(Parte 1 de 3)

ano 3 nº 9 - janeiro, fevereiro e março de 2008

Rumo à UnB Estudantes que participaram das provas do Programa de Avaliação Seriada (PAS) começam a pensar no futuro. Página 8

Avaliação completa Coordenador acadêmico do Cespe/UnB explica como e quando ocorrem provas discursivas em concursos. Página 6

O caminho para o em concursos sucesso

Não é necessário apenas disciplina àqueles que estão se preparando para as provas de uma seleção pública. O Jornal do Cespe/UnB ouviu especialistas e candidatos para tentar descobrir as melhores formas de lidar com o desafio. Páginas 4, 5 e 6 ano 3 nº 9 – janeiro, fevereiro e março de 2008

Assessoria de Comunicação

Editor-Chefe Rodrigo Caetano

Editora de Produção Adriana Baumgratz

Reportagem Rafael Baldo e Diogo Adjuto

Fotografia Camila Martins e UnB Agência

Programação Visual Ana Laura Campos e Maria Gabriela Sanches

Projeto Gráfico Cristina Andreozzi e Helena Lamenza

Revisão Leonel Gomes

Impressão RK Gráfica

Tiragem 15 mil exemplares

Reitor Timothy Mulholland

Vice-Reitor Edgar Mamiya

Diretor-Geral Mauro Luiz Rabelo

Diretora-Executiva Angela Lima

Coordenadora de Logística de Eventos Maria Osmarina do Espírito Santo Oliveira

Coordenador Acadêmico Marcus Vinícius Araújo Soares

Coordenador de Negócios Jake Carvalho do Carmo

Coordenador de Tecnologia Jorge Amorim Vaz

Coordenador de Pesquisa em Avaliação Joaquim José Soares Neto

Coordenador de Educação Corporativa e Eventos Roger Werkhauser Escalante

Endereço: Campus Universitário Darcy Ribeiro Caixa Postal 04488 70904-970 Brasília/DF Telefone: (61) 3448-0100 Fax: (61) 3448-0110 Site: w.cespe.unb.br E-mail: sac@cespe.unb.br

Caso você queira fazer críticas ou enviar sugestões ao Jornal do Cespe/UnB, escreva para imprensa@cespe.unb.br.

Confira as últimas notícias sobre novos concursos, inscrições e datas de provas no nosso site w.cespe.unb.br.

Os processos organizados pelo Cespe/UnB em 2007 tiveram mais de 10 milhões de inscritos. A demanda por profissionais especializados no serviço público não pára. Passar em um concurso público atualmente tem sido a grande meta de inúmeras pessoas. Muitos deixam de lado os momentos de lazer com a família para se dedicarem aos estudos até conseguirem a aprovação.

O Jornal do Cespe/UnB, nesta primeira edição trimestral de 2008, traz um passo a passo sobre como obter êxito em concursos públicos e processos seleti- vos. A reportagem especial nas páginas 4, 5 e 6 detalha histórias de candidatos que estão se preparando para as provas e daqueles que já passaram. A equipe também entrevistou professores de cursos preparatórios, psicólogos e nutricionistas.

Na página 7, a coluna Orientação para o candidato fala sobre provas discursivas. Na página 8, o destaque é para os estudantes que fizeram a primeira etapa do Programa de Avaliação Seriada (PAS). O processo seletivo seriado foi criado há 12 anos pela UnB e, hoje, é considerado referência nacional na área educacional.

Apresentação

Correções

“Na matéria ‘Em Igualdade de condições’ – edição de outubro, novembro e dezembro de 2007, foi publicada indevidamente, como sendo declaração de Camilla Valle de Paula, que os candidatos ao vestibular com atendimento especial por motivos religiosos ficavam jogando baralho ou aproveitavam o tempo para estudar mais um pouco, enquanto aguardavam o pôr-do-sol para iniciar suas provas.

A bem da verdade, cumpre esclarecer que a entrevistada Camilla Valle de Paula é membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia e, como fiéis seguidores dos dez mandamentos da Lei de Deus – que se encontram no capítulo 20 do livro de Êxodo – em especial o 4° mandamento, que estabelece a santificação do Sábado, fazem desse dia um dia especial, dedicando-se exclusivamente à adoração e ao louvor ao Criador por meio de visitas missionárias, grupos de oração, evangelismo, culto jovem, ensaios de corais, orquestra, conjuntos musicais e outras atividades semelhantes.

Com relação aos estudantes aproveitarem o tempo para estudar mais um pouco, acrescentamos que, além de a entrevistada não fazer qualquer menção ao assunto, o Cespe/ UnB proíbe expressamente a entrada de candidatos portando qualquer tipo de material, além da bíblia, para aqueles que irão fazer as provas após o pôr-do-sol do sábado.”

Cláudio Marques de Paula Brasília (DF)

Venho externar o meu reconhecimento pela brilhante prova objetiva realizada pelo Centro no concurso da Defensoria Pública-Geral da União (DPU), que ocorreu em novembro de 2007. Parabéns pela magnânime desenvoltura do examinador, o qual demonstrou conhecimento, atualização, técnica, didática e, sobretudo, muito bom senso. Independentemente do resultado que, porventura, venha a alcançar, faço questão de registrar o meu orgulho em participar desse certame, realizado por essa instituição, digna de aplausos, capaz de, verdadeiramente, avaliar a necessária capacidade de cada candidato. Continuem com essa postura, pois é o que esperamos de uma instituição séria e respeitada como o Cespe/UnB, para nós, brasileiros. Parabéns!

Rosângela Rosa Cuiabá (MT)

Foi o total de eventos, entre concursos públicos, processos seletivos, vestibulares e avaliações educacionais, realizados pelo Cespe/UnB no ano de 2007

Mauro Luiz Rabelo Diretor-Geral do Cespe/UnB

“A Agência Nacional de Cinema (Ancine) está com a segunda turma de Curso de Formação para provimento de vagas remanescentes do concurso realizado em 2005, pelo Cespe/UnB. Contar com a parceria do Centro é sempre tranqüilizador, pois a experiência da FUB em concursos nos ajuda a reduzir diversas etapas de trabalho. Além disso, a equipe é sempre muito segura e dá resposta imediata aos questionamentos que surgem. A logística do processo é adequada, muito embora, no presente caso, em função do custo, muitas tarefas e responsabilidades estejam sob o encargo da Agência. Contudo, temos absoluta certeza de que o resultado será isento e transparente, contribuindo para que o processo seguinte de nomeação e posse se dê no menor espaço de tempo possível.”

Maria Pedrinha de Barros Gerente de Recursos Humanos da Ancine

O serviço público exige, cada vez mais, profissionais bem preparados para atuar em suas respectivas áreas. Profissionais comprometidos com a excelência no atendimento à população e com a implementação e a consolidação de programas voltados à melhoria da qualidade de vida dos cidadãos. O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), que, em seus 14 anos de existência, já avaliou mais de 20 milhões de candidatos, tem orgulho de contribuir com a inserção de boa parte desses cidadãos no setor.

Consideramos fundamental a condução de processos seletivos de média e larga escala, os quais, sem dúvida, são imprescindíveis ao aprimoramento e à renovação do quadro de pessoal do serviço público. Em 2007, entre concursos, processos seletivos, avaliações educacionais, treinamentos e capacitações, o Centro realizou 174 eventos. O número praticamente dobrou, se comparado ao do ano de 2006, quando organizamos 91 eventos. Somente na área de avaliação educacional, foram nove eventos, incluindo o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) e a Prova Brasil, que, juntos, somaram 8,8 milhões de participantes. Aplicamos processos em mais de três mil municípios, simultaneamente.

O cenário em 2008 será diferente. Temos como meta diversificar mais nossas áreas de atuação, mas queremos continuar ainda na liderança nacional da execução de concursos públicos e processos seletivos. Em termos de infra-estrutura, passamos a contar com um complexo de três prédios, preparado para receber toda a equipe. A mudança contribuirá para a otimização dos nos- sos processos de trabalho e para a implementação de novas medidas de segurança.

O fato de estarmos inseridos em uma instituição pública de ensino – a Universidade de Brasília –, nos possibilita criar grupos de estudos para propor novas formas de avaliação e de inovação tecnológica aplicada aos processos seletivos. Temos trabalhado seriamente nessa direção, com a preocupação constante de garantir a isonomia nos procedimentos necessários às seleções, para que a competição seja justa e que resulte sempre na classificação dos melhores. Cabe lembrar que a isonomia de tratamento passa pelo esmero na logística, pela construção de instrumentos de avaliação tecnicamente bem elaborados e balanceados, pelo reforço na segurança de todo o processo e pelo atendimento de qualidade que sempre deve ser dispensado aos candidatos.

7/3 – Divulgação do resultado final de títulos e do concurso da Prefeitura Municipal de Aracaju para o cargo de Professor

9/3 – Aplicação da prova objetiva do concurso para a carreira de Diplomata do Instituto Rio Branco

18/3 – Resultado final das provas objetivas e resultado provisório da prova discursiva (cargos de nível superior) do concurso do Tribunal Superior do Trabalho

(Parte 1 de 3)

Comentários