Mecânica dos Materiais

Mecânica dos Materiais

(Parte 5 de 9)

Ao Investigador Este é um passo vital do projecto.

Não há regras fixas, mas há linhas de orientação.

Elementos de Máquinas Introdução ao Projecto

RELATÓRIO DO PROJECTO – Num relatório tem de se apresentar os seguintes pontos:

1. Título Identificação

Índice Bibliografia

2. Memória Descritiva e Justificativa Fases de “Necessidade”, “Especificações”, “Exequibilidade” e

“avaliação”.

3. Notas de cálculo

Fases de “Projecto de conjunto” e “Projecto detalhado”. Ø Título

Ø Enunciado e dados

Ø Critério de projecto Ø Esquemas, Modelos analíticos.

Ø Expressões

4. Desenhos

Formas, dimensões, Instruções de montagem e de fabrico. Ø Desenho esquemático do conjunto.

Ø Desenho de conjunto/subconjuntos, lista de peças. Ø Desenho de fabrico das peças (instruções de fabrico)

5. Anexos

6. E.S.T. 2001/2002

Projecto final Nome

Projecto Final

Elementos de Máquinas Introdução ao Projecto

7. Incluir

Ø Introduções teóricas Ø Cálculos repetitivos – quadro de valores

Ø Descrições sucintas – Uso de esquemas, gráficos, esboços. Ø Fundamentos Longos – Anexos

Ø Mencionar Fontes Bibliográficas

Ø Anexar normas/catálogos Não incluir

Ø Tentativas e iterações.

3.2.3. A ABORDAGEM MATEMÁTICA E O PROJECTO REAL

A grande maioria de decisões a tomar durante o projecto sobre o dimensionamento da peça não depende do cálculo, mas sim de constrangimentos (ex. Espessura mínima, dimensões de outras peças adjacentes).

Na fase do desenho (que deve iniciar-se antes do cálculo) onde se tem de proceder à comparação de formas/dimensões, fica grande parte do projecto definido.

Apenas se devem seguir cálculos de verificação, em regra simples, de pormenores críticos.

3.2.4. FACTORES A CONSIDERAR NO PROJECTO

Um factor a considerar no projecto será, toda e qualquer característica que influencie de forma essencial o projecto de um componente ou de todo o sistema.

3.2.4.1. Resistência

É uma propriedade do material, da forma, das dimensões da peça, do modo de carregamento e do meio ambiente (entre outros). Portanto, adicionalmente à incerteza relativa à determinação da carga real, há que considerar a incerteza quanto à capacidade de carga.

Elementos de Máquinas Introdução ao Projecto

Ø Variações nas propriedades do material. (Heterogeneidade de lote para lote, no mesmo lote e na própria peça).

Ø Efeito de escala.

(A resistência de uma peça grande é menor do que a de uma peça mais pequena, ex: provete).

Ø Tipo de carregamento.

(A resistência é diferente se o carregamento cresce gradualmente ou bruscamente; se o estado de tensão é uniaxial ou multiaxial).

Ø Processo de fabrico (A resistência depende do acabamento superficial, de alterações do estado mecânico e do estado metalúrgico – tratamento térmico, provocado pelo processo de fabrico).

Ø Meio Ambiente (Redução da tensão de cedência com o aumento da temperatura, Redução da tenacidade com a redução da temperatura, redução das propriedades com a oxidação/corrosão).

No caso geral, o projectista previne-se aplicando um COEFICIENTE DE SEGURANÇA, c.s.

alReaargC

n=ou

Capacidade n

Capacidade )admissível(alReaargC =

Problema de verificação Problema de Dimensionamento

“O coeficiente de segurança é um factor de correcção da propriedade para lhe definir um valor admissível”.

Elementos de Máquinas Introdução ao Projecto

Exemplo 3.1

(Parte 5 de 9)

Comentários