(Parte 1 de 5)

Assim, uma substância pode ser considerada como combustível se:

Os combustíveis sªo substancias que em contacto com um agente oxidante, normalmente oxigŒnio, sofre uma reação químicaque libera energia tØrmica.

Embora muitas substâncias possam apresentar esta característica, apenas algumas delas podem ser consideradas na prÆtica como combustíveis com importância comercial e industrial.

!for abundante na natureza (ou fÆcil de produzir artificialmente) !desprender suficiente quantidade de calor na queima

!apresentar custos relativamente baixos de extraçªo, produçªo e transporte

Os combustíveis podem ser caracterizados pelas suas propriedades físico-químicas e a classificaçªo mais comum se da de acordo com o estado da matØria;

! Combustíveis Sólidos ! Combustíveis Líquidos

Ainda, estes podem ser classificados como sendo;

Naturais ou Primários:

extraídos diretamente da naturez a artificiais ou secundários:

obtidos através de um processo tecnológico lenha; carvªo mineral; gÆs natural carvªo vegetal; coque; GLP; alcool

OFERTA INTERNA DE ENERGIA OFERTA INTERNA DE ENERGIA ––BRASIL 2007 (%) BRASIL 2007 (%)

PETRÓLEO e

Biomass a:

238,3 milhões tep

Fonte: MinistØrio de Minas e Energia -Brasil JORGE R. HENRÍQUEZ GUERRERO GRUPO DE ENGENHARIA TÉRMICA (GET)

MINERAL
NATURAL
DERIVADOS

PETRÓLEO e milhões tep 82,1 238,3

Fonte: MinistØrio de Minas e Energia -Brasil JORGE R. HENRÍQUEZ GUERRERO GRUPO DE ENGENHARIA TÉRMICA (GET)

OFERTA INTERNA DE ENERGIA (% )OFERTA INTERNA DE ENERGIA (% )––BR 1940 / 2006 BR 1940 / 2006

Fonte: MinistØrio de Minas e Energia -Brasil JORGE R. HENRÍQUEZ GUERRERO GRUPO DE ENGENHARIA TÉRMICA (GET)

BRASIL 2007OECD 2005MUNDO 2005

MINERAL
GÁS NATURAL
DERIVADOS

PETRÓLEO e milhões tep

JORGE R. HENRÍQUEZ GUERREROGRUPO DE ENGENHARIA TÉRMICA (GET)

Fonte: MinistØrio de Minas e Energia -Brasil

OECD (OECD (OrganizationOrganizationfor for EconomicEconomic

Cooper ation

C o oper ation andand DevelopmentDevelopment ) )

Países membros da OCDE

Países convidados a iniciar o processo de incorporação àOCDE

Países com os quais a OCDE tem reforçado seu compromisso

JORGE R. HENRÍQUEZ GUERREROGRUPO DE ENGENHARIA TÉRMICA (GET)

Alemanha AustrÆlia `ustria BØlgica Ca na dÆ CorØia Din a mar c a Espanha Estados Unidos Finlândia Fran ça

30 países membros

GrØcia Hungria Irlanda Islândia It Ælia Jap ªo Luxembur go MØ xico Noruega Nova Zelândia Países

Polônia Portugal Reino Unido Repœblica Chec a Repœblica Eslovac a SuØcia Suíça Turquia

Países que tem iniciado o processo de incorporação

Cooperação reforçada

ENERGIA E POPULAENERGIA E POPULAÇÇ ÃO NO MUNDO 2004 (%) ÃO NO MUNDO 2004 (%)

1.213 Mtep1.223 Mtep6.352 Mhab

JORGE R. HENRÍQUEZ GUERREROGRUPO DE ENGENHARIA TÉRMICA (GET)

Fonte: MinistØrio de Minas e Energia -Brasil

Emissões mundiais de CO 2 = 26.583 Mt

2004 2004 ––MUNDO (milhões t) MUNDO (milhões t)

JORGE R. HENRÍQUEZ GUERREROGRUPO DE ENGENHARIA TÉRMICA (GET)

Fonte: MinistØrio de Minas e Energia -Brasil

BR 2007OECD 2005OUTROS 2005

JORGE R. HENRÍQUEZ GUERREROGRUPO DE ENGENHARIA TÉRMICA (GET)

Fonte: MinistØrio de Minas e Energia -Brasil

"O carbono, hidrogŒnio e enxofre sªo elementos que oxidam na presença de oxigŒnio e sªo responsÆveis diretos da qualidade do combustível.

"O enxofre, embora seja um elemento combustível, a sua presença Øindesejada devido a que contribui na formaçªo de substâncias tóxicas e corrosivas.

"Da mesma forma, a presença de nitrogŒnio contribui para a formaçªo de óxidos de nitrogŒnio que Øum elemento altamente polu en te.

"O oxigŒnio presente no combustível faz com que haja necessidade de menos ar para combustªo

Os principais elementos químicos presentes na composiçªo da maioria dos combustíveis comerciais sªo; carbono (C), hidrogênio (H), oxigênio (O), nitrogênio (N) e enxofre (S).

"Dentre os elementos químicos combustíveis (C, H, S) o carbono Øo elemento principal, tem poder calorífico alto (34 MJ/kg) e apresenta uma fraçªo percentual da ordem de 50 a 75% na composiçªo de combustíveis sólidos, e da ordem de 83 a 85% em óleos combustíveis.

"O hidrogŒnio tem poder calorífico maior (120 MJ/kg), mas a sua fraçªo percentual na composiçªo de combustíveis sólidos Ømuito pequena, da ordem de 2 a 4%, sendo um pouco maior em combustíveis líquidos (10 a 12%).

(Parte 1 de 5)

Comentários