(Parte 1 de 3)

VeniMaria Andres Felli guiluve @usp. br

ANTIVIRAIS–profilaxia / tratamento de doenças causadas por VIRUS

Menores seres infecciosos

Vida exclusivamente parasitária

Ácido nucléico (RNA ou DNA) com envoltório protéico (capsídeo )

Material genético–DNA ou RNA, informações necessárias para a produção de novos vírus.

Capsídeo–envoltório protéico do vírus. Protege o ácido nucléico e tem a capacidade de combinar-se quimicamente com substâncias na superfície da célula. Alguns vírus podem apresentar lipídeo, proveniente da membrana da célula onde se originaram.

Vírion–partícula viral quando fora da célula do hospedeiro

Especificidade viral–vírus só consegue infectar a célula que tiver na sua membrana substâncias as quais ele possa se ligar. Ataca apenas determinados tipo de célula.

Virus–não possuem parede celular e sistemas enzimáticos não suscetíveis a antibióticos

Quimioter apia antiviral: -Replicação viral X célula de mamíferos

-Diagnóstico tardio –estágio final da multiplicação do vírus

-Infecção viral

Linfócitos B

Sistema secretor IgA

Linfócit os T

Resposta

Imun ológica

Virus DN A

Herpes virus Adenov irus HepatiteB Bacteriófago

Retrovirus(HIV, SIV)

VirusRNA

Hepatite A, C e D

Influenza virus Virusda febre hemorrágica (Dengue, Hantavirus, Ebola virus

VIRUCIDAS–atuam na partícula viral intacta

ANTIVIRAIS–inibição da replicação

IMUNOMODULADORES–modificam a resposta imun ológica

Carac terísticas dese jadas

Amplo espectro

Inibição completa da replicação viral

Capacidade de atingir o alvo sem interferir com o sistema imune do hospedeiro

Toxicidade mínima

Atividade frente a mutantes resistente

Inibição da fixação, penetração e liberação do material genético viral

Inibição da síntese de ácidos nucléicos

Inibição da tradução do RNAmviral

Inibição da transcriptasereversa (TR)

Inibição das proteases virais

1 -ADAMANTANAS

HCl .

R = NH2 a mantadia rimantadina

Inibe penetração da partícula viral no hospedeiro

Bloqueia a desencapsulaçãodo genoma viral e transferência deste para a célula hospedeira

Impedimento estéricodo canal iônico formado pela proteína viral M2

2 –INTERFERON Fator an tiviralna tural

Glicoproteínasproduzidas por células de mamíferos ou em bactérias por técnicas de recombinação genética

ƒLiga em receptores de superfície em células infectadas

Tipos ., eγγ-Apenas o .éutilizado em infecções virais inibe transcrição e tradução do RNAmviral

Eficazes em infecções por vírus da Hepatite B, Hepatite C, Papilovirus, Herpes e câncer (Sarcoma de Kaposi)

Indutores de interferon Pouca atividade em humanos

Estrutura tilorona

3 –INIBIDORES DA NEUROAMIDASE Atuam em vírus influenza

sialícoe açúcar adjacentedanos na ligação do vírus

Neuroaminidase–cliva ligações glicosídicasentre ácido ao alvo pelas NA

Cristalografia da NAsítio e mecanismo de ação com

Fármacos inibidores semelhantes ao estado de transição ácido siálico

(Parte 1 de 3)

Comentários