Apostila Refrigeração

Apostila Refrigeração

(Parte 7 de 11)

(aspiração) pode resultar em pneumonia química, edema pulmonar e hemorragia.

A exemplo de muitos produtos destilados de petróleo, o FREONÒ 1 (Ponto de

Ebulição 23,8ºC) e o 113 (Ponto de Ebulição 47,6ºC) são solventes de gorduras e podem produzir esses efeitos. se produtos que contenham esses fluorcarbonos forem ingeridos acidentalmente ou propositadamente, a indução ao vômito seria contraindicada.

iv) Efeitos sobre o Sistema Nervoso Central (SNC)

A inalação de vapores concentrados de fluorcarbonos pode provocar efeitos sobre o SNC (SISTEMA NERVOSO CENTRAL) semelhantes aos de uma anestesia geral. Os sintomas, à medida que o tempo de exposição aumenta, começam com uma sensação de intoxicação seguida de perda de coordenação e inconsciência. Sob condições severas, pode levar à morte. Quando esses sintomas estiverem presentes, o indivíduo exposto deve ir ou ser levado imediatamente para um local onde haja ar fresco. Deve-se procurar um médico imediatamente. Vide também a Seção I.B.v - Sensibilização Cardíaca. Os indivíduos expostos aos fluorcarbonos não devem ser tratados com adrenalina (epinefrina).

v) Sensibilização Cardíaca

Da mesma maneira que diversos líquidos orgânicos voláteis e não-solúveis em água, os fluorcarbonos podem produzir sensibilização cardíaca, quando a concentração de vapor for suficiente. A sensibilização cardíaca é uma sensibilização do coração adrenalina, proveniente da exposição a altas concentrações de vapores orgânicos. Sob condições de exposição suficientemente graves, podem ocorrer arritmias cardíacas devido à sensibilização do coração aos próprios níveis de adrenalina do corpo, sobretudo sob condições de “stress” emocional ou físico, medo, pânico, etc. Essas arritmias cardíacas podem levar a uma fibrilação ventricular e à morte. Como foi indicado no item I.B.iv., os indivíduos expostos devem ir ou ser levados para um local onde haja ar fresco imediatamente (onde o risco de efeitos cardíaco diminui rapidamente). Deve-se providenciar cuidados e observação médica após a exposição acidental. Os trabalhadores afetados gravemente pelos vapores de fluorcarbonos não devem ser tratados com adrenalina (epinefrina) ou outros estimulantes cardíacos semelhantes, pois esses medicamentos aumentariam o risco de arritmias cardíacas.

C. Decomposição Térmica dos Produtos

Os fluorcarbonos se decompõem quando diretamente expostos a altas temperaturas. Por exemplo, as chamas e os aquecedores de resistência elétrica provocarão a pirólise dos vapores dos fluorcarbonos. Os produtos dessa decomposição no ar incluem os halógenos, os ácidos halógenos (hidroclorídrico, hidrobrômico) e outros compostos irritantes. Embora muito mais tóxicos do que o fluorcarbono que lhes deu origem, esses produtos da decomposição irritam o nariz, os olhos e as vias aéreas superiores, o que significa um aviso de sua presença.

O risco, na prática, é relativamente pequeno, pois é difícil que uma pessoa permaneça voluntariamente na presença de produtos de decomposição em concentrações que possam causar danos fisiológicos.

Quando são detectados esses produtos irritantes de fluorcarbonos, a área deve ser evacuada, ventilada e deve-se sanar a causa do problema.

Esses produtos de decomposição térmica podem, por exemplo, formar-se quando os vapores são atraídos por tabaco aceso. Portanto não é permitido fumar na presença dos vapores de fluorcarbonos.

Tabela 4 – Propriedades dos Refrigerantes quanto ao Potencial de Risco

Condição Potencial de risco Proteção

Os vapores podem ser nas chamas ou em contato com superfícies quentes.

Inalação de produtos tóxicos da decomposição.

Boa ventilação. Os produtos irritantes resultantes da decomposição servem como agentes de precaução.

Os vapores são 4 a 5 vezes mais pesados do que o ar. Altas concentrações podem se acumular em lugares baixos.

A inalação de vapores concentrados pode ser fatal.

Evitar o uso inadequado. Ventilação de ar sob pressão ao nível do vapor.

Utilizar aparelhos de respiração que forneçam ar.

Utilizar tubos de respiração

Inalação deliberada para provocar intoxicação.

Pode ser fatal. quando entrar em tanques ou outras áreas confinadas.

Não administrar epinefrina ou outras drogas similares.

Alguns fluorcarbonos líquidos tendem a remover os óleos naturais na pele.

Irritação na pele. Usar luvas e roupas protetoras.

Os líquidos com pontos de ebulição mais baixos podem respingar na pele.

Congelamento. Usar luvas e roupas protetoras.

Os líquidos podem respingar nos olhos.

Os líquidos com pontos de ebulição mais baixos podem causar congelamento. Os de pontos de ebulição mais altos podem causar irritação temporária, se houver outros produtos químicos dissolvidos, podem causar danos graves.

Usar proteção para os olhos. Procurar cuidado médico. Lavar os olhos com água corrente durante vários minutos.

Contato com metais altamente reagentes

Pode ocorrer uma explosão violenta.

Testar o sistema proposto e tomar as precauções de segurança apropriadas.

D. Grandes Vazamentos e Escapes de Vapor

Embora a toxicidade dos fluorcarbonos seja baixa, existe a possibilidade de danos graves ou morte, sob condições de exposição inusitada ou descontrolada, ou quando há abuso deliberado de inalação dos vapores concentrados. Como os vapores de fluorcarbonos são mais densos do que o ar, podem se formar altas concentrações em áreas baixas, que persistirão sob condições de ventilação precárias ou se o ar for parado. O pessoal deve ser evacuado imediatamente das áreas fechadas, no caso de um grande vazamento ou derrame, e não voltar até que a área contaminada tenha sido bem ventilada. Para o FREONÒ 12, o Valor Limite do Limiar (TLV) corresponde a aproximadamente um terço de uma libra de vapor de FREONÒ 12 por 1000 pés cúbicos de ar (cerca de 5 gramas/metro cúbico).

O acesso de emergência às áreas que contêm altas concentrações de fluorcarbonos (por exemplo), num tanque de armazenamento, cheio de vapor) requer a utilização de equipamento de respiração e supervisão especializada.

I. Propriedades Físicas e Químicas

A. Propriedades Físicas

A combinação incomum de propriedades físicas encontrada nos compostos

FREONÒ é base para sua aplicação e utilidade. As Tabelas VII e VIII apresentam um resumo das propriedades físicas e as utilizações. Normalmente, os compostos têm alto peso molecular em relação ao ponto de ebulição, baixa viscosidade, baixa tensão superficial e baixo calor latente de congelamento e vaporização. Também apresentam baixa condutividade e boas propriedades dielétricas. Mediante solicitação, maiores detalhes das propriedades termodinâmicas de cada composto FREONÒ podem ser fornecidos.

B. Propriedades Químicas i. Estabilidade Térmica

A seção I.C apresenta os riscos da decomposição térmica dos fluorcarbonos.

Os fluorcarbonos FREONÒ não se decompõem só pela aplicação de calor, exceto a temperatura muito altas. A Tabela 5 apresenta as temperaturas às quais vários compostos foram aquecidos para se obter índices mensuráveis de decomposição. Também apresenta as temperaturas em que os índices de decomposição são calculados como 1% ao ano. Esse último índice pode ser considerado como o limite de temperatura imposto pela estabilidade inerente das moléculas.

Fluorcarbonos Temperatura de Decomposição3 Teste de Laboratório4 1%/ano5

FREONÒ 1 590ºC (100ºF) > 300ºC (>570ºF) FREONÒ 12 760ºC (1400ºF) > 480ºC (>900ºF) FREONÒ 13 840ºC (1550ºF) >535ºC (>1000ºF) FREONÒ 2 425ºC (800ºF) 250ºC (480ºF) FREONÒ 114 590ºC (1100ºF) 375ºC (710ºF) FREONÒ 115 625ºC (1160ºF) 390ºC (740ºF) i. Reações com Outros Materiais

Quando os fluorcarbonos são aquecidos a altas temperaturas, em contato com outros materiais (como ar, umidade, materiais plásticos e metálicos, óleos lubrificantes, etc.), podem ocorrer reações químicas entre o fluorcarbono e o outro material. Isso ocorre a temperaturas mais baixas do que as apresentadas na Tabela I. Além disso, os produtos da reação são diferentes. As temperaturas em que ocorre uma reação significativa, e os produtos da reação, serão diferentes para cada material; portanto, não se pode fazer qualquer generalização com relação à estabilidade dos fluorcarbonos

FREONÒ associados com outros materiais. Abaixo, alguns casos específicos importantes são apresentados.

a) Ar

(Parte 7 de 11)

Comentários