrodoeletrodoeletrodoeletrodoeletrodo .

Em princípio, todos os materiais condutores de eletricidade podem ser usados como eletrodo. Mas tendo em vista que na fabricaçªo de uma ferramenta por eletroerosªo o preço de confecçªo do eletrodo representa uma parcela significativa dos custos do processo, Ø importante escolher com cuidado o material a ser utilizado e o mØtodo de usinagem.

Os melhores materiais para produçªo de eletrodos sªo aqueles que tŒm ponto de fusªo elevado e sªo bons condutores de eletricidade. De um modo geral, os materiais para eletrodos podem ser agrupados em duas categorias: metÆlicosmetÆlicosmetÆlicosmetÆlicosmetÆlicos e nªo-metÆlicosnªo-metÆlicosnªo-metÆlicosnªo-metÆlicosnªo-metÆlicos .

Entre os materiais metÆlicos, os mais utilizados sªo: cobre eletrolítico, cobre tungstŒnio e cobre sinterizado. Eletrodos feitos desses materiais caracterizam-se por apresentarem ótimo acabamento e mínimo desgaste durante o processo de eletroerosªo.

Entre os materiais nªo-metÆlicos, o grafite Ø o principal. Este Ø um material de fÆcil usinagem, porØm Ø muito quebradiço. Os eletrodos de grafite sªo insensíveis aos choques tØrmicos, conservam suas qualidades mecânicas a altas temperaturas, praticamente nªo se deformam e sªo leves. Entretanto, sªo abrasivos, nªo podem ser moldados ou conformados e nªo aceitam reduçªo por Æcido.

Peças retangulares e cilíndricas, de dimensıes padronizadas, sªo encontradas no comØrcio. Quando se trata de eletrodos de perfis irregulares e complexos, Ø recomendÆvel analisar cuidadosamente a relaçªo custo-benefício antes de partir para sua construçªo.

Os eletrodos podem ser produzidos pelos mØtodos convencionais de usinagem, como a fresagem, torneamento, aplainamento etc.

Muito bem! Agora que vocŒ jÆ sabe que a eletroerosªo seria uma soluçªo viÆvel para cunhar as medalhas do seu amigo, deve estar interessado em saber mais sobre este processo. Na próxima aula, vocŒ obterÆ mais detalhes sobre a produçªo de peças por eletroerosªo. Antes, porØm, resolva os exercícios a seguir.

AULAMarque com X a resposta certa.

Exercício 1Exercício 1Exercício 1Exercício 1Exercício 1

Para que a eletroerosªo ocorra, Ø necessÆrio que os materiais da peça e da ferramenta sejam: a)a)a)a)a)()condutores de calor; b)b)b)b)b) ( ) combustíveis; c)c)c)c)c) ( ) isolantes; d)d)d)d)d)()condutores de corrente elØtrica.

Exercício 2Exercício 2Exercício 2Exercício 2Exercício 2 O dielØtrico deve ser um fluido:

a)a)a)a)a) ( ) isolante; b)b)b)b)b)()condutor de eletricidade; c)c)c)c)c) ( ) combustível; d)d)d)d)d) ( ) ionizado.

Exercício 3Exercício 3Exercício 3Exercício 3Exercício 3 A centelha Ø produzida quando o eletrodo:

a)a)a)a)a)()encosta na peça; b)b)b)b)b)()afasta-se da peça; c)c)c)c)c)()fica a uma distância da peça chamada GAP; d)d)d)d)d)()mergulha no dielØtrico.

Exercício 4Exercício 4Exercício 4Exercício 4Exercício 4

Entre os materiais mais usados para fabricaçªo de eletrodos, destacam-se: a)a)a)a)a)()cobre eletrolítico, cobre tungstŒnio, grafite; b)b)b)b)b)()latªo, ferro fundido, cobre; c)c)c)c)c)()aço, tungstŒnio, bronze; d)d)d)d)d)()grafite, latªo, ferro fundido.

Exercício 5Exercício 5Exercício 5Exercício 5Exercício 5

A eletroerosªo a fio Ø preferível quando for necessÆrio usinar: a)a)a)a)a)()furos cilíndricos cegos; b)b)b)b)b)()cavidades passantes de perfis complexos; c)c)c)c)c)()rebaixos oblíquos nªo passantes; d)d)d)d)d) ((((( ))))) furos helicoidais.

Pare! Estude! Responda!

(Parte 2 de 2)

Comentários