Processo Soldagem

Processo Soldagem

(Parte 2 de 11)

Diâmetro do orifício do bico em m

Consumo de oxigênio em litros/hora

0,5-1 1 1 0,2 0,74 100 1-1,5 2 1 0,2 0,93 150 1,5-2 3 1,5 0,25 1,20 225 2-3 4 2 0,3 1,4 300 3-4 5 2,5 0,4 1,6 400 4-5 6 3 0,45 1,8 500 5-7 7 3 0,48 2,1 650 7-1 8 3,5 0,5 2,3 800 1-15 9 4 0,52 2,5 900

Obs.: 1 bar = 10N/cm2 → 0,2kg/cm2 = 2N/cm2 = 0,2 bar

Equipamentos Auxiliares

Reguladores de pressão

São acessórios que permitem reduzir a elevada e variável pressão do cilindro a uma pressão de trabalho adequada para a soldagem e manter essa pressão constante durante o processo (Fig. 18).

Regulador de pressão

Fig. 18 Tipos de pressões

São três os tipos de pressões de trabalho do acetileno:

• Alta pressão Quando o acetileno trabalha na faixa de 3 a 5N/cm2.

• Média pressão

Espírito Santo _

Departamento Regional do Espírito Santo 9

Quando o acetileno trabalha na faixa de 1 a 3N/cm2. • Baixa pressão

Manômetro de alta e baixa pressão

O manômetro de alta pressão marca o conteúdo de gás contido no cilindro; o de baixa marca a pressão necessária ao trabalho, a qual é regulada de acordo com o bico e o material base a ser usado (Fig. 19)

Manômetro de pressão

Espírito Santo _

10 Companhia Siderúrgica de Tubarão

Válvula de segurança

A válvula de segurança permite a saída do gás em caso de superpressão (Fig. 20)

Válvula do cilindro de oxigênio Fig. 20

É um equipamento de grande importância no tocante à segurança do operador no posto de trabalho.

Soldagem oxiacetilênica

Fase de combustão

O oxigênio e o acetileno são retirados das garrafas. A mistura obtida queima-se em duas fases.

A chama para soldar é ajustada ou regulada através do maçarico. Para que se obtenha um combustão completa, para uma parte de acetileno, necessita-se de 2,5 partes de oxigênio.

Para a regulagem da chama de solda, misturam-se oxigênio e acetileno na proporção de 1:1. A combustão nesta primeira fase é incompleta.

Os gases resultantes dessa combustão, monóxido de carbono e hidrogênio, ainda são combustíveis; ao retirarem o oxigênio do ar, completam a combustão, formando o período e caracterizando uma segunda fase da combustão.

Essa eliminação de oxigênio do ar oferece uma peça de fusão limpa (efeito redutor).

Espírito Santo _

Departamento Regional do Espírito Santo 1

Como resíduos da combustão do CO e H2, combinados com o oxigênio, resultam CO2 e H2O./

Equações da combustão

2ª fase: 2CO + O2 ⇒ 2CO2

A Figura 21 apresenta as diversas faixas de temperaturas nas diversas regiões da chama.

Em função do gráfico, pode-se posicionar a chama, para se obter a temperatura máxima que é de aproximadamente 3200ºC.

Chama oxiacetilênica (Penacho)

Espírito Santo _

12 Companhia Siderúrgica de Tubarão

Chama oxiacetilênica

A quantidade de calor produzida pela chama depende da quantidade de gás que é queimado.

A temperatura alcançada pela chama depende do combustível utilizado e da regulagem dos gases.

Ingnição e extinção da chama Deve-se observar a seguinte seqüência para acender o maçarico.

Primeiro, abre-se a válvula do gás oxigênio e, em segundo lugar a válvula do gás acetileno.

Para se extinguir a chama, fecha-se primeiro a válvula do gás acetileno e, em seguida, a válvula do gás oxigênio.

Regulagem de chama

Entende-se por regulagem da chama a variação da proporção entre os gases. Para cada proporção entre os gases, obtém-se também uma variação do tipo de chama e com isso uma respectiva variação da sua temperatura.

Tipos de chamas

(Parte 2 de 11)

Comentários