Processo Soldagem

Processo Soldagem

(Parte 7 de 11)

Solda em perfilados

Fig. 1 Solda aplicada em conjuntos matrizes

Fig. 2 Solda aplicada em caldeiraria

Fig. 3 Solda em componentes de automóveis

Fig. 4

Espírito Santo _

Departamento Regional do Espírito Santo 3

Fontes de calor utilizadas

As fontes principais utilizadas na soldagem de metais, como fornecedoras de calor, são:

• chama oxiacetilênica;

• arco elétrico.

As Figuras 5 a 7 apresentam os dois tipos de fontes de calor com suas características.

Em especial, utiliza-se amplamente o arco elétrico na fabricação industrial, porque se aplica a quase todos os metais a serem soldados e em todas as espessuras imagináveis.

Chama oxiacetilênica

Fig. 5 Solda por chama oxiacetilênica

Fig. 6 Solda por arco elétrico

Fig. 7

Espírito Santo _

34 Companhia Siderúrgica de Tubarão

Vantagens das junções soldadas em geral

Na atualidade, a solda tem sido o processo mais freqüentemente utilizado nas junções entre peças.

A seguir, são apresentadas algumas vantagens da solda em comparação com outros processos, tais como rebitar, aparafusar, soldar brando, etc.

• redução do peso;

• economia de tempo;

• melhor fluxo da força;

• suporte de elevadas solicitações mecânicas, tanto quanto a peça.

Fluxo normal da força

Fig. 8 Mudança de direção do fluxo de força

Fig. 9

Desvantagens da solda

• não podem ser desmontáveis; • na soldagem, ocorrem tensões, trincas e deformações;

• exige acabamento posterior;

• em trabalhos especiais, exige mão-de-obra especializada, análise e ensaios dos cordões de solda.

Espírito Santo _

Departamento Regional do Espírito Santo 35

Classificação dos processos de soldagem

Atualmente, os processos antigos de soldagem quase não têm aplicação, pois foram aperfeiçoados, surgindo novas técnicas.

Com o emprego de novas tecnologias, atingiram-se elevados índices de eficiência e qualidade na soldagem.

O quadro 1 apresenta os principais processos de soldagem, divididos em dois grupos, em função dos processos físicos.

Solda por fusão

Soldagem por fusão é o processo no qual as partes soldadas são fundidas por meio de ação de energia elétrica ou química, sem que ocorra aplicação de pressão.

Solda por pressão

Soldagem por pressão é o processo no qual as partes soldadas são inicialmente unidas e posteriormente pressionadas uma contra a outra para efetuar a união.

Quadro 1 Processo de soldagem e fontes de energia

Fonte de energia

Movimento Solda por atrito Solda a explosão

Líquido Solda por fusão (Termit)

Gás Solda oxiacetilênica Solda a fogo

Corrente elétrica Solda a resistência

Solda por costura

(Parte 7 de 11)

Comentários