Mecânica dos Materiais

Mecânica dos Materiais

(Parte 4 de 9)

Fig. 2.10 - Gráfico do critério de Coulomb. [fig. 6.15 Hamrock]

Para um estado plano de tensões, tem-se que s1 = smax e s3 = smin, e a tensão máxima e mínima são dadas pela equação retirada do círculo de Mohr:

2 xy

2 yxyx

=s(2.10)

2.5.2 CRITÉRIO MOHR-COULOMB

O critério de rotura de Mohr-Coulomb baseia-se no critério de Mohr. A tensão de rotura do material à tracção St, determina-se através de ensaios de tracção, enquanto a tensão de rotura à compressão Sc, determina-se a partir de ensaios à compressão. Com estas tensões traçam-se os círculos de Mohr representativos dos estados de tensão de tracção (círculo menor) e de compressão (círculo maior). As rectas tangentes aos círculos de Mohr definem uma envolvente de rotura. (Esta envolvente de rotura corresponde à envolvente representada pela linha poligonal fechada da figura 2.1 b). Assim, o critério de rotura de Mohr coincide com o critério de cedência de Tresca, quando St = Sc

Elementos de Máquinas Conceitos Básicos de Mecânica dos Materiais

(a)(b)

Fig. 2.1 – (a) Círculos de Mohr. [fig. 6.24 Hamrock]. (b) Gráfico do critério de Coulomb- Mohr. [fig. 6.25 Hamrock]

As tensões são relacionadas por:

S uc3ut

0,0,31£s‡s(2.1)

Sendo, s1, s2 e s3 as tensões principais.

Elementos de Máquinas Introdução ao Projecto

CAP 3 - INTRODUÇÃO AO PROJECTO 3.1. INTRODUÇÃO

DEFINIÇÃO DE PROJECTO Formulação de um plano capaz de proporcionar uma solução satisfatória e exequível a uma necessidade humana.

· Precisa: “O veio motor deste redutor está a dar problemas; houve 8 falhas nos últimos 6 meses. Temos de corrigir esta situação.”

• Imprecisa: “A linha de produção continua a fabricar produtos com demasiados defeitos.”

Uma necessidade nunca tem uma resposta única nem uma solução correcta.

Exemplo: “BOM” hoje, pode ser “MAU” amanha. Porquê? • Devido ao aperfeiçoamento e ao crescimento dos conhecimentos.

• Alteração da sociedade.

Tal como se disse, não há uma solução correcta, há uma solução satisfatória. • Adequada ao fim em vista.

• Formulada com o conhecimento actual.

Elementos de Máquinas Introdução ao Projecto

Os projectos podem-se classificar quanto à área do conhecimento relativo à necessidade.

A análise de um projecto envolve sempre uma análise económica.

3.2.1. OBJECTIVOS DE UM PROJECTO DE ENGENHARIA

CRIAR ou

ouum SISTEMA

MELHORAR ou

“A Engenharia oferece à sociedade opções adequadas e exequíveis que constituem uma alternativa desejada ao curso natural dos acontecimentos”.

Projecto de Engenharia

Projecto

Mecânico Este é o nosso Tema

Elementos de Máquinas Introdução ao Projecto

3.2.2. FASES DO PROJECTO

O processamento total de um projecto passa por várias fases, desde o reconhecimento de uma necessidade até à sua apresentação final.

As ligações do diagrama de fluxo estabelecem uma sequência.

PRODUÇÃO iteração

Elementos de Máquinas Introdução ao Projecto

NECESSIDADE – Origem do projecto, melhor ou pior definida.

ESPECIFICAÇÕES – Definição precisa do problema.

Estabelecimento de todos os requisitos (quantidade, vida e ambiente de serviço pretendidos, etc.) e constrangimentos (Custo máximo, dimensões e peso máximo, limitações de Tecnologia e de materiais existentes).

EXEQUIBILIDADE – Análise de possibilidade / Interesse do projecto.

Aspectos tecnológicos e económicos: Há dependência de materiais escassos? O produto final é economicamente rentável?

Resulta de conhecimento técnico - Científico, criatividade e experiência. Novos constrangimentos ® Resistência dos órgãos, aspecto agradável, manutenção simples e económica.

PROJECTO DE CONJUNTO E DETALHADO – Desenhos de conjunto e de detalhe pormenorizados.

Dimensionamento dos componentes ou dos órgãos individuais.

Selecção de unidades/peças normalizadas (catálogos/normas). Optimização.

Notas de cálculo. Desenhos de fabrico.

AVALIAÇÃO – Verificação final do êxito do projecto.

Ensaios, protótipos. Esta fase é a grande geradora de alterações ao projecto.

APRESENTAÇÃO DO PROJECTO – Ao Responsável Superior Ao Cliente

(Parte 4 de 9)

Comentários